Conheça o novíssimo Airbus A330neo da TAP, que será usado nos voos do Brasil a Portugal!

Leonardo Cassol 21 · junho · 2018

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

A TAP Portugal será a primeira companhia aérea do mundo a receber e a operar os novíssimos Airbus A330neo, um novo projeto da fabricante européia, mais moderno e eficiente que seu antecessor, o Airbus A330 (atualmente operados no Brasil por companhias como Azul, Avianca e Iberia). A primeira aeronave ficou pronta e iniciou um giro pelo mundo, para testes e certificações, começando pelo Brasil.

Voamos nesta última noite do aeroporto RioGaleão para Lisboa nesta incrível aeronave e contamos em detalhes como é o novo avião e como foi essa experiência.

Para se ter uma ideia, o equipamento é tão novo, que nem foi entregue para a TAP (o avião já tem as cores e o interior da companhia portuguesa, mas ainda está sob a tutela da Airbus, até a conclusão da fase de testes e de certificação).

O que o novo Airbus A330neo tem de diferente?

Este avião será o primeiro da TAP a ser equipado com a nova versão da cabine Airspace da Airbus, que representa um avanço considerável em relação às cabines antigas. Tanto a classe econômica, como a executiva, ganharam novas poltronas, iluminação, mais espaço, e um ambiente totalmente renovado. O avião tem também um novo e moderno sistema de entretenimento, além de internet Wi-fi.

O A330-900neo (new engine option – ou nova opção de motor) oferece mais conforto aos passageiros, pois tem um menor nível de ruído na cabine e motores mais modernos e eficientes (Rolls-Royce Trent 7000).

Soma-se a isso um design diferenciado, novo formato de asas mais aerodinâmicas, o que gera uma economia de combustível de aproximadamente 14%, bem como 25% menos emissões de poluentes, em relação às outras aeronaves.

Há ainda um sistema de iluminação em LED, semelhante ao utilizado no Airbus A350, poltronas-cama que reclinam 180 graus na executiva e compartimento de bagagens 66% maiores na cabine.

Como é o interior do A330neo da TAP?

O A330-900neo da TAP está configurado para transportar até 298 passageiros, sendo 34 em classe executiva e 264 em classe econômica.

Classe econômica

A classe econômica conta com 264 assentos no formato 2-4-2, sendo as primeiras fileiras de poltronas premium (com detalhe em vermelho), com mais espaço entre elas e maior reclinação.

O acabamento das poltronas é em tons de verde e cinza, numa parte, ou cinza escuro e cinza claro em outra.

Todas as poltronas da classe econômica contam com tomada, porta USB e sistema de entretenimento com monitores individuais.

Classe executiva

Na classe executiva são nove fileiras com quatro assentos cada, no formato 1-2-1, sendo que todas eles dão acesso direto ao corredor. As poltronas reclinam 180 graus e viram camas.

Você vai poder conferir mais fotos e informações da aeronave em nossa avaliação do voo, que devemos publicar amanhã.

Como foi o voo de teste e certificação?

A Airbus e a TAP convidaram apenas 25 pessoas para esse voo especial, entre jornalistas, blogueiros, funcionários e especialistas do setor de aviação. Como a aeronave ainda não está totalmente certificada e permanece sob tutela da fabricante, ela ainda não pode transportar passageiros como um voo comercial comum. Portanto, foi um voo bem diferente, e muito legal para aqueles que, como eu, curtem a indústria da aviação.

Embarcamos no aeroporto Rio Galeão na noite de ontem, 20 de junho. O voo estava previsto para decolar às 23:50. Cheguei no aeroporto às 21h, horário solicitado pela TAP. O check-in dos voos comerciais da empresa já estava encerrado. Havia apenas uma posição aberta, justamente para esse voo, que teria 2.

Por volta de 22:30 a aeronave estacionou no portal C67 do RioGaleão. A tripulação aguardava para o embarque. Eram 4 pilotos da Airbus, 2 pilotos da TAP e mais 4 comissários de bordo. Quando vi os comissários embarcando, a primeira coisa que imaginei é se haveria serviço de bordo (coisas de pessoas esfomeadas)…

O embarque ocorreu um pouco antes da meia noite. Logo na entrada da aeronave os comissários avisaram que todos os passageiros voariam na classe executiva, com poltronas de livre escolha. Quando eu entrei já estava um furdunço na executiva, então fui direto para a econômica tirar fotos. Estava completamente vazia, sem nenhum tripulante ou passageiro.

Quando voltei para a executiva, a única poltrona na janela vazia era a 8J, na última fileira. Pois logo finquei minha mochila nela e saí para mais fotos!

Por conta do período de testes e certificação do A330neo, no lugar das três primeiras fileiras centrais da cabine da classe econômica, existem duas estações de telemetria para o monitoramento de todos os dados do voo. Nela ficam dois pilotos da Airbus, acompanhando tudo.

Durante todo o voo ao menos um piloto da Airbus permaneceu no monitoramento, o que não interferiu em nada na experiência. Após a conclusão da certificação e testes da aeronave, essa estação será retirada e as demais poltronas de passageiros serão instaladas.

Decolamos 00:25. Foram quase 9 horas de viagem. O voo foi bem tranquilo, sem nenhuma turbulência. Foi possível acompanhar todo o trajeto pelo monitor do sistema de entretenimento.

Logo que decolou eu comecei a escrever esse post. Cerca de 40 minutos depois foi servido o jantar. Depois de comer ainda trabalhei mais um pouco, até umas 4 horas da manhã, horário do Brasil. Em seguida fui dormir, o que pra mim geralmente é bem tranquilo fazer durante voos, ainda mais se for em poltronas-cama.

Refeições

No voo foi servido jantar e café da manhã, no mesmo padrão da classe executiva dos voos regulares da TAP. Só não havia nenhuma opção de bebida alcoólica disponível, por ser um voo de teste e certificação.

Para o jantar eu tomei sopa de batata doce com gengibre e cebolinha de entrada, frango grelhado com purê de batata com rúcula, ratatouille, concasse e cebolete de prato principal, e frutas na sobremesa. Tudo muito saboroso. As outras opções eram peixe com frutos do mar e arroz, ou filé mignon com beringela e abobrinha.

No café da manhã o prato foi rosbife, fatias de peito de frango defumado, queijo ementhal e geleia de damasco, acompanhado por pães, frutas, muffin de blueberry, iogurte grego e frutas. Estava bom também! A combinação da geleia com os frios, que eu pensei que não fosse me agradar, caiu super bem! Para beber, café com leite e suco de laranja.

Pança cheia, ainda deu tempo de trabalhar mais um pouquinho até o pouso! Ao todo passei umas 4 horas do voo acordado, não por falta de sono, mas pela empolgação da viagem, mesmo.

Chegada a Lisboa

Aterrizamos suavemente em Lisboa na manhã de hoje, às 9:13 no Brasil, 13:13 horário de Portugal. Se estiver sentado na janela quando for a Lisboa, não deixe de observar a cidade. Dá para ter uma excelente visão panorâmica, já que o aeroporto fica muito bem localizado.

Não houve saudação com jatos d’água. Antes de descer da aeronave, deu tempo de dar aquela espiadinha básica na cabine de comando.

A felicidade foi maior porque pousamos numa posição sem finger, o que me permitiu tirar as fotos que você viu no início desse post, além de apreciar cada detalhe dessa belezura de aeronave. Apenas um dos privilégios desse trabalho que eu gosto tanto 🙂

Os pilotos e comissários foram muito gentis e prestativos durante toda a viagem. Em especial, a comissária Rita (a mais alta da primeira foto acima), que me atendeu, um show de simpatia e de profissionalismo. Todos pareciam bem contentes de estar nesse voo, conhecendo a mais nova aquisição da TAP.

Você pode estranhar como fiz e esse post tão rápido… É que boa parte dele foi feito durante o voo, já que o avião é equipado com Wi-fi. A conexão estava excelente, talvez pela pouca quantidade de passageiros. Depois do pouso foi só incluir as fotos que faltavam, bem como finalizar e revisar o texto.

Você vai poder conferir mais detalhes desse voo em uma avaliação exclusiva, que devemos publicar até amanhã.

Em quais rotas o novo A330neo vai operar?

A boa notícia é que duas rotas entre Brasil e Portugal serão as primeiras do mundo a receber voos da nova aeronave. Segundo Luis Quaggio, gerente de vendas da TAP Brasil, São Paulo será o primeiro destino do A330neo. Em seguida, será a vez do Rio de Janeiro. Ou seja, a partir setembro os passageiros que embarcarem no aeroporto de Guarulhos já terão a chance de experimentar o novíssimo avião em um dos voos diários da TAP para Lisboa.

Quantas aeronaves novas foram encomendadas pela TAP?

Os novos acionistas da TAP anunciaram, logo após a privatização, uma encomenda de 53 novos aviões de última geração à Airbus, sendo quinze A320neo, doze A321neo, doze A321LR (longo alcance) e quatorze A330neo. De lá pra cá, a TAP já contratou aviões adicionais, com mais um A320neo, dois A321neo e um A330neo, a serem recebidos em 2018, e mais três A320neo, três A321neo, dois A321LR e seis A330neo ao longo de 2019, num total de 18 aeronaves adicionais à encomenda original.

Até 2025 a TAP receberá 71 aviões novos. Segundo a companhia, a modernização da frota vai permitir a ampliação da oferta de assentos e de destinos, além da substituição de equipamentos antigos, como os Airbus A340 que ainda voam para algumas cidades do Nordeste.

Qual será o roteiro completo de testes e certificação do novo A330neo?

A aeronave está fazendo hoje e amanhã os primeiros voos teste de uma série por todo o mundo, com as cores e com elementos de tripulação TAP, para que atinja 150 horas de teste de voo. O primeiro dos voos desta série trouxe o A330neo a Lisboa, de onde seguiu para o Rio de Janeiro. Foi de volta à capital portuguesa, de onde vai partir novamente para o Brasil, desta vez para São Paulo e Recife. Em seguida, vai para Miami.

Fonte: Airbus

Até ao final do mês de junho, o A330neo com as cores da TAP prosseguirá o plano de voos de teste numa sequência que vai leva-lo a Kuala Lumpur, Manila, Jakarta, Bangkok, e Maurícias. Por fim, na última etapa, o novo avião da TAP voa para Nova Deli, Reykjavik, Chicago e Atlanta, concluindo com o retorno à fábrica da Airbus em Toulouse.

Como etapa final da fase de certificação das aeronaves, estes testes são também conhecidos como testes de rota e incluem missões ETOPS, aterrissagens de desvio em aeroportos e testes de handling. Depois de passar pela Europa, o A330neo irá para 15 dos principais aeroportos nos cinco continentes

Vídeo do novo Airbus A330neo da TAP Portugal

Confira um vídeo da nova aeronave disponibilizado pela empresa em seu canal do Youtube.

E você, o que achou da novidade? Comente e participe!

Autor

Leonardo Cassol - Editor Editor e especialista em programas de fidelização do Melhores Destinos.