O mundo das milhas: dicas para acumular mais pontos e fazer eles renderem muitas viagens!

Leonardo Cassol 8 · outubro · 2017

O mundo das milhas e pontos ainda é um mistério para muita gente. Talvez você tenha amigos que conseguiram viagens de graça, mas até hoje não teve tempo e paciência para entender como tudo isso funciona. Talvez você até acumule alguns pontos, mas ainda tem dúvidas ou gostaria de algumas dicas. Bom, se é esse seu caso, está no lugar certo!

Nesse post vamos dar dicas para você alcançar todos os seus objetivos, acumular mais e fazer o melhor uso das milhas ou pontos. Também vamos responder a algumas dúvidas que recebemos com frequência aqui no site.

Se você estiver começando, recomendamos ler esse post, onde abordamos como funcionam os programas de pontos e milhas e as as 10 principais dúvidas de quem está começando.

Dicas para acumular mais pontos e milhas

1. Troque o cartão de débito pelo de crédito. Você passa a acumular pontos ou milhas e, na maioria dos casos, não pagará nada a mais por isso (só em casos que a loja oferecer desconto para pagamento no débito). Ao final de dois anos você terá acumulado o suficiente para algumas viagens, dependendo do seu padrão de gasto. Claro que para isso fazer sentido você precisa ter um bom cartão de crédito. Para isso, veja nosso ranking com os melhores cartões de crédito para quem viaja. E lembre-se que é possível negociar para não pagar o valor integral da anuidade. Veja também dicas para aumentar o limite do seu cartão de crédito.

2. Aproveite as promoções de transferências de pontos dos cartões de crédito. É possível acumular 30%, 40%, 50% ou até 100% de bônus transferindo pontos dos cartões de crédito para os programas de fidelidade em períodos promocionais, que ocorrem várias vezes ao ano. Nesses casos, 10 mil pontos podem se transformar em 15 ou 20 mil, dependendo da promoção que você aproveitar. Aqui você fica sabendo das promoções em primeira mão! Baixe o aplicativo para celular do Melhores Destinos, marque para ser notificado de ofertas de milhas e cartões de crédito e fique por dentro de todas essas ofertas!

3. Aproveite as promoções de bônus de acúmulo dos parceiros não aéreos: é comum as grandes redes de varejo virtual oferecem promoções do tipo: ganhe 5, 10 ou até 20 pontos por cada real gasto. Se você de fato precisa comprar um eletrodoméstico, um móvel ou algum outro produto ou serviço, essa pode ser uma boa oportunidade de ganhar muitos pontos ou milhas. Compare sempre os preços para saber se está pagando um valor justo pelo que está comprando. O certo é o preço não sofrer nenhuma alteração por dar direito aos pontos. E tire e guarde prints durante o processo de compra, para evitar dor de cabeça caso os pontos não sejam creditados. Afinal, por que não comprar e ainda acumular pontos?

4. Conheça as alianças e parcerias aéreas de cada programa: é possível acumular pontos Multiplus voando Latam, mas também voando American Airlines, Iberia, Qatar e cias parceiras membro da Oneworld, além de outros parceiros diretos. É possível acumular milhas Smiles voando GOL, mas também voando Delta, Copa, Aerolineas, Air France, KLM, TAP, Alitalia, Emirates, entre outras. A maior parte é membro da aliança global Skyteam. É possível acumular pontos Amigo voando Avianca, mas também voando United, Copa, Lufthansa, Swiss, TAP, Singapore, Turkish, Air China, Air Canada entre outras companhias da Star Alliance. É possível acumular pontos TudoAzul voando Azul, mas também voando TAP ou United.

5. Clubes de pontos e milhas, onde você escolhe um plano que dá direito a acumular uma quantidade de pontos ou milhas por mês, pagando uma mensalidade promocional ao plano adquirido. Esses pontos se somam ao que você ganha voando, no cartão de crédito e nas demais parcerias, acelerando seu acúmulo e dando acesso a promoções exclusivas, que podem envolver bônus diferenciado para transferência de pontos do cartão de crédito, resgate de passagens com desconto, pontos bônus e até upgrade de categoria no programa de fidelidade. Os principais são o Clube Livelo, Clube Multiplus, Clube Smiles e Clube TudoAzul. O que vai definir se o Clube será ou não um bom negócio será a comparação de quanto custou acumular os pontos, somando bônus e benefícios de outras eventuais promoções, em relação ao que você conseguiu resgatar eles.

Dicas para fazer um bom uso dos pontos e milhas

1. Defina seus objetivos de viagem ou resgate enquanto acumula os pontos. Veja quantos pontos você precisa para resgatar o que quer e planeje quando terá saldo suficiente. Acompanhe os preços, que hoje variam muito, e fique ligado nas promoções.

2. Aproveite as promoções de resgate de passagens. Nos períodos promocionais, que ocorrem algumas vezes ao ano, a partir de 2.600 milhas é possível emitir uma passagem nacional, ou a partir de 5 mil uma passagem internacional. Oportunidades incríveis aparecem quando você menos espera. Aqui no Melhores Destinos você fica sabendo das promoções em primeira mão!

3. Planeje a emissão da passagem com milhas ou pontos com antecedência. Deixar para emitir com menos de 30 dias da data da viagem é quase certeza de pagar mais caro pelo bilhete. Se o voo for em alta temporada (férias escolares, feriados nacionais e algumas datas festivas), o ideal é pelo menos 90 dias de antecedência.

4. Compare o valor de resgate da passagem com pontos com o valor da tarifa em reais. Pode ser vantajoso comprar a passagem em reais e ainda acumular milhas, deixando para utilizar os pontos em uma outra oportunidade. O importante é sempre comparar as alternativas e avaliar qual é mais vantajosa.

5. Aproveite as promoções de resgate de produtos ou serviços. Volta e meia os programas fazem saldões com produtos e serviços com até 70% de desconto do valor em pontos ou milhas. Costumam aparecer boas oportunidades de resgate nesses casos.

Algumas perguntas e respostas:

Vale a pena resgatar outras coisas além de passagens com meus pontos?

Até dois anos atrás era comum esse tipo de resgate não valer a pena, pois os preços em pontos eram sempre muito caros em relação ao valor dos produtos em reais. No entanto, isso está mudando e agora essas transações podem ser vantajosas, especialmente se você aproveitar alguma oferta e precisar do produto a ser resgatado. Pode ser útil quando seus planos não incluem uma viagem no curto prazo e se há pontos próximos de vencer.

Vale a pena comprar milhas ou pontos direto dos programas de fidelidade?

Como regra geral, não. A compra de pontos é útil apenas quando você precisa completar seu saldo para fazer algum resgate. Isso porque o valor básico das milhas vendidas pelos sites dos programas de fidelidade é muito caro: são R$ 70 por 1.000 milhas, uma conversão muito desvantajosa. É comum os programas oferecerem promoções com 50% ou 60% de desconto, ou com milhas em triplo. Nesses casos, o valor dos pontos cai bastante e a compra pode começar a se tornar interessante. Ainda assim, avalie muito bem antes de comprar, pois as promoções costumam ocorrer em períodos em que as passagens tradicionais, pagas em reais, estão com preços muito baixos, compensando na maioria das vezes comprar a passagem em dinheiro e ainda acumular as milhas desses voos. Comprar milhas ou pontos para fazer poupança não é um bom negócio.

Posso emitir uma passagem com meus pontos para outra pessoa?

Sim, você pode emitir passagens ou resgatar produtos para quem você desejar, sem restrições. Você não precisa viajar junto com a pessoa para usar seus pontos.

É possível transferir pontos para outra pessoa ou entre programas de fidelidade?

Dois programas já permitem isso, mas com regras diferentes. O TudoAzul permite fazer a transferência gratuita entre contas, desde que quem vai receber os pontos seja membro do Clube TudoAzul. A Smiles possui a conta família onde é possível conectar até 5 contas e juntar as milhas acumuladas, mas todas precisam ser membros do Clube Smiles e não é permitido transferir milhas já acumuladas. Nos demais, custa caro e não vale a pena. É melhor tentar emitir direto a passagem ou algum produto. Se não tiver os pontos suficientes, provavelmente será mais barato transferir pontos do cartão de crédito, se filiar ao clube ou aproveitar uma oferta para compra de pontos.

Posso transferir meus pontos de um programa de fidelidade para outro?

Há possibilidade de transferência de programas de companhias aéreas para hotéis (exemplo: do Smiles ou Multiplus para o Le Club Accor) ou de programas diversos para companhias aéreas (Premmia para TudoAzul ou Netpoints para Smiles). Mas fique atento, pois geralmente há um deságio. Transferir pontos entre diferentes companhias aéreas no Brasil não é permitido, e mesmo no mundo é raro. Exceção para Iberia e British Airways.

Apenas a Livelo, por ser um programa não vinculado a nenhuma companhia aérea, permite transferir pontos para os principais programas nacionais, com possibilidade de ganhar até 100% de bônus em promoções.


Alguma pergunta ou dica? Comente e participe!

Leonardo Cassol – é editor do Melhores Destinos e especialista em programas de fidelidade. Acumulou em 2016 um total de 1.168.037 milhas com muitas viagens, cartões de crédito, clubes e promoções. Possui status nos quatro programas de fidelidade nacionais: Black Latam Fidelidade (One World Emerald), Smiles Diamante, Amigo Diamond (Star Alliance Gold) e TudoAzul Safira. 

Autor

Leonardo Cassol - Editor Editor e especialista em programas de fidelização do Melhores Destinos.
  • St Ooges

    um valor bom pra ver se compensa a passagem é R$30 a cada 1000 milhas, que é mais ou menos o valor no mercado

  • Miguel Toledo

    Quando crescer quero ser igual o Leonardo Cassol em programas de fidelização. Botei fé nessa descrição de diamante em tudo. É a voz da experiência que vem pra ajudar. Obrigado!

  • luiz paulo alencar

    Boa tarde guru..

    O que eu não entendi até hoje é o seguinte:

    Segue o exemplo, viajando tudo isso no mesmo ano:

    1.. viajo pela AA do GIG para JFK e ganho X milhas ou 10.000 milhas em janeiro
    2- pela LATAM fazendo GIG – MIA, ganho Y milhas ou 9800 milhas , no carnaval
    3 – depois faço GIG – Londres e ganho Z milhas ou 14.000 milhas, em julho

    Chutando baixo sem bônus nenhum tenho 34.000 milhas, então aí aparece a promoção da LATAM de outubro do dia 6 de 15.000 milhas o trecho GIG – MIAMI na classe porão

    Como que eu unifico essas milhas ? qual o caminho ? pra quem eu ligo pra poder pegar X, Y, e Z milhas e depois pego um passagem ou trecho para outra companhia e pegar a promoção de MIAMI ?

    Obrigado mais uma vez pela paciência .

    • Luiz, depende em que programa você pontuou esses voos. Se foi em diferentes programas, não há o que fazer. O ideal é aproveitar as alianças e pontuar em apenas um. Veja as parceiras da Latam/Multiplus, já que vc citou: https://www.latam.com/pt_br/latam-fidelidade/como-ganhar-mais-pontos/pontos-em-voos/voos-aliancas-nacional-e-internacional/

      • Rodrigo

        Acumulei pontos no Amigo Avianca e no Lifemiles, tem alguma forma de unificar esses pontos??

        • SirNiXXon

          Não, nenhuma. O que você pode fazer é ficar ligado para pontuar pela parceria. Escolha um dos dois programas (Amigo ou Lifemiles) para focar no futuro (ou outro programa de companhia da Star Alliance) e toda vez que for voar por uma companhia dessa aliança, coloque seus pontos nesse que você escolheu.

          O ideal é focar em um programa por aliança. Eu, por exemplo, na Star Alliance tenho focado bo Lifemiles, mas existem outras boas opções, a depender de seus anseios específicos.

          Mas esses que você já pontuou, já era. Tenta usá-los para vôos nacionais em promoção mesmo.

          • Rodrigo

            Ok, pensei que desse por serem ambos da Avianca. Obrigado pelo esclarecimento.

    • SirNiXXon

      Seguindo seu exemplo, os casos 1 e 2 são de companhias parcerias: AA e Latam. Então se você ainda não realizou o vôo, escolha um único programa da One World e pontue ambos nele. Atenção para verificar as regras de pontuação para vôos parceiros do programa recolhido em relação à classe de tarifa de suas passagens.

      Já o terceiro caso você não citou a companhia, então não dá pra saber.

      Agora isso tudo se você ainda vai viajar, se já viajou, já era.

      • luiz paulo alencar

        Boa noite..

        Me expressei errado . O exemplo seria assim : fazendo 3 viagens voando em companhias diferentes da oneworld . É possivel unificar tudo na oneworld e depois pegar uma passagem com milhas por uma das 3 companhias viajadas ou por uma quarta companhia da oneworl ? Se a resposta for afirmativa, como que se faz isso ? Qual é a receita desse bolo ? Quais os passos ?

        Obrigado

      • luiz paulo alencar

        Boa noite..

        Me expressei errado . O exemplo seria assim : fazendo 3 viagens voando em companhias diferentes da oneworld . É possivel unificar tudo na oneworld e depois pegar uma passagem com milhas por uma das 3 companhias viajadas ou por uma quarta companhia da oneworl ? Se a resposta for afirmativa, como que se faz isso ? Qual é a receita desse bolo ? Quais os passos ?

        Obrigado

        • É sim. Escolha um dos programas Oneworld. Acumule tudo nele. Depois você usa seus pontos para resgatar passagens em qualquer cia parceira. Recomendo o AAdvantage ou o Latam Fidelidade.

        • SirNiXXon

          É como o Leonardo falou. O ponto central é: você não “acumula na Oneworld”, você acumula em um programa parceiro da Oneworld. Escolha um que você acha um bom programa dentro da aliança, e pontue todas suas viagens nele.

  • Concordo com você. Mas peguei essa promoção do Iphone e foi um bom negócio!

  • Leonardo Azevedo

    Queria saber qual foi o pulo do gato pro Cassol acumular em 2016 um total de 1.168.037 milhas.

    • Média de 6 voos por semana a trabalho, a maioria nacionais, com bônus em dobro dos status fidelidade + as promos dos clubes, transferências, compras de pts etc.

      • Leonardo Azevedo

        Parabéns, quando eu crescer quero ter a mesma quantidade de milhas que meu chará Cassol, kkkkkk

      • Fábio

        E eu achando que acumulei bastante no ano passado (120 mil pontos)

      • luiz paulo alencar

        Caro guru.. Vc viaja mais que comissario de bordo

    • Cévolo Cévolo

      Já perguntei tb… não respondeu!

    • Lavagem de milhas, kkkk Lava jato nele

  • Bohemia L Fabia

    Uma dica boa que você não listou é também aproveitar os milhas + grana que cias como a gol e azul oferecem. As vezes é mais vantajoso usar menos milhas, mesmo tendo o suficiente para comprar uma perna com milhas e retorno com passagem normal, e completar o valor a ser pago. Especialmente em milhagens reduzidas, comprei uma desta sábado que foi assim ao invés de usar 12 mil que um trecho pedia (estava com saldo de 13 mil e devido a data não dava para aguardar transferir os pontos de outros programas), fiz as contas e optei por fazer 3.500 + 195 por perna, pois a perna mais vantajosa normal era 658,00.

    E mais uma dica, já metendo colher mesmo, é como as cias não oferecem quando compramos com milhas o desconto da ida e volta na mesma é avaliar se não vale a pena ir e voltar em cias diferentes….

    • Rômulo Fernandes

      Exatamente! Às vezes a ida é mais barato pela companhia A e a volta pela cia B, boa dica.

  • CRISTIANE CRIS

    Bom dia
    Vou viajar pela American. Como pontuo no Multiplus? Tenho que pedir para transferir na hora do check in?
    Obrigada

    • Gustavo

      Você pode incluir seu numero de passageiro frequente, no caso da multiplus o CPF, na hora da compra da passagem ou na hora do embarque. Também tem a possibilidade de solicitar os pontos após o vôo, mas acho muito burocrático, tem que guardar os cartões de embarque e os comprovantes da compra da passagem.

    • SirNiXXon

      Vá na área de administração de reserva da sua passagem lá na AA e insira o Multiplus como seu programa de fidelidade. Mas atenção para olhar as regras do Multiplus de pontuação para parceiras de acordo com a classe de tarifa de sua passagem – nem todas pontuam (só a maioria).

  • Lucas Lessa

    Ainda tenho dúvidas em qual empresa concentrar as milhas… qual vc recomenda?

    Existe um ranking que melhores empresas de milhagem?

    Tenho concentrado tudo na Multiplus em razão de sua capilaridade, mas leio muitas críticas ao programa, e não sei se estou fazendo a coisa certa.

    • SirNiXXon

      No caso nacional é difícil. Nenhum dos quatro programas é realmente bom. As melhores opções nacionais acabam ficando entre Smiles e Multiplus. O Multiplus é um programa melhor que o Smiles, mas a Gol é uma companhia melhor que a Latam… Aí vai das suas necessidades específicas. O que eu recomendaria é nunca pontuar pelo Amigo – não por uma falta de qualidade intrínseca ao programa, mas por que é melhor escolher um programa internacional da Star Alliance para focar – dentre os quais o LifeMiles é um dos mais fáceis de se aproveitar para quem não é mega viajante, por que você pode facilmente renovar infinitamente a duração de suas milhas nele.

  • Andre Maimone

    Leonardo,

    acabei de ser transferido para Paris e comecarei a me fidelizar em algum programa da SkyTeam.
    Qual dos programas voce me recomendaria? Flying Blue, smiles?

    Abs e obg por toda a ajuda de sempre

    • Gustavo

      Com certeza Flying Blue ou Smiles.

      • Andre Maimone

        Mas qual das duas?
        Entendo que o Smiles tem bastante promocao de transferencia de cartao de credito, porem a disponibilidade de assento e tabela de emissao eh bem mais alta que o flying blue

        Estou numa duvida danada…

        • Gustavo

          Eu sempre pontuo no programa do meu domicílio, logo se eu morasse Paris pontuaria na AF ou KLM, se moro no Brasil pontuo na Gol, se morasse nos EUA pontuaria na Delta.
          Penso desta forma, espero ter ajudado.

          • Andre Maimone

            Valeu Gustavo!

  • Gustavo

    Peguei a Oferta ninja da Multiplus e troquei 110k multiplus por dois iPhones 7, vendi cada um por R$3k, ou seja R$545,00 o lote de 10K. Sendo que grande parte dessas milhas eu adquiri numa compra de outros dois iPhones numa promo de 10 pontos Multiplus por real, mais de 80k pontos. Saldo final foi praticamente dois iPhones pelo preço de um.

  • Daniela Almeida

    Giovana, nesse clube do programa que você disse, você paga o clube mais caro? Muito interessante seu depoimento. Obrigada por compartilhá-lo!

    • Giovana

      Oi Daniela,
      Boa tarde! 🙂
      Fique à vontade para esclarecer o que precisar, li sobre a experiência de muitos por aqui para aprender e descobrir este mundo maravilhoso da economia por um bem maior rsss
      Considerei que eu tinha disponível para investimento no Clube, no máximo, o que eu “jogava fora” com as anuidades dos outros cartões de crédito que eu tinha e não usava tanto quanto pagava 😂 a gente tem essa mania de ter CC da loja A, B e/ou C, além do(s) Banco(s) para se beneficiar com tudo que oferecem, mas, alguns são realmente gratuitos, outros depois de um tempo passam a cobrar anuidade, outros cobram para transferir cada lote de pontos e tem um limite mínimo de transferência, sem falar que a demora x dias até creditar a transferência, no caso de uma promoção relâmpago, é fatal, e a gente absorve esses pequenos prejuízos sem perceber.
      Eu cancelei todos, inclusive o vinculado à conta do Banco. Suspendi a função crédito e pedi a opção do cartão associado ao plano de fidelidade que tinha escolhido, aproveitando que a anuidade era o mesmo valor.
      Deixei os pontos acumulados esperando uma promoção boa e quando o MD “me contou”, transferi, paguei uma taxa fixa do banco e engordei o que estava lá no plano de fidelidade. Dali em diante, tudo cai direto no plano, sem taxa ou demora, e quando preciso os pontos estão lá para usar imediatamente.
      Explicado isso, sabendo quanto deixei de gastar com as anuidades, comecei no Clube com um plano básico, meio desconfiada rsss Depois de uns meses que realmente vi vantagem acompanhando os benefícios dos associados e os valores de passagem em milhas para onde eu gostaria de viajar, mudei para uma opção um pouco superior, não pesa ou “tira dinheiro” de outras coisas, porque vem daquele montante das anuidades somadas dividido por 12 meses do ano. Invisto menos do que economizo para ter à mão também um pouquinho de dinheiro para comprar lotes milhas quando aparece uma promoção legal, com bonificação de até 100% (p.ex. Você compra 10000 por um preço promocional e ainda ganha x% de bônus), que vez
      ou outra o MD também me conta 😎
      Desculpe o textão rsss mas prefiro explicar bem para não restar dúvida.
      Precisando, estou por aqui 😀

      • Daniela Almeida

        Obrigada Giovana.

  • Francisco Mgd

    livelo 20.000 por mes custa 699 dai vc manda pro smiles se tiver prime e no smiles socio do clube ele te da 120% de bonus.So ai é 44.000 por mes a 13,00 1000 milhas

  • SirNiXXon

    Uma dica que acho muito importante é *sempre* bater foto de seus cartões de embarque, principalmente nas viagens internacionais, para o caso de:
    – ocorrer algum problema e a companhia não lhe der os pontos automaticamente (mais comum em caso de pontuar com parceiras, mas ocorre também com a companhia principal);
    – caso você tenha esquecido de colocar os dados do programa de fidelidade antes da viagem e queira solicitar os créditos retroativos.

    Isso já me salvou algumas vezes.

  • Olá Ivana, a MaxMilhas é nossa parceira, mas o foco não era esse. Quanto ao Km de Vantagens, ele cobra pela transferências (inclusive o valor aumentou recentemente). Focamos nos parceiros que não tem custo.

    • IVANA

      Cobra mas sai mais em conta que comprar na própria cia. O Premia não cobra?

  • Danielle Grant

    Aqui a gente optou por não fazer a Conta Família do Smiles pra poder aproveitar as promoções de 200% de bônus na transferência, que acaba sendo uma maneira mais barata de “comprar milhas”, já que transferimos pra alguém da família de qualquer maneira.

    • Realmente esse modelo funciona bem para quem tem objetivos definidos de resgate!

    • SirNiXXon

      Eu já fiz as contas algumas vezes e cheguei a conclusão que, no Smiles, geralmente é melhor comprar milhas com alguma promoção do que transferir milhas com alguma promoção – o valor de cada milha acaba saindo mais barato. Mas sempre existem usos específicos.

  • Rodrigo Araujo

    Leonardo Cassol (ou alguém que souber me esclarecer),
    Sei que não é possível transferir pontos de uma companhia para outra. Mas é possível usar pontos de um programa para emitir bilhete em uma parceira? Por exemplo: posso usar pontos multiplus para emitir bilhete na American Airlines? Se sim, como fazer esse procedimento?

    • Pode sim. Os voos da AA saindo do Brasil aparecem no site da Multiplus. Já outros voos sem origem no Brasil, dentro dos EUA ou para a Ásia, por exemplo, você só consegue resgatar pela central de atendimento do Latam Fidelidade. Uma dica é ver as datas que o “resgate saver” está disponível no site da AA, pois isso aumenta suas chances de encontrar os mesmos trechos emitindo pela Multiplus/Latam.

  • Rubin Diehl

    No Clube Smiles, 1000 milhas me custam R$35 por mês. Recentemente eles divulgaram a compra de franquia de bagagem 23kg por 2100 pontos, em vez de pagar em dinheiro R$30. Me sinto lesado pelo “Clube”, pois os 2100 pontos da bagagem me custariam R$63,50

    • SirNiXXon

      1 – Os clubes geralmente não são boa idéia – a não ser que você tenha objetivos muito claros e específicos e esteja pegando uma boa promoção.

      2 – Pagar qualquer coisa que não seja as passagens com milhas é péssima idéia: a desvalorização dos pontos é gritante – como sempre valem as excessões de usos específicos (por exemplo: milhas vencendo) ou uma promoção absurdamente boa.

  • Marcos_Brazil

    Programas de Milhas não valem a pena. Não valem a dor de cabeça, o tempo investido e as frustrações. Desvirtuaram completamente o modelo inicial, que era de fidelizar o cliente.
    Nos EUA, é muito mais vantajoso, mas no Brasil é melhor comprar em dinheiro na promoção. Obviamente existem uma promoção boa aqui e outra ali, e se você der muita sorte, se for flexível, vai usar aquelas porcarias de milhas que estavam paradas. Mas não dá para planejar uma viagem ainda mais com família, com milhas.

    • SirNiXXon

      Fale por si só. Pra mim e pra bastante gente vale a muito a pena. Mas, claro, sempre depende de se você é um viajante frequente, afinal de contas esses programas tem como função recompensar esse público.

  • Daniela Almeida

    Será que vale a pena comprar milhas Smiles com 150% de bonus para quem é do Clube Smiles (não sou do Clube, mas estou pensando em entrar no Clube 1.000)?

    • Dani, se não tiver nenhum resgate em mente, não! O preço é razoável, mas não é imperdível. Eles já ofereceram 200%.

      • Daniela Almeida

        Obrigada Cassol!

  • SirNiXXon

    Essa uma tática que realmente ajuda a quem viaja menos. Quando você começa a ter um número “moderado” de viagens, compensa priorizar ao menos uma programa para cada uma das grandes alianças (ou o Smiles no lugar do Skyteam) – amplia muito seu leque de promoções possível, maximiza seus ganhos e amplia as opções de bons regastes.

    Uma outra forma boa de pensar inicialmente é priorizar um programa nacional e outro internacional (de outra aliança)

  • Mirtes Florinda Alves

    Olá, por favor pode me esclarecer? Quando viajo e não coloco o nr do fidelidade/cpf no check in, posso fazer isso quanto tempo após o voo? Qual o processo para recuperar estas milhas? E se a pessoa não tiver o programa quando viajou ela pode se cadastrar posteriormente e pedir as milhas passadas por quanto tempo de “atraso”, digo pôs viagem? Obrigada

  • Ana Carla Costa

    Tenho pontos Avios .Posso transferir para Multiplus? Como é o procedimento?