Promoção de passagens para Boston, Chicago e Washington a partir de R$ 1.206!

Leonardo Cassol 15 · janeiro · 2016

Mais uma promoção de passagens aéreas para os Estados Unidos. Dessa vez selecionamos voos para Chicago, Boston e Washington com tarifas a partir de R$ 1.206 ida e volta, voando Delta, American, Copa ou United. Os voos promocionais são partindo de 23 cidades brasileiras, para voar de janeiro a maio de 2016. Essa é uma excelente oportunidade para viajar até os Estados Unidos economizando bastante nas passagens aéreas.

Aqui no Melhores Destinos você encontra guias de viagem gratuitos de BostonChicago e Washington DC, com todas as informações sobre atrações, passeios, hospedagem, transportes e restaurantes em cada uma dessas cidades, além de muitas fotos e dicas especiais da nossa equipe!

Não se esqueça que para ingressar nos Estados Unidos é preciso ter o visto americano emitido. Saiba como emitir o seu através do passo-a-passo do Melhores Destinos.

Vamos às passagens promocionais:

 

Origens

Destinos

Período



- A lista acima está em constante atualização, porém os preços podem mudar à medida que as passagens aéreas vão sendo vendidas.

- Esses preços não incluem as taxas.

- O Melhores Destinos é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Publicado por

Leonardo Cassol

Editor

  • Maria

    Melhores Destinos, parabéns pelo site, pelo trabalho excelente! Hoje é o aniversário da GOL, sabem informar se existe previsão de alguma promoção? Grato.

  • Maria, o que podemos antecipar é que nossa equipe vai ter que ficar toda de plantão essa noite… 🙂

    • Maria

      Grata pela resposta Leonardo. Parabéns a você e toda sua equipe pelo excelente trabalho.

  • Maria Fossa

    Gostaria de saber se eu posso comprar uma passagem de ida e volta, pela Delta por exemplo, usar uma perna de uma e uma perna de outra na volta pois gostaria de passar mais tempo. Ou será que o “no show” em uma ida cancelaria a volta?