Banco do Brasil reduz pontuação por pagamento de contas e frustra clientes

Por Denis Carvalho

Os clientes do Banco do Brasil estão recebendo um comunicado bastante indigesto por parte da instituição financeira: a partir de dia 19 de junho de 2012 a bonificação do programa “Ponto pra Você” no pagamento de contas será reduzida para apenas 1 ponto por dólar. Aliada à disparada da moeda norte-americana – hoje na casa de R$ 2 – a notícia é um balde de água fria para os clientes que acumulam milhas pelo banco.

Com as novas regras, clientes dos cartões Ourocard Platinum – que hoje recebem 1,2 ponto a cada dólar gasto com pagamento de contas passarão a receber apenas 1 ponto. No caso dos cartões Estilo Visa Infinite ou  MasterCard Black o ganho será reduzido pela metade: de dois para apenas um ponto. A mudança, contudo, não afeta cartões Smiles, Oi e Elo.

Veja, isso refere-se apenas ao pagamento de contas (títulos). Para as demais compras permanece como está.

Ainda de acordo com o comunicado, será cobrada tarifa promocional de R$ 1,50 por transação mais juros quando o cliente  utilizar a solução de Pagamento de Contas a débito da fatura do Ourocard. Além disso, a partir da mesma data, a pontuação no programa Ponto pra Você será gerada na proporção de um ponto por dólar gasto – o que equivale a um ponto a cada R$ 2 gastos.

O BB informou que permanecem inalteradas as taxas de juros a partir de 1,89% ao mês e a cobrança do IOF sobre as transações, que no caso de pessoas físicas é de 0,38% do valor do documento + 0,0041% ao dia (IOF diário).

As mudanças parecem ser reflexo da ofensiva do Governo Federal sobre os bancos, que com as redução dos juros exorbitantes tendem a buscar formas de compensação. Com as novas regras é recomendável avaliar a viabilidade de continuar usando o serviço, pois dependendo da operação o resultado pode já não ser compensatório.

Veja o anúncio das mudanças no site do Banco do Brasil

E você, utiliza os cartões Ourocard? Faz o pagamento de contas em cartões de outros bancos? Deixe sua opinião sobre a mudança nos comentários!

Dica dos leitores Marcelo C. Valente e Vitor J. Nunes