Azul pode estar próxima de voar para o Chile

João Goldmeier 5 · janeiro · 2018

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

De acordo com o site DesdeSCL, um dos principais sobre aviação do país, a companhia brasileira realizou o registro das marcas Azul Lineas Aéreas, Azul Cargo Express e Azul viagens no país vizinho, o que poderia indicar o iminente lançamento de voos para lá. Por enquanto não há nenhum pedido de voos por parte da companhia.

De acordo com o site, o registro das marcas foi solicitado junto ao Instituto Nacional de Propiedad Intelectual (INAPI) em 9 de setembro e tiveram a aprovação no dia 22 do mês passado. Procurada pelo Melhores Destinos, no entanto, a Azul informou que “por enquanto, não tem quaisquer planos de estender suas operações até o Chile”.

Para que a companhia possa operar voos para o Chile, ela deve receber autorização dos governos dos dois países e posteriormente solicitar rotas e horários à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e Junta de Aeronáutica Civil do Chile.

Se confirmado o novo destino, seria o primeiro destino internacional servido pelas quatro maiores cias aéreas nacionais (Avianca Brasil, Azul, GOL e Latam), sendo que a Qatar já anunciou uma rota ligando Santiago ao Rio de Janeiro.

Fonte: DesdeSCL

Autor

João Goldmeier - Editor
  • Italo Silveira

    Show, concorrência é o que há! Sempre surgem promoções e os preços tendem a ser mais realistas.

  • Sergio Loureiro

    Provavelmente eles vão obrigar 90% dos brasileiros fazerem conexão no HUB deles, em VCP…
    Algumas capitais, tais como GRU / GIG / CNF têm volume de tráfego para SCL que justifica voos diretos…não todos os dias (talvez GRU), mas ter que fazer conexão para voar tão perto como SCL é dose…

    • Victor Joao

      Pode ficar tranquilo, não vão obrigar ninguém a nada.

      • Sergio Loureiro

        Sim….vai quem quer…

      • Carlos Segundo

        Boa !

    • Bruno Bastos

      Fazer conexão pra voar pra lugares não tão longes é a realidade da gente que mora no nordeste…

      • Sergio Loureiro

        Bruno… né não.. galera do Rio de Janeiro normalmente tem que fazer conexão quando voa na Azul…

        • Hermes Hs

          É a realidade de quem Mora no NORDESTE! Não entendi o RIO no NORDESTE!

      • Rodrigo Serrano

        Está melhorando muito…. Recife, Fortaleza e SSA têm hoje excelentes opções, inclusive América do Sul. A exemplo de Hubs regionais da Azul (Miami/Orlando diários), latam (Miami, Arg, Chile diretos), gol, Avianca (Bogotá direto),TAP (Lisboa), Panamá (direto) e Caribe pela Copa Airlines, Frankfurt e outra cidade alemã (direto) e Itália (empresa italiana low cost) saindo de Recife.

        • Bruno Bastos

          Rodrigo, aqui em Recife tirando a TAP e o da azul pra Flórida, só tem uma ou duas frequências semanais. Isso encarece o preço, tanto que nas últimas viagens que fiz saiu mais barato fazer conexão em GRU. Não basta apenas ter o voo, tem que ser competitivo. Eu não admito gastar 1000 reais a mais por causa de 4 horas a menos de voo.

          • Rodrigo Serrano

            Cara, depende muito. Por vezes GRU sai mais barato mesmo. Mas pesquisando, consegue, a depender da disponibilidade pessoal, logicamente. Ex.: Copa Airlines para quem quer ir para o Caribe, sempre se consegue ida e volta por 1500 a 1800 (com taxas), mesmo com 2 a 3 frequências semanais. É muito tranquilo conseguir pela Copa. Sempre viajamos pela Copa. Além disso, ja fizemos REC/FRA pela Condor direto, também com preço muito bom. Olha só, pesquisando agora REC/MIA pela Latam direto, encontramos por R$ 2,2 mil ou ainda 48 mil pontos ida e volta nas terças de novembro (13 a 27/11), mesmo a Latam voando somente 1 a 2x/semana. 48 mil pontos ida e volta REC/MIA direto está excelente. Inclusive um colega foi para Bogotá pela Avianca há uns 10 dias e tb disse que o voo ida e volta não passou de 2 mil reais.

    • mario silva

      Sérgio, não deixa de ser uma boa opção pra quem mora no interior do país.

    • Fabio

      Não vejo nenhum incoveniente em fazer conexões se o preço for bom.Se estiver barato vou do Rio a SP com conexão em Tóquio.

  • Bruno

    Acredito que vá ter uns 2 voos diários a partir de VCP com o a320neo e um outro com o a330 tipo a Avianca faz e um outro diário com o a320neo a partir de CNF igual a LATAM faz do GIG com o a319/20.

  • LuRodamilans

    A Azul pode ter todos os destinos do mundo, mas quem consegue voar? Tarifas surreais, promoções raras, cobranças de taxas de inconveniência, horários péssimos, etc… Vejam o voo pra Buenos Aires, nunca consegui nada nele!

  • Leandro de Souza Ferreira

    Eu acho que o destino já está muito bem suprido por outras companhias, tanto é que não faltam promoções em reais e em pontos para este destino. Acho que seria melhor explorar outro destino.

    • Fabiano Rei Dos Micos

      Como Quito,por exemplo,que não há voo de lugar nenhum do país.
      Mas depende do preço,pois Ecuador é muito barato.

  • Rafael Chagas

    como qual, por exemplo?

  • Márcio Sampaio

    Concordo que Viracopos não é garantido, tanto que a rota para Buenos Aires é feita por BH.

  • Márcio Sampaio

    Qual seria sua sugestão para destino “que preste”, mas que também gere receita para a companhia (ou seja, critério mercadológico e não pessoal) e que o A320neo tenha autonomia para operar? Miami? Lima? Bogotá? Todas como pelo menos duas empresas operando!

    Santiago e Buenos Aires são destinos “seguros” porque existe demanda. A questão, talvez, não seja relacionada aos destinos, mas às origens dos voos: poderiam ser de Porto Alegre ou Belo Horizonte, para citar hubs da empresa. A mesma conexão da malha da Azul pode ser feita em Campinas ou em qualquer dessas cidades.

  • Hermes Hs

    Porque vc já foi ao Chile , significa que 200 milhões de Brasileiros já foram tbm? Já fui duas vezes e voltaria muitas outras! Se vc não quer ir mais, boa sorte, ninguém tá te algemando!