Guarujá ganhará aeroporto para 1 milhão de passageiros até 2014

Denis Carvalho 15 · março · 2012

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Um dos principais destinos do litoral paulista, a cidade do Guarujá, na Baixada Santista, vai ganhar um aeroporto para 1 milhão de passageiros até a Copa de 2014. De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, o terminal será criado em um anexo da Base Aérea de Santos que, apesar do nome, fica no município vizinho. Dos mais de 2 milhões de metros quadrados da instalação militar, o aeroporto vai usar cerca de 200 mil m². As obras começam em 2013.

Uma licitação será aberta neste ano para oferecer o projeto, já pronto, à iniciativa privada. O documento final de concessão de uso será assinado entre a prefeitura e a Força Aérea Brasileira em maio. Estudos de demanda feitos pela prefeitura do Guarujá em parceria com empresas aéreas mostram que, se tivesse um aeroporto hoje, a cidade receberia 750 mil passageiros por ano – boa parte seguiria para os cruzeiros que saem de Santos.

Além dos navios de turismo, o fato de o Guarujá ser um dos principais destinos de verão do Estado, atrelado à descoberta de petróleo na camada do pré-sal da Bacia de Santos, deve elevar o movimento anual de passageiros para 1 milhão em poucos anos. A intenção da prefeitura do Guarujá, que firmou uma parceria com a Petrobrás, é a de criar um “aeroporto metropolitano compartilhado” para a Baixada Santista.

De acordo com o projeto, o aeroporto terá um pátio de aeronaves “de médio porte” e estacionamento com 300 vagas. O terminal de passageiros terá entrada independente do restante da base aérea, com acesso à futura ligação seca entre Guarujá e Santos – um túnel ou uma ponte são estudados para a área.

Mais informações no site do Estado de S. Paulo.

Dica do leitor Vitor J Nunes.

 

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe