Aeroporto de Brasília terá novo terminal e maior sala VIP da América Latina

Denis Carvalho 6 · setembro · 2012

Prosseguindo nossa série de posts sobre as obras previstas nos aeroportos entregues a concessionárias privadas, apresentamos as obras previstas para o aeroporto Juscelino Kubitschek , em Brasília. Até a Copa do Mundo, o plano do consórcio Inframérica, que assumirá a administração do terminal, inclui a construção de um terceiro terminal de passageiros com 15 novas posições de embarque, reforma dos dois atuais e instalação de uma mega área VIP, com investimento de R$ 650 milhões. Até o fim da concessão, as obras devem somar R$ 2,85 bilhões, com aumento de capacidade de 15,4 milhões para 51 milhões de passageiros por ano.

Além destes dados oficiais, informados ao Melhores Destinos pelo consórcio, a Imprensa detalha alguns investimentos previstos em Brasília. Segundo o jornal Valor Econômico, a concessionária prepara um pacote de ações de “curto prazo”, com aporte de pelo menos R$ 10 milhões, como sua primeira intervenção ao assumir as operações.

Perspectiva artística inicial divulgada pelo consório

O plano, conforme o jornal, envolve um conjunto de medidas imediatas, como revitalização dos banheiros, reforma da cobertura para acabar de vez com as goteiras, reparo de todas as escadas rolantes quebradas, implantação de um elevador adicional próximo à área de embarque, troca dos carrinhos de bagagem e uma nova identidade visual (o que abrange mudanças de painéis e letreiros).

Estas ações devem começar ainda neste mês, marcando a chegada do grupo vencedor do leilão de concessão em fevereiro, formado pela brasileira Infravix e pela argentina Corporación América, chegou de vez ao aeroporto.

Nova área VIP

Simultaneamente, devem ser iniciadas as obras de ampliação até dezembro e chegar à Copa do Mundo de 2014 com capacidade para atender a 22 milhões de passageiros por ano. Os investimentos na primeira fase de obras devem alcançar R$ 650 milhões e implantar a “maior sala vip da América Latina” no segundo andar do terminal, com um conceito inédito no Brasil, permitindo o acesso a essa área nobre não só por convite das empresas aéreas – viajando, por exemplo, de classe executiva -, mas também por meio de uma taxa cobrada de qualquer cliente interessado em usufruir do serviço.

A área prevista para os “vips” supera dois mil m², mas o tamanho exato depende de aprovação do projeto pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Privilegiando o uso de vidro para aproveitar a iluminação natural e pé-direito mais alto para permitir uma “convivência harmônica” dentro do terminal, além de ousadia na jardinagem, o projeto básico da expansão do aeroporto está em fase adiantada.

Ele prevê a construção de dois píeres – um em cada ponta do terminal existente -, aumentando de 13 para 28 o número de pontes de acesso aos aviões. Os corredores desses píeres terão mezaninos com lojas e lanchonetes, além de esteiras mecânicas para facilitar o trânsito de passageiros. No embarque, o check-in será compartilhado, sem guichês fixos por empresa.

Na hora do desembarque, a bagagem poderá ser retirada em esteiras “americanas”, que são inclinadas e permitem o recolhimento das malas com mais comodidade. Do lado de fora, o estacionamento mais do que dobrará de tamanho, atingindo 3 mil vagas.

A chegada ao terminal ganhará uma faixa adicional – no piso superior (embarque) e no inferior (desembarque) – para a circulação de veículos e o sobe-e-desce de passageiros. As duas pistas do aeroporto, separadas por uma distância de 1.300 metros, já funcionam de maneira independente. Hoje, no entanto, cada uma só tem uma função durante a maior parte do tempo: pousos ou decolagens. Com a construção de saídas rápidas, o uso será otimizado, com aviões subindo e descendo em ambas as pistas e uma diminuição dos intervalos nas operações.

Até 2016, englobando já a segunda fase de obras, os investimentos chegam a R$ 1,1 bilhão e elevam a capacidade do aeroporto para 24 milhões de passageiros por ano. Hoje, o limite é para 14 milhões de passageiros.

Os contratos de aluguel de áreas comerciais com varejistas no aeroporto serão honrados até o final do período. Depois, a renovação será discutida caso a caso, obedecendo ao novo “mix” de lojas que a Inframérica pretende implantar em Brasília. Para saber o que desejam os passageiros, a concessionária concluiu uma pesquisa com dez mil entrevistas.

Atualmente o Complexo Aeroportuário de Brasília tem uma área total de 9.947.560m² e é formado por 111 lojas e serviços, pátio de aeronaves com 40 posições, 13 fingers e 23 portões de embarque com 6 para desembarque. O movimento do aeroporto em 2011 foi de 15,4 milhões de passageiros.

Com informações do Valor Econômico

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe
  • Alisson

    Brasília finalmente vai ganhar um aeroporto digno de receber vôos cada vez melhores, com aeronaves melhores e serviços melhores.

    Espero que a conclusão dessa obra seja o fim dos B737, A320, e B757 em vôos internacionais (nem contei o B767 da Tam, porque é um absurdo a situação daquela aeronave).

    Viva a privatização!

    • Luiz Phelipe Pimenta

      Não é privaização, é concessão

      • Cristiano

        Concessão ou privatização é a mesmam coisa. Só muda o nome. Coisas do PT.

        • Marco

          Concessao e privatizacao é a msm coisa? Ahhh tah.

      • Brum

        O PT te enganou direitinho hein uhauhauhahu 😉

    • Sergio

      Não entendi porque essa revolta com o B737 e A320. Os de nova geração são modernos e superseguros. Nenhum aeroporto vive opera só com aeronaves grandes.

  • THIAGO SSA

    Preparem-se para um salto nas taxas aeroportuárias, em breve, nos piores aeroportos.

  • Feliciano Martins

    Uau! Vai ser muito show se tudo for aprovado e sair do papel.

    Valeu MD!

  • Brum

    Tomara que melhorem bastante mesmo; o aeroporto de BSB é um lixo, não muito diferente dos outros q temos espalhados em outros estados. ¬¬

  • luciano melo

    discordo do comentario do Sr. BRUM, respeito o seu comentario, mas dizer que o aeroporto de Brasilia ser um lixo, olha discordo pois sempre viajo aos aeroportos do nosso país e digo que o JK está entre os melhores do Brasil, é logico se comparar com aeroportos de outros paises aí sim realmente precisa melhorar e muito.

    agora esse projeto mostrado no post é bem feio, o anterior era mais bonitinho, esses terminais na lateral parece duas cobras, nada a ver, mas pode ser que por dentro é outra historia, para esta parecido com o aeroporto do Santos Dumont (SDU) no rio de janeiro.

    • Marcos

      Entre um dia atrás dos balcões de check-in para vc ver como funciona o aeroporto. Não tem problema ir lá… As esteiras todas remendadas e com gambiarras, buracos no chão, portas quebradas, pouco espaço para os funcionários e etc. Tá longe de ser um dos melhores do Brasil. Eu prefiro sempre viajar no Terminal 2. É bem menor, mas está em melhores condições do que o Terminal 1.

    • Alberto Soares

      O aeroporto de brasília é terrível.

      Apertado, sem conforto para os passageiros e poucas opções de serviços e alimentação.

      Raridade encontrar cadeira para sentar nas áreas de embarque.

      Os aeroportos de salvador, recife e fortaleza são bem melhores, e não são nenhuma maravilha.

      Temos de nos comparar sim aos melhores do mundo.

      País que quer ser grande deve buscar o melhor para sua população. Nunca se comparar com os piores nem aceitar a mediocridade.

    • Bruno Bocci

      Achei o projeto estranho também, bem diferente dos dois "satélites" redondos nas extremidades que constituiriam o projeto original. Pelo que vejo na foto eles devem derrubar o terminal atual e construir outros retos, como diz o Luciano no comentário, como se fossem duas cobras. Outro indício de ineficiência, por que não dar continuidade ao projeto original e modernizar o que já existe?

    • Brum

      Mas é óbvio q estou comparando com os aeroportos de outros países né? Temos que parar com essa mania de sempre compararmos com coisas ruins, num nível mais baixo, pra acharmos q estamos bem.

      E não tô nem falando de USA, Europa, Japão etc, pq aí é covardia.

      Basta darmos uma olhada nos aeroportos dos nossos vizinhos (Uruguay, Argentina, Chile) p/ termos uma noção de quão atrasados estamos em termos de infraestrutura. Vamos ver se conseguimos melhorar com essas privatizações feitas pelo governo.

  • Luciano

    Área VIP? Pra quem? Para deputados e senadores esbanjarem seus 15 salários anuais? Discordo de quem diz que o aeroporto de BSB é um lixo. Mas é inadmissível não haver um estacionamento público decente. Se é que pode-se dizer que existe algum.

    • Bruno Bocci

      Também discordo da afirmação de que o aeroporto é um lixo. Ele não é luxuoso como outros aeroportos novos, mas também não está em péssimas condições. Muito pelo contrário, é bem agradável e arejado. Sala VIP acho um desperdício de espaço, os engenheiros têm que aprender que andar de avião não é mais privilégio de ricos, a classes C e D agora têm acesso ao meio de transporte e os aeroportos precisam de mais espaço para atender a estas demandas. Sala VIP serve pra massagear o ego de quem adora ser bajulado e pra mim é frescura. Com a melhoria da eficiência dos aeroportos eles devem passar a ser como estações rodoviárias e ferroviárias, ou seja, pontos de passagem. Não devem ser utilizados como locais de desfile e ostentação para demonstrar status social. De qualquer forma, sendo o projeto bom ou ruim, o importante é que pelo menos saia do papel, vamos esperar pra ver.

    • Bruno Bocci

      Outra coisa que esqueci de comentar é o estacionamento. Atualmente não há um público e o pago é caro e não coberto. Se vai cobrar caro então pelo menos que seja coberto. Outro dia pedi Nota Legal e nem isso me deram, explicaram, explicaram e não entendi o motivo. Até reclamação eu fiz na Secretaria de Fazenda, mas eles também confirmaram que o estacionamento não emitira a Nota Legal. Outra coisa que a Infraero precisa fazer é reduzir os valores dos aluguéis dos comerciantes, pois eles acabam repassando os valores aos clientes. Um exemplo é o Giraffas, cujo cardápio das lojas dos aeroportos é mais caro que as demais.

  • Daniel Matos

    So o do Rio que não vai ganhar um Terminal novo?

    Vai ficar esses 2 terminais, sendo o segundo pequeno daquele jeito? E querem ampliar muito a capacidade de passageiros por ano.

  • Sergio

    Cadê o edifício garagem? Perderam a oportunidade de fazer concourses no pátio ao invés desses tubos. Espero que a área de check-in aumente.

  • Igor

    Já gosto deste aeroporto, é um dos melhores.Só tem a melhorar mesmo. Brasília e Porto Alegre (dos que conheço) são os melhores.

  • Guilherme Andrade

    Realmente,pra que essa área VIP gigantesca???Pega o dinheiro absurdo gasto com essa área VIP e investe em uma ligação decente de metrô entre o aeroporto e o centro da cidade que vai valer muito mais a pena…E pensar que gasto 2 euros pra ir de metrô do aeroporto de Madri até o centro da cidade,enquanto me cobram 55 reais pra ir do aeroporto de Brasília até o final da Asa Norte,um absurdo…Quem ganha com esse custo-Brasil??Uma minoria,como sempre…

  • Alisson

    Conceder é abrir mão, e, portando privatizar, já que uma administradora não estatal tomará frente ao aeroporto.

    • marcel

      E com financiamento do BNDES…

  • Andre

    Certamente não é a mesma coisa, nem coisa do PT.

  • André Gomes

    Não é! Concessão é quando é do PT privatização é quando é do PSDB. Lembra quando o PSDB fez as concessões de energia? O PT dizia que era privatização agora quando são eles que fazem é concessão.

    É uma grande idiotice ficar discutindo isso e essa discussão idiota só existe porque os petralhas manipularam os brasileiros inventando que privatização é sinonimo de algo ruim.

    Não há problema NENHUM em privatizar ou conceder, problema é ficar 10 anos sem fazer nada com medo de ser visto como privatizador. Deixamos os aeroportos 10 anos jogados por uma burrice dessas.

  • Pericles

    Completando seu comentário, assim como as Tarifas serão as maiores do Mundo.

  • Ricardo

    Aeroporto de BSB é um lixo? Acho que vc nunca esteve nele pra falar isso. Agora se vc estiver comparando com aeroportos do exterior…

  • Depois desta construção do novo terminal, brasília será capaz de receber gigantes como o Airbus A380?

    • Thomas H

      Nem tem demanda de passageiros pra um 380…

  • Thomas H

    A utilização de aeronaves maiores em voos internacionais não tem nada a ver com a melhoria do aeroporto.

    Basicamente depende da demanda. Mesmo pq, a Copa só tem 737 e a a Taca 319/20/21.

  • Flavius Masques

    Em relação aos estacionamentos, Está certo que vão construir Prédios Estacionamento.

    Pelo visto vão desativas todos os velhos e inoperantes hangares que ocupam espaço no aeroporto, que darão lugar aos Hoteis. A empresa Accor já declarou grande interesse em construir hotel de uma de suas marcas por lá.

    A taxa aeroportuária é relativo… O governo já falou que não poderá ter um preço alto. Aliás… Que seja caro! porém que me traga os beneficios de se pagar assim pelo serviço.

    Enquanto a Area vip? Vamos preparar nosso AMEX Platinum, MC Black e outros por aí….

  • Vitor

    André Gomes, falou tudo!!

  • Leonardo

    O projeto me pareceu muito interessante. Já que vocês querem comparar com aeroportos internacionais o novo projeto do aeroporto de Brasilia lembra muito o conceito usado nos aeroportos de Atlanta e Detroit, nos Estados Unidos. Vale ressaltar que o aeroporto de Atlanta é o mais EFICIENTE e terceiro maior em movimentação no MUNDO.

  • Vitor

    Por "pacote de ações de 'curto prazo'" entenda-se: gambiarra que vai virar coisa permanente.

    Podíamos seguir o exemplo do aeroporto internacional de Lima, que em poucos anos recebeu um baita investimento do governo peruano e hoje é o principal hub internacional da América do Sul. É ridículo que a capital de um país do tamanho do Brasil não tenha um aeroporto internacional de facto (só voa pra uns 5 destinos internacionais)..

  • Marcos

    Não! Concessão e privatização não são a mesma coisa. Concessão é transferir a responsabilidade de algo para alguem por um período pré-determinado, enquanto que, privatização é o ato de transferir algo público para iniciativa privada perpetuamente, ou seja, não mais será público. Assim, seria como "aluguel" no primeiro caso, e "venda" no segundo. Espero ter contribuído!

  • Márcio

    Concordo que o aeroporto de BSB é inadequado ao seu movimento, mas discordo quanto a questão de alimentação. A praça de alimentação parece de shopping… McDonald's, Subway, Giraffa's, Casa do Pão de Queijo, fora alguns restaurantes. Congonhas, Galeão e Santos Dumont não chegam nem perto! Ah, e quem viaja de Webjet e Gol pode comprar o sanduba no McDonald's, coloca na mochila e come no vôo, já não passa fome! 😀

    Se discutirmos preço, aí sim é um "problema", mas nenhum aeroporto tem preços baixos. Não vamos pensar que aeroporto terá pé-sujo igual de rodoviária, salgado com suco de caju a R$ 2,00…

  • Brum

    Perfeito seu comentário, André Gomes.

  • Jr. Alencar

    Se esse desenho é o futuro aero de BSB, onde foi parar a Satelite Norte (Construção circular com 7 pontes de embarque)? Acho que esse desenho não corresponde com a realidade, até mesmo pelo acesso ao aeroporto. Bom… vai saber.

  • Tiago – BSB

    a projeção é de um novo terminal.

    o satélite faz parte do terminal 1

  • Alisson

    Pra quem fala que o aeroporto de Brasília é bom: primeiro, embarque e desembarque por vôos internacionais aqui, e, segundo, tente comer alguma coisa na sala de embarque.

    Para vôos nacionais precisa de melhorias, mas é suportável. Já nos internacionais….

  • Eu ja achava o aeroporto legal, agora vai ficar melhor…

  • Willian Gabriel

    Desde quando tem voo internacional com 757 aqui no Brasil ??????/ Os ultimos foram usado pela Varig e pela American Airlines.

    Nunca vi A320 e 737 (deve ser pq nunca teve) fazendo voos Internacionais saindo de BSB………..

    Deixe de ser otario achando que sabe de aviacao e pare de comentar coisas que voce nao sabe…

    • Willian, a Copa faz voo internacional com 737 saindo de Brasília. A Taca tem voo internacional saindo de Brasília com A320. Além disso, Delta e American Airlines voam com 757 em Brasília. Nosso amigo, que você chamou de otario, está certo.