As passagens aéreas subiram muito, subirão muito ou é só oba oba?

Leonardo Marques 3 · janeiro · 2012

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Certamente esse é o post que nós mais gostaríamos de ter escrito em 2011 mas por uma série de motivos ele não foi para o ar. Queremos discutir com vocês sobre as notícias referentes aos preços de passagens aéreas que são publicadas na grande mídia.

Quantas vezes vocês já viram um diretor de empresa aérea falar que os preços das passagens vão subir nos próximos meses? Tem companhia que anuncia isso a cada seis meses e vira notícia nos grandes portais, jornais e na TV. Vocês viram que recentemente anunciaram que as passagens aéreas subiram 56% em 2011? Será que isso reflete a realidade que nós acompanhamos todo dia?

Quem acompanha o Melhores Destinos viu que 2011 foi um ano fantástico para quem queria viajar gastando pouco, tanto em voos nacionais como internacionais. Diante disso, será que as passagens subiram mesmo? Nós acreditamos que não! Após as pesquisas que fizemos durante todo o ano, a constatação é que as passagens nunca foram tão baratas como em 2011, e nós passamos o ano falando isso! É evidente que nossas avaliações não têm base científica, mas o mesmo se pode dizer da maioria das matérias e reportagens alarmistas sobre o tema. Já imaginaram como é complexo definir se as passagens aéreas estão mais caras? Qual tarifa considerar? E se tiver um evento nos dias da pesquisa? É muito complicado, mas acreditamos que usar o  yield como base faça mais sentido.

Entretanto, existem institutos de renome nacional que costumam divulgar que as passagens aéreas subiram ou caíram xx% e muitos veículos de comunicação adoram isso. Veja que curioso: na última semana de 2011 a FGV divulgou que as passagens subiram 56% em 2011, já a Anac divulgou que as passagens aéreas desde 2002 não eram tão baratas. E agora, quem está certo? Sabemos que os critérios são diferentes, mas mesmo assim, como algo pode ser tão contraditório? Nesse caso a explicação é simples: calcular qual foi a alteração no preço das passagens aéreas não é assim tão simples.

No caso do IPCA, a pesquisa é realizada sempre para ida em um sábado e retorno em um domingo, porém não fica claro quais empresas aéreas participam da pesquisa e nem em que dias da semana essa pesquisa é realizada. Provavelmente ela é realizada durante a semana no horário comercial, justamente no período que não costuma ter promoção para voos dentro do Brasil.

Com esta exposição, queremos deixar claro o seguinte: da próxima vez que você se deparar com uma notícia dessas, alarmando que nos próximos meses os preços irão disparar e que as promoções de passagens acabaram, não precisa arrancar seus cabelos. Quem segue o Melhores Destinos sabe que a realidade é diferente do que mostram estas pesquisas, aliás, nem as pesquisas conseguem se entender. É verdade que em 2011 os custos operacionais das companhias aéreas subiram, mas isso não é sinônimo de passagens caras.

Afinal de contas, os preços vão subir ou vão baixar em 2012? Na verdade, ninguém tem a resposta, mas sempre tem os chutes. As companhias sempre vão querer subir, afinal elas precisam lucrar, e é bom que elas não tenham prejuízo. Mas tudo dependerá da oferta/procura/concorrência e na baixa temporada não tem mágica: ou elas fazem promoção ou não terão ocupação mínima nos seus voos. Nós estaremos aqui pra ajudar divulgar as promoções e lotar esses voos mas bom seria se alguns diretores de empresas aéreas, os grandes veículos de comunicação e mesmo alguns institutos de pesquisa tivessem um pouco mais de bom senso e tratassem este tema com mais critério!

Como é calculado a variação de preços das passagens aéreas para o  IPCA

Autor

Leonardo Marques - Diretor do Melhores Destinos