Promoção de passagens aéreas para Moscou com preço único de R$ 2.183 ida e volta

Marcel Bruzadin 9 · junho · 2015

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

A companhia aérea espanhola Iberia está com preços muito bons para quem quer ir até Moscou, capital da Rússia, com tarifas únicas de R$ 2.183 ida e volta em diversas datas do ano e até mesmo para o começo de 2016. Os voos que encontramos são partindo da cidade de São Paulo, Aeroporto Internacional de Guarulhos e

Quem acompanha o Melhores Destinos com frequência, sabe que não é muito comum encontramos promoções para a Rússia, então essa pode ser a grande chance para você conhecer um pouco mais do país.

Aproveite essa promoção e garanta já sua passagem para a Rússia e não deixe de conferir o nosso guia completo e grátis de Moscou.

Confira todos os links e boa viagem!

Autor

Marcel Bruzadin - Marcel
  • jajunior

    Não é comum, mas quando aparece (igual aquela vez em 2014) é promobug kkkkk

    • Álvaro

      basta você não comprar!

      • jajunior

        Do que você tá falando cara?

    • guest

      bahh cara nao entendo essas “promoção” nao… ja falei isso e repito, na minha opniao, poucas vale realmente a pena… por exemplo essa em questão, acabei de procurar… por 300 reais de diferença vai de swiss… se tu comprar pela iberia neh… se comprar pelo submarino esta exatamente o mesmo preço da swiss… 3090,00. vai entender…

      • Pietro Queiroz

        Sempre compro direto nos sites das cias aéreas para evitar as e ainda consigo dividir em várias vezes.

  • Rafaella Morici

    A questão é que a friaca pega ABSURDOS por lá. Verão Russo é junho/julho.
    Pra quem animar, boa promo!

  • Pietro Queiroz

    Lembrando que a temperatura a partir de novembro bate facilmente -30° diariamente na Rússia. Fui ano passado em outubro e enfrentei -21° como neve todo dia! Mesmo assim, super recomendo! Esse país é lindo. E não há legião de estrangeiros nas ruas.

    • maria lucia

      é, aí é duro. Out e -21º não é possível. não dá para andar, tudo escorrega, venta o tempo todo, e o frio é para rachar! Quero mto ir mas assim não. Muito mesmo viu!

      • Pietro Queiroz

        Dá pra andar sim, normal. É só se agasalhar. Pelo que eu me lembro não tinha vento na cidade. Andei muito de metrô e tudo funciona perfeitamente.

    • Orem B. Hartuing

      Apesar de Moscou ser bem frio a partir de outubro, é bastante raro a temperatura cair abaixo de -10° antes de dezembro, o que é uma grande diferença pois esta temperatura permite realizar todas as atividades normais ao ar livre estando devidamente agasalhado, ao passo de que um frio abaixo de -15° já gera complicações e o desconforto aumenta.

      Caro Pietro, com toda a gentileza, foi mesmo na cidade de Moscou que você pegou neve e -21 em outubro? Nesta época, historicamente, as temperaturas ficam entre zero e +5°. Claro que ondas de frio existem, não estou colocando em questão vosso relato, mas afirmo que esta é uma situação absolutamente anormal. Estive um mês depois lá, entre 18 e 18 de novembro do ano passado, e não vi um floco de neve sequer, além de que as temperaturas se mantiveram num nível agradável, entre +2° e -7°.

      O frio de verdade, tradicionalmente, vai do meio de novembro até meados de março, mesmo assim eu fui a São Petersburgo no meio de dezembro e peguei só -2° lá e nada de neve. -30 graus é comum só a leste dos montes Urais e na Sibéria, e mesmo assim é algo que não acontece todo dia nas maiores cidades e principais regiões, nem no inverno.

      • Pietro Queiroz

        Anormal ou não, eu vivi para contar a história. Visitei Moscou do dia 16 a 23 de outubro de 2014, período que foi registrado a menor temperatura dos últimos anos para o mês de outubro, inclusive com neve. Andei tanto no centro como nos subúrbios e foi no parque Pobedy que sofri com a menor temperatura. Pena não poder postar fotos para contrapor os incrédulos. Há ainda a possibilidade de buscar no google a temperatura do mês de outubro do ano passado.

        • Orem B. Hartuing

          Desculpe insistir, mas talvez você esteja falando da sensação térmica de -30 graus. Morei em Moscou por oito anos e nunca vi esse frio lá em outubro. Segundo a Wikipedia, a mínima já registrada neste mês lá foi -16, e, por curiosidade, chequei os registros do período em que você estava e vi que a mínima foi de -12 em 23/10. A média de temperatura em outubro é entre +2 e +8. Insisto no tema apenas para atenuar as más expectativas de possíveis viajantes, uma vez que um frio na casa dos -10 é perfeitamente manejável, bem diferente de -30 quando qualquer atividade ao ar livre torna-se um considerável sacrifício.

        • jajunior
  • Evandro

    Fui em fevereiro para Moscou e paguei a bagatela de R$ 1.170, e fiz a primeira parte do trajeto ainda voando pela British Airways. Comprei com um 9 meses de antecedência… Nesse caso foi uma promoção da S7, tendo voo compartilhado com a Ibéria.

  • caio davanso

    Denis, boa noite!
    Você viu a reportagem no globo.com falando que as companhias aéreas vão fechar o cerco para os sites de busca de passagem? A Luftansa já começou e agora o grupo Air France e Klm.
    Depois da uma olhada.

  • Leo Romano

    Até queria voltar, mas pra quem foi por 1100 na promo da S7 ano passado fica triste pensar em pagar 3mil pra ir esse ano novamente

    • Orem B. Hartuing

      Entendo, caro Leo, mas 3 mil R$ com as taxas é o valor normal para ir a Moscou, mas garanto que vale cada real investido, além de que é um país significativamente mais barato que os da Europa Ocidental. Promoções saindo do Brasil para a Rússia, infelizmente, são bastante raras. Uma alternativa é pegar uma promoção para Milão ou Amsterdam e de lá voar de low cost para alguma cidade da Rússia, fica bem em conta, mas precisa-se de tempo (pelo menos um ou dois dias) pois as companhias não se responsabilizam por cancelamentos e atrasos quando isso significar a perda de uma conexão avulsa feita individualmente pelo passageiro.

  • Olá Caio, tomara que isso não vingue, pois vai significar redução da concorrência e maiores preços de passagens!

  • Fernando Gama

    Isso parece os taxistas contra o Uber ou a mídia preocupada com os jornais digitais. É um caminho sem volta, quem ficar de fora perde mais. Não há como lutar contra a tecnologia.

  • Orem B. Hartuing

    Guia prático para o frio da Rússia:

    entre +10° e zero: uma jaqueta reforçada e cachecol, sem necessidade de outras roupas especiais. Aqueles não acostumados ao frio podem ficar mais confortáveis com uma ceroula.

    entre zero e -10°: indispensável: ceroula, sapato acolchoado e impermeável, jaqueta grossa de inverno, luvas e touca/chapéu. Neste nível de frio, com essas roupas, todas as atividades ao ar livre podem ser realizadas normalmente e sem desconforto.

    entre -10° e -20°: a mesma vestimenta anterior, a diferença é que permanecer um longo tempo ao ar livre pode ficar mais difícil, mas isso é facilmente resolvido com intervalos periódicos, a cada duas horas talvez, em lugares fechados como cafés ou lojas. A vida até esse nível corre normal na Rússia, as ruas ainda estão cheias e não existe nenhum impacto no dia-a-dia.

    entre -20° e -30°: caso a jaqueta e o calçado sejam de qualidade, continuarão isolando bem o frio do corpo. É comum os calçados, mesmo os apropriados, terem algum tipo de infiltração que fazem vazar um pouco de umidade, o que não chega a comprometer o uso, mas representa um certo desconforto. Aqui as ruas já começam a ficar mais vazias e fica difícil permanecer mais de uma hora exposto ao tempo.

    entre -30° e -40°: Frio absolutamente intenso até para as cidades da Sibéria, como Novosibirsk e Krasnoyarsk. As pessoas apenas saem de casa, fora as atividades normais de trabalho ou estudo, em caso de necessidade. Ninguém se expõe ao tempo por mais de meia hora.

    abaixo de -40°: Com exceção das regiões de Norilsk e Yakutsk, os lugares mais frios do planeta, construídas no permafrost (solo que não descongela nunca), todas as escolas e repartições públicas fecham e as autoridades ordenam que as pessoas fiquem em casa.

    As roupas de inverno que temos disponíveis no Brasil são absolutamente inadequadas ao inverno russo. Comprar esses itens na Rússia é muito mais vantajoso e barato que no Brasil, existem uma infinidade de shopping centers e boas lojas em todo o país. Atenção especial para a qualidade do sapato acolchoado e da jaqueta, os principais itens de proteção. A título de ilustração, encontra-se boas jaquetas a partir de 4.000 rub (R$ 230) e sapatos a partir de 5.000 rub (R$ 290). Boas ofertas podem ser encontradas, por exemplo, nas lojas da rede Sportmaster (Спортмастер).

    • Tito Bosco

      Baiano na Rússia nao sobrevive ne? Prefiro me programar para ir até a França no máximo Inglaterra. rsrsrs

      • Orem B. Hartuing

        Sobrevive sim, caro Tito. Com os casacos adequados, dá para encarar perfeitamente o frio. Além disso, todos os ambientes fechados são aquecidos, passa-se até calor. Acredite: sente-se menos frio em Moscou do que no sul do Brasil, precisamente pela questão do aquecimento em qualquer lugar fechado.