HSBC aumenta para 10 mil o mínimo de pontos para trocas por milhas

Denis Carvalho 17 · janeiro · 2013

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Ano novo, prática velha. Seguindo o que outros bancos fizeram em 2012, o HSBC resolveu aumentar o número mínimo de pontos de seu Programa de Fidelidade para a troca por milhas em programas de companhias aéreas. Até dezembro, era possível fazer a troca a partir de mil pontos. Agora é necessário acumular 10 mil para conseguir a transferência, o que dificulta bastante a operação, especialmente para os clientes que têm pouco gasto nos cartões de crédito.

Um ponto positivo para o HSBC é que a mudança está bem clara no site dos programas de fidelidade. Nos sites  do Clube de Benefícios, Advance Rewards e Premier Rewards existem abas em vermelho com o título “mudanças para 2013”, em que são informados os novos valores. Agora só é possível fazer transferências de 10 mil; 12,5 mil; 15 mil; 17,5 mil ou 20 mil pontos para os programas das companhias aéreas, sempre na cotação de um ponto por milha.

O HSBC permite a troca de pontos por milhas nos programas Multiplus Fidelidade TAM, Smiles GOL e Tudo Azul. Entre os programas internacionais, o mínimo era de 5 mil milhas e estão disponíveis Delta e TAP.

Dica do leitor Ranerio Vieira

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe
  • Valter Jr.

    Então eu dei sorte, transferi 7 mil na última sexta-feira para o smiles.

  • Eduardo Resende

    Pra quem é cliente Premier fui informado pela atendente que pode transferir quantidades quebradas acima de 10000, semana passada transferi 31500 pontos.

    • Ranerio Vieira

      Eduardo,

      Sou premier. Sabe se pode transferir abaixo de 10.000 se ligar na gerente ou algo assim?

  • Emilio M.

    Que tal o MD fazer uma nova avaliação dos cartões de crédito? Grato

    • Hugo Lousa

      Assino embaixo! 🙂

      • Marcos Sobral

        Já tinha sugerido isso. Existem muitas coisas importantes que é preciso comparar no cartão de crédito e que importa para quem gosta de viajar tais como:

        – Conversão do Dólar

        – Seguro Viagem

        – Dólar usado para conversão de milhas

        – limites de transferências

        – Anuidades

        – Salas vips

        e muitos outros.

        • Roberto Nunes Pinhei

          Assino em baixo, principalmente com relação ao dolar cobrado. Hoje em dia ta uma festa total a conversão do dolar. O itaú esse mes cobrou extorquivos 2,21. Um verdadeiro roubo, enquanto a caixa cobra 2,045. Algum orgão governamental devia regulamentar isso. Os bancos cobram o que querem baseados sabe Deus no que!!!!!!!!! Uma matéria sobre esse item seria muito bem vinda, assim, pelos comentarios dos leitores saberiamos o que cada banco tem cobrada na conversão do dolar.

    • Ranerio Vieira

      Apoiado! Mudaram demais as regras dos cartões. E não estou feliz com o meu Smiles, estou querendo parar de usar o meu cartão BB Smiles Ourocard e ficar com uma opção que permita transferir para outros programas. O Amex permite trocar por vários parceiros, mas não tem uma boa conversão pelo menos o Gold.

  • Jorge Eduardo

    Ridículo isso! O Banco do Brasil faz da mesma forma. Se o cliente já utiliza o cartão (produto do banco), paga anuidade, ainda tem que esperar para poder transferir a partir de 10k. Isso dificulta bastante para quem não tem muitos gastos mensais com cartão de crédito.

    • Wagner

      Tenho Ourocard e estou tão desiludido com essa história de milhas…

      No final das contas elas não estão valendo mais nada. Você tenta comprar tudo com o cartão, mas para que? Uma passagem nacional custando 10 mil pontos. Para o exterior no mínimo 40/50/60 mil por trecho. Nunca vou conseguir viajar desse jeito.

      Estou esperando uma promo do LifeMiles…

  • Guilherme Ortale

    Pelo que entendi, o maior problema é que o HSBC avisa que vai ocorrer a mudança, quando ela já ocorreu (ou posso estar enganado).

    Pois se em Janeiro eles avisam que a partir de janeiro vai ser assim, pega todo mundo de surpresa e não da tempo de transferir abaixo desse mínimo.

    Estamos mal de bancos no Brasil e vai ficar pior, pois o Bradesco está para comprar o Santander e o Itaú o HSBC no Brasil.

    Ficaremos basicamente com 2 bancos estatais e 2 privados, ridículo para um país continental…

  • Cristina Jacques

    Minha Dica: O AMEX aceita transferência a partir de 500 pontos,detonei meu cartão Itaú e estou com o AMEX há 4 meses, estou adorando.Transfiro meu pontos assim que completo 500.

  • Marcos Sobral

    Isso é o famoso spread bancário. Não tem jeito. Eu faço o seguinte, como já havia dito antes: tenho um cartão da caixa que uso quando viajo para o exterior. Só compro nele tudo, menos a passagem pq ele não é platinum (é gold) e ai não dá direito ao seguro obrigatório de viagem. Quando eu chego eu pago pelo Santander a um custo de R$ 16,00 a cada 3.000,00 reais pago. Se gastar mais faço o pagamento em dias separados. A diferença entre o Santander e o Caixa chega as vezes a 0,14 o que é muito e compensa de sobra os R$ 16,00 gastos (sem contar que acumula milhas em dobro).

    Aí eu só uso o Santander quando o limite do Caixa acaba ou para alguma emergência.

  • Marcos Sobral

    Acho que o MD poderia pedir para alguns de seus associados para verificar a cotação do dólar em um dia específico e ai eles consolidavam isso em um post. Por exemplo eu tenho Santander, Amex e Caixa. Se fosse definido um dia qualquer eu passaria por email a cotação e o MD comparava. Seria de grande valia pq isso interfere diretamente no custo da viagem e da passagem em alguns casos.

  • Marcos Sobral

    Ranerio, na verdade a conversão do Amex é péssima. Já cheguei a ver diferenças de 0,10 em relação a Caixa. Também acho chato ter que ficar pedindo limite quando for viajar. Isto pq tem aquela conversa mole que o cartão não tem limite, mas quando vai usar tem que pedir. Uma vez tive até que mandar um comprovante de renda para eles liberarem um valor para uma viagem.

  • Larry

    Consegui realizar o resgate do restante dos meus pontos, abaixo dos 10.000, através da central (4004-3939)

    Me informaram que após o dia 19/02/13 não será possível resgatar mais dessa forma, somente acima de 10.000 pontos.

  • Larry

    ligue na central 4004-3939

    eu consegui agora resgatar

  • Wagner

    Se isso se concretizar, vai ficar igual as empresas aéreas, sem concorrência, vão fazer o que quiser!

  • Emilio M.

    Em compensação, a tx de conversão real-dólar do Amex é triste!