Companhias aéreas norte-americanas investem na implantação da “classe subeconômica”!

Leonardo Cassol 3 · março · 2016

Você não leu errado! Seguindo a pioneira Delta Air Lines, United e American informaram que pretendem lançar ainda esse ano uma classe inferior à classe econômica. Mas o que pode ser pior do que voar num avião lotado, em poltronas estreitas e apertadas, que quase não reclinam, e ainda por cima sem refeição e sem direito a despachar mala gratuitamente? Confira essa nova e assustadora novidade, que pode ser copiada e implementada pelas companhias aéreas brasileiras!

Denominada “econômica básica“, a classe subeconômica, ou última classe (last class), como tem sido chamada nos Estados Unidos, vai representar a quase total ausência de “benefícios” durante uma viagem. Por exemplo, não será possível reservar assentos, cabendo aos passageiros os lugares que sobrarem, após o embarque dos passageiros das demais classes (provavelmente assentos no meio, ou na última fileira, colado ao banheiro e cozinha). Além disso, não será possível pedir o reembolso do bilhete. Caso o passageiro desista da viagem, ele vai perder o dinheiro que investiu. Se precisar alterar a data da viagem, deverá estar preparado para inúmeras restrições e será obrigado a pagar uma multa salgada, além da diferença da tarifa. Outra restrição, válida para clientes com status nos programas de fidelidade, será a impossibilidade de upgrades para assentos da classe econômica, econômica premium ou executiva.

Segundo uma reportagem da revista The Economist, a iniciativa é um esforço das companhias aéreas norte-americanas para competir com as low costs, como Spirit e Frontier. Mas a matéria levanta a suspeita de isso ser apenas um artifício para conseguir que os passageiros paguem mais para um “upgrade” para a classe econômica tradicional. Na verdade, quando você tenta fazer uma reserva na classe economia básica da Delta, uma tela aparece avisando de todas as desvantagens e exigindo que seja marcada uma caixa indicando “Concordo com as restrições”, antes de prosseguir.

Será que nós, passageiros, temos uma parcela de culpa, na medida que demonstramos disposição a todos os tipos de desconfortos e inconveniências para conseguir uma tarifa mais baixa? Talvez! Mas qual será o limite?

Vamos torcer para essa novidade não virar um novo padrão na indústria de aviação mundial!

E vocês, o que acharam da novidade? Alguém já voou pela Delta nessa nova tarifa?

Publicado por

Leonardo Cassol

Editor

  • kleber silva

    Aqui no Brasil a gol, já é assim,os americanos são invejosos e copiaram nossa ideia.

    • Henry

      É… só de sacanagem a poderosa Gool deveria comprar a Delta…rsrsrsrs

    • Adilson Uchoa

      kkkkk!

    • Eduardo

      Pois é, eu fui lendo o texto e identificando a GOL, somente na questão de despachar malas e servir os snacks da empresa mãe terra que ela difere, no mais essa tal de dog class já é padrão em terras tupiniquins e outras partes do mundo, nenhuma novidade para o mercado nacional. Para os gringos sim, que deve estar sendo!

      • euler

        “dog class” vou patentear..rs

      • Gutto

        “Dog class” – eu tô é morta! HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

      • ARYSON FRANCA

        Eduardo, eu concordo em parte com seu comentário, viajei recentemente pela GOL, paguei R$19,00 numa poltrona superconfortável. Acho que todos nós precisamos decidir uma coisa: passagem barata ou comida? Eu prefiro pagar uma passagem barata porque como em casa ou no hotel. Não podemos, e as cias também, oferecer ao mesmo tempo passagens baratas e comidas á vontade. Onde estaria o lucro delas? A manutenção das aeronaves? Os salários? No caso de viagens longas(internacionais) o preço da “comida” está embutido nas tarifas, e também as horas de voo requer uma alimentação. Eu penso assim, por isso não reclamo muito não.

    • Rafael Lindoso

      A gol eh melhor do que a tam em praticamente tudo, assento mais espaçoso, equipe mais preparada, problemas resolvidos mais rápido, histórico de seguranca melhor, melhor cartao de credito, só perde no preço, tanto em dh quanto em milhas…. eu não entendo esse recalque com a gol.

      • Henry

        não adianta fazer hora extra que não vai receber.. a empresa está tecnicamente quebrada…

      • AndreaP

        Por um longo momento da sua avaliação da GOL eu pensei que estivesse sendo irônico…

      • Weuller Faria

        Tá sertu… defendendo a empresa em que trabalha.

      • Fabio

        Isto foi uma ironia, certo?

      • Patrick Ferreira

        eu que moro na região norte, a Gol e a melhor companhia, tanto em preço e “conforto”, quer conforto vai de azul e pague três vezes mais.

        • Fabricio Reis

          Pode ser uma característica da região Norte, Patrick, mas aqui em SSA, exceto se a Gol estiver fazendo uma promoção, os preços são bem próximos, e eu tenho sempre optado por Azul ou Avianca. Até a TAM, se for o caso. Só viajo com a Gol se for uma promoção bem forte.

      • Felipe Cattini

        Fui cancelar uma passagem da gol, eles me cobraram 10% pelo cancelamento, aí se eu quisesse ficar com o crédito tudo bem, mas para receber o dinheiro de volta eu teria que pagar mais 50% de multa. Em resumo, uma companhia que rouba o cliente, apenas isso…

        • Patrick Ferreira

          leia o contrato, passagens promocionais e flex sempre tem taxa e o reembolso nunca e 100%.

      • Fabricio Reis

        Eu ainda vou continuar acreditando no tom irônico de seu comentário, por mais que pareça o contrário…

      • Eliezer Fonseca

        Sou apenas passageiro, não tenho motivos funcionais pra defender nem a Gol nem qq outra. Mas de boa, também não entendo esse “recalque” com a Gol. Avião apertado, tarifas baratas mais restritivas, penalidades por cancelamento e alterações, etc, isso tudo faz parte das práticas de mercado… Sobre a Gol estar tecnicamente quebrada, pode ser, mas por enquanto ainda estão operando… enfim, quem critica a Gol ainda não deve ter tentando fazer uma reserva na Spirit, aquilo sim que é tarifa restritiva e péssimo serviço (ouvi dizer q paga-se por coisas elementares, como imprimir cartão de embarque no check-in, ou levar uma mochilinha de mão q seja!)

        • Luiz Thomaz

          Para saber se um serviço é bom ou não, devemos comparar com os melhores e não com os piores. Não é recalque; o serviço é péssimo. Prefiro pagar mais caro na Avianca…

    • kyrodes

      Eles não copiaram a ideia da gente. Copiaram da Ryanair, que é muuuito pior que qualquer empresa brasileira.

      • Janine

        A Vueling tb é péssima! E sempre atrasa.

  • AG.47

    Quem escreveu esse texto claramente não tem andado de Gol e Tam na econômica. Tirando a opção de marcar assentos que ainda é disponibilizada, o resto já é como operam a maioria das companhias brasileiras.

  • Leonardo F J

    Eu já voei de “super econômica” e nem sabia…aliás estou em uma conexão nesse exato momento, num assento apertado, se um vôo lotado e com fome e sede.., e está chovendo! Só alegria!

  • Ana

    Ja viajei em situacao parecida em questao de preco, viajei de stand by para Miami em abril do ano passado e definitivamente foi a pior escolha que fiz da vida. Apesar que os servicos do aviao eram mantidos, ter que esperar vagar lugar e perder dinheiro era assustador, dormi 3 dias no aeroporto congelante de miami esperando a ausencia de pessoas no aviao, e o pior foi que quando eu fui, era uma epoca de feriado prolongado e TODOS os voos estavam lotados, tinha ate mais passageiros pagantes que a quantidade de poltronas. Aconselho a nao viajarem assim, extremamente desgastante e desesperador ver pessoas indo embora e voce ficando.

  • Diogo Maia

    Pior que isso só se o Lula for reeleito

  • Marcos

    Resumindo, é quase uma Gol e uma Iberia, mas provavelmente um pouquinho melhor.

    • Eduardo Menezes

      O problema é que a Gol, que na verdade já oferece essa subeconômica, vai ver isso como uma possibilidade de criar uma infrasubeconômica. É só observar que o Smiles cobra 80 mil milhas por um trecho interno em uma poltrona na classe Comfort, valor que se cobra por uma executiva internacional.

  • Fabio

    Se for realmente mais barato eu vou até em pé.

    • Rodrigo Valdez

      Concordo!
      O pessoal que reclama deveria ter vivido um século atrás para viajar no porão de um navio por uma pequena fortuna. Iriam ficar com saudades da barrinha de cereal.

      • Bruno Becker

        o problema é o serviço ficar inferior com o mesmo preço atual, e o serviço atual (que já é questionável) ficar mais caro com status de upgrade

    • Fabricio Reis

      Eu não iria em pé nem se fosse de graça. Mas o problema real é que estamos falando de Brasil. Então, o “mais barato” vai ser ilusório. O que irão fazer é subir o preço da econômica e cobrar o preço da econômica na sub.

      • Fabio

        De graça eu vou plantando bananeira no porão. Mas quanto a poder ser uma pegadinha para subir o preço da econômica normal, eu concordo. Por isso usei o condicional SE

  • Eduardo Riviello

    Quem está desconfortável financeiramente não tem condições econômicas de exigir conforto. A culpa não é do “cliente”, é do paradigma socioeconômico capitalista mesmo.

  • Fábio

    A United praticamente já faz isso. Se você comprar um voo com antecedência de cerca de um mês, dificilmente você conseguirá reservar algum assento. Ou então só conseguirá opções na cadeira do meio das últimas fileiras do avião, já que a empresa libera praticamente apenas 20% dos assentos para reservas prévias, tentando vender upgrades com essa estratégia.

    E caso você não compre esse upgrade nem consiga marcar um assento sofrerá uma enorme “humilhação” no setor de embarque da empresa, já que você só conseguirá o lugar exato que você vai sentar poucos momentos antes do embarque, e em alguns casos somente após o embarque dos outros passageiros

    • Hermes Hs

      Humilhação? Vai andar de jatinho então, já que considera “humilhação”, escolher um lugar no momento do Embarque. Que gente exagerada! Você pode não ir na janela, mas indo na econômica, qualquer lugar que sente será igual…. Pouca diferença tera entre corredor e janela, já que algumas pessoas tem preferência por corredor e outras janela. Mas falar que uma humilhação, somente por escolher um lugar!!!!

      Brasileiro tem essa mania de pobre mesmo. Quando vai para a Europa, viaja de Ryanair e não reclama, aqui, tudo é ruim!!! Os Europeus, inclusive já estão acostumados. Claro, tem um pensamento mais evoluído! E não reclamam, é super comum isso lá!Alguém já morreu, por escolher um lugar no momento do embarque? nunca soube, pelo menos! Paga R$900 reais e ainda quer quer voar na primeira classe!

      • Fábio

        A humilhação não é escolher o lugar no embarque, mas tudo que a empresa fez para te constranger. Já poderiam colocar você nos lugares remanescentes no check-in do aeroporto,, mas não é a politica. Fazem o seu check-in sem assento, e mandam você procurar o funcionário da empresa no setor se embarque. Aí você vai até lá, procura, pega outra fila, aguarda uma informação que não vem, te mandam pra outra fila, etc. Até checar a hora do embarque quando liberam essas informações, muitas vezes depois de todos entrarem. É todo um constrangimento desnecessário cujo objetivo da empresa é tentar pegar mais dinheiro dos passageiros. Nesse meu caso p voo custou 2100 reais, e o custo de cada upgrade seria em torno de 200 dólares, ou 800 reais. Ou seja, se optasse em todos os trechos de meu voo, 4 no total,, a passagem seria mais que o dobro.

        E quanto aos assentos, como tenho 1m93 sentar-me no corredor faz uma diferença enorme. E mesmo assim acabo ficando boa parte do voo de pé, especialmente nas 15h que peguei no trecho entre Chicago e Hong Kong.

        E já viajei muito de ryanair, vueling, easyjet, transavia, e outras lowbudget da Europa. E não tenho nada contra o conceito. Você paga o equivalente ao que você adquire, e as regras são rígidas e claras. Mas mesmo nestas empresas não me senti desconfortável como senti com essa politica da United, que com o já falei considero mesquinha e desnecessária.

      • Fabricio Reis

        Eu também acho humilhação, sim. E se fosse comigo, se não estivesse bem claro no momento da compra das passagens que eu não teria direito a marcar os lugares, a empresa levaria um processo nas costas. Já fiz isso com a AA e ganhei. E provavelmente vou fazer novamente agora em abril. Comprei passagens para NYC em setembro de 2015, para viajar agora em abril de 2016. Marquei meus assentos na compra. Semana passada a AA cancelou o voo e mudou para um outro, onde me disseram que não tenho como reservar os assentos antecipadamente. Exatamente o que aconteceu da vez anterior. Se eu viajar separado de minha esposa, ou em assento desconfortável ou próximo do banheiro, vou processar mesmo. Ganhei um processo e vou ganhar outro. Babaquice achar que por comprar uma passagem por 900 reais tem que se sujeitar a qualquer situação. Ninguém forçou a empresa a vender por esse preço. Se vendeu e não mostrou as restrições no momento da compra, problema deles. Quem compra passagem em Ryanair e Easyjet, já o faz sabendo que não se pode marcar assentos. Bem diferente de quem compra sabendo que pode marcar. Problema verdadeiro do brasileiro é não saber exigir seus direitos.

  • Fábio

    Com que empresa você fez esse voo?

    • Ana

      American Airlines

      • Eduardo Favila

        Não viajo de American Airlines nem que a passagem esteja 1 real.
        É um dogma na minha vida.

  • Alvaro

    Por que sempre massacram a Gol, enquanto a TAM é igual ou até pior ? Não entendo isso.

    • Guaip

      Os últimos, sei lá, 10 vôos da Gol que peguei tinham aquele aviso que o vôo tinha um espaço a mais, e eu confesso que achei bom mesmo. Tenho pouco mais de 1,80m e minhas pernas cabiam normalmente.
      Quanto a lanches e não sei mais o que, pra mim é frescura. Só porque está voando tem que ganhar comidinha? Ah, vá… Qualquer vôo de menos de 3h pode ser encarado sem comida. Ou compre um salgadinho e leve!

      • Henrique Ventura

        Faz um CWB-GIG com criança pra ver o que é voar 1h sem ~lanchinho~.

        • Rodrigo Valdez

          Você tem duas opções, ou compra passagem da concorrente, ou leva o lanchinho.

          Fácil né?

          • Henrique Ventura

            Tenho escolhido a primeira opção. Avianca >>> resto.

        • Jonatas Elias

          Quando eu era criança viajava 3 horas de ônibus balançando para lá e para cá e não morri.

          • Henrique Ventura

            Concordo, ninguém vai morrer por passar aperto numa viagem. Mas convenhamos que quando vc viaja a última coisa que vc quer é se aborrecer.

          • Jonatas Elias

            E qual o aborrecimento de se ficar uma ou duas horas sem ~lanchinho~?

          • Henrique Ventura

            Criança entediada sente fome. E pelo jeito é mais fácil culpar o cliente do que esperar um serviço de qualidade, então, de acordo com a tua teoria. Se eu quiser passar apuro, vou de ônibus, mesmo. Dependendo da empresa, ainda fica até menos desconfortável do que uma Gol da vida.

          • euler

            Sei nao..acho que morreu sim..

        • Flávio José de Carvalho

          Vc quer comer ou viajar? Tb jah fiz esse mesmo trajeto com criança da mesma idade e chegamos muito bem no destino. Agora, se vc já opta pelo mais caro, pare de #mimimi e curta sua riqueza!

          • analu

            Eu faço com 3 crianças e não tenho nenhum problema!!!
            Os pais mandam nos filhos e não o contrário!!

          • Ines

            Aí eu penso: de que adianta ter lanchinho se a criança/adolescente/adulto olha com cara de nojo?

          • kyrodes

            Pra ser sincero o lanchinho normalmente é bem nojento mesmo. E provavelmente cobram uns 15% a mais da passagem só pr te servir amendoim velho com coca cola

          • Henrique Ventura

            Tá certo. Esquema então é aceitar serviço de baixo qualidade e fingir que acredita na propaganda enganosa das empresas….

        • Marco Pacheco

          Cara, eu moro na Europa e viajo frequentemente, seja de carro ou avião e com criança de 3 anos. Em qualquer situação a estratégia é a mesma: lanchinho na mochila.

          Na easyjet eu nem me incomodo de pagar pelo lanche. Normalmente compro um combo infantil que vem com suquinho, bolilho, pão e biscoitos. Acho que custa uns 8 libras. É muito menos do qua diferença de preço nos demais vôos. e, muitas das vezes minha filha nem liga…

          Concordo que assentos apertados são os maiores problemas para mim que tenho 1,93m. De resto, o importante é o vôo ser pontual, ter embarque e desembarque eficiente e basta. Comida e lanchinhos deixemos para os vôos longos.

        • kyrodes

          Se você tem filho ou tem fome, compre comida antes do embarque. Não faz sentido nenhum servirem comida “de graça” (embutida no preço) dentro do avião em voos curtos, sendo que a maioria das vezes o lanchinho é ruim pra burro. Não entendo isso. Se vc vai ver um filme de 3h não compra comida? Se vc vai num parque de diversões não compra comida? Pq um voo de 1h30 tem que ser all inclusive? As companhias devem cobrar uns 15% a mais da passagem pra servir um saquinho com 5 amendoins dentro e 3 dedos de Coca Cola. Prefiro que não me cobrem isso e me deixem levar comida de casa.

          • Juh

            A Gol engana o povo mesmo… O que diriam do meu caso que paguei quase 500,00 em apenas um trecho Gol CWB/GRU e quiseram vender o tal do “lanchinho”? Um absurdo! Se for o caso paguei não apenas o lanche embutido na passagem mas também o jantar, e não recebi nada. Muitos podem dizer que é uma rota curta, mas dependendo da situação pode fazer diferença, por exemplo, eu cheguei extremamente tarde no aeroporto e meu próximo embarque seria às 4 da madrugada. Fiquei indignada deles terem a coragem de cobrar uma tarifa tão cara para “nada”.
            Depois que viajei de Azul não abandono mais, comissários atenciosos, conforto, tv a bordo e lanche á vontade para quem quiser. Detalhe que a pouco fiz trecho Curitiba/SP de Azul por 134,00 com todas as tachas.
            Enfim, pode falar quem quiser…

      • Bruno Vilalba

        Rapaz, pra mim a Gol tá melhor que a Tam mesmo. A tam parou no tempo, aviões apertados e antigos.

        • Bruno Becker

          concordo, a Tam parece uma lata de sardinha com aviões antigos. Me sinto muito mais seguro com os aviões da Gol mais confortáveis e principalmente, novos. E não ganho nada da GOl antes que algum “Tam Lover” venha criticar. Dizem que Tam serve lanche e aí te entregam um pacotinho de amendoim?? melhor assumir logo que é farinha do mesmo saco

          • Bruno Vilalba

            Exatamente o que eu penso! As minhas favoritas ( da melhor para a pior ):

            – Azul ( aeronaves novas, bom espaço, duas poltronas por fileira, snacks );
            – Avianca ( bom espaço, lanche, boas aeronaves, se bem que esses dias eu voei numa aeronave velha toda sucateada, faltando pedaço das almofadas que apoiam os braços );
            – Gol ( bom espaço, considerando as aeronaves novas. opção de comprar snacks e lanches );
            – Tam ( aeronaves velhas e apertadas, só tem “status” ).

          • Gustavo Griffo

            E ainda tem uma diferença entre Gol e Tam. Avião da Gol nunca caiu (só foi derrubado) já a Tam… hahah

        • Eduardo Favila

          Estando a passagem em preço equivalente, escolho a GOL.

      • Wellington Borderes

        É verdade, essa questão de ter que pagar pelo lanche é a coisa mais normal lá no exterior, principalmente nas low cost. É preciso analisar qual a proposta da empresa.

        • Guaip

          Exatamente. É preciso ACEITAR o que está pagando, e não comprar a passagem mais barata que não inclui nada e reclamar que não tem lanche.
          Aliás, aquele lanche que dão na Gol eu nem como mesmo. Aquela bolachinha integral eu normalmente guardo ou dou pra alguém por perto.

        • Eveline Gomes

          Mas aí o preço também é uma questão importante…. Viajei com a ryanair e com a air baltic em trechos com duração de 3h mais ou menos e paguei cerca de 350 reais pelo trecho de ida na ryan pra duas pessoas. Vou pra Fortaleza semana que vem e vou pagar 800 ida e volta na gol pq era o mais barato….. e é capaz de a gol ainda querer me vender o lanche….. Se a passagem é barata de verdade não precisa servir nem água mas não é o caso das brasileiras….

    • Efeito manada, Alvaro. Pior, grande parte nunca viajou em todas as cias brasileiras ou em voos internos lá fora para entender o contexto e o conceito da reportagem. Pelo menos a gente se diverte lendo os comentários. 😉

  • Guaip

    Basicamente voar de Ryanair.

  • Mikael Kenan

    Gente a Gol já é assim, só esqueceram de patentear a ideia!

  • Thomas Hisamura

    Nenhuma novidade… é o modelo de varias low costs europeias e asiáticas, inclusive derivadas de cias. tradicionais como Lufthansa (Germanwings), Iberia (Vueling), Thai (Thai Smiles), Turkish (Anadolu Jet), Singapore (Silk Air) e por aí vai…

  • Jackie Queen

    Aqui no Brasil a gol, já é assim,os americanos são invejosos e copiaram nossa ideia. Mandou bem Kleber!

    • kleber silva

      obrigado,abraços.

  • Mateus

    Eu acho super válido! Quero pagar apenas pelo transporte do meu corpo! Quanto menos regalias e mais barato melhor.

  • Wellington Borderes

    Oferta e demanda, se tem quem pague por isso, por que não? A questão é saber antes de comprar a o que estamos nos submetendo.

  • Rafael Favaron

    O pessoal tem que ter a seguinte ideia, já se foi o tempo de ouro da aviação, se você quer um serviço exclusivo pague 3mil reais ou mais na classe executiva, agora se você quer se locomover rápido com um baixo preço use as low cost, é simples, em viagens curtas qual o problema?? você prefere pagar 1000 reais e receber um lanche vagabundo no avião só pra falar que tem serviço de bordo, ou você prefere pagar 500 reais na passagem e gastar 30 reias e comer um lanche no aeroporto?? eu prefiro pagar menos na passagem, comer um lanche no aeroporto que ainda vai me sobrar mais dinheiro pra eu gastar no destino da viagem.

  • Israel Remunini

    Já voei assim pela Delta em 2013 entre SP/NY. e de NY/Boston num Bombardier apertado, sem direito de marcar assento me colocaram no fim do corredor. No voo de volta entre Boston/Detroit a mesma coisa. Voo lotado e eu na ultima poltrona, só tive um pouco de sorte entre Detroit/SP que o voo estava pouco lotado e pude escolher um lugar melhor.

  • Tarcísio Medeiros

    Acho curioso essas pessoas que tanto criticam a Gol. Ela permite marcar assento? Sim. Ela permite despachar bagagem (inclusive bagagem de mão maior.ou mais pesada que.o regulamento)? Sim. E depois do Gol Plus, acho que a pessoa deve ter 2m pra achar apertado, pq eu tenho 1,80, sou gordo e não sinto nada disso. Nunca tive problema com funcionários tb…

  • Fernando

    Entrei aqui para ver os comentários do tipo “é culpa do governo”, ou coisa parecida….mas as vozes se calaram de repente…

    • euler

      Comunista abortista PTralha mortadela…

      • Fernando

        Ou seja, você nem conseguiu criticar o que eu coloquei de maneira minimamente civilizada. Se o pessoal que critica o governo tivesse um pouco de senso crítico, saberia que nem todo mundo que não segue essa manada é petista. Mas isso deve ser muito difícil compreender. Mas, faça um pequeno exercício. Se o título fosse exatamente igual, acontecendo aqui no Brasil, quais seriam os comentários?

        • euler

          Fernando.. Estava sendo ironico, mas concordo contigo.. Achei bacana seu comentario…Abracos.

  • Paulo Oliveira

    Eu tenho 1,95m e minhas pernas cabem no assento da na Gol mas ficam esmagadas na Tam. Das companhias nacionais, a Tam que é o lixo de espaço entre poltronas.´Estou me referindo aos assentos normais e não aos assentos com espaço adicional com taxa extra. Falar que a Gol é mais apertada é falta de ter voado ultimamente.

  • euler

    Passagens pra voar em pé…

  • analu

    Eu não trabalho na Gol, por isso, sou imparcial. Digo que estou passando uma situação EXTREMAMENTE DESAGRADÁVEL COM A TAM. Viajei de GRU- MAD conexão em MIA pela American Airlines, parceira da TAM. E desde janeiro, tenho ligado, enviado e-mail para a TAM para pontuarem no seu programe fidelidade e eles não pontuam. Cada hora que ligo é uma desculpa diferente. Os atendentes da TAM são arrogantes e despereparados. Na minha cidade, não tem vôo da TAM, somente das GOL e AZUL. Eu gosto da GOL sim, poltronas maiores, sempre pego boas promo pelo smiles, por ex, voei com as parceiras SMILES pela Europa e paguei 12.500 milhas, cada trecho. Fomos para Roma, Zurique, Veneza, Berlim, Amsterdã, tudo com milhas. Não me arrependo de ser cliente Smiles. Pelo contrário. Mas, já desisti da Multiplus ds TAM. ODEIOOOOOOOO.

  • analu

    Nunca tive problemas com o call center da Gol, agora , da TAM, já é a terceira vez que fazem corpo mole em uma solicitação. Seria bom fazer uma matéria sobre esses SAC. O da TAM te deixa falando sozinha, desliga a ligação, não resolvem. Devem ir trabalhar de mau humor e descontam nos clientes.

  • Rodrigo Aguiar

    “Smiles Class” kkkkkkkk

  • Zé Ruela

    Próximo passo é viajar em pé segurando naquele ferro igual no ônibus

  • Flávio José de Carvalho

    Já pensou uma viagem de Curitiba para SP, para um dia de reuniões. Para que eu quero “conforto”, “cafezinho” e “lugar para bagagens” num voo de 40 minutos? Para trechos como esse deveria ter uma coisa dessa faz tempo!

    • Thiago

      Você quer “conforto” e “cafezinho” pra não chegar moído nos seus compromissos de trabalho. E, na volta, pra não chegar em casa chutando o cachorro.

      Acho que você não sabe o que é passar um dia de trabalho em outra cidade, senão não falaria uma bobagem dessas.

      • Bruno Bastos

        Nossa, por causa de 40 minutos desconfortável vc fica assim? Tá barra a tua vida, Thiago…

      • Márcio Sampaio

        A maioria da população gasta mais do que 40 min DENTRO de SP para ir ao trabalho de ônibus e/ou metrô, sem conforto e sem cafezinho. É o dia a dia de cidade grande, infelizmente, e as pessoas tb chegam moídas no trabalho.

        Pelo seu conceito, todas essas pessoas estão loucas e deveriam ou trabalhar pertinho de casa ou sair com seus carros, com lanchinho e ar condicionado, aumentando ainda mais o tráfego…

  • analu

    Ow galera do MD, façam uma enquete sobre os call centers das companhias aéreas do Brasil. Será que só eu tenho problema com a TAM??

  • João Henrique

    Depois que eu fiz um trecho de 400km .. 30min de voo, com um avião lotado, sem ar condicionado, sem nada .. poltrona nem mexia .. sem direito a troca, nada ! eu vejo que a nossa classe econômica é a subeconomica deles há anos !! Dale GOL !!! Sempre na frente dos concorrentes =D

    • Jonatas Elias

      Nossa, 30 minutos sem ar condicionado é muito tempo, conseguiu respirar normalmente? Fez exame de corpo de delito após o pouso.

      • Thiago

        Cara, não sei o porquê de sua ironia. Eu, por exemplo, sinto muito calor e uma situação dessa pra mim é desesperadora.

        Não sei se você já voou Passaredo, mas isso sempre acontece nos ATRs deles em solo. Simplesmente não ligam (ou não têm) o ar condicionado.

        • Jonatas Elias

          Os ATR não têm APU, portanto, dependem do A/C do aeroporto, e como nossos aeroportos são uma maravilha…

          • Thiago

            Suspeitei mesmo que fosse ausência de APU. Mas já vi aviões maiores com um ar-condicionado “portátil” gigante conectado na parte de baixo do avião, através de um tubo amarelo. Ou seja, supondo que os ATRs tenham a entrada para o tubo, a Passaredo não faz isso pq não quer gastar né?

          • Jonatas Elias

            Aí fico devendo.

  • Ana Carolina Palonbino

    Não acho que a Gol tenha voos subeconômicos até agora. Pode-se reservar assento pela internet, inclui uma franquia de bagagem, permite bagagem de mão, tem snacks simples (pelos menos nos voos que saem e voltam da minha cidade), o espaço não é tão apertado e as aeronaves são bem limpas e confortáveis (dentro dos limites toleráveis para uma econômica), e geralmente tem os melhores preços. Apesar do Smiles estar ficando pior a cada dia, ainda tenho conseguido emitir trechos com valores promocionais em milhas muito bons. As pessoas têm que ter consciência do que estão comprando e isso inclui as passagens aéreas. Cada vez existe uma demanda maior por viagens aéreas e as pessoas, eu inclusa, acabam lançando mão de certas vantagens e do conforto por conta do preço. O único absurdo que vejo na notícia é que consequentemente vão subir o preço da econômica, como se ela fosse uma classe superior. E acabará sendo né?

    • Diogo Vieira

      A escolha da companhia aérea é algo pessoal. Elas sabem disse e te agradecem quando voam com elas! Faz tempo que voei com a Gool. Acho que é uma cia que cobra um preço justo e quase sempre tem promoções, nao acho o serviço ruim. Eu acho uma pena ouvir tantas reclamações sobre ela. Não gostou? Voa em outra cia e pronto! As vezes parece que tem pessoas que a querem falida! Aí sim estarão felizes! Não gosto da TAM mas, acho ótimo que ela seja mais uma opção, assim há concorrência e isso é bom. Se precisar voaria com ela novamente, afinal o importante é chegar ao destino final. Antigamente as cias mimavam os clientes, porque elas conseguiam, hoje a realidade é diferente, os custos são muito altos e elas precisaram contar os benefícios Alguns pessoas entendem isso… outras não.

  • analu

    Olha, não sei como a Delta quer ficar mais low cost ainda, viajei pelos EUA em 10 estados ano passado e paguei U$ 25,00 ( 25 dólares) por cada mala despachada, em cada trecho. Detalhe: perderam, repito, PERDERAM minha mala no trecho Detroit- Las Vegas. Fui ao balcão reclamar e fui muito humilhada. Coisas tipo: Essas brasileiras… com ar de desdém, ou vá procurar a polícia, ou ainda vou fechar meia noite, procure nas esteiras sozinha, senti a xenofobia na pele. Até hoje, nada de mala. Entrei na justiça e a Delta se mostrou mais nojenta ainda, pegou um preposto que no dia da audiência não levou nenhum documento de identificação e após a audiência, sem acordo, ainda me disse: arrume algumas notas frias e diga que estava na mala, ( OII???????). Disse que apesar da Delta ser desprezível, não faria isso, só queria minhas coisas de volta. Detalhe: nessa viagem fui ao Alasca e trouxe algumas pedrinhas do Mandenhal Glaciar para meus filhos e se perderam com as malas e a preposta riu quando eu disse que isso não tinha preço. Falei pra ela, faz assim, me dá outra viagem para o Alasca para eu ir buscar as pedras de novo que eu páro com o processo. Sacanagem…

  • Diogo Vieira

    Eu só viajei de Stand By na Azul. Até hoje nunca tive problemas. A pessoa que me oferece o benefício sempre checa como está o voo e me avisa de qualquer imprevisto. Tudo bem que foram voos nacionais. A TAM tinha o Embarque Já, que era ótimo, porque vc garantia o seu lugar no voo no momento da compra. Fui uma vez para NYC assim e ocorreu tudo bem na ida, mas na volta eles trocavam o meu voo para MIA. Parece que agora na TAM o esquema é de Stand By, o que é uma pena para que usa o “benefício”. Eu nunca iria de Stand By em alta temporada para os EUA pela Azul por exemplo.

    • Vinicius

      O que é isso de Stand By? Nunca ouvi falar, mais um esquema brasileiro para se dar bem que poucas pessoas sabem?
      Um empregado da companhia coloca no esquema é isso?
      Aí meu Brasillll…

      • Ana

        Stand by é quando você tem alguma ligação com funcionário da empresa, por exemplo minha tia trabalha na AA. Ela tem um limite para colocar pessoas nessa lista, e há uma prioridade. Qnd VC é filho, marido, mulher da funcionaria tem mais prioridade que alguém aleatório ou sobrinhos e td mais. Mas isso acontece na AA. Voos internacionais n tem tanta diferença qnd VC compra numa promoção antecipada, mas nacional tem bastante. Não é um esquema de brasileiro, quase todas as cia aéreas do mundo tem 🙂

  • RayBandeira

    Boa! kkk

  • Thiago

    “Além disso, não será possível pedir o reembolso do bilhete. Caso o passageiro desista da viagem, ele vai perder o dinheiro que investiu. Se precisar alterar a data da viagem, deverá estar preparado para inúmeras restrições e será obrigado a pagar uma multa salgada, além da diferença da tarifa.”

    Ué, qual a novidade disso?? Infelizmente, aqui é assim há anos!

  • Patrick Ferreira

    Ta reclamando da Gol e da Tam, vai de Avianca e Azul, eu quero e preço baixo, esse mesmo pessoal que reclama e aqueles que andam com frequência nessas aéreas.

  • Gustavo Sousa

    Afinal, já não é assim em todas as low-costs européias? Na RyanAir, WizzAir, EasyJet etc te cobram até pra imprimir o cartão de embarque e só pode levar uma mochila. Qualquer coisa extra, mesmo escolha de lugar tem que se pagar um adicional. Não acho de todo ruim a idéia, desde que a passagem seja realmente mais barata, e imagino que será, visto que estão fazendo isso por causa da concorrência.

  • Vinicius

    Na boa, a GOL é um lixo pq cobra caro e só por isso. Ela cobra caro pelo que ela oferece. Mas sinceramente a TAM consegue ser mais lixo que ela.
    Não vamos confundir nosso ódio do Smiles, programa lixo com o Multiplus/LATAM Fidelidade.
    Temos tanto ódio do Smiles que acabamos não vendo que a TAM é um lixo também.
    Olha raramente, digo muito raramente eu recebo um bom atendimento pela tripulação da TAM, o atendimento basicamente é OK ou ruim. As aeronaves da TAM estão muito velhas. Poltronas rasgadas ou muito desgastadas ou muito desconfortáveis, aeronave suja, poltrona apertada. Mas como a gente consegue trocar por 5-6 mil o trecho nacional e 10 mil o internacional na América do Sul, ficamos calados, mas vai pagar para vc vê, não vale.
    A GOL é a mesma coisa da TAM, um lixo. Mas, em compensação tem aeronaves bem mais novas e mais limpas. Antigamente se eu fosse comprar uma passagem eu escolheria a TAM, hoje pagando com certeza entre TAM e GOL eu escolho a GOL.
    Mas óbvio que a prioridade sempre é Avianca e Azul. Sendo estas as mais caras no cenário nacional.

  • Bohemia L Fabia

    Povo todo mundo brigando mas não percebeu que no final vai todo mundo com a econômica, só não vai poder escolher o lugar….

  • Bohemia L Fabia

    Agora a respeito de atendimento já vivenciei casos em várias cias e cheguei a conclusão que tudo depende de sua sorte…desde a cia desrepeitar suas próprias regras…com atendente despreparados para situações diversas até a situações positivas onde o atendente já me deu a oportunidade de embarque imediato (inclusive com o avião já em fase de fechamento de porta) onde nem havia cogitada.

  • Mariane Ortiz

    Gente, mas já é assim, em 12/2015 fiz o trecho LA/NY que é de 5 hs pela American, e não tem lanchinho nenhum. Agora em 02/2016 voei MIA/SF e SF/Dallas também pela American e foi a mesma coisa, tem bebida como na Tam e na Gol, mas é só, e você ainda vai bem apertado.

  • Pedro

    Isso é uma cópia do que as companhias aéreas fazem com as passagens promocionais aqui no Brasil…

  • Nado Lucena

    ????? A Rynair a Easyjet e até a Air France (essa cobra uma tarifa MINI sem direito a bagagem de porão e assento marcado), já fazem isso!!! Quero saber onde está a novidade?

  • ivan

    A Lufthansa (sim, vocês leram direito) já pratica isso nos voos saídos do Brasil. Você gasta uma fortuna com um bilhete deles, e nem sequer pode reservar assento. Mal posso esperar a delícia daquele voo até Frankfurt na fileira do meio, ou naquela última fila em que o assento não reclina.

  • Eu acho que eles estão copiando de nós

  • Cersei depiladora de opiniões

    Saudades webjet

  • Tassio Souza

    Acho que isso será uma forma de elevar os preços. Ou seja, o preço da econômica atual, será o praticado na econômica básica. E a atual terá reajuste.

  • ivan

    Engraçado… fiz um comentário dizendo que a Lufthansa já faz isso nos voos do Brasil, mas sumiu.

    • Ivan, seu comentário está logo aqui abaixo.

      • ivan

        desculpe – pode apagar este meu comentário se quiser. Obrigado.

  • Bebeto Le Garfs

    Cara, se voce busca preço tem de estar preparado para ter serviço equivalente… Ai viaja todo mundo feliz…

  • Bebeto Le Garfs

    Caraca, o aeroporto de MIAMI eh realmente congelante…

    • jorge moraes

      Não é o aeroporto de Mia que é congelante, é a cidade que muito quente.

  • Carolina

    Eu voei com a tarifa basic economy da Delta entre MIA-LGA e não teve diferença alguma. A única observação é que a reserva de assentos só pode ser efetuada no check-in, que abre 24h antes do voo pra fazer pela internet. Não há assentos diferentes ou setor diferente. Eu e meu marido ficamos juntos e meu amigo ficou separado de nós, duas fileiras à frente. Foi um voo de 3 horas com opções de bebidas, mas sem lanche. Ninguém passou mal, nos programamos, comemos antes e levamos lanches.
    Pra mim o único inconveniente foi a bagagem, que custa 25 dólares para despachar. Mas a mala de cabine pode ir com qualquer peso, de graça.

  • Samir Peña

    Pelo que descreve o texto, não é nada diferente de viajar de uma low cost européia. Li e vi minhas experiências de voar com a RyanAir e EasyJet sendo descritas.

  • Luiz Rocha

    Mimimimimimimi

  • Sandra Dias

    Em matéria de preços low costs a Ryanair e Easy jet continuam imbatíveis… até hoje não vi nada parecido. A Gol vai cobrar 39,00 Euros para ir á Argentina, chile …. e colocar ofertas a 9,00 euros ou 19 euros ? Aqui o lucro rápido fala mais alto….

  • Pedro Huback

    Cara, a gol não é assim. Você marca seu assento e tem garantia que vai voar. E ainda tem direito a mala gratuita. A Gol não é nenhuma maravilha, mas quem diz que é esse nível tá muito equivocado.

  • O ódio que temos do Smiles reflete diretamente na Gol, e são raras as pessoas que não pensam assim. Azar da Gol.

  • Rodolfo Machado Stocco

    Logo a sub-econômica vira econômica, a econômica vira executiva e a executiva vira primeira classe… vai vendo….

  • Marco

    A classe economica da IBERIA nao fica muito diferente do que foi descrito nesta materia. Nao se pode reservar assentos e corre-se o risco de a familia viajar separada, mesmo com criancas! Qualquer alteracao custa os olhos da cara. So nao mexeram ainda na franquia de bagagem…

  • Lucas Satolep

    Mas no Brasil vai ser assim: irão colocar a subeconômica ao preço que está a econômica tradicional e subir esta última. É tipo salgadinho Elma Chips: o pacote diminui 10% de tamanho vendido pelo mesmo preço e na embalagem diz: “10% a mais de salgadinho!”.

  • Geraldo Coelho

    Há algum tempo atrás li um artigo sobre uma proposta da RianAir de vender lugares em pé no avião, apenas encostado em uma espécie de encosto de poltrona para poder fixar o cinto de segurança. Não sei se a ideia vingou, mas parece ser pior ainda, seria a classe miserável kkkkk

  • Fábio

    Já viajei de American e United e achei a American melhor em termos de atendimento, equipe, equipamento, etc. Ou talvez eu dei muita sorte com American e azar com a United, que achei péssima

  • Thiago Pimenta Fernandes

    ou seja é a classe normal aqui no Brasil

  • Bruno Bastos

    Stand by é quando a pessoa viaja por algum benefício (minha namorada já trabalhou em empresa aérea, usei algumas vezes) e paga bem barato, mas só vai se sobrar lugar no voo. Se for uma rota congestionada, pode rolar um chá de cadeira.

    • gilberto

      Na TAM agora o funcionário que te cede o benefício tem que viajara junto contigo !

      • gilberto

        Praticamente terminou com o benefício do usuário relevante .

  • Emil Lewinger

    dependendo da diferença de preço, eu acho bem valido. Eu sou daqueles que prefere economizar o maximo possivel no voo, tomar uns birinaites e dormir, acordar todo moido, tomar uma neosaldina e com a diferenca de preco, ficar em um hotel um pouco melhor.

  • Priscila Pizzol Ventorim

    Spirit e Frontier é assim mesmo… Pra levar uma mala carry-on ou despachada é quase 40 dólares!!! A cadeia não tem nem botão de reclinar, super apertado! Se vc fizer o check-in no guiche tem que pagar a mais também….
    Acho a azul muito boa no Brasil. A tam e gol não são lá essas coisas, mas não tem comparação com a spirit, Frontier e a nova proposta das companhias americanos em questão.

    • Gilberto

      Assino embaixo. Voei Spirit 2x em Janeiro: Chicago – Denver e Denver – Ft Lauderdale e paguei 35 dolares por mala despachada, pois efetuei no ato da reserva. Quem deixa para realizar isso no aeroporto pode pagar ate 100 dolares por volume. Eh o barato que sai caro no fim das contas.

  • Márcio Sampaio

    Vc escreveu exatamente o que eu penso. Parabéns!

  • Fabio

    Gol e TAM nao dao franquia de bagagem despachada porque sao boazinhas. Isso eh determinacao da ANAC

  • Leonardo

    Alguém que está falando mal da Gol, já viajou de Ryanair, Easyjet, Wizzair, Spirit…?

  • BassVix

    Gol servindo de referência nos EUA.

    Vou dar uma dica para ganharem mais, nessa ultra-flex modalidade opcional pagar por aquele vento que se pode abrir na cabeça que chamam de “ar condicionado”, se não pagar não é liberado para assento em que o fulano estiver o botão para chavear isso. rsrs

  • Ines

    Pois é, por isso não entendo quando reclamam que “não tem lanchinho” rsrs

  • Isso mesmo concordo com você em tudo que falou Fabrício. Processe mesmo ! Também corro atrás dos meus direitos. Sendo que nunca processei CIA AÉREA, foram somente os outras ações e inclusive já processei umas 10 vezes o Banco Itaú – cartões Itaucard.