As passagens aéreas subiram muito, subirão muito ou é só oba oba?

Leonardo Marques 3 · janeiro · 2012

Certamente esse é o post que nós mais gostaríamos de ter escrito em 2011 mas por uma série de motivos ele não foi para o ar. Queremos discutir com vocês sobre as notícias referentes aos preços de passagens aéreas que são publicadas na grande mídia.

Quantas vezes vocês já viram um diretor de empresa aérea falar que os preços das passagens vão subir nos próximos meses? Tem companhia que anuncia isso a cada seis meses e vira notícia nos grandes portais, jornais e na TV. Vocês viram que recentemente anunciaram que as passagens aéreas subiram 56% em 2011? Será que isso reflete a realidade que nós acompanhamos todo dia?

Quem acompanha o Melhores Destinos viu que 2011 foi um ano fantástico para quem queria viajar gastando pouco, tanto em voos nacionais como internacionais. Diante disso, será que as passagens subiram mesmo? Nós acreditamos que não! Após as pesquisas que fizemos durante todo o ano, a constatação é que as passagens nunca foram tão baratas como em 2011, e nós passamos o ano falando isso! É evidente que nossas avaliações não têm base científica, mas o mesmo se pode dizer da maioria das matérias e reportagens alarmistas sobre o tema. Já imaginaram como é complexo definir se as passagens aéreas estão mais caras? Qual tarifa considerar? E se tiver um evento nos dias da pesquisa? É muito complicado, mas acreditamos que usar o  yield como base faça mais sentido.

Entretanto, existem institutos de renome nacional que costumam divulgar que as passagens aéreas subiram ou caíram xx% e muitos veículos de comunicação adoram isso. Veja que curioso: na última semana de 2011 a FGV divulgou que as passagens subiram 56% em 2011, já a Anac divulgou que as passagens aéreas desde 2002 não eram tão baratas. E agora, quem está certo? Sabemos que os critérios são diferentes, mas mesmo assim, como algo pode ser tão contraditório? Nesse caso a explicação é simples: calcular qual foi a alteração no preço das passagens aéreas não é assim tão simples.

No caso do IPCA, a pesquisa é realizada sempre para ida em um sábado e retorno em um domingo, porém não fica claro quais empresas aéreas participam da pesquisa e nem em que dias da semana essa pesquisa é realizada. Provavelmente ela é realizada durante a semana no horário comercial, justamente no período que não costuma ter promoção para voos dentro do Brasil.

Com esta exposição, queremos deixar claro o seguinte: da próxima vez que você se deparar com uma notícia dessas, alarmando que nos próximos meses os preços irão disparar e que as promoções de passagens acabaram, não precisa arrancar seus cabelos. Quem segue o Melhores Destinos sabe que a realidade é diferente do que mostram estas pesquisas, aliás, nem as pesquisas conseguem se entender. É verdade que em 2011 os custos operacionais das companhias aéreas subiram, mas isso não é sinônimo de passagens caras.

Afinal de contas, os preços vão subir ou vão baixar em 2012? Na verdade, ninguém tem a resposta, mas sempre tem os chutes. As companhias sempre vão querer subir, afinal elas precisam lucrar, e é bom que elas não tenham prejuízo. Mas tudo dependerá da oferta/procura/concorrência e na baixa temporada não tem mágica: ou elas fazem promoção ou não terão ocupação mínima nos seus voos. Nós estaremos aqui pra ajudar divulgar as promoções e lotar esses voos mas bom seria se alguns diretores de empresas aéreas, os grandes veículos de comunicação e mesmo alguns institutos de pesquisa tivessem um pouco mais de bom senso e tratassem este tema com mais critério!

Como é calculado a variação de preços das passagens aéreas para o  IPCA

Autor

Leonardo Marques - Diretor do Melhores Destinos
  • Ouvi na rádio ontem que o governo federal entrou com um projeto de lei para baixar o preço do ICMS do querosene de aviação, que corresponde a uns 35% do custo e que em 2011 acumulou uma alta de quase 40% …tudo para conter esse aumento dos preços das passagens.

  • Rodrigo

    Alguma idéia se os preços das passagens em julho e agosto de 2012 para a Europa, que para compra hoje estão em média R$2500, vão baixar?

  • Sumaia

    Excelente materia. Obrigada!!!

  • Daniel

    Eu acho que as passagens nunca foram tão baratas como 2011, foi o ano em que mais viajei, fui ao Rio, Brasilia, Cuiabá e Montevideo. Eu creio que o que occore é tem mtas promoções e passagens baratas, porém sempre nas datas de alta temporada ou pra compra em cima da hora as passagens são absurdamente caras, ou seja quem aproveitar as promoções ou planejar a viagem com uma certa antecendencia as passagens realmente estão melhores que nunca. Porém quem precisar comprar de ultima hora ou comprar em feriados que serão muitos em 2012 vai pagar mto cara, isso fz com que a balança tenda a esse aumento relatado pela FGV.

  • Marcos Reis

    O que varia na verdade não é a promoção tal e sim a base de calculo para essa promoção. Os relevantes são aplicados a partir da tarifa cheia, porém as promções intermediárias não são consideradas paras cáluclos de aumento ou redução. Quando se falam em aumento por exemplo, não siginifica que não haverá alguma promoção momentanea e sim aumento na tarifa cheia, que determinará por exemplo as promoções. Muita gente ainda desinformada, pensa assim… Hoje eu comprei uma passagem para tal lugar numa promoção maravilhosa, custou digamos R$ 50 reais… Daqui uns dias entra no ar alguma cia aérea fazendo promoção de 90% de desconto… Ai essa pessoa que comprou de R$ 50 acha que pagara apenas R$ 5 reais na mesma passagem, o que não é bem assim… Os 90% serão aplicados a partir da tarifa CHEIA e não da tarifa promocionais que algum dia já existiu. Os 90 por exemplo serão aplicados na tarifa mais cara daquele trecho e daquela cia aérea. Vale ressaltar que, algumas promoções são chamadas de "figurinhas premiadas" dificil de achar, porém na regra geral existe sim… Logo não são válidas para quesitos de comparações… Lembra da tarifa de R$ 0,50 da GOL??? Alguém mais viu ela em alguma epoca??? Pois é, eu mesmo viajei muito com essa "figurinha premiada", mas não posso levar em consideração essa fato, já que é quase raro de acontecer. Preço alto ou preço baixo, o importante é aproveitar as promoções oportunas.

    • Debora

      é bem por ai…o preço da tarifa (cheia) que aumenta, as promoçoes aparecem conforme a lotacao na aeronave, temos que pesquisar ate conseguir uma promo boa, sorte a nossa que o MD nos ajuda nessa parte.

      Acredito que no ano de 2012 teremos muitas promos boas tb, como foi 2011.

  • Edimilson

    Acredito que para se saber se os preços das passagens subiram ou não, não se podem considerar as promoções.

    Os preços devem ser medidos por um padrão, acho que o melhor seria se fossem medidos de acordo com o preço para a passagem de uum mês de distância, no mínimo. Assim as promoções não teriam tanto efeito.

    E as promoções são feitas para que as companhias consigam completar melhor os voos, caso não tenham conseguido vender as passagens anteriormente. Logo, se elas tivessem vendido tudo anteriormente não haveriam promoções e o preço seria mais alto.

    Por isso eu acho que é possível afirmar que os preços das passagens subiram sim.

  • Kadija

    Olá. Fiquei assustada com o preço das passagens pra os EUA no meio do ano. Não consegui nada mais barato que 3.000 reais. Será q esse é um período ruim pra comprar? Achei absurdamente mais caro…

    • Thiago Castro

      Tem MUITA gente indo para os States. Brasileiros e chineses aos milhares. Pela lei da oferta e procura o preço sobe. Tem q ficar de olho em promoções pq esse trecho deve continuar com preços altos.

      • Eu comprei para ir em Setembro para os eua na promoção de 800 reais da TACA. Então é questão mesmo de aguardar as promoções como diz o colega.

    • mth

      Uma opção (pessoal) é ir via Bogota Milhas ou pagando, isto é , se estiver com tempo ter espirito "aventureiro".

      As vezes (ver tarifas)é valido pelo valor que se ecomomiza (não é sempre)

  • Patrícia

    Concordo que esse ano vocês divulgaram muitas promoções, mas apenas para quem viaja entre as capitais! Eu viajo frequentemente para São José do Rio Preto e as passageens aéreas praticamente dobraram o valor do começo ao final do ano. As passagens com voo direto então, melhor nem falar. Acho o trabalho de vocês muito bom e acompanho sempre pelo twitter e facebook, você estão de parabéns. Gostaria de ver, quem sabe um dia, uma tarifa que beneficie as pessoas que precisam viajar com habitualidade, que gostam de planejar e economizar, pois o que acontece hoje é que as pessoas que nao pretendiam viajar são beneficiadas com promoções enquanto as pessoas que fazem um planejamento bancam tais "promoções"! Mas enquanto esse milagre não acontece continuo seguindo vocês e esperando por uma tarifa melhor para viajar.

    • Leonardo Marques

      Patrícia, nesse segundo semestre a GOL teve tarifas fantásticas de julho a dezembro para compra antecipada. Nós postamos todas elas aqui no Melhores Destinos. Elas eram válidas inclusive para o interior. Na maioria das vezes não houve qualquer divulgação desses preços em outros sites ou mesmo nos sites das companhias, mas nós postamos aqui.
      Teve até dois casos onde o trecho mais caro no Brasil era R$99. Tinha por exemplo, Manaus – Fernando de Noronha por R$99.
      Normalmente não listamos os preços de São José do Rio Preto mas provavelmente a partir de fevereiro iramos incluir nas nossas pesquisas.

      • joao tavares

        tambem vou a sao jose do rio preto com alguma frequencia…será ótimo obter informações com promoções e melhor ainda quando as tarifas realmente baixarem, independentemente de promoções.

    • Daniel

      As promoções são varias, porém em datas especificas e restritas eu nunca paguei uma tarifa cheia, pq? Pq eu não viajo habitualmente, eu viajo só quando aparecem promoções. Por isso pra algumas pessoas como eu o ano de 2011 foi mto bom, porém pra outra foi ruim. Por exemplo eu paguei mais barato pra ir de Campinas-Montevideo do que minha mãe pagou pra ir de Campinas-Presidente Prudente, olha a diferença! Foi mas barato ir pra outro País do que viajar dentro do mesmo estado

    • Igor – Poa

      Demanda!No interior não tem.Só se for ponto turístico ou negócios.

    • Rogério Bueno

      Realmente a aviação regional é o pior dos problemas com relação a tudo o que discutimos aqui. Os preços das passagens são muito altos! Não à toa que a aviação geral tenta ocupar esta lacuna, mas os preços ainda mais proibitivos. Um sintoma claro disso é o fato de Goiânia (centro do país, fácil acesso aos grandes pólos do agronegócio etc.) ser segundo pólo de aviação geral do Brasil, perdendo apenas pra São Paulo. São gargalos que o país precisa enfrentar. Enfim, há muito mais caroços no angu da aviação do que o tamanho ou o conforto dos aeroportos.

  • Thiago Castro

    Talvez aquelas passagens de última hora estejam mais caras. Como eu (e creio que a maior parte dos leitores do MD) não tenho o hábito de adquirir essas passagens (normalmente destinadas a pessoas abastadas e ao meio corporativo), não percebemos o aumento. Mas isso é apenas um chute.

  • Jose Henrique

    Eu tenho um chute: As empresas adoram quando se fala que a passagem aérea irá subir por este ou aquele motivo e provavelmente utilizam isto como instrumento para pressionar o governo para baixar tributos, impostos, etc… Na verdade, o preço deve continuar praticamente o mesmo, mas é um bom pretexto para pressionar o governo…

  • Teresinha de Jesus C

    De um ponto de vista mais simplista, até acredito que o preço das passagens "normais" possam ter subido. Porém, e na mesma proporção, nunca houve a oferta de tantas tarifas promocionais a preços tentadores como nesse feliz ano velho de 2011.

  • Rogerio

    Pessoal, realmente as promoções divulgadas no MD são ótimas, mas não podemos usar isso como base para dizer se as passagens subiram ou não. Afinal são passagens promocionais, normalmente com restrições de datas, horários e outras. Seria a mesma coisa que usar os preços do Peixe Urbano para dizer se os restaurantes estão mais baratos neste ano.

    Uma significativa porção de viagens aéreas é corporativa, a trabalho, normalmente compradas com pouca antecedência, e sem flexibilidade de datas. Para esse tipo de passagens, creio que sim, 2012 foi muito mais caro que 2011. Para as passagens em horas de pico (por exemplo manhãs das segundas-feiras e tardes das sextas-feiras), as passagens tem estado com preços estratosféricos.

    Há exceções? É claro. Eu mesmo viajei muito este ano com as promoções aqui do MD (e na semana passada também garanti minha passagem para NY por 1300, hehehe). Mas no geral, na média, os preços de passagens estão mais caros, sim.

    Abraços e que venham grandes promoções!

    • Leonardo Marques

      Oi Rogério, eu concordo com você que usar promoção com referência é ruim, aliás, acho péssimo, assim como ignorar os preços oferecidos no final de semana também é ruim. Afinal, quando você vai comprar você ignora as promoções? Nem eu…

      O nosso ponto é apenas falar para as pessoas não se desesperarem achando que as passagens baratas irão desaparecer.

      • Rogerio

        Totalmente de acordo! Afinal são públicos diferentes… para o público alvo do MD, sem dúvida as boas promoções continuam!

      • Vitor J. Nunes

        Leo, o ponto que concordo e ratifico minha opinião com a de Rogerio é que o mercado corporativo não compra passagens no final-de-semana… E algo me diz que esse mercado é relevante em relação ao mercado global, daí puxa a inflação…

        Por outro lado, eu aproveito bastante as promoções do MD! Pena que não tanto como gostaria, afinal, não tenho tantas férias como gostaria e a Mega Sena não saiu para mim. 🙂

      • Igor – Poa

        Verdade!

    • Alexandre

      Caro Rogério,

      Concordo com você. Viaja frequentemente no mesmo trecho e 2011 foi muito mais caro que 2010. Em média, 30 a 40% acima. Para quem não pode esperar por promoções, não foi tão bom assim.

  • Rosye

    E que venham mais promoções para 2012!

  • Carolina

    Rodrigo, eu já viajei umas 2 vezes nessa faixa de preço, mas o que tenho observado é o seguinte… quando você quer se preparar com antecedência, porque tem datas bastante rigidas de ida e volta e o destino que você quer é um bem específico, você tende a comprar com o mais cedo possível e paga nessa faixa de valor. Agora, promoções toda hora aparecem, e você pode pagar fácil a metade do preço. Só que aí você tem que ter o "sangue frio" de ficar esperando aparecer uma promoção, pois elas geralmente são lançadas pra voar dentro de um ou dois meses (encima da hora pra quem gosta de planejar com calma) e pode acontecer de não sair na data que você quer ou de não ter a cidade que você deseja… Tem que pesar o custo/benefício!

    • Bassam Jr

      Olha, eu acompanho o blog diariamente, e até alguns dias atrás, pagava 2500 em uma passagem pra Europa só quem não prestasse atenção nas dicas. Constantemente vemos promoções de 1200 a 1400 reais em passagens de ida e volta pra várias cidades da Europa aqui no blog.

  • Vitor J. Nunes

    Leo, em "não é assim não simples" não seria "tão" no lugar do segundo "não"?

    • Leonardo Marques

      oooops, arrumado. Valeu Vitor.

  • Suelen

    certamente 2011 foi o melhor ano, e espero q com esse sucesso todo de 2011, 2012 seja ainda melhor! nao so para NOS, como para as cias aereas que lucram com a nossa empolgaçao!

  • Vitor J. Nunes

    Complicada mesmo essa questão de qual método utilizar. Quanto à FGV, essa pesquisa muito mais me parece encomendada, pois, é muito destoante da realidade.

    Voltando às pesquisas mais sérias, acredito que há influências significativas quanto ao público que é atendido. Para o IPCA, por exemplo, conta bastante a participação das vendas corporativas que são muito relevantes. Por outro lado, o yield parace-me ser realmente mais fidedigno para analisar o mercado como um todo.

  • Simone

    Eu andei fazendo pesquisas de preço para europa e usa em julho e achei os preços absurdos. Vou viajar com a British Airways na semana que vem e paguei 2000 reais. Hoje não se acha nada por menos de 3000…

  • Alexandre Borges

    Pessoal…

    O que eu senti neste ano é que realmente as tarifas subiram de preço, e vou explicar o meu ponto de vista.

    Espero sempre a baixa temporada para poder viajar, e ao contrário do que muitos fazem, procuro voos com conexão para ganhar mais milhas, quando tenho tempo.

    Um exemplo: em 2012 no mês de junho estava com tempo e gosto muito de viajar. Fui para Brasília e comprei dois trechos (leve as informações abaixo como tarifa em voo da GOL) – Vix x Gru com conexão no Rio e Gru x BSB sem conexão. O valor da ida de Vix x Gru com conexão no Rio era de R$ 76,00 e para Gru x BSB sem conexão era de R$ 89,00…

    Quer dizer: para ir a Brasília nesse cambalacho pagava R$ 165 e pontuava em 3 trechos. O voo direto de Vix para BSB saia por R$156.

    Em 2011 se eu fosse fazer a mesma coisa Vix x Gru sairia a R$ 98 e Gru x BSB a R$ 129 o que é um aumento considerável.

    Mas achei os valores antigos ou próximos como promoção e percebi a mesma coisa na TAM… eles estão jogando as tarifas antigas ou valores próximos como promoção, mas as tarifas regulares tanto na Gol quanto na Tam (última tarifa antes da promo) sofreram um grande reajuste sim.

    Tenho uma teoria que isso se deva também ao controle de mercado feito pelas companhias com relação a vendas de milhas, pois com valores baixos e pontuando em vários trechos as pessoas logo alcansavam um valor alto de acumo de milhas, e era muito lucrativo vendê-las. Hoje não, no máximo e em alguns trechos você consegue empatar. e Não sei se perceberam, mas as milhas acumuladas em voos da GOL não consideram mais o nível de sua fidelidade para UP GRADE, apenas para troca por passagens.

    Pensem nisso

  • CAMILA

    As passagens sempre sairão mais em conta para quem se programa com antecedência.Fora isso,as promoções são as mesmas de sempre e sempre vão existir, mas é difícil pegar uma promoção de última hora.O jeito é PLANEJAR!

  • evelyn

    parabens galera do MD, sempre com dicas excelentes,,,,

    mas continua errado leo,,, rs

    "tão é assim não simples"

    • Leonardo Marques

      kkkk, acho que agora consegui 🙂

      • Renan

        eita !

        to achando que bebida da virada ainda ta fazendo efeito… hehehehehe

  • Jorg Bliesener

    Acho que um bom critério pode ser o preço médio efetivamente pago pelo cliente num segmento específico. Ou seja: Qual foi o faturamento total de todas as empresas num segmento específico e quantas passagens foram vendidas.

    Assim obtemos o valor que os clientes efetivamente pagaram, incluindo todas as promoções.

    Claro que precisamos separar isso em segmentos específicos, como "nacional de grande movimento" (Rio, SP, BSB, …), "nacional de médio movimento" (GYN, UDI, …), "internacional", etc.

    Mas acho que desta forma, teremos uma métrica melhor que permite comparar o que efetivamente ocorre no mercado.

    Alguém tem os dados para fazer este cálculo?

  • Ferbrasilia

    Eu tenho a impressão que as tarifas CHEIAS estiveram mais altas em 2011, porém, acho que nunca houve tantas promoções. Eu procuro sempre aproveitar as promoções. Mas como saber o que predominou? mais tarifas cheias ou promocionais. Pra mim, com certeza, foram as promocionais..hehe

  • Thiago SSA

    Boa cara, quando ví a notícia na fóia fiquei meio que chocado. Pode até ter havido aumento sim, mas não foi nessa proporção. No máximo acompanhando os índices inflacionários e de insumos. Além disso, em 2011 consegui pegar umas promoções bem legais. E 2012? Meu palpite: Será a mesma coisa!

  • Luiz Gustavo

    Daria para mensurar sim, se existir um instrumento capaz de medir o % de passagens aéreas vendidas aos orgãos públicos/autarquias… quase sempre em tarifa cheia (Y) ou quase isso,apesar de que muitas empresas como o BB (quase "federais") utilizarem agências como a "Bancorbrás" que avalia a passagem mais em conta para o destino, e não a cia.aérea de preferência do funcionário.

    Os orgãos federais é que, na minha opinião,são "onerados" com os aumentos oficiais das passagens aéreas esses anos todos.

  • Tiago

    Renata, seja mais inteligente… O que está encarecendo as passagens é a estrutura do mercado de aviação que diminui a concorrência toda vez que uma empresa compra a participação de outra! É a CONCORRÊNCIA QUE BAIXA OS PREÇOS!!! Quando o governo corta os impostos, apenas aumenta os lucros dos empresários!!! Imposto não baixa preço… é a concorrência que baixa os preços!!!

    • EDSON SIEG

      Tiago, esse seu "Seja mais inteligente????" foi comentário mais desnecessário…aqui é um lugar p expor opiniões, buscar informações, e não para ofender os outros, meu caro!

  • Rodrigo

    Conheci o blog em 2011 e passei a acompanhá-lo. Gostaria de sugerir que fosse dada atenção para promoções que saiam do interior de São Paulo, tais como, Ribeirão Preto, Campinas, etc, se é que elas existem. Abraços.

    • Denis Martins

      Não é falta de atenção, Rodrigo, é falta de promoção mesmo. Ai só você cobrando das companhias aéreas! 🙂

  • Acho sim que houve aumento expressivo nas passsagens. Na tarifa padrão sim, houve muito aumento, e ao mesmo tempo houve muitas promoções, porque com o aumento, menos pessoas compraram as tarifas cheias. O fato de haver muitas promoções indica que não estão conseguindo vender a tarifa cheia em volume que justifica o avião decolar.

    O site do flyhq fala que para os Estados unidos, a melhor antecedência é com 3 a 6 semanas para voos domesticos e 6 a 10 semanas para voos internacionais. Coincidentemente algumas passagens promocionais internacionais que comprei esse ano passado em promoção foram nessa faixa de 6 a 10 semanas da data do voo. Para quem tem flexibilidade é uma idéia seguir esse prazo.

    Eu tb criei vários alertas de preço, no Kayak, flyhq e assemelhados e realmente deu nessa faixa de antecedência para voos interancionais o melhor preço, cerca de 6 semanas. Já reparei que ficam em um plateau estável até essas 6 semanas, cai muito por uns dias, e logo em seguida voltam a subir muito (os "bilhetes de última hora").

    Abs.

  • Luiz Nicola

    Agora lhes pergunto.

    A quem pode interessar dizer que haverá alta, e que as passagens irão pras nuvens?

    Falta de coerência até no objetivo almejado!!!

    "Abraços Melhores"

  • Suelen

    Leonardo, é muito bom poder acompanhar o blog melhores destinos. E fico mais feliz ainda por que quero viajar neste ano de 2012! Então estarei aqui, contando com a colaboração de vocês para economizar bastante este ano!!!

  • ADRIEL OLIVEIRA

    O CÁLCULO DA VARIAÇÃO DE PREÇOS NÃO CONSIDERA PROMOÇÕES, FLEXIBILIDADES DE DATAS, ANTECEDÊNCIAS, MACETES E DICAS DO MD!

  • Renata

    2011 realmente foi excelente, mas estou achando difícil 2012 seguir o ritmo. O dólar está absurdamente mais caro. Estou procurando passagens para Europa/EUA para março/abril e estou achando muito caro em comparação com o mesmo período do ano passado. Mas como a esperança é a última que morre… 🙂

  • Luis Carlos Santana

    Com certeza não haverá nenhum tipo de desconto por este motivo. O empresariado que atua no Brasil quer brasileiro ou estrangeiro de forma geral quando recebe um incentivo de redução de impostos dificilmente repassa como desconto nos seus preços, embolsando para ele de modo a obter mais lucro.

  • RÚBIA

    As passagens estão muito mais caras sim. Eu viajo bastante e senti muito o aumento dos preços. O que acontece é que aqui o foco são as passagens promocionais. Fora das promoções, os preços aumentaram demais!

  • JOÃO GUILHERM

    Em 2011 a ANAC implementou um novo processo de coleta de dados das tarifas vendidas em cada trecho pelas companhias aéreas. Desta forma, o relatório de Yield e Tarifa média a partir de agora vai passar a retratar com mais fidelidade os preços médios que tem sido comercializados pelas cias aéreas. Entretanto vale ressaltar que como há uma grande quantidade de passagens vendidas com antecedência, um aumento de tarifa de 10% demora a refletir no relatório da ANAC, já que o relatório mede os valores cobrados dos pax VOARAM naquele determinado mês e não os que COMPRARAM.

  • William Boscardini

    Na verdade, quando falamos de notícia na mídia sobre grandes empresas temos que lembrar que quase todas tem ações no mercado. Isso quer dizer que o aumento apesar de parecer ruim para os consumidores, muitas vezes atrai mais investidores que se vêem ganhando a mesma remuneração que o tal aumento!

    Imaginem se o acionista da GOL prefere que ela venda passagem a preço de banana ou que preencha todos os voos a preços normais?

    Por outro lado, tem outro número que chama muito a atenção: a quantidade de passageiros que viajaram de avião. Se sai notícia na mídia de que nunca na história do país as pessoas andaram tanto de avião, certamente as ações de empresas de aviação vão subir. E é por isso que temos tantas promoções, porque todas elas querem divulgar que tiveram uma enorme parcela desses milhões de viajantes, ao mesmo tempo que esperam ter a melhor lucratividade possível.

    Aproveito a oportunidade para agradecer ao MD, pois esse ano já tenho 3 viagens programadas! Esperando agora por uma boa para os EUA, hehe! Abração!!

  • Felipe POA

    2011 foi um ano maravilhoso no quesito viagens, algumas com perfil PJ (Corporativas) e algumas PF (Onde eu banco), San Francisco em janeiro, Miami e New York em Fevereiro, Alemanha, Polônia e Rep. Checa em Junho, Toronto em Agosto, e já começo 2012 com passagens compradas para New York (Promo que saiu aqui), Santigo (Promo que saiu aqui), Auckland e Sydnei (Promo que saiu aqui) e Bali (Promo que eu achei no site da Jetstar no período que eu vou estar na Austrália).

    Além dessas viagens faço regularmente o trecho Porto Alegre -> São Paulo, nesse caso sempre pelo perfil PJ compradas com nenhuma antecedência, tenho duas percepções somando esses fatores, inclusive hpa comentários a esse respeito:

    1 – Nunca as passagens para horários e dias comerciais estiveram tão caras, um viagem a POA -> CGH que em janeiro de 2011 custava R$ 600 estava saindo em dezembro por R$ 1.500.

    2 – Nunca houve tantas promoções com passagens aéreas, para quem consegue encaixar dias esta mais barato do que nunca, agora para quem tem dias e horários certos fica a mercê do mercado, e o mercado quer lucrar, a lei da oferta e da procura é o maior reflexo disso.

    Esse foi o ano em que mais pessoas viajaram de avião, esse foi o ano em que mais se fez negócios interestaduais, isso somado a falta de opções no mercado nacional dificulta encontrarmos preços melhores.

    Sabe por que é mais "barato" viajar dentro da Europa? Por que lá há mais companhias que em qualquer outro lugar do mundo, logo há muita concorrência, mesmo havendo muita demanda ainda há bom coeficiente concorrência.

    • Felipe POA

      Há antes que surja a dúvida, consegui viajar esse tanto por que quebro minhas férias em inúmeros períodos menores, prefiro ir a um lugar e ficar pouco tempo a não ir.

  • Klebson

    Em dias normais, sem pesquisar promoções, as passagens subiram sim em relação a 2010.

  • mth

    2011 começou otimo paguei 5 passagens a R$ 18,00 cada (c/ tx total R$36,00) ida e volta, Rio/ Curitiba em Janeiro pela Webjet. Fui a Vitoria , viajei de milhas reduzidas na Tam e Gol + American Airline. Pena que o dinheiro é curto. Espero ter muito mais boas noticias/promoções em 2012 c/ MD.

  • Pedro

    Bom, prefiro ficar com a idéia da Anac.

    2010 foi o ano em que fiz duas viagens. Paguei viagens aos meus pais em 2011 e quero viajar em janeiro de 2012, por isso eu acesso o site e estou de acordo com o que o Marques disse.

  • titobosco

    com alta ou nao, eu vou eh sempre esperar pelas promocoes que dao o ar da grasça nas temporadas mornas e frias.

    So nao vai ter tanta assim por causa da webjet agora comprada que sempre colocava seus coletivos de asas para promocoes baixissimas fazendo com que as outras tmb acompanhe… enfim quem viver verá…

    • titobosco

      graça… querido teclado do iMac 🙂

  • Mayumi

    Eu acho que cada vez mais é possível comprar passagens em promoção a preços fantásticos. No entanto eu nunca vi o preço da ponte aérea tão alto como nos últimos meses. Comprar passagem para daí duas semanas para viajar a trabalho significa pagar em média R$800 na ponte aérea Rio-SP. Nesse sentido, subiu muito. Apesar do fato que viajar de avião nunca foi tão acessível. E sim, eu sei que é necessário comprar com antecedência, mas viagens a trabalho nem sempre podem ser planejadas assim. Eu já pesquisei Rio-Bauru pela Tam e fui apresentada a uma tarifa de mais de R$3.000,00.

  • Lidiane

    Trabalho com Turismo Corporativo, e as passagens subiram sim, pra quem não pode se programar e aproveitar promoções. E o fato de o preço ter aumentado, não quer dizer que não vão haver promoções, só quer dizer que, por exemplo, os valores das bases tarifárias (escala dentre a menor até a maior tarifa aplicada em um determinado trecho) aumentaram, o que ocasiona um efeito cascata de valores mais altos, uma vez que todas as bases tarifárias aumentaram.

  • Feliciano Martins

    Bem… Pelo menos pra mim foi muito bom. Deu pra aproveitar várias promos. Penso que a alta no preços devem ter sido pra aqueles que compram em cima da hora, ou que não podem planejar. Por exemplo tive que comprar um trecho agora em Janeiro e estavam bem salgados os preços (Fortaleza-Foz do Iguaçu).

    Espero que pelo menos as promoções continuem nesse ano de 2012.

  • Cristiano

    Eu estou de olho nos preços para o mês de JULHO para os Estados Unidos. O preço mais barato que eu estou vendo agora é pela Avianca por R$ 2 MIL sem taxas. Ainda estou no aguardo de alguma boa promoção fenomenal para o meio do ano. Meio q difícil.. mas eu irei aguardar.

  • Livia Mayer

    A única coisa que me deixa injuriada é que a tal barreira tarifária que tão sonhada, foi derrubada, pouco fez diferença nos preços das passagens internacionais.

  • Ismailon

    Será que este final de semana vai rolar alguma promoção pra quem viaja a partir de 01 fevereiro? To com uma marcada para dia 04, irei esperar até o fds pra ver se aparece se tiver sorte, se não será tarifa que está mesmo rsrs abraços

  • Iza Razera

    Independente de tarifa cheia, impostos, combustivel etc., o interessante é quanto custa a passagem, se tenho opções de datas e época. Com a chegada da aposentadoria, estou aproveitando dicas do MD, pesquiso, escolho a melhor época/tarifa e lá vooeu. Acredito que o que encarece uma viagem são os preços de hoteis, passeios, transfer e alimentação. Isto tudo custa mais caro que uma passagem, no mais é ficar de olho na tela e ler o MD, bisbilhotar as empresas aereas/destinos e com certeza faremos bons voos em 2012. privilegiada e com a chegada

  • Leila

    Com todo respeito ao Melhores Destinos, eu tendo a concordar com a opiniao de alguns comentários que li. As passagens estao, sim, mais caras. Nao se consideram as promoçoes quando isso é avaliado, mas sim o preço normal das passagens e esses estao mais elevados do que em 2010. Nao podemos simplesmente afirmar que as passagens nao estao mais caras porque houve muita promoçao, pois como alguém disse em um dos comentários, se as companhias vendessem as passagens mínimas de lotaçao, nao haveriam promoçoes.

    • Igor – Poa

      As passagens sempre foram caras e eram mais caras ainda Leila!E justamente o que condiz são as promoções!

  • Carla

    Mas é como a Carolina diz, tem que ter o "sangue frio" de esperar a promoção, o que pra pessoas que gostam de planejar com muita antecedência é bem difícil! No meu caso, minhas viagens se tornaram "não-planejadas" por contas das promoções! 😀

    • Andrey

      É verdade! Para encontrar boas promoções é preciso ter sangue frio para esperá-las! Eu comprei uma passagem para Montevideo com mais de dois meses de antecendência para viajar em Janeiro, e mesmo nestas circunstâncias, eu poderia ter pago a metade do preço se tivesse esperado mais um pouco.

  • Marcos Mucillo

    Não vamos confundir promoção com preço normal.

    Comparando os preços normais praticados em 2010 com 2011 é claro que subiram. Preço normal pra mim são aqueles praticados em menos de 20 dias antes da viajem, excetuando as promoções específicas.

    Viajo seguido de Porto Alegre para Londrina e percebi um aumento no valor dessas passagens (sem promoçao) no decorrer dos anos em média quase 50%.

    Ainda bem que existe o Melhores Destinos e sempre aproveitei as ofertas pagando pouco.

  • Giulliana Monteiro

    Concordo plenamente com Edson, e quero aproveitar p/ complementar que costumo entrar no MD diariamente e infelizmente já li vários comentários bem parecidos com o de Tiago… fica parecendo que algumas pessoas só se sentem inteligentes e interessantes quando desmerecem ou diminuem o comentário de outro leitor, e essa atitude definitivamente não contribui em nada p/ o real objetivo do site.

  • Ricardo Milani

    Só sei que as excelentes promoções de milhas que tinham no começo de 2011 no segundo semestre inteiro do mesmo ano, não foram iguais.

    Das duas uma, ou incentivaram o máximo de pessoas aderirem aos programas de fidelidade para depois cobrar o normal, ou foi um ajuste de mercado que teve, maior demanda de passageiros e menos promoções com milhas super -reduzidas.

  • Claudio

    Caros Amigos do MD, moro em Manaus e a TAM extrapola no preço da passagem para Miami….Cheguei a pagar U$560 ida e volta o trecho Manaus para Miami(tarifa ACCESS) em abril de 2010, em vôo direto de 4 horas e meia…Hoje este valor subiu oara U$1600 (tarifa ACCESS), ou seja, pelo menis aqui em Manaus a passagem subiu muito, fruto de um setor na TAM que calcula o preço das passagens, que se chama Pricing, como Manaus manda muitos passageiros para a Terra do Tio Sam, lógico que este setor exorbita os preços, mostrando mais uma vez uma total falta de respeito com os clientes e evidenciando que não há controle de preços no setor aéreo. Reparem também que o vôo da TAM saindo do Rio de Janeiro, distante o dobro da distância de Miami do estamos aqui de Manaus, pratica o valor de U$1790, ou seja, tem alguma coisa errada, mas ninguém vê e ninguém quer ver, oportunismo ou mais uma vez a Lei de Gerson de querer tirar proveito sempre. Estamos fadados ao caos aéreo, aeroportos desconfortáveis, bem como ao aumento gradual das tarifas domésticas, vislumbrando o cenário da Copa de 2014. Sinceramente eu acredito que não haja solução para o problema, pois não há concorrência no setor doméstico e as fusões atrapalham a nossa vida. No Brasil não existe empresa Low Coast….Pensem no caso!

  • titobosco

    kkk injuriada eh familiar ese termo. eh de salvador tmb? rsrsrs. repare!

  • titobosco

    lembro que voei REC – PNZ por 100 reais tempos atras, agora normalmente custa 150 reais.

    por so em "promoção".

    Subiram os preços apesar da maior oferta…

  • Igor – Poa

    Boa Felipe!!!

  • Oscar Luiz

    Eu viajo seguido de Porto Alegre para São Paulo (quase toda a semana) e realmente as passagens subiram. Entretanto, nunca vi tanta promoção como foi 2011.

  • Mateus

    Se puderem acompanhar Juiz de Fora, principalmente Juiz de Fora (aeroportos IZA e JDF) para Campinas (VCP), também acharia ótimo… =D

    Se bem que nosso trecho aqui (IZA x VCP) é bem carente de promoções. A ocupação divulgada é acima dos 80%, o que parece que não força a Azul a baixar os preços. 🙁

  • Ivan

    Concordo. Os donos do blogs devem cuidar que seu bom trabalho descambe pra o mau gosto. Basta não publicar comentários com conteúdo ofensivo.

    • Ivan

      Ou não descambe

  • joseph

    Obviamente, se você estudasse a ****a dos relatórios das cias aéreas em todo mundo viria que os resultados não são muito positivos.

    É difícil manter uma empresa em lucro por grande tempo neste setor.

    E unir isto à preços baixos de passagens não é nada fácil.

    Quantas tem que ser subsidiadas em todo mundo para não falir…

    Enfim….

  • Alejo

    Do meu ponto de vista as viagens ficaram bem mais caras. Voo Rio-BH e vice-versa e nunca sei quando vou ter liberação da empresa (ou não) para viajar, e ainda menos em que horário. Este é meu perfil. O que tenho notado ( e pode não ser a geral), é que as empresas têm praticado uma diferença de preços cada vez maior entre os "lotes" de assentos. Dessa maneira, alguém que pode ver uma passagem em promoção e dizer "Opa! Vou comprar!" na mesma hora, paga bem mais barato do que antes. No entanto, pessoas como eu pagam bem mais caro (numa disparada ainda maior, daí o aumento do índice em 56%) do que antes. Como a taxa de ocupação tem sido alta (pelo que eu percebo, não necessariamente ocorre assim em todo lugar), se ferra quem, por força das circunstâncias, SÓ pode comprar em cima (ou quase em cima) da hora. De maneira nenhuma minha opinião reflete uma crítica às empresas aéreas: essas têm mesmo que buscar o lucro. Minha percepção, caso correta, é apenas uma constatação de que as aéreas têm aperfeiçoado sua discriminação de preços, em termos microeconômicos (no limite, conseguindo cobrar de cada passageiro o máximo que ele pagaria por uma passagem). Não obstante, assim como vários leitores, a única saída realista que vejo para a situação é o aumento da concorrência. E acho altamente salutar que o mercado fosse aberto a empresas estrangeiras, deixando de proteger a ineficiência das nossas em prejuízo do consumidor (que no Brasil é o mesmo que lixo, até chegar à Justiça). Aliás, respondendo aos que possam achar que as nossas não sejam ineficientes: não teríamos problemas então em abrir o mercado, já que as estrangeiras não conseguiriam competir com a "eficiência" das nacionais. Att.

  • RABUGENTO

    O preço real das passagens aéreas subiu muito, sim.

    Será que estão torcendo pela volta da inflação? Existe essa turma que sempre torce contra qualquer coisa boa que aconteça.

    No primeiro semestre de 2011 até que aconteceram boas ofertas mas no segundo essas ofertas diminuiram e muito.

    Não confundam ofertas com preço real registrado.

    A AZUL foi a empresa que mais caro cobrou por suas passagens, pelo que acompanhei.

  • Parabéns pelo post Léo. Cada dia o blog está melhor. Olho o blog diariamente sempre de olho nas melhores promoções. Minhas ultimas viagens ao exterior aconteceram graças ao MD.

    Abraços

  • Marcelo

    Viajar é maravilhoso, desde a primeira vez que voei, já desejei voltar pro avião de novo só para ter a sensação de voar!

    Todos deveriam sentir o prazer de estar em uma aeronave. Que hajam preços justos, que todos possam desfrutar e que as empresas possam sim ter seu lucro, porque se não lucrem, perde-mo-nas, certo?

    O que vier para melhorar, que melhore!

  • Que ótima notícia, Leonardo!

    Sempre acompanho o site e já comprei dicas internacionais de vocês como São Paulo – Barcelona por US$ 311 pela Qatar e a promoção da S7 para Moscow.

    Porém nunca pude aproveitar promoções em trechos nacionais porque não ficamos sabendo de promoções por aqui… Antigamente, quando tinha a Gol e a Tam aqui, era uma briga só.. e sempre tinha promoções… Mas depois q elas fizeram o combinadinho repartindo o mercado, deixando só uma delas em várias cidades médias Brasil afora, tá bem difícil bons preços por aqui.

    De qualquer forma agradecemos pelas dicas e dese já por sua atenção.

    Abraço.

  • Arthur

    Concordo Edson.

  • Felipe

    Tenho certeza que houve aumento de passagem em torno de 70%, pois trabalho em Macapá/AP e viajo a cada três ou quatro meses para minha casa em Recife/PE.

    Em média em 2011 eu pagava na tarifa flex/GOL que sempre era mais barata do que da TAM em torno de R$ 300,00 em 2011 a média da mesma passagem foi de próximo a R$ 500,00 ou R$ 580,00.

    Porém há um problema da falta de concorrência nesta região (norte do país). Enquanto que no eixo nordeste (litoral), sul e suldeste tenha uma concorrência maior devido ao número de empresas no segmento (ocasionando número maior de promoções), principalmente que a região nordeste houve um maior crescimento do PIB e acesso a classe econômica "C" e normalmente o fluxo é nordeste/sudeste/nordeste.

    E acredito que não tenha uma esperança de mudanças (baixa de preços) devido as aquisições ou fusões que ocorreram no ano de 2011.

    Enquanto não entrarem novas empresas no setor vai continuar cobrando caro!!

    Abraços.

  • Sabrina

    Concordo Edson, tbm achei desnecessário!!!Cada um relata o seu ponto de vista…Isso não é questão de inteligência e sim de OPINIÃO!!!

  • Dirriba

    Na verdade ocorreram sim as elevações divulgadas e até superiores em diversos trechos INTERNOS e EXTERNOS convertidos em reais – e não esqueçam que tivemos uma elevação no valor da moeda em relação ao inicio do ano (comprei anteontem a 1,99 o turismo e no começo do ano meu amigo pegou a 1,64), como este calculo é baseado em uma média então podemos afirmar que trata-se de um valor verdadeiro.

    Outro aspecto que temos que considerar é que o valor é considerado sobre o valor cheio das tarifas, ou seja, sem os descontos que são o que divulgamos neste canal e que de fato estão, quando analisamos no período mantidos.

    Quando observamos a questão das promoções percebemos que diversas promoções tipo passagem zero, cinquentinha (longos trechos) ou algo do tipo praticamente desapareceram – não é que não existam mais – do cardápio e temos um valor de ticket médio ainda baixo. Quando observado a proporcionalidade do valor percentual do desconto praticado na época e do atual em relação ao valor cheio da tarifa verificaremos que estão equivalentes, ou seja, não ouve uma redução do desconto mas sim uma reacomodação diante de um quadro tarifário, que ainda é vantajoso ao passageiro.

    Mas diante de tudo o que coloco sempre digo a quem vai viajar coloque no calculo o seguinte para avaliar um desconto: O Custo de um ônibus executivo ou superior para o trecho + Gastos Extras (taxas de embarque na rodoviária e refeições na rodovia – considerando que a cada 300 Km em média ocorre 1 parada e vc dificilmente ficará sem consumir 1 copo de água) e verá que ainda está bem vantajoso a tarifa aérea.

    Lembrando que as tarifas rodoviárias sofrem de um male que as áreas a um bom tempo não tem! O ICMS não é cobrado no ticket de seus 3.000 Km aéreos, mas se for pelo chão é cobrado dependendo do estado de embarque até mais de 30% DIRETOS deste imposto estadual(fora os indiretos sobre os insumos).

    Ou seja, de cada 100 reais pago na passagem de ônibus na verdade vc tem pago em torno de 30 reais a mais para o governo estadual e só fica de cara para a cia 70 reais, que pagará o restante dos encargos e a operação em si para tirar seu lucro. No caso do avião ficam os 100 reais para serem operados…

    Este ano ainda teremos a pressão nas passagens full e consequentemente uma readequação natural dos preços promocionais e eventualmente algumas reduções (vejam trechos que faziam parte do leilão da GOL e hoje não mais são ofertados…) das promoções extremamente agressivas. Mas ainda será vantajoso voar 🙂

  • Hellen

    Sem comentários, para mim foi dito tudo, para ser mais sincera ainda, eu não leio artigos sobre preços de passagens aereas, eu entro aqui no Melhores Destinos, olho se tem alguma promoção e vou pesquisar. Porque o que importa é o preço e não pesquisas dizendo que vão subir!!!

  • Sabina

    A maior besteira que eu já li na vida (não do MD, mas essa "pesquisa" mal feita). Todo mundo sabe que meu namorado e eu viajamos sempre e podemos dizer que nunca nos vimos TANTO como em 2011. Muitas promoções, preços muito acessíveis. A passagem mais cara que eu paguei esse ano foi menos de 200 reais; em contrapartida, a mais barata conseguimos por 34! 34 REAIS! Não falo só do nosso destino CGH/BSB BSB/CHG, mas como acompanhamos as promoções aéreas de perto, posso dizer que sim, o ano foi maravilhoso pra quem quis viajar. Não sei o que vcs querem com isso, mas é melhor rever os critérios dessa pesquisa aí com mais seriedade…

  • Celia

    Sempre acompanho o melhores destinos e adoro. Esse ano fui a Gramado na semana do Natal graças ao MD. Mas em relação as passagens para os EUA não tem jeito, me parece que subiram muito mesmo. Só posso viajar nas ferias escolares dos meus filhos e em 2009 pagava 1300 reais na TAM para Miami em janeiro. Hoje está muito mais caro. Paguei 2400 na Copa para Miami para viajar em janeiro de 2012. E foi a mais barata que encontrei. Para NY estava a 2900 reais. Infelizmente as ferias escolares são ultra concorridas nao dá para esperar promoções pelo risco de não viajar.

  • Rodrigo

    nos últimos três anos que fui para Europa nessa época (julho/agosto) paguei em média U$850, viajando com a TAP, IBERIA e SINGAPORE respectivamente… e comprei as passagens mais ou menos com 2 meses de antecedência.. e não era promoção não.. todas as companhias estavam trabalhando com essa margem de preço, umas um pouco mais outras menos.. esse ano de 2012 não sei como vai ser… por isso toquei no assunto.. vou ter sangue frio e esperar as tarifas baixarem 🙂

  • Bruna

    Eu acho que subiu sim…. as megas promoções de passagem não contemplam todos os destinos.

    Dai a azul coloca tarifa promocional de R$99… pra um trecho que ela sempre operou por esse preço, e hoje opera por 299.

    :/ assim fica facil ter promoção

  • Flavio

    Melhores Destinos…Leo e Cia…Vocês são d+!!!

    Acompanhando vc é garantido pegar as melhores promoções e voar no melhor preço independente da passagem subir ou não!! (espero q nao suba hehehehe)

  • Celia

    Cristiano,

    Na segunda quinzena de julho não há chance de promoção. É altíssima temporada. Mas se você puder viajar no finzinho de junho ou inicio de agosto, ainda tem chance de preço promocional aparecer. Já comprei as minhas para NY em julho por 2700 pela USairways (um absurdo de caro).Mas nao tinha escolha. A Copa era a mais barata e estava 200,00 a menos, voo diurno (nem pensar com crianças pequenas). Meu conselho é comprar logo antes que acabe ou aumente mais.

  • Danielly Araujo

    Sem contar que a Renata trouxe uma informação veiculada por uma rádio. Sequer deixou claro se ela concorda ou não.

    Quem precisa de mais inteligência é quem lê, pra compreender o que se escreve.

  • Jonatas

    Normalmente programo minhas férias para a baixa temporada, pois mesmo se não sair nenhuma promoção(descontos, milhas reduzidas etc) os preços das passagens estarão razoáveis e o da hospedagem também. A diferença é, mais promoção mais viagens, menos promoção menos viagens. Em 2011 vi promoções até em alta temporada, quem acompanha o MD sabe disso, então é ser rápido no teclado e comprar. Gostei do comentário de que empresa tem que ter lucro, é isso aí. Se der prejuízo fecha, menos companhias, menos voos, preços maior.

  • Nossa Marcelo, seu comentário me dá arrepios. Gosto de chegar no destino e conhecer outros lugares, mas tenho pânico do trecho de avião. Fico voando o tempo todo, mas tomo calmante antes de voar de tanto terror de avião que tenho… Brrr. calafrios!

  • Ivan Coser

    Acredito que a tendência é abaixar o preço.

    Moro em Sinop, no norte de Mato Grosso e viajo com certa frequência para Londrina, onde tenho raízes. São quase 2.000 Km de distância.

    Em 2009, cheguei a pagar R$ 2.000,00 de ida e volta (Trip); a única empresa que tinha voos por aqui.

    Em 2010 a passagem chegou a 1.400,00, em média. E em 2011 encontrei passagem a de 399,00 a 530,00 por trecho, o que daria o total de até 800,00 ida e volta.

    Por esses dias encontrei passagem com compra antecipada (4 meses antes) por até 199,00 por trecho.

    (A Trip é uma excelente empresa, mas nos esfola com os preços praticados aqui na região, em razão da falta de concorrência e quando não se pode programar com determinada antecedência a viagem)

    Há, ainda, que se levar em consideração que a Trip, praticamente, não tem concorrência nos trechos que faz, partindo daqui de Sinop. Apesar de hoje haver outras empresas aéreas operando em Sinop, os destinos não são coincidentes, o que não interfere no preço da passagem.

    Torço para a entrada de outra empresa na cidade (provavelmente a Azul), com os mesmos destinos, pois, aí sim, os preços cairão ainda mais, independentemente de se ter a necessidade de comprar tão antecipadamente a passagem para se obter um preço justo.

  • Roberto

    Renata, esse pais é uma piada mesmo, tudo pode se esperar , as empresas fazem o que querem e acham que são donas do pedaço.

    A gol por exemplo fez uma promoção de passagens no dia 31 dezembro , mas o minimo de assentos era 10, não é uma piada?

    Eu precisava de uma passagem só, e não tem vergonha de anunciar isto.

    As empresas aereas, não se comunica com os usuarios , nem pedem opinião deles, são eles que conduzem e melhoram e dão lucros pra elas, falta comunicação entre empresa e consumidor. As empresas aereas tem seus dirigentes que não tem criatividade nenhuma, faz aquilo que a outra faz. Infelizmente, porisso vamos dar o grito aqui, espero que os dirigentes tenham curiosidade de ler estes comentarios.

  • Cicero

    Prezados, como sou economista vou tentar explicar um fato para voces.

    Na verdade, o setor de aviação pode ser considerado como um oligopólio (poucas empresas de grande porte dominam o mercado). E por característica, todo mercado oligopolista nao reduz preço, jamais. Assim, o preço de tabela das companhias sempre terão reajuste para cima. Isso acontece pois as cia´s aereas sabem que se reduzirem o preço, todas terao de reduzir para nao perder mercado, reduzindo assim a margem de lucro delas.

    Espero ter sido claro nas explicacoes.

  • Cláudia

    Leonardo,

    eu preciso ir de Belo Horizonte à Foz do Iguaçu com frequência. Em 2011, ANTES da GOL comprar a WEBJET, consegui preços bem acessíveis. Depois disso, não só os preços triplicaram, como o voô direto foi tirado de circulação. Para 2012 estou com receio de não poder fazer meus cursos, devido à grande alta de preços. Você acha que terão promoções para esse trechoW

  • Arnaldo

    Para se saber o preço subiu ou não é preciso analisar os preços para passageiros que viajam a negócios, ou seja, sem flexibilidade nas datas, em dias úteis, em voos no início da manhã e no final do dia, além de não poder planejar com muita antecedência. Pra se ter uma ideia, a passagem BSB-FOR-BSB (direto) pra semana que vem está custando cerca de R$1500, e não há outra alternativa, senão pagar!

  • Regina

    Tiago, a Renata é muito inteligente,se assim não fosse não estaria aqui em Melhores Destinos! O que ocorre é que nem todos são tão "sábios" como você,que

    têm imediatamente um comentário tão deselegante. O que se passa querido?

    Feliz Ano Novo!Ah, e não se esqueça de incluir em sua listinha para o novo ano,

    "devo ser mais educado e polido com os meus companheiros do blog MD" que não necessariamente são versados em "cálculo de custos".

  • Antonio C A Faria

    Caro L.Marque, por que a taxa de embarque, da europa p.Brasil, pagando aqui é tão cara? Alguem poderia me informar , também sobre isso. Agradeço. Faria.

  • Galera estou pretendendo viajar de REC pra SP em Abril. O ideal seria esperar algo mais próximo pra comprar as passagens? Qual seria a média do limite que posso aguardar pros preços não ficarem tão altos?

  • Mirella

    Concordo plenamente, no ano passado eu costumeiramente pagava entre 400 e 500 uma viagem Belémx São Paulo, hoje em promoção, isso quando tem, pois vejo que as promoções estão muito concentradas no polo SP, RJ, MG e BA, pago no mínimo 650, entre Dezembro e final de Janeiro qual período está saindo na casa dos 800, 900, quando no ano passado era entre 600 e 700 no máximo…

  • adailton bueno gomes

    Quero dizer que tem sido comum agente ouvir um amigo ou parfente em todas classes sociais dizer que viajou ou vai viajar prá algum lugar. Então esses percentuais de aumento não chegou a nos assustar, até porque tem havido muitas promoções de passagens aérea.

  • Thiago-U2

    Para mim, o ano de 2011 foi excelente. Comecei a acompanhar o blog em 2010 e desde então peguei muitas dicas. Viajei em abril de 2011 o trecho Confins x Guarulhos pela Gol pagando apenas R$ 69,30. E a volta foi pela Azul, por R$ 89,90. E viajei para assistir aos shows do U2, onde normalmente as passagens costumam subir com esse tipo de atração internacional.

    Em junho do mesmo ano, fiz ida e volta o trecho Confins x São José dos Campos, pagando R$ 69,90 pela ida e R$ 99,90.

    Vale lembrar que em 2011 foi a primeira vez que voei, e certamente as promoções ajudaram e muito – além das dicas do Melhores Destinos, claro 😀