GOL vende passagens em seu novo voo para Tobago por R$ 1.555 ida e volta

Denis Carvalho 22 · janeiro · 2015

A GOL inicia no dia 31 de janeiro um novo voo para a ilha de Tobago, no Caribe, e está fazendo uma promoção de passagens com voos por R$ 1.555 ida e volta saindo de São Paulo. O preço é válido para voos até o final de março, somente para saídas de São Paulo.

O voo semanal é fruto de um acordo inédito assinado entre a companhia, a Divisão de Turismo e Transporte de Tobago e a Assembleia Legislativa da ilha e é uma extensão da rota de São Paulo a Barbados, que já é operada pela GOL. Os voos sairão de Guarulhos aos sábados e chegarão aos domingos. É a primeira vez que a ilha britânica terá um voo regular saindo do Brasil. 

“Este acordo é o primeiro passo de uma série de ações previstas pelo governo de Tobago a fim de desenvolver o mercado brasileiro”, afirma Oscar Brathwaite, presidente da Divisão de Turismo e Transporte da ilha. “Antes o turista tinha que voar para a Cidade do Panamá, fazer escala em Trinidad e só então chegar em Tobago. A viagem que antes durava quase 24 horas passa a ter 7h20”.

Com a parceria entre os dois países o turista poderá começar sua viagem em Barbados e finalizar em Tobago (ou vice-versa) comprando apenas o trecho interno pela Caribbean Airways, companhia aérea da região que mantém um voo diário entre os destinos.

Sobre Tobago
Apesar de as ilhas serem uma extensão geológica da América do Sul, Trinidad e Tobago fazem parte da América Central. Situado a apenas 11 km da costa nordeste da Venezuela, nas Pequenas Antilhas, o país está fora da rota dos furacões. Descoberto por Cristóvão Colombo em 1498, a nação foi dominada por espanhóis, franceses, holandeses e britânicos que colonizaram as ilhas até 1976 quando o país se tornou uma república.

Tobago
Pigeon Point

A população de 1,3 milhão de habitantes tem uma das melhores qualidades de vida de todo o Caribe com índice de alfabetização de 99% e renda média de US$ 20,3 mil – no Brasil essa renda é de US$ 12,1 mil. O idioma oficial é o inglês e Tobago, sozinha, reúne apenas 57 mil moradores.

Com 300 km quadrados, Tobago tem praticamente o mesmo tamanho de Ilhabela, em São Paulo. Assim como a ilha do litoral norte paulista, Tobago tem forte vocação para o turismo de contemplação, ecoturismo e turismo de aventura. A ilha caribenha foi o primeiro território do Ocidente a transformar parte de seu território em parque nacional, em 1776. A floresta tropical que envolve 2/3 de Tobago é muito abundante e preservada. Essa proteção é percebida também em suas as águas com enorme variedade de espécies de fauna e flora.

Ainda desconhecida no cenário internacional de turismo, 96% do fluxo de visitantes vem de Trinidad, a maior das duas ilhas cuja economia vem principalmente da indústria de óleo e gás natural. Entre os turistas internacionais lideram os ingleses, alemães e os nórdicos que buscam as praias paradisíacas, cachoeiras, trilhas e florestas preservadas de Tobago. A imprensa especializada refere-se à ilha como “o Caribe autêntico, despretensioso e rústico”.

O que fazer
Ecoturismo e turismo de aventura são os pontos fortes da Ilha. Quem preferir apenas descansar nas centenas de praias paradisíacas com águas azuis, cristalinas e areia branquíssima terá dificuldade para eleger qual é a mais bonita. As mais visitadas são Bucco Reef, Englishman’s Bay, Pigeon Point, Bacolet e Castara.

A reserva florestal de Main Ridge, que é a mais antiga floresta protegida do ocidente, abriga uma incrível diversidade de flora e fauna. São mais de 220 espécies diferentes de pássaros e 133 tipos de borboletas, o que torna Tobago um destino excelente para a observação de aves.Há vários santuários de proteção animal, o mais conhecido deles é o Grafton Caledonia Wildlife Sanctuary.

 

Tobago-tartaruga

Tobago é um paraíso para os mergulhadores devido a grande variedade de espécies, quantidade de animais e preservação ambiental. Quem mergulha por lá sente estar em um lugar nunca descoberto pelo homem. É na costa de Speyside que fica o maior “coral cérebro” do mundo. Arraias, tubarões, moreias, golfinhos e mais de 300 espécies diferentes dividem as águas com as tartarugas marítimas de couro (leatherback sea turtle), marca registrada de Tobago.

 

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • FCA

    O bom é que brasileiro não precisa de visto por até 90 dias, mas olhem o que achei na internet ‘fuçando’ no Portal do Itamaraty (fonte http://www.portalconsular.mre.gov.br/antes-de-viajar-1/alerta-aos-viajantes-1/trinidad-e-tobago )

    “Deve-se exercer cautela ao movimentar-se pelas ilhas de Trinidad e Tobago, pois o índice de criminalidade em ambas têm se elevado. Atenção especial é requerida quando se circula por áreas periféricas de Port of Spain, tais como Laventille, Morvant, Barataria e East Dry River. Os últimos números divulgados pela Polícia revelam a existência de mais de uma centena de gangues de viciados em drogas, que perpetram crimes muitas vezes fúteis, por vezes com excessiva crueldade. O número de crimes tais como assaltos a mão armada, estupros, sequestros e assassinatos tem crescido nos últimos anos, inclusive em horas do dia. Áreas ermas, sobretudo as isoladas, são particularmente perigosas, principalmente à noite. Furtos cometidos por punguistas e roubos de carro também têm se tornado mais comuns. São também comuns assaltos a residências. O elevado nível de insegurança em Port of Spain e outras aglomerações urbanas leva a população a evitar sair à noite e os expatriados a viver em condomínios fechados ou, pelo menos, em vizinhanças de acesso controlado (“gated communities”).
    Em comparação com o Brasil, as facilidades médicas em Trinidad e Tobago são, no geral, limitadas. O custo dos serviços de um hospital público pode ser zero, para as ocorrências mais comuns, ou muito caro, nos casos mais complicados. A qualidade do atendimento nos hospitais particulares é apenas ligeiramente melhor que nos públicos, mas a custos no geral bem mais elevados. Casos de maior complexidade não podem ser tratados no país, devendo os pacientes ser removidos para Miami, nos EUA, ou outro destino. Oficialmente, o Governo trinitário anuncia que os estrangeiros residentes ou de passagem pelo país devem pagar pelo tratamento médico que receberem no país, e recomenda que todos estejam amparados por uma apólice de seguro. A assistência médico-hospitalar é oferecida gratuitamente apenas a estrangeiros vítimas de acidentes nas estradas ou de atos criminosos.”

    Port of Spain fica em Trinidad e não em Tobago ! Cada uma é uma ilha separada. Vejam no mapa, mas são duas ilhas que formam um país.

    Uns sites falam que fica fora da rota dos furações outros não, como por exemplo o do Itamaraty.

    Boa viagem ‘destineiros’

    • Thiago Castro

      COM CERTEZA, não está na rota dos Furacões. Os furacões passam no “Alto Caribe”, como Punta Cana, Cuba, Bahamas e Cancun. O “Baixo Caribe” como Aruba, Los Roques, Curaçao, Tobago, não tem isso.

  • Fabrício Lanini

    Indo no dia 28/02, volta 08/03 sai por 41mil milhas no total.

  • Fabrício Lanini

    35800 milhas pra quem é do Clube Smiles

  • Pena que não dá pra aproveitar o carnaval…
    não consegui achar voos saindo dia 14 e voltando dia 22 de fevereiro…

    • Bianca Lima

      Bernardo,

      Pena mesmo, o Carnaval de lá é o melhor de todos!

  • Bruno Becker

    nao consigo simular pelo smiles, ponho Tobago, Crown Point ou TAB como destino e não encontra!

  • Rodrigo

    Pessoal do MD,
    No texto vcs informam da possibilidade de chegar por Barbados e voltar de Tobago (ou vice-versa), no entanto, a Gol não tem por hábito entender trechos diferentes como tarifas de um mesmo bilhete, e acabam tarifando com valores bem maiores cada trecho.
    Simulei “Vários trechos” com ida por Barbados e volta por Tobago e as tarifas encarecem bem.
    Vocês encontraram alguma forma? (Afinal, não dá para simplesmente comprar Tobago e descer em Barbados nesse caso, por conta das malas e cancelamento dos tickets posteriores).
    Abraços.