No ar o Guia do Recife

Camille Panzera 30 · abril · 2013

Estão no ar no nosso Guia de Destinos as dicas do Recife, uma das maiores e mais interessantes capitais brasileiras. A cidade mistura seu ritmo de praia aos vários encantos históricos e oferece atrativos até para os mais exigentes, por isso não poderia deixar de receber uma visita de nossa equipe.  A partir de agora,  nosso Guia conta com 50 destinos publicados, oferecendo informações e dicas sobre as mais variadas cidades no Brasil e diversos países!

guia-recife

Urbana e viva, a capital pernambucana é de uma geografia ímpar. Ilhas, pontes, canais e casarões antigos incrementam o visual da chamada “Veneza brasileira”, onde o calor forte está presente o ano todo. No mar, plano de fundo dos recifenses, é Boa Viagem quem faz sucesso. A praia, que fica no bairro homônimo, chama atenção pelas águas esverdeadas e pelas piscinas naturais formadas na maré baixa.

Viajar ao Recife é mergulhar numa cultura rica, ressaltada em seus sons, sabores e a herança da colonização holandesa, que não se vê em toda parte do Brasil. Hoje a cidade preserva edifícios incríveis e igrejas belíssimas e possui um Carnaval popular que reúne pessoas do mundo inteiro ao som do frevo.

Apesar do trânsito complicado, Recife não deve ser apenas uma ponte para Porto de Galinhas. A capital pernambucana possui ótimos pontos turísticos e uma gastronomia completa, que não decepciona aos paladares mais exigentes. E você, já esteve na cidade? Deixe-nos uma avaliação ou leia nossas dicas e contribua com as suas. Se ainda estiver planejando sua viagem, confira informações sobre quando ir, como chegar, onde ficar, onde comer, transportescompras e o que fazer.

 

Publicado por

Camille Panzera

Camille

  • Léo Mota

    Recife é F… d+ 🙂

  • Agnaldo Mota Jr

    Qualquer um que ouse pensar diferente dos recifenses provavelmente será massacrado, porém eu não gosto do Recife e vou expor meus motivos:

    1. A cidade é extremamente suja, pichada, mal cuidada, e tem um constante mal cheiro (andar pela Avenida Agamenon Magalhães é insuportável).

    2. É extremamente violenta, presenciei diversos assaltos. Sinto mais medo em Recife que em qualquer outra capital brasileira.

    3. As praias urbanas são cheias de sargaço (algas), o que deixa um cheiro muito forte na água.

    4. Quer ir a Recife? O melhor a se fazer lá é alugar um carro e ir para Porto de Galinhas. Ou melhor, ir a João Pessoa e depois conhecer o litoral sul da Paraíba. Aí sim sua viagem terá valido a pena.

    Desculpem os recifenses, mas de longe essa não é a melhor capital do nordeste para passeios turísticos.

    • Tarcísio Mede

      Recife não possui o melhor dos cheiros em alguns pontos, pois como é cercada de rios em que foram contaminados, porém exceto no centro (que toda cjdade é), Recife é relativammente limpa (vá pra praia e perceberá que colocamos lixos na sacola e a praia fica limpissima rapido, o que não acontece em Salvador, por exemplo)

      Antes de falar mal, atualize-se. Recife igual a São Paulo, sofreu uma pacificação intensa. Dados de violência cairam pela metade desde 2008. Atualmente, Recife está a quase 2 meses sem homicídio algum. E bem, falar de pixamentos no Brasil é complicado. Em que paraíso brasileiro você vive? Pois as maiores cidades do Brasil, como RJ SP POA SSA, etc, são amplamente pixadas igualmente. Isso é um problema geral das grandes cidades brasileiras.

      Adoro JPA e ela está linda, porém não oferece a quantidade e qualidade turistica que Pernambuco tem.

      • Agnaldo Mota Jr

        Como disse bem no início, pobre daqueles que ousarem pensar de forma diferente dos recifenses. Gostaria de ver mais opiniões de outros turistas, como eu. A opiniao de quem provavelmente vive ou viveu em um local pode acabar sendo comprometida. O que creio que deve ser o seu caso. E diferentemente do que você pensa, Salvador, apesar de suja (bem menos que Recife), tem uma infraestrutura turística muito melhor. Inclusive o conjunto arquitetônico, pois no Recife antigo é grande a presença da arquitetura eclética, em Salvador predomina a arquitetura colonial portuguesa (muito mais rica). Essa é minha humilde opinião enquanto turista de ambas cidades. Não estou dizendo que sou dono da verdade e da razão. Apenas consigo enxergar com imparcialidade que Recife que a mídia vende não é a mesma que estive por várias vezes. EU prefiro outras cidades do nordeste menos propagandeadas: João Pessoa, Aracaju, Natal, ou São Luís. Mais alguém, que conheça outras capitais nordestinas concorda comigo? Desculpe se você se ofendeu, não foi minha intenção! Apenas queria expor minha opiniao!

        • Nira Vasconcelos

          Concordo plenamente com o primeiro comentário, cidade: perigosíssima, suja e fedida… e quer saber mais? eu nasci em Pernambuco e voltei 2 vezes pq tenho irmãos que ainda moram lá. Nunca mais eu volto, prefiro pagar a passagem para eles virem me visitar. Em último caso desca no aeroporto e alugue um carro e vá para Porto de Galinhas ou para uma cidade vizinha; Recife NÃO!!!

      • João Ara&uacu

        Lixo na sacola… em Boa Viagem, jamais… a maioria não faz isso, e não é só na praia. É na rua… no ônibus… no lugar que estiver a população pega e joga na rua o lixo.

  • Ivanildo Tobias Tobi

    Sou recifense, e concordo em parte com o comentário feito a respeito do Recife.

    1)Estive em várias capitais e em todas observei a falta de educação de alguns que sujam as ruas, as praças, os monumentos públicos com pixações e outras coisas mais. Entre elas: Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, João Pessoa, Fortaleza, Maceió, Natal, Salvador, enfim, nesse aspecto se tem alguma capital que não passa por essa irresponsabilidade de alguns, eu não tive a oportunidade de conheçer.

    2) O índece de violência no Recife diminuiu extremamente.

    3) O sargaço das praias é uma questão de variações climáticas, então, isso pode aconteçer em várias praias. Em Boa Viagem tem períodos que a praia está super limpa.

    4) Quer conheçer Pernambuco? procure se organizar para conhecer os pontos turísticos, conhecer as belas praias do litoral norte ou sul, conheça Olinda com seus casarios antigos e saboreie uma deliciosa tapioca ao seu gosto lá na Sé, passeie pelo calçadão de Boa viagem, vá ao Marco Zero. Faça um roteiro e venha de braços abertos, pois Recife pode não ser a melhor capital do nordeste, aliás, isso é muito pessoal, o ideal é que quando formos a qualquer lugar para passear, façamos com alegria e óbvio que devemos comentar com tom suave sobre as melhorias que necessitam, afinal somos todos brasileiros e deste forma fazemos crescer cada vez mais o interesse pelo turismo em nossas capitais. Nas minhas viagens para algumas cidades, guardo em minha consciência os momentos mais interessantes. Para finalizar,observei um acontecimento em Novembro/2012 em Gramado quando estava assistindo um lindo espetáculo do Natal Luz (NATIVITATEN) E assim que terminou, as pessoas emocionadas com a beleza do espetáculo, e uma senhora mau humorada, uma crítica ferrenha, falou: "NÃO GOSTEI, ESSE BARULHO DOS FOLGOS, O FRIO, O HORÁRIO" Enfim, foi só reclamação, então vemos que tem pessoas que saem para os passeios e buscam apenas as coisas negativas e sinceramente, enquanto elas não mudarem, serão sempre pessoas negativas.

    5) Para finalizar deixo aqui a minha satisfação em conheçer todos os lugares que tive oportunidade, todos me fizeram cresçer em conhecimento. Abração.

  • Rosangela Mercadante

    Sou carioca e dentre tantas capitais que conheci no Brasil e no exterior, Recife foi sem dúvida a que mais gostei.

    Estive no mês de abril agora conheci Porto de Galinhas, Recife e Olinda.

    Visual deslumbrante em todas elas….Povo mais acolhedor não há!!! Muito bem estruturada!!!! Minha única tristeza nessa viagem foi ter que voltar para o Rio.

    Gostei tanto que comprei semana passada passagens para voltar dia 19 de novembro.

    Deixo um beijo e todo meu carinho ao povo pernambucano!!!!!

  • LUIZ LISKA

    Prezados viajantes, sou gaúcho e moro em Recife há 15 anos, sempre verão e praia na porta, claro que moro beira mar, também alugo meu apartamento por temporada, aguardo contato e otimas viagens com MD.

  • Soraya Allure

    Gosto muito do site Melhores Destinos e o guia acima é muito bom, mas gostaria de chamar a atenção para os erros de português: o correto é Guia DE Recife ou ele é DE Recife. Explicações, da língua portuguesa, facilmente encontradas na internet.

    Também já vi varias vezes as pessoas escreverem ou falarem erroneamente guia turístico ( material impresso ou online com informações turísticas) quando querem se referir à profissão de uma pessoa. O correto é guia de turismo.

    • Soraya, desculpe, mas você está equivocada. O correto é sim do Recife, da mesma forma como nunca falamos "Guia de Rio de Janeiro", mas "do Rio de Janeiro". Para que não tenha dúvidas, note que os órgãos oficiais são Prefeitura do Recife e Câmara Municipal do Recife . Dessa forma, a construção "de Recife" não existe. 😉

      • Nira Vasconcelos

        Impressionante como algumas pessoas perdem a oportunidade de ficar caladas(quietas) e não falarescrever bobagem… vamos estudar galera!!! aff..

  • Anderson Magalh&atil

    A macaxeira na Casa de Noca e a bodega de veio são dois pontos indispensáveis de se conhecer em Olinda !

  • Soraya Allure

    Prezado Denis Carvalho.

    O nome Recife provém da palavra “arrecife” (barreira rochosa de arenito), que se estende por toda a costa da capital. De acordo com os gramáticos, geralmente, o nome do município dentro de frases é acompanhado de artigo masculino, como acontece com Rio de Janeiro, Cabo de Santo Agostinho e outros. Mas há quem discorde, afirmando que não se deve usar o artigo definido para fazer referência à cidade, mas apenas ao bairro homônimo, por exemplo: “o bairro do Recife, na cidade de Recife”.

    Explicação do Prof Moreno: o princípio geral, no Português, é o de que não se usa artigo antes de nome de cidade: as ruas de São Paulo, as praças de Belo Horizonte, as ladeiras de Salvador. No entanto, às vezes o nome de um acidente geográfico pode interferir na construção sintática com o topônimo. Em alguns casos, isso já ficou cristalizado na Língua, enquanto em outros a decisão vai ser tomada por cada falante individual. Eu, por exemplo, sempre falo do Rio de Janeiro, do Porto (Portugal) (como, penso eu, a totalidade dos brasileiros); contudo, prefiro usar de Recife, de Rio Grande (cidade em que nasci), embora perceba que muitos preferem do Recife, do Rio Grande. Esta decisão de usar ou não o artigo é apenas um das centenas de situações em que o falante vai optar entre duas formas corretas; a soma de suas escolhas pessoais é o seu estilo pessoal de usar o Português. Quem quiser ficar dentro do princípio genérico, deixa sem artigo; quem preferir acompanhar os hábitos locais, correndo o risco de causar estranheza nos leitores não-locais, usa o artigo. Um excelente exemplo se encontra nas perguntas que vocês fizeram feitas: a moradora de Recife prefere usar o artigo, enquanto a gaúcha acha tudo isso esquisito

  • Querida Soraya, não entendi patavinas! Primeiro você diz que usar o artigo definido era um erro de português no post e pede para corrigirmos. Agora você diz que "Esta decisão de usar ou não o artigo é apenas um das centenas de situações em que o falante vai optar entre duas formas corretas". Acho melhor você se decidir! 😉 Em tempo: quem fala "de Recife" nunca foi a Recife, ou pelo menos não aprendeu como os pernambucanos falam.

  • GRACIANE COSTA

    NO LITORAL PERNAMBUCANO HÁ OUTRAS PRAIAS TAMBÉM PARADISÍACAS, COMO:

    NO LITORAL SUL:

    -TAMANDARÉ, QUE FICA ANTES DA PRAIA DOS CARNEIROS;

    -SERRAMBI E A PRAIA DO TOQUINHO;

    -MARACAÍPE – MUITO BOA PARA A PRATICA DO SURF;

    -PONTAL DE MARACAÍPE, ENCONTRO DO MAR COM O RIO, PARECE UMA PISCININHA NATURAL, ÓTIMO PARA AS CRIANÇAS E TOMAR UMA CERVEJINHA OU UM REFRI DENTRO DA ÁGUA – TAMBÉM SE PODE ARRISCAR-SE NA PRÁTICA DO KITE SURF;

    -PORTO DE GALINHAS, JÁ CITADA E DISPENSA COMPLEMENTOS;

    -MURO ALTO; UM PARAÍSO NATURAL;

    -PRAIA DO PARAÍSO; O NOME JÁ DIZ O QUE VOCÊ PODE ESPERAR, SIMPLESMENTE LINDA.

    -CALHETAS, UMA PEQUENA PRAIA ENTRE UMA PAREDE ROCHOSA QUE SEPARA GAIBU DA PRAIA DO PARAÍSO, VALE MUITO A PENA FAZER A "ESCALADA" E "ENCONTRAR" ESSE PARAÍSO. PARA QUEM TEM DIFICULDADES DE LOCOMOÇÃO TAMBÉM HÁ ACESSOS PELA ESTRADA;

    -GAIBU, MUITO BOA PARA A PRÁTICA DO SURF. JÁ PARA TURISMO, SERIA UM TURISMO "MAIS POPULAR".

    -ENSEADA DOS CORAIS, EXTENSOS ARRECIFES QUE FORMAM PISCINAS NATURAIS NA MARÉ BAIXA. POUCO ESTRUTURADA EM TERMOS DE VENDAS DE BEBIDAS E ALIMENTOS, ASSIM COMO MURO ALTO, DICA PARA AQUELA GALERA QUE GOSTA DE PRAIA QUASE DESERTA PARA FAZER AQUELA BOA FAROFA!!!

    – TAMBÉM HÁ UMA PARTE DE ENSEADA DOS CORAIS QUE É ÓTIMAAAAAA PARA A PRÁTICA DO SURF E EM ESPECIAL DO BODYBOARD!

    – HÁ TAMBÉM AS PRAIAS DE ITAPUAMA, XAREU E DO PAIVA. SÃO MUITO PERTO DA REGIÃO METROPOLITANA, ACESSO FÁCIL DE ÔNIBUS. XAREU E PAIVA NÃO TEM BARRACAS PARA VENDA DE BEBIDAS, COMIDAS, ETC. E HÁ SÓ UMA PARTE EM ITAPUAMA. DICA PARA QUEM TEM CARRO PARA IR DE UMA HÁ OUTRA E PARAR DEPOIS EM ITAPUAMA. ITAPUAMA É UM PASSEIO TAMBÉM "POPULAR".. MUITO BARATO COMER NOS QUISQUES.

    JÁ NO LITORAL NORTE

    -MARIA FARINHA, COMO JÁ MENCIONADO! MUITO LINDA!

    -COROA DO AVIÃO, MUITOOOOOOOO LINDA, ÁGUA AZUL CRISTALINA! VOCE PODE FAZER PASSEIOS DE BARCO COM A FAMÍLIA;

    -ITAMARACÁ, MUITO BONITA E BEM ESTRUTURADA PARA RECEBER TURISTAS. VOCÊ PODE VISITAR O FORTE ORANGE E O PROJETO ITAMAR PARA VER OS BOIS-MARINHOS.

    – PRAIA DO SOSSEGO! COMO O NOME JÁ DIZ, É PURA TRANQUILIDADE. NA MARÉ BAIXA, A ÁGUA NÃO PASSA DA CANELA E MESMO NA MARÉ CHEIA PRATICAMENTE EM TODA A PRAIA, A ÁGUA NÃO PASSA DA CINTURA! ÓTIMA OPÇÃO PARA AS FAMÍLIAS COM CRIANÇAS! HÁ CHALÉS MUITO ACONCHEGNTES E FAMILIAR. A PRAIA É PRATICAMENTE DESERTA, OU VOCÊ VAI PARA SE HOSPEDAR EM UMA POUSADA OU FAZER UMA FAROFINHA!!

    ESSAS SÃO AS PRAIAS QUE EU CONHEÇO E AINDA FALTA EU CONHECER MUITAS OUTRAS! FICA A DIA!

    E ESSA PROGRAMAÇÃO É SÓ O LITORAL. DEVERIA TER UM GUIA SÓ PARA O INTERIOR DO ESTADO, COM CIDADES COMO GRAVATÁ, GARANHUS, CARUARU…. BONITO, PARA VER SUAS LINDAS CACHOEIRAS, E MUITO MAIS!

    ESPERO QUE TENHA COLABORADO!

    =]

  • Tarcísio Mede

    Isso, Denis. Do Recife, Vou AO Recife. Segundo meus professores de PT, Recife EXIGE o artigo definido, no português formal.

  • Tarcísio Mede

    Queria saber qual capital do Brasil é essa que é extremamente limpa?

    Recentemente viajei pro sul, e como convivi com amigos gaúchos, percebi a diferença regional. Eles comentaram que nordestinos tem a visão de que sul é Europa. E quem vai pra lá com essa intenção, vai se decepcionar bastante. Viajei bastante pelas capitais litorâneas (graças as promoções postadas no MD), e não vi cidade que seja limpa. Mesmo no sul, a melhorzinha foi Floripa, mas PoA e Curitiba também são cidades que possuem lixo nas ruas. Afinal todas são habitadas por brasileiros, que são mal educados. É ridiculo atribuir isso como se só tivesse em Recife. E se você for a SP ou principalmente ao Rio de Janeiro, vai ter tanto lixo quanto nas ruas…

    OBS: João, acho que você não deve ter ido a praia recentemente. Até mesmo um amigo paulista que nos visitou comentou como a praia de Boa Viagem é limpa. Ele veio no Réveillon, e poucas horas depois percebeu que ja haviam limpado tudo. Inclusive até comparou com a orla de Salvador, que a achava mais suja.

  • GRACIANE COSTA

    Eu não pretende defender Recife ou qualquer outra cidade, mas apenas levantar pontos para reflexão.

    Sou nascida no RJ, mas moro em Recife. Tem família no Rio que moram em diversos bairros na "Cidade Maravilhosa" e já percebi que maravilhosa mesmo só nas novelas e nos pequenos trechos que cortam os "bairros nobres". É só você andar no Centro da Cidade para ver muito pixação em todos os lugares, monumentos cobertos de fezes de pombos e muitoooooooo lixo! A avenida Nossa Senhora de Copacabana fede a esgoto, sem contar que você pode ser atingido por um "boeiro assassino". Muita prostituição e exploração sexual de menores! Você vai a um restaurante na beira mar de Copacabana e é obrigado ver travestis semi-nus se prostituindo em plena luz do dia, imagine você passeando com seus filhos e tendo que explicar o que é aquilo?! O turismo é extremamente caro! Um verdadeiro absurdo tomar uma caipirinha em um restaurante carioca. Sem contar que para ir ao Cristo ou no bondinho você é "assaltado" sem precisar de arma! Muitos dos meus parentes não conhecem esses pontos turisticos, simplemente poque não vale a pena gastar rios de dinheiro para ir com a família só para "ver a paisagem", é um ponto de vista!

    Amigas minhas recifenses que foram recentemente ao Rj tiverem essas mesma impressão minha que já tenho a mais tempo, por conhecer a cidade há muito tempo….

    Nem por isso deixa de ser um ótimo lugar para viajar! Eu simplesmente amo ir ao Rio e poder conferir as diversas atrações artísticas, passear nas praias distantes como Cabo Frio e Angra, etc, etc, etc…. AMO O RIO! E as críticas eram só a construção de um raciocínio!

    Ora, todas as cidades têm problemas. Até os guardas que fazem a segurança do Museu do Louvre em Paris fizeram greve, pois o índice de assalto e furto a turístas estava enorme….. Paris não deixou de ser um dos locais mais visitados por turístas no mundo, deixou???

    Resumindo, o que eu quero dizer é que se planejando e obtendo o máximo de informações, pode se fazer bons passeios turísticos em qualquer lugar do mundo!

    RECIFE tem sim muitooooooooooos problemas como exposto pelo amigo. Informem-se em alguns guias e peça informações no seu hotel ou pousada "para onde ir", "como ir", "de que horas ir", etc…. Evita transtornos.

    FICA A DICA!

    Seja em Recife ou em outro lugar, o bom é ir de braços abertos e levar na bagagem de volta só o que é bom! Se não gostar vale a experiência!

    E BOA VIAGEM!!!!

  • Soraya Allure

    Querido Denis, sim, eu já fui a Recife algumas vezes.

    Estava me referindo estritamente à gramática portuguesa onde o correto é “de” Recife e o correto também é “tudo bem?” .

    O comentário do professor Claudio Moreno ( que eu postei), do professor Pasquale e de outros tantos é que embora o correto seja “de” e “bem”, aceita-se acompanhar os hábitos locais.

    Sendo assim, em Pernambuco falam “do” Recife e em muitos estados as pessoas perguntam “tudo bom?”

    Ha muito tempo decidi-me pela gramática correta nos textos escritos/postados e não por hábitos locais

  • Soraya Allure

    Querido Denis, sim, eu já fui e voltei de Recife algumas vezes.

    Estava me referindo estritamente à gramática portuguesa onde o correto é “de” Recife e o correto também é “tudo bem?” .

    O comentário do professor Claudio Moreno ( que eu postei), do professor Pasquale e de outros tantos é que embora o correto seja “de” e “bem”, ACEITA-SE acompanhar os hábitos locais.

    Sendo assim, em Pernambuco falam “do” Recife e em muitos estados as pessoas perguntam “tudo bom?”

    Há muito tempo, decidi que prefiro a gramática correta quando em textos escritos/postados e não os hábitos locais.

  • Soraya Allure

    Querido Denis, sim, eu já fui e voltei de Recife algumas vezes.

    Estava me referindo estritamente à gramática portuguesa onde o correto é “de” Recife e o correto também é “tudo bem?” .

    O comentário do professor Claudio Moreno ( que eu postei), do professor Pasquale e de outros tantos é que embora o correto seja “de” e “bem”, ACEITA-SE acompanhar os hábitos locais.

    Sendo assim, em Pernambuco falam “do” Recife e em muitos estados as pessoas perguntam “tudo bom?”

    Há muito tempo, decidi que prefiro a gramática correta quando em textos escritos/postados e não os hábitos locais.

  • Soraya Allure

    Concordo!!

  • Soraya Allure

    Desculpe-me, acabei postando a mesma mensagem 3 vezes.