Passagens aéreas promocionais para Punta Cana a partir de R$ 1.321 saindo de quatro cidades!

Denis Carvalho 10 · fevereiro · 2015

Punta Cana há muito caiu nas graças dos brasileiros. E atrativos para isso não faltam: típicas praias caribenhas, um povo alegre e com uma rica cultura e resorts de luxo com tudo incluído e custo benefício sensacional! Ficou com vontade de aproveitar as férias por lá? Então pare o que estiver fazendo e confira as passagens aéreas promocionais que a Copa Airlines acaba de divulgar para lá!

Há passagens por apenas R$ 1.321 ida e volta saindo do Rio de Janeiro e ótimos preços a partir de São Paulo e Brasília. Para quem sai de Belo Horizonte tem passagens por R$ 1.611, também uma boa tarifa se considerarmos a alta do dólar! Encontramos as passagens para voar dedo fim de fevereiro a março deste ano, exceto para os paulistas, que têm bons preços com a GOL até junho. Vale a pena aproveitar pois a promoção está muito bacana. Confira nesse post como escolher seu resort em Punta Cana. Seguem os links:

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • Remo

    Boa noite
    eu só vejo o preço do voo de 620 dólares ida e volta pelo site da copa! Isso é bem mais caro que o anunciado!

  • Marcos

    Sei que o comentário esta no lugar errado. Mas o desabafo fica, caí no conto da gol e do clube smiles, tenho 3 na família. Transferi minhas suadas milhas pro smiles e agora não consigo disponibilidade para o oriente médio e muito menos -Africa. Estou falando de tentativas entre 3 e 9 meses de antecedência. O melhor que achei foi Madrid com 6 meses de antecedência, por uma empresa furreca e com milhas acima da tabela. Não caiam no conto da gol, empresa que não respeita o cliente e mente nas suas divulgações.
    CANCELEM O CLUBE SMILES; É um estelionato passível de pena se fôssemos um país sério.

  • Ernesto Lippmann

    Porque tantas promoções para a Republica Dominicana: è simples, há uma epidemia de dengue e febre chmanguaya

    Ninguém viaja para ficar doente, ainda mais em se tratando de epidemia da febre chigmaumnya, que me parece ter sido negligenciada pelas autoridades de saúde, e “escondida” pelos hotéis e operadores, razão pela qual foi totalmente ignorada pela grande maioria dos que compram pacotes para o Caribe, em especial para a República Dominicana, na qual já atingiu mais de 500.000 pessoas, segundo o site fox News.

    latino.foxnews.com/latino/health/2014/09/20/dominican-republic-sees-nearly-500000-people-sickened-with-chikungunya-virus/

    A reportagem do jornal inglês Daly News é ainda mais dramática:

    http://www.dailymail.co.uk/travel/travel_news/article-2834622/Britons-holidaying-Caribbean-warned-deadly-virus-sweeping-islands-37-return-UK-suffering-agonising-symptoms.html

    Trata-se de uma variedade bastante piorada e muito mais dolorosa do que a dengue, bastante disseminada na Republica Dominicana, inclusive na área turística de Punta Cana, e que embora raramente seja mortal pode demora até 2 anos para ser curada de forma total ! Pior do que tudo, se esta pessoa com a doença for picada pelo Aedes, que é o mosquito da dengue e pior ainda, sem querer estará levando esta terrível doença para o Brasil, da qual já tivemos alguns casos de contágio, por pessoas que viajaram. Se muitos forem contagiados, poderemos ter esta doença juntamente, com a Dengue, como começa a acontecer:

    http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2015/01/secretaria-confirma-3-caso-de-febre-chikungunya-contraida-no-df.html

    No Canadá já formam 200 casos, todos de turistas, mas lá pelo menos as chances de contágio para outras pessoas são mais baixas, pois o inverno daquele pais faz com que não haja mosquitos.

    http://latino.foxnews.com/latino/health/2014/09/20/dominican-republic-sees-nearly-500000-people-sickened-with-chikungunya-virus/

    Creio que as pessoas devem ter consciência do risco de suas atitudes e já há uma alerta do CDC americano , recomendado que crianças, idosos, e gestantes repensem viagens a estes países, embora não haja restrição de viagens por não se tratar de doença mortal como o Ebola.

    http://santodomingo.usembassy.gov/chikungunya_virus.html

    Embora os resorts tomem o máximo de cuidado na sua higienização, e para evitar este tipo de problemas em suas áreas, o fato é que mosquitos não conhecem cercas de divisão de propriedades, e seria interessante conversar com os envolvidos e com os especialistas em medicina do viajante.