O caos aéreo está de volta

Leonardo Marques 24 · dezembro · 2008

Na úlitma sexta-feira (19/12) o caos aéreo voltou aos aeroportos brasileiros. Dessa vez a grande responsável é a companhia aérea GOL mas também na TAM já foram vistos vários casos de overbooking.

No final de semana um senador do Amazonas gastou mais de 20horas em uma viagem pela TAM entre Manaus e Brasília, ele pagou mais de R$1.000 em uma passagem na TAM e ao entrar no avião não teve onde sentar.

As empresa continuam brincando com a ANAC que pelo visto não faz muita coisa. As empresas continuam praticando overbooking descaradamente e o governo não faz nada.

Até quando a ANAC vai ficar só indicando o culpado da vez? As multas que a ANAC agolcontraplica raramente, são ridículas. A GOL certamente vendeu muito mais passagens do que tinha disponibilidade e agora está fazendo essa bagunça. Ontem ela antecipou um vôo em 12 horas e não avisou todos os passageiros, as pessoas chegavam ao aeroporto e o avião já havia saído.

A empresa já  há alguns dias diz que a situação está normal  mas mais de 40% dos seus vôos estão tendo um atraso significativo todos os dias.

Portanto, se você vai viajar, prepare sua paciência e seu bom humor, leve também alguns passatempos pois você pode ter que ficar no aeroporto muitas horas.

Autor

Leonardo Marques - Diretor do Melhores Destinos
  • Jener

    Ótima a nova logomarca da Gol! X-D

    Na falta de vôos para Florianópolis, já comprei a minha passagem de ônibus.

  • Dirriba

    Infelizmente vai ano, chega ano e a situação se repete. Atrasos, overbooking, um aumento de preços (causados pela redução de promoções, que seria visto em tese com uma contrabalanço do aumento do número de passageiros), falta de pessoal de solo e até de tripulação, falhas operacionais e por ai vai geram desconforto aos passageiros.

    Com certeza uma grande parcela do problema é relacionado tb ao comodismo das cias aéreas que pela falta de concorrência não se preocupam com aspectos de qualidade de atendimento, preços e capacidade de operação.

    No caso do verificado com a TAM pergunto-me será que o pessoal do check-in ao verificar que todas as poltronas estavam ocupadas não perceberam a tempo (no próprio balcão) a falha e tomaram providências imediatas para correção da falha e redução de transtorno (como o envio de pax para o gate e embarque sem assento disponível – gerando atrasos considerável na partida do vôo e desentendimentos entre os pax – poxa mas eu peguei a 7A e vc está no meu lugar…e ai até a intervenção do pessoal de despacho e do pessoal de bordo identificar o q ocorria, realizar o desembarque (muitas vezes com bagagem já acondicionada no porão) e transtornos a todos. Talvez por uma falha de observação do pessoal do check-in, falha do sistema precisaria a TAM observar e corrigir a deficiência com urgência.

    Este ano temos a Azul que acaba de entrar no mercado, mas ainda com número de equipamentos e de rotas insuficientes para enfrentar as grandes TAM e GOL de igual pra igual. Ela vai gerar um contrabalanceamento importante na competição e consequentemente reduzir tais falhas, mas ainda vai levar um tempo até serem notados por todos.

    Então este ano mais uma vez como disse certa vez a Ministra do Turismo "Relaxa e Goza" é o que será marca registrada.

  • Eduardo

    Senti na pele os atrasos da Gol. No último final de semana voei 4 vezes pela Gol, e 3 dos 4 vôos saíram com atraso de no mínimo uma hora.

  • Beta

    Viajamos o trecho Galeão – Porto Alegre dia 23/12 pela GOL e tudo foi pessimo!!!!
    Nosso Vôo atrasou 2 horas e 20 minutos… o aeroporto do galeão lotado, sujo, banheiros podres…. sem cadeiras para todo o povo sentar… gente precisando de cadeira de rodas, que não tinha disponivel, muita criança esperando horas…. parecia uma rodoviaria em dia de CAOS…. Nosso Vôo 1892 da GOL atrasou todo esse tempo pq a tripulação não havia chegado no galeao…
    E eu não culpo somente as empresas de aviaçao não… a ANAC tem uma grande parcela de culpa nesse caos todos que sofremos agora com rotina em todo o final de ano…. pq é um orgão que não regula com excelencia, não pune e não presta serviços ao publico nos aeroportos….
    Se for para melhorar, privatizem logo os aeroportos do Brasil, do jeito que está, não tem mais condições!
    Ass.
    Roberta A. Campos