Qatar Airways pode entrar na aliança Oneworld na próxima semana

Denis Carvalho 2 · outubro · 2012

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

A Qatar Airways está muito próxima de ingressar na aliança global Oneworld. A companhia aérea, eleita a melhor do mundo pelo Skytrax em 2011 e 2012, seria o “novo e importante membro” que os executivos da aliança disseram que vão anunciar na próxima segunda-feira. Se confirmada, será a primeira companhia do Golfo Pérsico a se filiar a uma das três alianças globais.

Para nós, brasileiros, a notícia é muito interessante porque a Oneworld tem entre seus membros a LAN e deve receber em 2013 a TAM. A entrada da companhia árabe permitira que clientes do TAM Fidelidade ou da Lanpass emitissem passagens pela Qatar, que faz voos de São Paulo a Buenos Aires e Doha, ou receber pontos ao voar na companhia. Vale lembrar que a Qatar tem acordo com o Smiles da GOL, mas a entrada dela na aliança, pelo menos em princípio, não deve interferir nisso.

“A Qatar Airways, que tem seu hub em Doha, tem mantido conversações há vários meses sobre a adesão à Oneworld. O anúncio poderia ser feito na próxima segunda, embora Qatar e Oneworld tenham se recusado a comentar”, destaca hoje o Financial Times. Segundo a publicação, a rápida expansão das companhias aéreas estatais do Golfo Pérsico nos últimos 20 anos estariam alarmando as empresas europeias e americanas e dificultando a entrada das árabes nas alianças globais.

Segundo a agência Reuters,  a entrada da Qatar na aliança deve ser anunciada em uma coletiva de Imprensa em Nova York, por diretores da Oneworld, da American Airlines e do Grupo IAG, que controla British Airways e Iberia. As companhias lideram a aliança, que é a menor das três globais, com apenas 12 membros. A Star Alliance é a maior delas, com 28 companhias, enquanto a SkyTeam tem 18.

Com informações do Financial Times e Reuters

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe