San Andrés: algumas dicas de quem já foi

João Goldmeier 11 · agosto · 2017

Conheci San Andrés meio por acaso, em 2010. Na época a Copa estava com uma tarifa excelente para os Estados Unidos e resolvi testar em seu buscador pra ver se conseguiria inserir um destino no Caribe na volta. Foi pesquisando os destinos servidos pela Copa na região que acabei descobrindo o Arquipélago de San Andrés, Providência e Santa Catalina.

Neste post vou passar as minhas dicas e também abrir espaço para que vocês leitores colaborem com as suas nos comentários. Não deixe de ler também nosso Guia de San Andrés, com todas as informações para a sua viagem!

Conhecendo San Andrés

San Andrés está localizada no mar do Caribe e mesmo estando mais perto da Nicarágua (cerca de 191 km a leste) pertence à Colômbia. Apesar dos diminutos 26 km² de área, é a maior ilha do arquipélago. A Ilha de Providência, a segunda maior, está situada a 80 km a noroeste e é um destino muito visitado por mergulhadores e pessoas buscando um clima mais rústico.

A ilha é famosa pelo mar de sete cores que pode parecer uma frase pra vender o destino mas que tem um fundo de verdade. O mar é incrível: variações de verde e azul brindam os visitantes e um mergulho é irresistível e necessário, para fugir do calor dos trópicos.

Peatonal em San Andres

Onde ficar em San Andrés?

Na época era um destino pouco frequentado pelos brasileiros e com pouca informação na internet. Com isso acabei escolhendo me hospedar em um hotel da rede all inclusive Decameron, que conta seis resorts na diminuta ilha.

Minha opção foi pelo Decameron San Luis, que parecia ser pé na areia e longe do burburinho do centro. A opção não foi ruim, mas como bem indica a Camille Panzera, autora do nosso guia de San Andrés, é melhor ficar perto do centro onde está a Peatonal (calçadão à beiramar), lojas (a ilha é Duty Free), restaurantes e a saída dos passeios para as ilhas.

Não espere luxo, nem comida ou drinques muito sofisticados. Mas uma coisa boa da rede é que você pode reservar e jantar em qualquer restaurante dos seis hotéis da rede na ilha sem custo adicional algum.

Vale lembrar que final de dezembro, janeiro, segunda metade de julho, primeira metade de agosto e Semana Santa são períodos de alta temporada – não deixe a reserva do hotel para a última hora. Recomendamos olhar os hotéis com antecedência para não ficar limitado aos mais caros da ilha quando estiver em cima da hora da viagem.

O que fazer em San Andrés?

Uma das coisas que mais gostei de fazer foi alugar um carrinho de golfe e dar a volta na ilha, parando sempre que desejava para apreciar a paisagem ou bater uma foto. Os stands de aluguel estão no centro e não deixe de pesquisar e barganhar o preço.

Mas o que você não pode deixar de fazer por nada é o passeio de barco para as ilhas de Acuário, Haynes Cay e Johnny Cay, responsáveis pelas lindas fotos que você vê na internet.

Johnny Cay

Onde comer em San Andrés?

Como estava em um resort all inclusive e ainda por cima com a possibilidade de jantar nos restaurantes dos outros hotéis acabei conhecendo muito pouco do que a ilha tem para oferecer neste quesito.

Mas vou te falar o que me deixa saudade até hoje: comer uma lagosta fresquinha, preparada com maestria no restaurante La Regatta, localizado sobre águas cristalinas de San Andrés dá água na boca só de escrever essa frase!

Dicas de San Andrés

Hoje certamente muita coisa mudou, novos hotéis e restaurantes surgiram e os brasileiros conheceram este paraíso caribenho (ainda bem!), atraídos pelos excelentes preços das passagens aéreas que o Melhores Destinos divulga e pela facilidade de entrar na Colômbia: basta um RG em bom estado (caso seu voo faça conexão no Panamá, consulte sobre a necessidade de passaporte).

Fique atento, contudo, que desde março de 2017 é necessário apresentar o Certificado Internacional de Vacinação comprovando que o viajante tomou a vacina contra febre amarela.

Leve sapatos de neopreme! A maioria das praias tem um fundo com conhas e pedrinhas que podem incomodar bastante! E filtro solar, bonés e chapéus! Como a ilha fica perto da Linha do Equador faz calor o ano inteiro!

E vocês, tem dicas de hotéis ou restaurantes de San Andrés? Gostaram de visitar a ilha? Indicam algum passeio? Não deixe de ler também nosso Guia de San Andrés, com todas as informações para a sua viagem!

Autor

João Goldmeier - Editor