Consórcio apresenta projeto de reforma e ampliação do aeroporto de Brasília. Confira as novidades!

Denis Carvalho 11 · outubro · 2012

O Consórcio Inframérica apresentou nessa manhã à Imprensa o plano de reforma e ampliação do Aeroporto Internacional Juscelino Kubistchek, em Brasília. As obras já foram iniciadas e incluem a construção de um novo terminal, de uma gigantesca sala VIP e a duplicação da capacidade do estacionamento. O Melhores Destinos acompanhou a apresentação e traz algumas informações sobre o projeto.

Segundo a empresa, até a Copa do Mundo de 2014 os terminais 1 e 2 estarão reformados e um novo será construído com 15 novas posições de embarque, divididas em dois píeres. Com isso, as pontes de acesso aos aviões vão aumentar de 13 para 28. Além disso, a capacidade do estacionamento será dobrada, passando a oferecer 3 mil vagas, e a entrada do aeroporto ganhará uma nova cobertura e uma nova pista. As obras aumentarão a capacidade do aeroporto de 15 milhões para 41 milhões de passageiros por ano na fase final.

Os estudos e plano diretor do Aeroporto de Brasília estão sendo feito pela Aecom, uma empresa americana especializada no projeto de aeroportos e que entre outros aeroportos fez projetos para Los Angeles, Abu Dhabi, Doha, Istambul, Hong Kong.

Os investimentos da primeira fase, num total de R$ 750 milhões, também incluem a implantação da maior sala VIP da América Latina, definida pelo consórcio como “um conceito inédito no Brasil”. O terceiro andar do terminal 1 será fechado e climatizado para receber esta sala. A área atualmente está subutilizada, sendo ocupada apenas por uma lanchonete Viena, um salão de cabeleireiros e uma capela.

A empresa promete ainda oferecer aos passageiros mais comodidade com corredores amplos e bem iluminados, com lojas, lanchonetes, esteiras mecânicas e salas de embarque amplas e confortáveis.

Pelos detalhes apresentados fica claro que  em dois anos Brasília terá um novo aeroporto, muito mais funcional e moderno que o atual. Como sempre, há várias críticas ao projeto, mas a opção apresentada nos pareceu muito boa, se considerarmos o tempo que falta para a Copa e o resultado que será obtido ao final desses dois anos. A capacidade será elevada dos atuais 17 milhões para 21 milhões, mas o aeroporto será bem mais amplo que o atual e atenderá muito melhor os passageiros.

Atualmente o Complexo Aeroportuário de Brasília tem uma área total de 9.947.560m² e é formado por 111 lojas e serviços, pátio de aeronaves com 40 posições, 13 fingers e 23 portões de embarque com 6 para desembarque. O movimento do aeroporto em 2011 foi de 15,4 milhões de passageiros.

Segundo o consórcio, outra novidade é que um hotel econômico com 380 quartos já está construído no aeroporto e deverá ser entregue em um ano. Além dele, o consórcio que trazer mais hotéis para o empreendimento.

O novo terminal, chamado de terminal 3 é na verdade uma extensão do terminal 1. Ele será esses dois píeres que aparecem em amarelo na foto abaixo. O pier sul, esse na parte de baixo da foto, já começa ser construído em novembro e terá 10 fingers, já a outra parte circulada em amarelo será feita posteriormente com cinco fingers e ambas estarão prontas em 2014 para a Copa.

Depois da Copa o satélite norte será demolido e será feito o restante do pier norte, deixando ele semelhante ao pier Sul. Essa solução foi adotada para que no período da competição o aeroporto não esteja em obras e tenha capacidade para atender a demanda do momento.

Novas pontes para embarque

Em relação às pistas elas serão alargadas e os espaços de taxiways serão ajustados para suportar aviões até o porte de Boeing 747-800.

Tudo o que foi apresentado hoje é referente a 2014 e 2016. No final de novembro a consórcio fará uma apresentação que já incluirá mais detalhes das obras para 2014 e 2016 e também do que será feito posteriormente.

 

Volume de passageiros

2012 – 17 milhões

2014 – 21 milhões

2016 – 23 milhões

Investimentos

até 2014 R$750 milhÕes

até 2016 R$1.1 bilhão

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe
  • Sérgio

    "Já não era sem tempo!!!" Ô aeroportozinho acanhado… Justamente o da capital federal!

  • Rodrigo

    Interessante. Observando a última foto, então as posições "remotas" de estacionamento vão sumir para virar pista de taxi. Vão aumentar os fingers, mas diminuir, e muito, as posições remotas.

  • Vitor J. Nunes

    Finalmente vão reformar aquela "rodoviária"!

    • JOHN

      O que realmente precisamos, para evitar mais barulho etc no Lago Sul e outras areas habitdas, é construir um novo aeroporto a 15-20 kilometros de Brasilia, ligado ao centro por um trem rápido tipo 'Paddington Express' en Londres. Tem muito espaço no Cerrado longe das zonas ocupadas.

  • raphael

    Aproveitem e façam mais promoções pra lá. VIX-BSB ta feeeio.

    • Nós não fazemos promoções, Raphael, apenas as divulgamos em primeira mão para nossos leitores. Elas dependem das companhias aéreas.

      • Daniel Matos

        huahauha

        MD é ninja rapá

  • Eduardo

    E terminal para voos internacionais? Que a sala de embarque e desembarque internacional é de fazer vergonha tanto para os brasilienses como qualquer visitante nacional e internacional.

    Já presenciei as esteiras lotadas de malas com elas prendendo na porta da esteira e caindo no chão… Sem contar que pode apenas atender mal um voo internacional por vez e pesadelo chegar em um avião com mais de 200 passageiros.

    • Fernando

      Acho que isso é mal dos aeroportos brasileiros, então. Cheguei num vôo da Turkish em Guarulhos e aconteceu exatamente o mesmo. Tinha tanta mala em um certo momento que a esteira entupiu (no túnel que dá a volta) e começaram a cair várias numa espécie de efeito dominó, e pior, sem nenhum funcionário perto.

      Depois do caos formado, malas no chão, passageiros chegando da imigração e pulando esteiras pra procurar bagagem uma em cima das outras, mandaram os 200 passageiros pra outra esteira… e depois lá avisaram pra todos voltar pra anterior depois que decidiram continuar o procedimento na mesma.

      Ê Brasilzão!!!

  • Fabio Almeida

    Finalmente teremos um aeroporto a altura da Capital Federal, sem contar que teremos um novo setor hoteleiro bem em frente do aeroporto internacional, algo estranho, como a capital da 5a economia mundial não tinha hotéis perto do aeroporto. Sorte que pelos renders que tive acesso, teremos em vez de 1 hotel, teremos mais de 20 hotéis, sem contar com centros empresariais e shopping center. Que não vai gostar são os carteis dos taxistas e dos hotéis que não gostam da livre concorrência.

  • Rafa

    Duvido que a obra fique pronta em 1 ano e meio.

    • Marcel

      Se fosse público, com certeza. Privado pode ser que consigam.

  • Thiago

    Apenas aumentar a quantidade de portões de embarque e sala VIP não são suficientes.

    É necessário:

    – Aumentar a capacidade de atendimento aos passageiros pelas cia aéreas: os balcões são sempre lotados.

    – Modernização da esteiras de recolhimento de bagagem: ás vezes esperamos 1 hora para retirarmos as bagagens.

    – Melhorar muito a logística de taxis: as filas sao enormes.

    – A bagunça no desembarque é enorme.

    – Entre a saida do aviao e estar dentro do taxi a demora chega a mais de uma hora.

  • Ernesto Gasparotto

    Vai ser só iniciarem as obras para começarem as encrencas ambientais, patrimônio histórico, ministério público e outros quetais doidos para aparecer e lá se vão mais 20 anos de pendengas judiciais e obras inacabadas.

  • Franco

    Ué? Achava que capacidade atual é de 10 milhões pax/ano, porque a reportagem cita que é de 15? Mesmo com aquelas duas salas provisórias e o terminal 2, não acredito que estas sozinhas dessem conta de 5 milhões pax/ano.

    Ademais, sabe-se que o governo do DF aumentou os tributos sobre os combustíveis aeronáuticos e diversas empresas têm migrado seus vôos para Confins.

    Não acredito nessas magias: para a construção desse terminal "3" terão que desovar as carcaças da Transbrasil, Vasp e outras bizarrices que ocupam a área. Só que esses processos encontram-se todos na justiça.

    Nem com reza acho que sai a metade desse plano até Copa, quiçá até os Jogos Olímpicos…

    • 15 milhões foi o número oficial apresentado pelo consórcio e Infraero

  • Moema

    Como faz pra avisar esse pessoal pra não esquecer dos estacionamentos? Não é só de avião que se chega no aeroporto.

    • Está previsto que a capacidade do estacionamento será dobrada

    • lenzi

      O problema começa pra chegar, passar aquele balão do aeroporto, o final do eixão… tem mta coisa que precisa ser feita por parte do GDF e não apenas aumentar a capacidade do aeroporto…

  • Thiago Castro

    Sou só eu que acho que alargar a pista pra caber um 747 é pouco?? Eu acho que devíamos pensar pra frente e deixar os aeroportos preparados para o futuro. Pq não alarga mais um pouco para caber um A380?? Ah, não vai ter nenhuma rota com esse avião chegando em Brasilia. Tudo bem, isso hoje, mas e daqui a 10 anos?? Vamos ter que esperar outra Copa do Mundo pra pensar nisso??? Acho que nenhuma obra de infra estrutura no Brasil é séria. Só pensam no curto prazo!!! Infelizmente!!

  • Leo

    Vão eliminar o terraço panorâmico? Espero que não, porque seria um absurdo! É tradição da cidade desde que o aeroporto existe (1971) e muitas vezes fonte de diversão para famílias inteiras, sem muito dinheiro para fazer algo mais que tomar sorvete e observar os aviões.

  • Roberta

    Fora o fato de terem detonado as vagas 0800 – que são extremamente úteis para voltar e ir no pique pro trabalho – gostei bastante. São realmente uma porcaria as instalações atuais.

  • Daniel Bazetto

    Não conheço nenhum aeroporto fora do país a não ser o de Carrasco no Uruguay, mas dos nacionais que passei o de Brasilia foi um dos melhores. e o Piores até agora não sei definir se foram os de Cuiabá, Natal, Vitoria ou Campinas.

  • Thiago Castro

    Bobeira. Aeroporto é pra quem vai viajar. Desde que o projeto fique bom, podem acabar com o terraço.

    • Leo

      Isso é mentalidade do século passado. Aeroporto virou muito mais do que um lugar onde apenas se embarca ou desembarca. Atrair gente que não viaja é também uma forma de renda, já que gastam com alimentação, compras, etc. E um operador privado vai precisar dessas pessoas muito mais do que a Infraero precisava.

      • Thiago Castro

        Na verdade o seu pensamento é que é do século passado, quando voar era tão caro que ver os pousos e decolagens era um programa pra família. Agora que todo mundo tem condições de viajar de avião, isso acabou. Além do mais, consumir qualquer coisa dentro de aeroporto é uma super facada! Não compensa o "passeio".

  • Thiago Castro

    Depois que vc for pra um aeroporto nos EUA ou Europa perceberá que todos os nossos são um lixo!! Espero que a iniciativa privada melhore isso, mas não sou muito otimista não.

  • Ney Virgílio

    Mais uma vez, a MD está de parabéns por ter mostrado em primeira mão os primeiros detalhes da reforma do Aeroporto Internacional de Brasília. Seus leitores/seguidores são, realmente, privilegiados! Mas, por favor, não parem por aqui…. Agora que aguçaram a nossa curiosidade, vãos esperar ansiosamente por TODOS os detalhes desta tão esperada obra e que vcs, com certeza, conseguirão para nós !!! Todas as dúvidas já apresentadas aqui, mostram o enorme interesse peloAeroporto JK!!!!!

    Att.

    Ney Virgílio

  • Vitor

    Já estive no JFK, Lima e em Frankfurt. Cara, o aeroporto de BSB é de dar dó! Perto desses aí, parece até um ponto de ônibus… sem contar que o aeroporto é "Internacional" só porque tem voos pra Lisboa, Atlanta e Cidade do Panamá (não lembro de outro destino).

    Outra coisa, era importante construir também mais uma pista. Modernizar só o terminal de passageiros fica bonito, mas o transtorno pro tráfego continua.

    • Onilx

      Tem muitos comentários de típicos Paulistanos que só sabem criticar… Olhem para seus "aeroportozinhos"… Vem aqui dar solução como se fossem especialistas em infraestrutura aeroportuárias. É cada uma viu…

    • Onilx

      Comparar o aeroporto de Brasília com o JFK é piada de mal gosto. Vamos fazer comparações coerentes.

  • Não vai acabar, parte será a sala vip e continuará com o mesmo visual do pátio e a outra parte continuará como praça da alimentação com o mesmo visual do pátio também. O que muda é que será fechado e climatizado.

  • Oi Rodrigo, serão criadas novas posições remotas também, mas que realmente nessa imagem não ficou claro.

  • Franco, na verdade eles não estão considerando a capacidade desse aeroporto, mas sim, qual é o volume atual. 2012 vai fechar com 17milhões de passageiros.

    15milhões era o volume quando foi montado o projeto de licitação.

  • Há um projeto com dinheiro do governo federal para ampliar a pista que vai do eixão até o aeroporto inclusive com um tunel passando por baixo do balão do aeroporto.

    Tá falando o GDF fazer 🙂 mas o dinheiro já tem.

  • Marcelo Rodrigues

    Algo que pouca gente observou (e nem eles mencionam no vídeo) é que eles vão construir uma nova entrada próximo aos correios, junto à nova parte do estacionamento. (olhando a imagem "Novas pontes para embarque", fica bem no meio da foto. Ou seja, estacionamento somente pago e provavelmente teremos que pagar só para entrar e pegar algum passageiro.

    Além disso o projeto é bom, mas se não alterar o trânsito e a forma de chegar no aeroporto o caos só vai aumentar.

  • Paulo

    Vitor, ser internacional não significa que o aeroporto sequer tenha mesmo os tais voos internacionais, mas sim algumas características e cumpra requisitos. Concordo que o aeroporto é subdimensionado para a procura, mas muito melhor que outros brasileiros…

    Esqueceu na sua lista os voos para Miami (AA e TAM) e para Bogotá.

    • Felipe

      É verdade… Acreditem ou não, BSB é o terceiro aeroporto no país em diferentes cias internacionais. Estão chegando aí Air France, TAM (Buenos Aires), Aerolíneas Argentinas e a Lan.

  • Felipe

    Meu amigo… Não duvide da iniciativa privada… O que com (muito) dinheiro não é capaz?

  • Thiago Cavalcante

    Nosso querido governador não vai fazer nada. Já cancelaram o VLT. Essas obras não ficam prontas do dia pra noite, sem contar o desvio de dinheiro publico. Acredito que única coisa pronta pra copa será o estádio.

  • Nascimento

    Meu pai foi funcionário da VASP por 18 anos. Lembro-me bem em 1988, na minha primeira viagem de avião. Tinha 7 anos e estava embarcando para Manaus num Boeing 727-200. Nas minhas contas, andei uns 5 km dentro do aeroporto, contornando tapumes, terra e canteiros. Isto já faz 24 anos e inúmeras reformas, puchadinhos, expansõezinhas foram iniciadas e algumas concluídas, outras não. Espero de verdade que esta seja uma reforma não só estrutural mas de conceito, de patamar, de mudança de paradigmas aos Gestores Públicos!!!

  • Verinha

    É, Léo… gostei. Mas não vi umas ampliações necessárias, por exemplo, dos espaços para passageiros no embarque. Acho um caos aquele tanto de gente e muito pouco espaço. Podia montar uns barzinhos e espaços mais confortáveis…Mas já é um começo!

    • Oi Verinha, se você fala das salas de embarque, todas as atuais serão ampliadas e as novas também serão bem mais amplas que as atuais. O pessoal do consócio mesmo falou desse problema. Pelo que vi lá esse problema será resolvido. Esse é um dos motivos da destruição do satélite norte, no final da tarde vira um inferno ali.

  • Thiago Castro

    A comparação coerente é que nenhum aeroporto do Brasil se compara com qualquer aeroporto em país de 1º mundo.

  • Thiago Castro

    Pra q todo esse bairrismo idiota?? Desnecessário…

  • Carlos

    Isso é tudo balela…

  • Fabio Almeida

    Eu discordo. O Lago Sul e Park Way são INVASORES da região do Aeroporto. Tanto, que no projeto ORIGINAL da cidade, sequer se cogitava o Park Way.

    Então essas pessoas SABIAM da existência do aeroporto, e poderia ter sido pior, pois a APA Cabeça de Veado existente na região, foi a pedido da própria INFRAERO, para evitar dos especuladores imobiliários invadirem a área do aeroporto.

    As pessoas incomodadas com o aeroporto, deveriam procurar outros bairros mais distantes e não morar com o aeroporto no quintal.