Projeto polêmico prevê adicionar 30 assentos nos aviões e aumentar o espaço entre as poltronas

Leonardo Cassol 13 · julho · 2015

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Colocar ainda mais assentos dentro das atuais aeronaves parecia impossível, após sucessivas investidas que, ano após ano, reduziram significativamente o espaço entre os passageiros, a espessura e a reclinação das poltronas. Mas não para a Zodiac Aerospace, multinacional de origem francesa, conhecida no Brasil pela parceria com a Embraer para o desenvolvimento conjunto dos jatos da família 170/190 e das aeronaves ERJ 145.

A Zodiac Aerospace acaba de patentear um novo desenho de cabine, onde os assentos são, digamos, inovadores. No novo design, o passageiro do meio passa a se sentar voltado para os fundos da aeronave, todos os assentos são retráteis e não possuem mais encosto para os braços. Isso permitiria adicionar 30 novos assentos nas atuais aeronaves de um corredor, que operam voos de curta duração..

Mas não apenas isso: segundo a empresa, o novo desenho de cabine deve aumentar em 15% a distância entre as poltronas, oferecendo 31 polegadas de espaço. Inclusive o nome do projeto, HD 31, faz referência a isso: High Density at 31-inch spacing.

Assista o vídeo de apresentação do novo projeto. E confira as fotos desse novo modelo que pode, antes do que imaginamos, estar presente nas aeronaves de boa parte das companhias aéreas do mundo.

zodiacseats_hd31_3

A redução do espaço na classe econômica e disponibilização de assentos premium pagos foi uma das 10 tendências da avliação apresentadas num artigo publicado aqui no Melhores Destinos.

E você, o que achou do novo modelo? Será uma oportunidade que vai ajudar a reduzir ainda mais o preço das passagens? Ou um desrespeito aos limites do conforto e da privacidade a bordo dos voos comerciais?

Agradecemos a dica do nosso leitor Sandro Roma.

Autor

Leonardo Cassol - Editor Economista, apaixonado por viagens, aviação e milhas! Especialista em programas de fidelidade do Melhores Destinos