Como é estar a bordo do MSC Seaview, o novo navio que chega ao Brasil no fim do ano

Thayana Alvarenga 10 · julho · 2018

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Marcamos presença na inauguração do mais novo navio da MSC Cruzeiros em Gênova, na Itália. Batizado de MSC Seaview, seu objetivo principal é oferecer ao hóspede uma experiência de maior proximidade com o mar. Ele é gêmeo do MSC Seaside, que foi inaugurado no Caribe em dezembro do ano passado. E detalhe: o projeto destes dois transatlânticos foi inspirado nos condomínios de praia de Miami. Já dá para imaginar o luxo, né?! Durante o verão europeu, o itinerário do MSC Seaview será pelo Mediterrâneo, porém no final deste ano ele chegará ao Brasil e fará roteiros pela nossa costa. Embarcamos dia 7 de junho para conhecer tudo por dentro e, também, para participar do evento oficial de inauguração. Confira, a seguir, como é estar a bordo do MSC Seaview!

Era uma agradável manhã ensolarada quando chegamos a Gênova para, enfim, conhecer o novo navio da MSC. Estávamos em um porto com diversas embarcações mas, francamente, não tinha jeito. Quem chamava a maior atenção por ali era ele. O Seaview não era apenas a novidade do pedaço, mas era também o dono de uma estrutura imensa. Isso por si só já atraia olhares. E não é para menos. O transatlântico tem 323 metros de comprimento. É muito grande! Observá-lo por fora, de perto, só aumentou a expectativa para saber o que estava por vir.

Seguimos caminhando e realizamos todos os procedimentos de check-in e raios-x sem muita demora e com bastante tranquilidade. Na sequência uma gentil senhora sorriu, estendeu a mão e me entregou um kit com brindes e uma pulseira amarela, já me dando as boas-vindas ao MSC Seaview. Felizmente houve pouca espera e, então, entramos.

Foi aí que tudo realmente começou. A primeira coisa que observamos ao entrar foi o belo átrio de três andares que estava logo à frente. Mais impressionante do que isso, somente as escadas de Swarovski. Aquele cristal, sabe? Para se ter uma ideia, cada degrau foi avaliado em torno de R$ 16 mil. Me senti em uma cena de filme, rs. Neste momento, muitas pessoas já carregavam drinks e entravam no clima de festa, enquanto eu (infelizmente) por enquanto carregava apenas a minha bagagem rumo à cabine.

Como queria logo me desfazer da mala, fui para minha cabine – ou pelo menos tentei. Cá entre nós: as áreas são muuuuito parecidas e é super fácil se perder no início. Quando eu estava, enfim, aprendendo os caminhos, já era dia de ir embora, haha. Encontrei o elevador e parti rumo ao 10º deck. Minha cabine era a 10076 e, após uma caminhadinha, lá estava o meu quarto.

Lembram da pulseira amarela que eu comentei agora há pouco que ganhei? Ela serve como chave para abrir a porta do quarto, além de gravar seus consumos extras. É a prova d’água e alguns hóspedes costumam usar pelo navio. Para entrar na cabine, basta encostar a pulseira na porta que a leitura será feita. Quem prefere o método tradicional pode usar o cartão de acesso, porém ele é mais fácil de ser perdido.

Ao entrar no cabine, a sensação era de quarto de hotel. Havia uma cama de casal, um sofá-cama, prateleira com espelho, armário com cabides, tomadas (com vários tipos de entrada, inclusive USB) e um frigobar com nozes, batatas, refrigerantes e cervejas. O banheiro era simples e confesso que achei um pouco apertado, mas nada que mereça destaque. Eu não tenho muita frescura e como a temperatura e pressão da água do chuveiro estavam ótimos, isso já era suficiente para garantir um bom banho.

Um bilhete de boas-vindas estava na cama e, ao lado, a grande atração do quarto: uma varanda com vista para o mar. Infelizmente fui premiada e o vidro estava quebrado por algum motivo. Mas sinceramente? Nada que diminuísse o brilho daquele cenário. Contudo, tenho que deixar meu mais sincero conselho: é que tem tanta, mas tanta coisa legal para ser feita no navio que acredito que a cabine é o último lugar onde você vai querer ficar.

O mais importante a ser dito em relação a acomodação é que qualquer cabine que você escolher, terá conforto. Obviamente um quarto em área externa com varanda realmente vai custar um pouco mais caro pela vista oferecida, mas há quartos mais simples e quartos mais sofisticados também, para vários tipos de bolsos.

Ao todo, são 2.066 cabines que podem acomodar até 5.331 hóspedes. É gente pra caramba! O legal é que se você vai viajar em família, pode aproveitar as cabines modulares que foram feitas para acomodar grupos de até 10 pessoas. Há também suítes de canto, em que a vista panorâmica para o mar pode ser aproveitada em uma varanda mais espaçosa, melhorando a experiência ao ar livre, entre outras opções. O Seaview oferece, também, cabines do Yacht Club, com muito luxo e localização privilegiada, além de comodidades exclusivas como serviço de mordomo 24 horas por dia.

Como mencionado anteriormente, a proposta principal do Seaview é permitir que o hóspede tenha uma experiência de ainda mais proximidade com o mar. Na prática, isso se dá por diversos motivos. Por exemplo, você pode fazer sua refeição ou tomar um drink enquanto aprecia a vista de vários ângulos. No navio também há elevadores panorâmicos que possibilitam paisagens de tirar o fôlego quando visto do alto. Contudo, na minha opinião, o grande charme em termos de “vista” fica por conta da Ponte dos Suspiros. Aliás, não é por acaso que ela leva este nome, né?! É possível caminhar em uma passarela de vidro completamente transparente que fica a 40 m acima do oceano. Tem coragem? Muita gente sente desconforto com altura e prefere não ir. Eu, como gosto de viver perigosamente, achei o máximo!

Estar a bordo de um navio deste porte é esperar comer bem, mas muito bem mesmo. E você vai encontrar diversos restaurantes a bordo. Para começar, o navio oferece dois buffets self service: o Marketplace e o Ocean Point. No primeiro, há uma grande variedade de frios, carnes grelhadas, pizzas, massas, frutos do mar, além de frutas frescas, bolos, pães e sobremesas. É só pegar, escolher um lugar para sentar e desfrutar do ambiente aconchegante, que conta com uma área de estar ao ar livre para que o hóspede aproveite também a vista. Eu comi neste lugar praticamente todos os dias no almoço. Vi pratos mais sofisticados, porém encontrei também pratos mais simples. O outro restaurante pode ser utilizado caso o hóspede queira revezar. O legal é que ele oferece balcões acessíveis para as crianças.

Há também o Butcher’s Cut, uma churrascaria estilo americano com ambiente rústico. Uma variedade de carnes é oferecida no local, acompanhada de vinhos e cervejas artesanais. Aí é só escolher o que mais te agrada no cardápio e aproveitar os cortes. Gosta de frutos do mar? Então não deixe de conhecer o restaurante Ocean Cay, que também oferece cardápio a la carte, desenvolvido pelo chef espanhol Ramon Freixa. Se você é do time das comidas asiáticas, então poderá se esbaldar com os pratos a la carte do Asian Market Kitchen, do chef Roy Yamaguchi. Não sou muito fã deste tipo de comida, mas tirei algumas fotos para vocês verem. Para quem gosta, realmente deve ser um prato cheio! rs.

Terminou de comer e quer uma sobremesa diferente? Então você precisa ir ao Venchi. A famosa marca de chocolateria e sorveteria (gelateria) italiana também está a bordo do MSC Seaview. O mais bacana de tudo é a criatividade utilizada para produzir os doces. Dá para ver tudo sendo feito ali mesmo pelo vidro! Na chocolateria você fica envolvido simplesmente pela aroma, que toma conta de todo o espaço. Tem trufas, bombons, drinks artesanais (feitos com chocolate!), e muito mais. Vale a pena passar por lá e conferir. Quanto aos sorvetes Venchi, eles também são fabricados diariamente e são uma delícia! Há 22 sabores disponíveis e você pode optar por casquinha ou copo, basta escolher. Lembrando que as receitas dos sorvetes seguem a tradição italiana clássica e não utilizam corantes, aromas ou óleo de palma para que sejam mantidos os sabores naturais de cada ingrediente.

Se você é como eu que aprecia bons drinks, irá curtir bastante os bares e lounges espalhados pelo navio. Tem opções para todos os gostos, afinal, são 20! Entre os destaques estão o Jungle Beach Bar, Wine & Cocktails, Champagne Bar, Seaview Bar, Haven Lounge e Sunset Beach Bar. Na minha opinião, o mais legal é este último. É um bar descolado na área da piscina que serve todos os tipos de bebidas. Há coquetéis, ponches, cervejas, vinhos, sucos, entre outros. Para refrescar durante um dia ou noite de calor, é sem dúvida um excelente ambiente. Tomei pela primeira vez o famoso Aperol Spritz (originário do nordeste italiano) e achei bem gostoso! Também não deixei de tomar uma cerveja, que sou mais adepta. De qualquer maneira, qualquer bebida que você pedir irá encontrar nestes bares.

É claro que já deve ter dado para perceber até aqui como o navio é auto-suficiente. Não é o maior do mundo, mas a estrutura é realmente de cair o queixo. Vamos falar em números. O MSC Seaview tem mais de 153 mil toneladas e conta com uma tripulação de 1.413 pessoas de diversos lugares do mundo (inclusive brasileiros!). A velocidade máxima alcançada é de 21,3 nós (cerca de 40 km/h) – tudo isso com 323 metros de comprimento, 41 metros de viga e 72 metros de altura. Ao todo, são 20 decks e 33 elevadores, sendo 19 para hóspedes – e dois panorâmicos!

Outro ponto importante a ser mostrado é a área de entretenimento oferecida no navio. Para começar, vamos falar sobre o Teatro Odeon. São quase mil assentos disponíveis para assistir a espetáculos originais. Bacana, né?! Assisti ao “Fantasia”, que faz a nossa imaginação funcionar bastante, com bastante cor, música e cantoria. Era tudo no estilo circense. Um dos momentos que achei mais legal foi quando três pessoas se equilibraram uma sobre a outra. Tô agoniada até agora, inclusive, hahaha. Achei bem bacana todo o efeito de luz e cores utilizados. Sem contar que os atores e dançarinos são realmente muito bons. Ao todo, são realizadas três apresentações por dia, que devem ser reservadas pelo passageiro previamente, já que os assentos do teatro são limitados.

 

Para quem gosta de aventura, o navio oferece também uma tirolesa. São 105 metros em alta velocidade, desde o topo do navio. Do alto é possível observar toda a imensidão do oceano. Tem coragem? Sem contar os tobogãs que ficam à disposição dos que curtem adrenalina.

Na parte interna do navio, há um espaço de entretenimento com diversas atividades. Tem pista de boliche com tamanho oficial, diversos jogos de fliperama, além da grande sensação que é o simulador de Fórmula 1. O Cassino também chama bastante a atenção, já que são 144 máquinas de jogos. Super completo!

Se diante de tantas opções para relaxar você optar por descansar a beleza, tem jeito também. O Seaview conta com um spa completíssimo com diversas atividades para se desligar ainda mais do mundo e rejuvenescer. Além das massagens, também é possível arrumar os cabelos, a barba, realizar tratamentos faciais, manicure e pedicure, maquiagem e muito mais. Além disso, se você achar que comeu demais dá para compensar na academia. São 870 m² de uma estrutura de treinos completa.

Para as crianças, não há com o que se preocupar. O Seaview oferece uma grande área para elas, sendo que são seis espaços: Baby, Mini, Juniors, Young, Teens e Studio Doremi. A idade da criança que vai determinar onde ela poderá ficar. Crianças entre 3 e 6 anos podem aproveitar a sala LEGO Island (sim, daquelas pecinhas de encaixar), enquanto as maiores entre 7 e 11 anos podem curtir a sala LEGO Pirates, com atividades mais de acordo com a idade. Os menores de 3 anos podem ficar no Baby Club, projetado com a Chicco, que oferece os lançamentos da marca em termos de equipamentos, materiais e brinquedos – tudo isso dividido em 650 m².

Inauguração

No final da tarde de sábado, todos os convidados foram até uma estrutura montada na área externa do navio para o evento de inauguração. Com nossos trajes de gala, observávamos diversas celebridades no local. Entre eles, o modelo e ator espanhol Jon Kortajarena, a madrinha da MSC Sophia Loren, o cantor italiano de blues Zucchero Fornaciari, a estrela de TV Lorella Cuccarini, o cantor Matteo Bocelli (filho de Andrea Bocelli), os apresentadores e atores brasileiros André Marques e Giovanna Ewbank, a personalidade de televisão francesa Ariane Brodier, entre outros famosos. O evento foi apresentado pela italiana Michelle Hunziker, que conduziu tudo com bastante leveza e bom humor. Achei bem bacana!

O cantor Zucchero fez uma breve apresentação no piano durante a cerimônia, assim como Matteo Bocelli, que também arrancou aplausos dos convidados. Houve uma apresentação do coro infantil italiano Piccolo Coro Dell`Antoniano como embaixadores da Unicef. Na sequência, foi feita uma apresentação teatral naquele mesmo estilo da que assisti no Odeon anteriormente. Tudo bem bonito deixando a galera impressionada!

Para finalizar a celebração, Sophia Loren, que é também a madrinha da MSC, realizou o batismo do Seaview, cortando a fita que lança a garrafa de espumante até o casco do navio. Depois disso, oficialmente inaugurado, já era motivo de festa! Papeis brilhantes caiam “do céu” e embelezavam ainda mais o momento tão importante para a MSC.

Itinerário do MSC Seaview

Durante o verão europeu deste ano, o Seaview vai navegar pelo Mediterrâneo e fará paradas nos principais destinos. Os hóspedes podem escolher um dos seis portos de embarque. São eles: Nápoles (Itália), Messina (Itália), Valeta (Malta), Barcelona (Espanha), Marselha (França) e Gênova (Itália).

A notícia boa é que o Seaview chega ao Brasil durante a alta temporada de verão ainda neste ano. Os portos envolvidos são Santos (SP), Balneário Camboriú (SC), Búzios (RJ), Ilha Grande (RJ) e Salvador (BA). Uma curiosidade é que o navio será adaptado aos costumes e gostos brasileiros quando chegar por aqui. Então não estranhe se você estiver olhando o buffet e encontrar uma feijoadinha, um picadinho e, até mesmo, um strogonoff – pratos que dificilmente seriam encontrados durante a rota europeia.

Quanto custa viajar no MSC Seaview?

É claro que existem tarifas para diversos tipos de bolsos. A questão pode ser respondida com o tanto que você está disposto a investir na sua experiência em alto mar. Como disse anteriormente, eu fiquei pouquíssimo tempo na minha cabine diante da imensidão de coisas que há para fazer pelo navio. Então cada pessoa deve ponderar o que é prioridade para si. O bacana do Seaview é que em qualquer lugar que você estiver terá uma vista espetacular do oceano à disposição, então não é necessário se preocupar.

Pelo Mediterrâneo por 7 noites, visitando Marselha, Gênova, Nápoles, Messina, Valeta e Barcelona, há cabines a partir de R$ 2.399 + taxas, com segundo hóspede grátis em cabine dupla interna, pagando somente as taxas. Já pelo Brasil também por 7 noites, passando por Santos, Ilha Grande, Búzios, Porto Belo e Balneário Camboriú, é possível encontrar cabines a partir de R$ 4.549,00  + taxas, também com segundo hóspede grátis em cabine dupla interna. Você pode contratar como extra pacotes de bebidas e de internet.

Em uma cotação feita recentemente em trajeto pelo Mediterrâneo, um pacote de bebidas all inclusive restaurante e bar, custa R$ 693 por pessoa durante todo o período. O consumo de bebidas é ilimitado, entre elas licores, grande seleção de coqueteis, vinhos em taça, cerveja, refrigerantes, sucos, água mineral, expresso, capuccino e outras bebidas quentes clássicas, além de sorvete no cone ou no copinho. As bebidas inclusas no pacote podem ser consumidas em todos os bares, buffet self-service e nos restaurantes, incluindo restaurantes de especialidades. Os seguintes itens não estão inclusos no pacote: tabaco, champagne, garrafas de vinho e espumante, marcas premium, bebidas do minibar/frigobar e água em sua cabine, copos/taças de souvenir e a comida servida nos restaurantes e bares de especialidades.

Outros itens que não estão inclusos estão detalhados no menu do bar a bordo, indicado com um asterisco. No restaurante, durante as refeições, um pacote de bebidas custa R$ 441 por pessoa. Inclui consumo ilimitado de vinho em taça, água mineral, chope e refrigerante no almoço e no jantar nos principais restaurantes a bordo e no buffet self-service. Não disponível nos restaurantes de especialidades/ à la carte. Se você preferir, uma alternativa é comprar o pacote deluxe, a partir de R$ 1.330 por pessoa. Com ele, você pode consumir qualquer bebida que quiser no navio, inclusive frigobar e as que vierem no serviço de quarto.

Quanto a internet, existem dois pacotes: o premium e o standard. O primeiro é o mais completo, possibilitando conectar até quatro aparelhos com limite de 5 GB. O valor é R$ 281. Já o pacote standard custa R$ 203 e possibilita a conexão de até dois aparelhos, com limite de dados de 2,5 GB.

Viajando com o cruzeiro pelo Brasil, os valores mudam um pouco. O pacote de bebidas durante as refeições custa R$ 441 por pessoa, com consumo ilimitado de vinho em taça, água mineral, chope e refrigerante no almoço e no jantar nos principais restaurantes a bordo e no buffet self-service. Não disponível nos restaurantes de especialidades/ à la carte.

Se você quer bebidas liberadas, o pacote all inclusive classic pode te servir. Ele custa R$ 1.141 por pessoa e te possibilita o consumo de bebidas em qualquer lugar. As bebidas premium não estão inclusas, bem como tabaco, garrafas de vinho ou champagne, copos/taças de souvenir, coqueteis de frutas, minibar/frigobar e água mineral em sua cabine, bebidas entregues pelo serviço de quarto e comida em restaurantes e bares de especialidades/temáticos.

Mais completo do que este, há o pacote deluxe, por R$ 1.330 por pessoa. Com ele, está liberado o consumo de qualquer bebida no navio, inclusive frigobar e bebidas oferecidas no serviço de quarto. Não estão inclusos tabaco, copos/taças de souvenir e a comida servida nos restaurantes de especialidades. Por fim, há também o pacote light all inclusive, que conta com consumo ilimitado em todos os bares, buffet e restaurantes por R$ 812 por pessoa. Não estão inclusos frigobar e bebidas do serviço de quarto.

Sobre a internet no navio, o pacote mais completo é o premium com 5GB, que custa R$ 234 e possibilita conectar até quatro aparelhos. Há também o standard por R$ 182, com 2,5GB para utilizar durante todo o cruzeiro.

Um ponto importante é que os hóspedes podem personalizar seus pacotes de bebida e, até mesmo, os pacotes de internet, então o valor pode variar de acordo com as escolhas. Lembrando que não estão inclusas taxas de serviços, aéreas, operacionais, portuárias e o IRRF nas tarifas mencionadas anteriormente.

Nossa viagem chegou ao fim! E aí, deu vontade de estar no Seaview? Comente suas impressões abaixo e participe com a gente! 🙂

—————

A repórter viajou a convite da MSC Cruzeiros para participar da inauguração do navio MSC Seaview. A viagem não seguiu um roteiro normal pelo Mediterrâneo, permanecendo atracada todo o tempo no porto de Gênova.

Autor

Thayana Alvarenga - Repórter