Voe para Buenos Aires pagando R$ 233 em dezembro e janeiro

Denis Carvalho 6 · dezembro · 2012

A Turkish continua impossível com suas promoções no novo voo para Buenos Aires! A companhia, que é uma das melhores companhias do mundo, inicia em dezembro a rota de São Paulo à capital argentina e está vendendo passagens com preços espetaculares: partir de R$ 233 ida e volta! É mais barato do que voar para muitas rotas nacionais!

Na semana passada encontramos esse valor fenomenal apenas em uma data de dezembro, mas agora há várias outras opções de dezembro a junho! Até em janeiro, o mês mais procurado do ano, tem passagens baratas: a partir de R$ 338! Se puder aproveitar, não tenha dúvida, pois está muito abaixo das concorrentes e devem vender rápido!

Uma tela com o preços promocional:

 

A Turkish já havia anunciado que estenderia seus voos de Istambul a São Paulo até a Buenos Aires, passando a operar também o trajeto da cidade brasileira a capital argentina. A solicitação foi feita formalmente à Anac no início do mês e prevê o início dos voos para o dia 11 de dezembro, com quatro saídas semanais.

Quando anunciou o novo voo, a Turkish prometeu que seria uma boa oportunidade para os brasileiros conheçam os serviços de bordo seus serviços diferenciados a “preços convidativos” e não decepcionou. Vale lembrar, porém, que os preços não incluem as taxas de embarque, que são mais altas por ser voo internacional.

A Turkish Airlines é considerada a melhor companhia da Europa no ranking da consultora SkyTrax, o mais repeitado do mundo e a rota será operada com Boeings 777ER. Se mantiver esses preços, vai fazer com que a LAN, TAM, GOL e Qatar tenham que se mexer para aguentar a concorrência!

Vale destacar ainda que a Turkish é parceria da TAM na Star Alliance, o que permite que os pontos sejam creditados no Fidelidade ou mesmo a emissão de passagens com pontos para quem tem o programa da TAM.

Listamos abaixo alguns preços ótimos que encontramos para você fazer a festa:

Passagens em dezembro:

São Paulo – Buenos Aires R$ 233 (ida+volta) Turkish

Passagens em janeiro:

São Paulo – Buenos Aires R$ 326 (ida+volta) Turkish

Passagens em fevereiro:

São Paulo – Buenos Aires R$ 233 (ida+volta) Turkish

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • Tito Bosco

    Daqui a pouco a GOL vai se manifestar alegando que a Turkish coloca o preço muito abaixo da tabela brasileira que enfraquece a concorrencia bla bla bla. Bem feito, quem mandou dizimar a Webjet.

    • Paulo César

      Quero ver ela comprar a Turkish……rsrs comprar a webjet foi fácil !!!! Tinham que abrir o mercado para as empresas estrangeiras para poder entrar com for,ca total.

  • Ricardo Zeni Salvado

    O que aconteceu com as passagens de Porto Alegre a Buenos Aires? Estamos aqui do lado e os preços estão horríveis, ao passo que partindo de SP elas estão baratas.

    • Thiago Ambrós

      É a concorrência, ou melhor, a falta dela!

      • Ricardo Zeni Salvado

        Pois é, depois que a Pluna faliu ficaram impraticáveis.

    • Rodrigo Oliveira

      Pois é, quem está em Porto Alegre só se ferra. Assim aconteceu quando a GOL deixou de fazer Poa x Santiago.

      Agora pagamos mais caro para andar no caminho inverso, demoramos mais para chegar ao nosso destino.

      Lamentável!

  • JoãoPaulo De

    R$ 194,50 de taxa de embarque? É isso mesmo? Está quase o preço da passagem!

    • Maurício Mart

      As taxas de embarque tu vai pagar com a passagem custando R$ 200,00 ou R$ 3.000,00. O preço da passagem está muitooo bom, pena que aqui em Porto Alegre não tem esta promoção.

      • Marcio Vargas

        É… Porto Alegre está sempre esquecida e estamos do lado…

  • Fabio Henrique Ad&at

    No mes de Fevereiro não achei mais!!

  • Marcel Senas

    Por ser voo internacional a taxa de embarque é mais salgada mesmo, além de na Argentina cobrarem a taxa do raio x, taxa de segurança e por ai vai.

  • Hilbert Reis

    A turkish no check in pede a presença e o cartao e a id do titular mesmo? E se comprar usando cartao de terceiro, alguém tem experiencia quanto a isso? Aceitam uma procuração?

    • Luiza Trindade

      Hilbert, eu comprei ontem e realmente essa informação aparece. Entrei em contato com eles direto na Turquia e depois em São Paulo, e isso se resolve de duas maneiras: o dono do cartao deve ir na Turkish de SP OU mandar copia do cartao, fatura e documento com foto por email. O tel deles no Brasil é: 11 33719600

      Se eles realmente pedem ou nao no embarque, não sei. Mas está na política aceita no momento da compra, então melhor não arriscar né?!

      • Hilbert Reis

        Obrigado, Luiza. Com certeza é melhor não arriscar. Tentei contato pelo SAC online e eles até o momento não me retornaram, vou ligar lá e proceder conforme você disse acima. Obrigado mais uma vez.

  • Guinho Par

    Porto Alegre está ao léu com os vôos para o Mercosul!

  • Vitor J. Nunes

    Off topic:

    Fonte: Folha de S.Paulo

    Querosene faz voo para Nordeste ficar mais caro que para Argentina

    ICMS e outros encargos no Brasil encarecem combustível, que chega a 45% do gasto de empresa aérea

    Associação quer mudar fórmula de cálculo da Petrobras e unificar em 12% alíquota em todos os Estados do país

    MARIANA BARBOSA

    DE SÃO PAULO

    As passagens para o Nordeste neste verão estão mais caras do que para Buenos Aires, na Argentina. Diferenças no preço do combustível cobrado em cada destino, além de uma procura maior por viagens dentro do Brasil nesta temporada, estão entre as explicações das companhias aéreas para cobrar mais para voar dentro do país.

    Por conta da cobrança de ICMS, de 19% do preço do combustível na média, abastecer um avião para voar dentro do Brasil sai mais caro do que quando se abastece para voar para o exterior.

    Companhias aéreas estrangeiras ou brasileiras voando para o exterior pagam hoje R$ 1,98 o litro em Guarulhos, enquanto para os voos domésticos o litro no mesmo aeroporto sai por R$ 2,65.

    Soma-se a isso o fato de que, ao abastecer no destino internacional, a conta também fica mais barata.

    Na Argentina, o querosene de aviação está custando, em média, o equivalente a R$ 1,85 -38,2% menos que o preço cobrado em Guarulhos para voos domésticos.

    E esse valor na Argentina é cobrado apenas das estrangeiras. A Aerolíneas Argentina não paga os 21% de IVA cobrado das estrangeiras.

    Nos EUA, as companhias americanas gastam 40% menos do que as brasileiras para voar internamente, incluindo impostos.

    O sistema de cobrança do ICMS faz com que existam variações também dentro do Brasil. Rio de Janeiro e Minas Gerais conseguiram atrair mais voos nos últimos anos com uma política de redução do ICMS em relação a São Paulo: 12% e 11%, respectivamente, ante 25% em SP.

    Entre outros tributos, há também um adicional de 25% do valor do frete destinado à "renovação da frota da Marinha Mercante".

    Por meio da Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas), o setor pleiteia a unificação da cobrança do ICMS em 12%, além de mudanças no sistema de precificação da Petrobras.

    O produto é precificado com base no preço do golfo do México, com um adicional de frete de importação em 100%, embora 75% sejam originários do Brasil.

    Segundo a Abear, isso torna o querosene de aviação vendido no mercado doméstico um dos mais caros do mundo. "É mais caro do que em países em guerra, como o Afeganistão, ou com infraestrutura deficiente, como o Chade, na África", diz Adalberto Febeliano, da Abear.

    O combustível já representa hoje de 40% a 45% dos custos das companhias aéreas. Nos últimos quase três anos, o insumo aumentou 58%.

    Custo Brasil

    Como o preço varia

    Em Guarulhos pagam-se R$ 1,98 por litro para voar ao exterior; R$ 2,65 para voar dentro do país.

    Voo barato já é raro neste final de ano

    Empresas segmentaram passagens dando descontos pela antecedência na compra; voo para Salvador vai a R$ 3.000

    Em outubro, 47% das passagens da TAM ficaram abaixo de R$ 200, fatia bem maior que os 32% de 2011

    Quem não se programou para viajar neste verão vai se deparar com preços altos para passagens entre dezembro e janeiro. Um voo para Salvador, por exemplo, pode sair por mais de R$ 3.000.

    "As passagens estão mais caras agora porque as mais baratas acabaram mais cedo neste ano", diz Cláudia Sender, vice-presidente comercial e de marketing da TAM.

    Em outubro, 47% das passagens vendidas pela TAM ficaram abaixo de R$ 200, fatia bem maior que no mesmo mês do ano anterior (32%).

    "O brasileiro aprendeu que comprando antes é possível voar por menos", diz Sender.

    A antecipação da compra permite às companhias segmentar os preços de acordo com o perfil de passageiro.

    As companhias aumentam o valor das passagens no segmento corporativo, menos sensível a preço, e em voos de maior demanda. E oferecem mais assentos por menos em horários de menor demanda.

    ROBIN HOOD

    "É a política de Robin Hood. Você cobra mais de quem pode pagar mais e estimula a demanda com tarifas mais baratas para quem se programar com antecedência", diz o presidente da Gol, Paulo Sérgio Kakinoff.

    Nos últimos anos, as empresas passaram a estimular essa antecipação de compra. As passagens começam a ser vendidas com 330 dias de antecedência.

    Cerca de 90 dias antes da partida, os voos da Gol já estão com 10% dos assentos vendidos, em média. Faltando uma semana para o voo, a ocupação passa de 60%.

    Os preços variam conforme a data da compra e também a velocidade de ocupação dos aviões. Se um voo enche mais rapidamente, as passagens acompanham.

    A política de segmentação de tarifas, que só foi possível com a adoção da política de liberdade tarifária a partir de 2001, ajudou a estimular a demanda do setor. De lá para cá, cresceu a uma taxa anual média de 13%.

    Este será o primeiro ano em que o crescimento deve ficar abaixo de dois dígitos. A estimativa é de uma alta de 8%.

    Outro fator que ajudou a fazer as passagens mais em conta acabarem mais cedo neste ano é que o dólar acima de R$ 2,00 desestimula os voos internacionais.

    "Muita gente que em 2011 foi para o exterior neste ano resolveu voar no Brasil devido ao câmbio", diz Kakinoff.

    Apesar da percepção de que os preços das passagens estão subindo, a tarifa média em 2011 foi 43% menor do que em 2002.

    O setor saiu de um patamar médio de tarifa de R$ 486,75, em 2002, para R$ 276,25, no ano passado. E 65% das passagens vendidas em 2011 foram inferiores a R$ 300.

    Com tarifas menores, o volume de passageiros no mercado doméstico passou de 30,6 milhões (2003) para 87,6 milhões (previsão 2012).

  • ANTONIO GERVASIO DE

    Quem programa compra barato.AJU/POA/AJU voando Gol apenas 6.000 milhas ida e volta.Compra em Junho/2012.

  • Thiago Bacelar

    Concordo com vc Paulo, pq o preco das passagens estao caras de mais. Estamos precisando de concorrentes urgente!!

    Eu sinceramente, ate hoje nao intendi o Cade aprovar a fusar da Trip com a Azul e da Webjet com a Gol!

  • Billy Bueno

    Tem voo da Turkish pra Buenos Aires saindo no dia 18 ou 19 de dezembro e voltando dia 30 por US$ 197 ida e volta com taxas.

  • Jonathan Silva Duart

    Os valores estão maiores que o anunciado no tópico.

    Alguém soube a causa do aumento?