Como é voar no novo Boeing 767 da TAM

Denis Carvalho 8 · novembro · 2013

Em julho deste ano a TAM recebeu o primeiro Boeing 767-300 ER da LAN. O jato, que tem marcantes winglets vermelhos na ponta das asas, oferece o mesmo padrão de conforto da LAN e é um grande avanço em relação aos antigos 767 da companhia. Nosso leitor Diego Paiva, do blog Nós no Mundo experimentou o jato na rota de Londres ao Rio de Janeiro e aprovou. Leia como foi seu relato e conheça um pouco mais dessas novas aeronaves da TAM.

No último mês de agosto, fui convidado para participar de uma press trip na Dinamarca e ao receber os bilhetes aéreos, fui surpreendido com o voo de volta por Londres a bordo do 767-300ER da TAM. Como sou apaixonado por aviação e sempre que posso leio sobre o assunto, me lembrei dos 767-300ER que a TAM recebeu da Alitalia, datados de 1994 e com interior – apesar de reformado – desatualizado e muito desconfortável. Comecei a fazer pesquisas sobre o avião e para a minha surpresa, soube que a TAM recebeu da LAN em Julho deste ano, alguns 767-300ER comprados em 2012 pela chilena. A melhor parte? A primeira aeronave recebida estava fazendo justamente o voo que eu embarcaria. \o/

 Novo 767 TAM - avaliacao

Compra
Como foi uma viagem a convite, não participei do processo de compra e escolha dos voos. Apenas recebi o bilhete emitido por uma agência de viagem dinamarquesa.

Os voos foram:
Brasília x Guarulhos (A320 TAM) – Guarulhos x Frankfurt (777-300ER TAM) – Frankfurt x Copenhagen (A320 Lufthansa).

Copenhagen x Londres (A321 SAS) – Londres x Rio de Janeiro (767-300ER TAM) – Rio de Janeiro x Brasília (A320 TAM).

Check-in

O check-in foi feito em Copenhagen no terminal de autoatendimento da Scandinavian Airlines (SAS). Como a mala de bordo havia ultrapassado o peso máximo para ser levada na cabine, precisei despachá-la e só peguei no Rio de Janeiro para passar pela Receita Federal. Despachei novamente no Rio de Janeiro para o último trecho até Brasília. Foi bem rápido em Copenhagen e em menos de 10 minutos estava com o cartão de embarque com os voos até Brasília.

Avião/Serviço
Quando cheguei a Londres, levei aproximadamente 40 minutos para me deslocar do Terminal 3, onde o avião da SAS me deixou, até o Terminal 1, onde a TAM opera. O embarque já havia iniciado quando cheguei, pouco mais de uma hora antes da decolagem.

767-300ER LHR_GIG (4)

Ao entrar no avião já é possível notar a diferença da classe executiva. Os assentos têm o mesmo padrão da LAN, com a diferença do esquema de cores. O que isso muda para o passageiro? Ao invés da poltrona “tobogã” – ela não fica em 180 graus, o que faz o passageiro escorregar na poltrona durante o voo, por isso o apelido – dos outros aviões da frota, essa é a chamada full flat, que deita e vira uma verdadeira cama.

767-300ER LHR_GIG (2)

Como viajar na executiva ainda não me pertence, segui para a cabine da classe econômica. É nítida a diferença dos assentos e da configuração dos outros 767, do A330 e do Boeing 777-300ER que tive oportunidade de voar. Mesmo depois de quase um ano de uso com as cores da LAN, o avião parecia recém-adquirido.

767-300ER LHR_GIG (14)

Escutei várias pessoas comentando ao redor sobre o espaço maior para as pernas e os monitores individuais. De fato, apesar do bolsão com as revistas e manual de instruções ainda ser daqueles que ficam na altura do joelho, o espaço era bem maior e dava para esticar as pernas sob a poltrona da frente. Além disso, ainda havia uma tomada em cada fila na lateral e outras 2 na fila central, entrada USB individual, entrada para os fones de ouvido e porta copos.

767-300ER LHR_GIG (15)

Os novos monitores são em HD e o touch screen tem uma boa sensibilidade. Inclusive, o sistema de chamada dos comissários e a luz de leitura, são acionados tocando as opções na tela. O sistema de entretenimento também foi atualizado. Agora, há muito mais opções de filmes, séries, música, jogos, aplicativos e até mesmo um eReader, com opções de livros e revistas do Brasil e estrangeiras. A programação é em grande parte em inglês, mas com legenda em português. Só as séries que são dubladas ou em inglês sem legendas.

767 TAM

Como o voo partiu de Londres às 21h15 – horário local -, foi servido jantar e café da manhã durante o voo. No jantar, havia duas opções: massa ou frango. Optei pelo frango, que era grelhado, acompanhado de arroz e couve, além de pão, salada e bolo de banana de sobremesa. Para beber eram os já conhecidos refrigerantes, sucos, água e de diferente só os vinhos branco ou tinto. Peço desculpas por não ter esperado para tirar a foto da comida intacta, pois a fome estava tão grande que só lembrei depois, rs.

767-300ER LHR_GIG (45)

Atendimento
Os comissários eram bem simpáticos e todos falavam português e inglês fluentemente. Estavam sempre à disposição para o que precisasse, mesmo antes do voo, atendendo a todas as solicitações e tirando as dúvidas que os passageiros tinham.

Entretenimento

Sobre a poltrona já se encontrava um cobertor, travesseiro e fone de ouvido. Destaque para o cobertor, que era bem grande e aquecia bem – diferente de outras cias com as quais já viajei. Pouco antes da decolagem, os comissários passaram entregando uma pequena nécessaire, que continha um par de meias, um pente, uma escova de dente e creme dental.

Conclusão
Gostei muito do novo 767-300ER incorporado à frota da TAM e de toda a experiência de voar em uma companhia aérea brasileira. O fato do sistema de entretenimento dar prioridade ao nosso idioma, ser tudo novo e muito bem conservado, além do conforto da poltrona mais espaçosa, deixa o voo muito mais agradável.

Além desse avião, há a previsão de mais cinco como ele serem incorporados nos próximos meses à TAM. Vamos aguardar e torcer para que eles cheguem logo! Tudo indica que farão as rotas Galeão – Nova York, Brasília – Miami, Belo Horizonte – Miami e Manaus – Miami.

Agradecemos ao Diego pelo ótimo relato, que certamente deixará muitos leitores curiosos para experimentar o conforto desses novos 767 da TAM. E você? Já voou com os jatos? Acha que com eles a TAM está pronta para encarar as concorrentes europeias? Deixe sua opinião nos comentários e participe! Leia neste post todas as avaliações de companhias aéreas do Melhores Destinos ou acesse nosso Guia de Companhias Aéreas com dezenas de avaliações! 

 

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • Muito legal! Isto prova que o conforto de uma aeronave depende diretamente de sua configuração interna. Então, é possível sim viajar longos trechos até com um 737 se ele for devidamente preparado (alô Gol, mais aeronaves com Sky Interior, por favor… rsrsrs).

    • No 737, como faria com o sistema de entretenimento ? Não da para comparar 737, com 777/767 ou até mesmo A330….é outra categoria !!! Por pouca diferença nao vou e Gol nem a pau, dou preferencia a aviões maiores.

      • Se a unica opcao for a Gol. Prefiro nem comprar o bilhete rsrsrs

      • O sistema de entretenimento não tem muita relação com o tamalho da aeronave… pegue os A320 da Avianca, os E190/195 da Azul ou os B737 com Sky Interior da Copa, por exemplo. Todos têm excelente sistema de entretenimento individual que deixam muitas aeronaves widebodies de muitas cias aéreas no chinelo.

        O problema não são os 737 e sim a Gol 🙂

        • Fred K. Chagas

          concordo e especifico mais: o PROBLEMA é a GOL insistir em fazer VOOS LONGOS com aeronaves com CONFIGURAÇÃO DESPREPARADA.
          O tamanho não é o problema. Afinal de contas, ninguém reclamaria de viajar em luxuosos jatinhos intercontinentais.
          Mas eles (a GOL) aprendem uma hora. Nem que for na marra. O problema é se ainda dará para se segurar. Cuidado ! esse gol pode ser invalidado…

          • jheneffer

            Concordo plenamente!

      • A AVIANCA E AZUL TEM A319 A320 E A AZUL 190 195 TEM SISTEMA DE ENTRTEDIMETO A AVIANCA
        ON DAMEND TA.

      • Alisson Bona

        Existe sim sistemas de entretenimento para qualquer tipo de aeronave, inclusive 737, só atualizar o interior.
        Até nossos Embraer tem a disponibilidade.
        http://www.qantas.com.au/travel/airlines/next-generation-boeing-737-800/global/en

  • Daniel

    Parabéns pelo "review".

    Fogo … a LATAM ainda com 767 … viajei inúmeras vezes com essa aeronave da LAN na época em que eu era responsável por exportações para o Chile; muitas vezes de lá, eu emendava para outros países. Tava era na hora de partir para o 787, isso sim … até a Ethiopian Airlines tem essa aeronave …
    Quando vejo o 767, não sei por quê, lembro do Sucatão … não tem nada a ver uma coisa com a outra, mas essa aeronave me lembra o sucatão.

    Outra coisa que acho que vale à pena comentar: Quando é que as empresas vão abolir os touch screen ??? Quem viaja muito sabe que a maioria dos passageiros não entendem a diferença entre TOUCH e PRESS, e ficam digitando na nuca do passageiro da frente ! Isso é um incômodo absurdo… enquanto você tenta dormir, sempre tem alguém cutucando na parte de trás do assento … isso seria uma boa matéria para o MD abordar aqui. Outro ponto seria que todas as aéreas tivessem um vídeo de boas maneiras no avião logo após do vídeo de segurança, explicando que é de bom tom não usar o assento da frente como alavanca para se levantar (além de incomodar o passageiro da frente, destrói o assento), evitar falar alto, evitar digitar na nuca da pessoa da frente, evitar ficar cutucando ou chutando o assento da frente, entre outros. Já escrevi para a TAM 2x sugerindo isso, mas nada foi feito, nem resposta foi dada…

    • Comentários mais do que perfeitos! As cias. aéreas bem que poderiam fazer um "manual de boas maneiras", tem mta gente sem noção nesse mundo!!

    • meu caro, infelizmente tudo isso que vc relatou se chama bom senso, e isto está em falta no mercado..pode reparar. Nos cinemas, o povo não se tocar que o simples fato de ver uma msg na tela do iphone ou outro smartphone é um suplício para quem está atrás ou dos lados. Uma verdadeira espada de Jedi! c

      • Roland Berbert

        Acho que a definição mais correta é falta de educação, as pessoas perderam o respeito pelos outros e não conhecem seus limites. Infelizmente o brasileiro está desta forma você pega um ônibus intermunicipal e as pessoas acham que você é obrigado a ficar ouvindo suas conversas ao teçefone e sons de jogos nos mesmos.

    • Mari

      hahahhahahaha ainda podia adicionar na lista tantas coisas como: respeitar o tamanho da sua bagagem de mão, não levantar assim que o avião encosta a roda no solo, dar uma olhadinha para trás ao reclinar a poltrona… enfim …

    • ArthurJ

      Olha essa aeronave é anos-luz à frente dos antigos 767 da TAM. Viajei no PT-MSQ ano passado e era tudo sofrível…então nem dá para comparar. Viajei em um da American Airlines muito bom, mas inferior a esse. Não tinha telas individuais e tvz até melhor para vc, pois tem um controle no braço do banco para música, luzes e chamar comissário, mas achei ruim pois toda hora que vc usa o braço do assento para descançar vc toca em um controle sem querer e, assim, incomoda mais que ajuda…essa questão de incomodar o passageiro da frente é recorrente e depende da educação do passageiro que está atrás…isso não tem como a empresa coibir…tvz seja melhor vc pensar em ir de classe executiva que te isola mais pois tem mais espaço (basta ver as fotos postadas)…é o preço a ser pago pela conveniência de não ser incomodado…eu, como não tenho recursos para isso, não posso reclamar da empresa. Quando dá reclamo com o passageiro mesmo, às vezes funciona…
      A TAM está trocando a frota de A330 por esses 767…já saíram PT-MVA, MVB, MVC e estão parados para devolução MVE e um outro e para manutenção outros dois…A LAN vai trocar todos ao que parece…

    • Daniel, a LAN já tem o 787, operando em EZE, MAD, LAX e LIM. Como o 767 parou de produzir, ela tem encomenda para um total de 32 unidades do 787.

      Mesmo assim, pode ter certeza que, apesar de ser um projeto antigo, o 767 é um excelente avião, e as companhias o adoram pelo seu baixo custo operacional e sua versatilidade.

    • Sergio

      Também teria que ter nesse vídeo que não pode colocar sua bagagem debaixo da própria poltrona, e sim na da frente. Isso tira o espaço dos pés da pessoa de trás.

    • carlso anderson

      Esse mês viajei duas vezes pela Avianca , para mim uma ótima companhia, porém decidi colocar ela em último lugar na minha preferência, isso pq não dá para viajar com uma pessoa digitando com toda força na tela TOUCH na nossa nuca. Concordo plenamente com o comentário do Daniel "Outra coisa que acho que vale à pena comentar: Quando é que as empresas vão abolir os touch screen ??? Quem viaja muito sabe que a maioria dos passageiros não entendem a diferença entre TOUCH e PRESS, e ficam digitando na nuca do passageiro da frente ! Isso é um incômodo absurdo… enquanto você tenta dormir, sempre tem alguém cutucando na parte de trás do assento … isso seria uma boa matéria para o MD abordar aqui." Ainda bem que existe ainda a AZULsem TOUCH, uma boa companhia, pelo meNOS para mim, evito sempre a GOL, e só ando de Tam se não tiver passagem com preços bons na AZUL.

    • Cleber

      Vc já ia esquecendo qdo o passageiro do banco de trás vai de "escorrendo" pelo banco, se apoia com os joelhos espremidos contra o banco da frente na altura das suas costas, e se mexe a noite inteira… Tortura chinesa é pinto perto disso.

    • carlossanoli

      A TAM vai ser uma das primeiras a operar o A350

  • Voei com esta mesma aeronave semana passada na rota Confins – Miami… realmente faz toda a diferença voar numa aeronave nova e de empresa brasileira…

  • pessoal me desculpem colocar aqui , mas voces sabem quais sao as aeronaves que geralmente vao para os EUA pela TAM ? A330 ?

    • Matheus

      Depende da rota… Mas as que operam para os EUA são o A332,B77W e o B763

  • Wagner Brito

    Amo o Boeing 767-300ER por causa disso: grande autonomia e dois assentos por fileiras nas laterais, o que facilita se você sentir vontade de ir ao banheiro e não precisar incomodar dois colegas de fila. O que dizer dos gigantes e igualmente marcantes winglets vermelhos? Sem comparação… De qualquer forma, parabéns pelo relato! Uma dúvida: os novos 767-300ER estão na TAM até a chegada de alguma outra aeronave?

    • Paulo

      E a seguança…? Nada a respeito

  • Embarque no 767-300ER da TAM em Confins: http://www.youtube.com/watch?v=eJY4-bXvw1M

  • O 777 da Tam que faz GRU-JFK não já tinha essas mesmas configurações?

    • Matheus

      Só o mesmo sistema de entretenimento. A configuração interna é diferente, principalmente a da executiva

  • Vou viajar para Miami em fevereiro de Confins para Miami, estava na dúvida se iria pegar esse novo, ou lá antigos 767-300ER. Mas já li em um comentário aqui do Fabrício, que fez a mesma rota e disse que já pegou o novo. Que maravilha!

  • Viajei agora em setembro GIG x LHR nestes novos B767 vindos da LAN. Concordo com o relato, aprovadíssimos!

  • raalmeida

    A minha experienca no 767 de BSB pra MIA foi bem desagradável. O maravilhoso sistema de entretenimento nao funcionou na ida e nem na volta (em assentos de numero diferente); e quando travou ainda acendeu a luz incomodando a outros passageiros. Ao menos na volta o cominado me deu a opaco de escolher um filme, que da primeira vez que colocou, o volume estava mito baixo e nao podia ser regulado por mim. Na segunda tentativa dava pra ouvir. Mas num voo de 7 horas sem bom funcionamento do sistema de entretenimento nao recomendo a ninguém; pior so se fosse de 12 horas de voo. A salvação foram as velhas musicas no iphone!!!

    • Deve ter sido o modelo anterior, não? Além do visual interno, pode diferenciá-los pelos winglets na ponta das asas. Eu ainda não vi este modelo novo aqui em BSB.

      • raalmeida

        Nao prestei atenção nos winglets, mas o console de entretenimento era o mesmo mostrado aciama. Quando trava vc nao tem como ligar e desligar a luz ou chamar o comissário. Tem que pedir pra uma pessoa que esteja um pouco afastada de vc (pois o da minha esposa na vinda também travou). No meu caso a luz ligou sozinha e travou no voo noturno da ida.

  • MANOEL FILHO

    JA VOOEI NO MSQ E MSR QUE ERAM OS 767 ANTIGOS DA TAM, BEM DIFERENTES DESSES NOVOS, EM SETEMBRO EMBARQUEI NO A-330 BSB X MIA E NAO PASSAGEM CONSTAVA 767 ESTAVA TODO EMPOLGADO QUE IRIA INAUGURAR OS NOVOS 767, MAS VEIO O A-330 MVO E EM RELAÇÃO O 777 QUE É MUITO BOM TAMBEM E NOVO TEM UMA GRANDE DESVANTAGEM EM RELAÇÃO AOS NOVOS 767 É FATO DA CONFIGURAÇÃO NO 777 3X4X3 E 767 2X3X2 BEM MAIS PRATICO PARA QUEM ESTA NA JANELA. PARABÉNS A TAM E A LAN POR MAIS ESSAS AQUISIÇÕES

  • rafael lima

    Em agosto de 2013 voei na primeira classe desse avião na tam… até mandei umas fotos pro MD mas ninguem leu

    • jose

      Primeira classe? No novo 767 da TAM? sei não… não existe esta classe nem na configuração da LAN e muito menos na TAM… você deve ter viajado no 777, não?

  • Rogerio

    Ano passado fui a Miami via Manaus (fui de milhas e este foi o único voo que consegui), o trecho Manaus Miami foi feito de 767 dos antigos. Uma verdadeira vergonha! Mais conhecido como caveirão o avião éra um lixo. Pena que não anotei o prefixo para ser mais preciso. O sistema de entretenimento tinha uma tela no teto com aqueles velhos projetores RGB . Cheguei a chamar a aeromoça para pedir meus óculos 3d de tão desfocada e ruim a qualidade , acho que ela não entendeu a piada e tentou me explicar que o projetor estava com defeito. Espero que tenham aposentado aquele 767 nitidamente desgastado .

    • Fred K. Chagas

      isso aí tinha que virar cargueiro e olhe lá.
      Sei do que se trata. Quanto à aeromoça… burrinha. Padrão.

      • césar

        Não esqueça do passageiro babaca padrão, tem muitos por aí! E principalmente os que desprezam os comissários, vão se lembrar da burrice deles na hora de uma emergência, espero q vc não seja um nunca!

    • ArthurJ

      Monitor estragado? Então era o PT-MSQ que voei em outubro de 2012. Ele tinha um estragado e nem dava para aproveitar nada…peguei ele MIA-GIG e ele tbm faz MAO-MIA…inclusive atrasou mais de 5 horas para sair por causa de pane em MAO…

  • luis

    Fiz o trecho GIG – JFK no final de setembro com essa aeronave, e como a maioria dos colegas que comentaram, eu também aprovei, inclusive achei mais confortável que o B777 que peguei na volta.

  • Neusa

    Agora, em outubro, fiz o voo NY-RJ neste novo jato da TAM. Fiquei surpresa com o espaço, os novos recursos e com o atendimento da equipe. Se continuar dessa forma, a TAM ficará equiparada aos concorrentes internacionais, bem melhor para os brasileiros que ficarão mais confortáveis com a atenção dos comissários (o que não ocorre nos voos da American Airline, United AirLines e outras).

  • Leonardo

    Confirmo aqui o que o Fabrício disse acima.. A rota BH-Miami já opera com este novo equipamento, que é realmente excelenrte e nao deixa nada a dever para os A330 ou 777… Eu adorei a experiência de ter ido nesta aeronave no mês passado.. parabéns à TAM e a seus comissários de bordo, que são super prestativos e atenciosos.
    P.S.: a AA continua operando com os antigos 767 conhecidos como sucatão, e com aquelas senhoras aeromoças mal humoradas que só elas mesmo…horrível (voei ano passado para nunca mais)….

  • Dênis Colli

    Parabéns pelo relato do voo.
    Excelente observações… Além de ter sorte porque na maioria das vezes que viajei com a TAM os comissários eram muito rudes e nem um pouco atenciosos…

    • Mari

      Idem. Não se pq tanto fascínio por causa da TAM…. para mim é um lixo, quase sempre mais cara que as concorrentes… não entendo… vai ver é pq falam português, melhorando a comunicação, mas sei lá.

      • Dênis Colli

        Patriotismo será? tenho amigos comissários na TAM e eles comentam que tem horas que não aguentam os próprios colegas devido ao estrelismo em voo…

      • Olá. Concordo com você. Não faço a menor questão de voar TAM, especialmente para o exterior. Sou cliente fiel da Copa Airlines, que dá de 10 a 0 na TAM. Isso ainda que eu tenha que voar para Manaus para pegar os voos da Copa.
        Dentro do país só voo TAM porque, incrivelmente, ela tem os melhores horários e ficou mais barata que a Gol. Duas merdas, é verdade, mas são mais baratas que a Azul. Esta acha que está em Dubai ou na Escandinávia, pelos preços que cobra.
        Quanto a patriotismo, tô cagando para isso da mesma forma que o Estado brasileiro caga para a gente.

        • Fred K. Chagas

          disse tudo. Como bem diz também Ricardo Boechat, o estado é nosso MAIOR INIMIGO. Assino embaixo com letras de ouro. ô terrinha esse brasil…

    • Mari

      Tbm não entendo pq tanta gente tieta a TAM….

      • Thomas W. Gliese

        Talvez porque sejam induzidos por certos blogs. Esse negócio de receber passagens aéreas para falar de voos é uma coisa que já nasce viciada na origem. Sou radicalmente contra troca de cortesias porque isso inibe críticas mais contundentes e cria um clima de "parceria" que até pode fazer aos "parceiros", mas nem sempre faz bem ao consumidor.

      • George

        Será que é "tanta gente" ou "gente da TAM"? Não é de hoje que se comenta que a TAM tem uma área exclusiva para vasculhar a internet (sites, blogs, reviews, etc), e ficar enaltecendo suas qualidades e postando impressões e comentários opostos as críticas.

        • Fred K. Chagas

          parece que tem pessoa dessa área exclusiva aqui no MD, neste post… Trabalhando a toda.

      • No meu caso é porque eu costumava viajar nela há 10 ou 15 anos atrás e ela era de fato boa, apesar da má fama provocada pelos acidente e manutenção. Depois que o Rolim Amaro morreu ela foi ladeira abaixo, hoje em dia é sombra do que já foi. Só se salva nas rotas entre Rio e São Paulo.

  • Titobosco

    Otimo review! Nas poucas vezes que voei pela TAM os comissarios foram otimos e a aeronave bem conservada. O ruim é o ar condicionado que todos estavam na mais baixa temperatura.

    Aposentando os A330 trocando pelos novos B763. Será que a LATAM nao vai se expandir a ponto de encomendar alguns novos A350 em longo prazo?

  • Fabio S

    O 767-300 é melhor que o 767-400, dependendo da configuração. O da Delta, que vem de Detroit é melhor que o 764 que vai de GRU para Atlanta, com mais espaço para as pernas. Ainda considero o 767-300 melhor em conforto e disposição interna que o 777 e o 747. Quem tem preconceito por achar que é um avião velho, muito se engana. Além de ainda ser fabricado (ou seja, existem aviões novinhos por aí), é muito moderno e confiável.

  • claiton luiz correa

    Fiz uma viagem entre BSB-MIA-BSB, dias 20/10 e 01/11, e o avião era um 767-300ER. Na ida foi tudo certo, mas na volta o sistema de entretenimento não funcionou e apesar dos meus pedidos, os comissários não conseguiram colocá-lo para funcionar (aliás, não demonstraram muito interesse em resolver o problema). Precisei inventar muita coisa para entreter meu filho de 2 anos ao longo das 7 horas e meia de viagem!

  • Tive o prazer de voar num destes 767/300ER no trajeto CNF-MIA e ocorreu tudo ótimo. Realmente, a tela é de ótima resolução com sensibilidade do touch muito bem equilibrada. O triste foi voltar (MIA-CNF) num 737 sucatão com poltronas danificadas e sem a devida higienização na aeronave. Tinha lixo na minha poltrona e o piso estava completamente molhado.

    • Helen

      olá Renato, serio???? nossa… que horas era esse voo…estou indo para MIA em fevereiro e meu voo da volta é MIA CNF!! me fala mais desse voo!!! afe.. se eu pudesse mudaria!!

  • Marcelo Tunala

    Tive a alegria de voar na mesma aeronave, porém num voo operado pela LAN. Posso dizer que foi o melhor voo da minha vida! As telas e a tecnologia touch são realmente muito boas, com uma resolução ótima. Fiquei na última fileira da classe econômica, nas poltronas que são reservadas à tripulação em viagens intercontinentais. Como era um voo na América do Sul, foram liberadas para passageiros (esta foi a explicação de um dos comissários numa conversa). Estas poltronas, em especial, possuem muito, muito espaço à frente e reclinam significativamente, com diferentes regulagens. Parecia uma classe "semi-executiva", rs.

    • Tbm peguei essa poltrona quando viajei de LAN para o Chile ano passado… nem acreditei que paguei por econômica e voei de "semi-executiva"..hehehe

  • Gabriel Q.

    Fiz em agosto um voo MIA-GIG com um desses. Foi o voo JJ8057 do dia 03/09, e a aeronave vinha de um voo MAO-MIA (não sei o número do voo).
    O avião é bem legal e me chamou a atenção o conforto e o bom sistema de entretenimento.
    Assim como em alguns relatos acima, também houve defeito no monitor de uma das poltronas, mas como o avião estava bem vazio a comissária viabilizou uma troca de assentos, remediando a situação. Também observei que vários suportes para copos estavam quebrados (igual a algumas das fotos acima).
    Apesar do voo confortável, mais ainda por estar vazio, a experiência foi péssima, pois o voo partiu com atraso de 2h40 (estava marcado para 22h05 e partiu às 00h45 do dia 04/09. Chegou atrasado em GIG e não houve assistência da TAM para informar sobre as conexões. Resultado, saí imediatamente do desembarque para tentar ainda pegar meu voo para VIX, sem sucesso. A TAM se recusou a me colocar no próximo voo, de outra cia aérea, e me colocou em um voo com 6h de diferença em relação ao voo original. Me deu 1 voucher de R$23,00 para alimentação e se recusou a me fornecer outro após 4h de espera. E devido à falta de assistência eu ainda deixei de aproveitar o free shop, que serviria pelo menos para me distrair um pouco e passar as horas, que foram muito longas.
    O péssimo atendimento em solo prejudicou totalmente a experiência geral da viagem.

    • YuriBF

      Juizado especial neles!

      • Gabriel Q.

        Com certeza! Audiência de conciliação já marcada. Abs

  • Eduardo

    Fui a Nova York num vôo saindo do Rio de Janeiro. A aeronave estava nova também. Muito bem conservada e o atendimento muito bom. Era um 767-300 ER.

  • Ótimo relato. Pessoal do MD, quando teremos uma avaliação da Austral? Alguém já avaliou?

    • Matheus V

      É, eu também gostaria de ler uma avaliação da Austral…

  • jorge moraes

    O reporter pecou ao dizer que o voo era Brasilia X Guarulhos e Guarulhos X Frankfurt. Deveria dizer Brasília X São Paulo e São Paulo X Frankfurt. Assim como disse corretamente Rio de Janeiro e não Galeão. Como afirmou ser um amante da aviação e não um pax de primeira viagem, não poderia ter cometido gafe maior.

    • Jorge, Guarulhos não é nome de Aeroporto, é a cidade onde fica o aeroporto de Cumbica. Ele está 100% correto!

      • jorge moraes

        Eu sei que Guarulhos não é nome de aeroporto, mas é como todo mundo conhece o aeroporto internacional de São Paulo. Portanto, vc deveria mencionar São Paulo GRU ou Rio de Janeiro GIG.

    • Fred K. Chagas

      hahaha, quem cometeu gafe, garotão?…

      • jorge moraes

        Reafirmo que o reporter deveria usar São Paulo X Frankfurt, afinal Guarulhos é a cidade onde fica o mesmo, e com certeza ninguém compra uma passagem pra Guarulhos e sim pra São Paulo.

    • Clber

      Tecnicamente correto seria ele dizer os nomes oficiais: "aeroporto Juscelino Kubischek " (BSB), aeroporto Governador Andre Franco Montoro" (GRU) e "Flughafen Frankfut am Main"(FRA). Ia ficar bonito (meio pedante…), mas muito pouco prático em termos de informação. Vale a intenção do autor da matéria em informar e passar com eficiência o relato de viagem.

  • Na gol tah ate dificil voar pelo brasil., muito menos voo internacional. nem a pau.

  • Aryson

    Eu tb tinha preconceito com 767-300ER até o ano passado quando voei em um da AIRCANADA de SP-TORONTO, foi uma viagem muito boa, bom espaço para as pernas, cabine com tons azulados e bastante confortável, de fato muitas aéreas o utilizam em voos intercontinentais, parece ser o concorrente direto do A-330.

  • Gustavo Schuch

    Voamos para NY e agosto, ida-e-volta com este aviao (TAM). Usamos o espaço conforto nos 2 trechos. Vale a pena comentar que o espaço conforto é praticamente uma "ala" com 15 fileiras, ficando com 1 banheiro "praticamete exclusivo". Muito positivo a viagem!

  • Matheus V

    Tive a felicidade de voar nesse avião na rota GIG – REC – GIG, nesse último final de semana. Realmente o conforto me surpreendeu, bastante superior aos A320 da TAM. Sistema de entretenimento individual com ótimo monitor, grande variedade de filmes e músicas… Bom atendimento dos comissários. Senti uma melhoria legal na TAM. Só uma reclamação, mas não é nada com a TAM, e sim com relação ao aeroporto do Rio… que inferno insistirem na utilização daqueles malditos ônibus. Vi na chegada vários fingers vazios, e eis que o avião para na pista e desce todo mundo pro buzão. É lamentável.

    • Titobosco

      imagina na Copa 😉 Chegarem aqueles 777 abarrotados de gente e sendo amparados por uma fileira de onibus com todo aquele conforto e ar condicionado que consegue aclimatar todo mundo ;)…
      Tô fora!

    • A chance do finger estar inoperante é enorme!

  • Luiz Guerra

    Semana passada fui para Miami partindo de Belo Horizonte e o avião já era o 767-300ER

  • Manoel Filho

    Alguém sabe me informar se TAM esta estudando dois novos vôos sendo Fortaleza x Miami com a previsão de iniciar em março de 2014 e GRU x Cancún com previsão para agosto de 2014, fico no aguardo

    • L Felipe

      Prezado,

      Falta apenas o ok da Anac, mas já há data, inclusive. 31 de maio. Existe também número do voo,mas não me recordo. Sei que For-Mia sai as 23:50, aproximadamente. Voo direto de 7:30. Retorno sai por volta das 14:00, horário de Miami.

      Abcs

  • Priscilla

    O voo de BSB-MIA é sempre com a aeronave nova, ou corre o risco de ser com o 767 velho? Uma amiga foi no velho em julho 2013 e tiveram pane elétrica e forte cheiro de queimado a bordo…

  • Carolina Silva

    Viajei na aeronave e realmente, a poltrona da classe executiva está um show. Ganha em conforto do novissimo boieng 777 tão cultuado pelos amantes da aviação. Ele também fazia a rota Rio de Janeiro – Nova York e confesso que preferia voar por essa rota saindo de Belo Horizonte.

  • Francenilso

    O mais interessante dessa magnífica aeronave, em mais de 30 anos de existência desse modelo, somente um acidente foi registrado, o do Lauda agir, ainda era o 767-200, o restante foi atentado! Os 767 da TAM são novos, fabricados 2012/13/14. Classe executiva mais confortável que do A330, econômica muito boa, entretenimento perfeito!

  • Kessia

    Pessoal, vocês sabem se o vôo direto BSB-MIA atualmente está com esse avião de tela individual? Fiz o mesmo trecho em Dezembro/2012 e não foi, mas lendo a respeito e vendo no seat-guru fiquei na dúvida. Obrigada!

  • Lorena

    Fiz recentemente um vôo de Guarulhos a Orlando pela Tam e tive uma péssima experiência com relação às refeições servidas.
    O vôo decolou às 10:40 h. Às 11:30 foi servido o almoço com duas opções massa ou carne, salada e sobremesa. Até aí tudo bem. O vôo seguiu tranquilo, sem turbulências. A segunda refeição, no entando, foi servida às 17:30 h, SEIS HORAS APÓS A PRIMEIRA REFEIÇÃO. Eu já tinha comido barrinha de cereal que eu tinha na bolsa, já havia reclamado ao comissário pela demora em servir o lanche e ele falou que eles estavam seguindo o protocolo de horários da empresa.
    E a história se repetiu no vôo de volta, seis horas sem servir nada!!!
    Então, se você vai fazer vôo internacional pela Tam e está acostumado a comer de 3 em 3 horas, tem hipoglicemia, viaja com crianças ou simplesmente não quer passar fome, fica a dica: LEVE O SEU PRÓPRIO LANCHE!!!

  • Ana Clara

    Alguém voou recentemente o trecho GIG-JFK e JFK-GIG? Vou para NY no carnaval e depois de ler os comentários de vocês estou até traumatizada kkk É porque ainda não me recuperei de um vôo que mais parecia saído dos anos 90 da Ibéria. Ô avião, serviço, tudo, ruim!!

  • celso vasconcellos

    Voei nesse avião GIG-MIA-GIG e gostei. Bem melhor do que os 767-300 da AA em que sempre voei.