Brasília passa Congonhas e Galeão e é o segundo maior aeroporto do Brasil no ano

Denis Carvalho 7 · agosto · 2014

Brasília foi o segundo maior aeroporto do Brasil no primeiro semestre de 2014. Dados divulgados pela Infraero e concessionárias mostram que o aeroporto do Distrito Federal recebeu 8,6 milhões de passageiros de janeiro a junho de 2014, superando os aeroportos de Congonhas em São Paulo (8,5 milhões) e do Galeão no Rio de Janeiro (8.4 milhões). O Aeroporto Internacional de Guarulhos segue bem distante na primeira colocação, com 19 milhões de passageiros atendidos.

Com investimento de R$ 1,2 bilhão realizado pela nova concessionária, o Aeroporto de Brasília registro crescimento de 13% no movimento em comparação ao mesmo período do ano passado. No mesmo período Congonhas teve crescimento de 8% enquanto o Galeão registrou queda de 0,4% no número de passageiros.

Na sequência dos maiores aparecem Belo Horizonte – Confins (5,5 milhões), Campinas (4,7 milhões), Rio de Janeiro – Santos Dumont (4,5 milhões), Salvador (4,4 milhões) e Porto Alegre (4 milhões).  Outra mudança na lista aparece na décima posição, com Curitiba (3,5 milhões) superando Recife (3,4 milhões).

Confira a lista completa:

Captura de Tela 2014-08-07 às 12.44.29

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • DANIEL AGUIAR

    Brasilia está muuuuuuito melhor que GIG e CGH!

  • Brasília está a frente de vários aeroportos brasileiros. O que é aquela sala da Diners? Top demais…. Mas a mobilidade próxima ao aeroportos, principalmente com estacionamentos precisa melhorar muito.

  • Tomara que essa evolução do aeroporto traga mais opções de voos internacionais.

  • Rodrigo Dourado

    Impressão minha ou Salvador e Curitiba também registraram aumento significante no movimento?

  • filipe

    Isso só prova como o Brasil é um pais anormal. Brasília é um local onde a "maquina" econômica é nada mais, nada menos que a… política! Cidade sem indústria, sem comércio forte e que concentra a maior renda por pessoa do país. Contradições de um país contraditório.

    • Rodrigo Dourado

      Brasília tem uma localização ótima para conexões de voos domésticos, não faz mais sentido alguém sair de alguma capital do Nordeste e ir pra São Paulo pra pegar um voo pro norte, Brasília é a melhor opção em casos com esse!

    • Sergio

      Só esqueceu de lembrar da “máquina” administrativa (que é diferente de política), e das muitas conexões que são feitas lá por causa da posição geográfica no centro do país.

      • filipe

        As duas coisas são dedos da mesma mão. E essa posição geográfica só vale por causa dos motivos que eu disse acima. Se Brasília não fosse criada, teríamos duas situações possíveis: ou esse eixo geográfico seria Goiânia ou ficaria concentrado em SP mesmo.

        • Sergio

          E Goiânia tem o que?

          • filipe

            Por isso que essa justificativa de posição geográfica não se justifica. Se fosse assim, Goiânia ou alguma outra cidade central no país poderia ser rota de conexão desde sempre. Coisa que antes não existia.

          • Sergio

            A atividade política, administrativa, comercial somadas a posição geográfica favorecem Brasília como um importante hub da aviação.

        • Brasília é um HUB por sua localização geográfica, como em vários outros países hubs são escolhidos não por seu potencial de passageiros locais, mas por sua posição geográfica. Deixe de falar besteira e de dar desculpas do tipo "se Brasília não tivesse sido criada", é muito mais eleganto quando se assume as besterias que fala do que ficar dando desculpas desse naipe.

        • Gabriel

          Sabe de nada inocente

    • Leonardo

      O senhor tá precisando conhecer melhor Brasília, então, que vai muito e muito mais além da política que o senhor menciona.

      • joao

        eu moro em bsb e confirmo as palavras do filipe, bsb soh presta pra quem tem mto $$$ e vive mamando nas tetas dos governos federal, distrital, etc, nao produz um prego, tem ums dos m2 mais inflacionados do pais (bolha) e tudo nesta cidade custa o olho da cara!!!
        e o aeroporto tem esse movimento todo pois virou um grande hub.

        • Sergio

          Qualquer capital é melhor de viver pra quem tem mais dinheiro. Essa choradeira de metro quadrado caro é compreensível, mas dá uma olhada nos preços do RJ pra ver o que é caro

          • joao

            Sergio,
            RJ e SP tem industria, comercio, turismo, etc mto fortes, também nao justifica os preços mas dah uma aliviada na compreensao, aqui o grosso eh a maquina publica, mamar no governo e no povo, nao dah p aceitar 10k o m2, e o preço inflacionado dos serviços e comércio.

          • sergio

            Não concordar com o fato não faz o fato deixar de existir. Também acho errado esses preços absurdos reflexos da gastança do governo. Mas o fato é que muita gente quer morar em determindados lugares de Brasília e a lei da oferta e procura acaba agindo

    • Sabe de absolutamente nada e vai postando asneiras. Deve ser daqueles que acha que em bsb só existem políticos e os outros 2milhões de habitantes não fazem nada nem movimentam comércio. Seguindo seu pensamento, nenhuma cidade teria fluxo por jamais ter sido criada. Saia do seu mundinho paulista.

    • Brasilia já deixou de ser a capital administrativa a muito tempo. O Plano Piloto possui pouco mais de 500.000 habitantes o resto está nas cidades satelites que sim, possuem sim,comércio e industria fortes. Somos hoje quase 3 milhões e se temos um aeroporto bom é um misto de localização e iniciativa privada.

      • filipe

        Que bom que já são quase 3 milhões de habitantes. A questão não é contra a população de Brasília em si, mas o motor que impulsiona ela. A movimentação de passageiros nos aeroportos, via de regra é alavancada por estes dois motivos: turismo e negócio – algum destes é o carro-chefe do Distrito Federal? Brasília aparece nas primeiras posições do ranking de turismo no Brasil? Por isso estou dizendo que é contraditório uma cidade que tem pouco a oferecer pra quem é de fora (assim como tantas outras cidades deste país) possuir a segunda maior movimentação.

        • Rodrigo Dourado

          Frankfurt é uma cidade impulsionado pelo negócio, mas o grande movimento em seu aeroporto se deve ao fato de ser a maior cidade na região central da alemanha proporcionando transporte rápido pra qualquer área da alemanha, tanto que o 2º maior aeroporto em movimento na alemanha é o de Munique, que é a metrópole mais longe de Frankfurt!
          Ps.:Negócio é sim um ponto forte em Brasília

          • filipe

            Negócios políticos e correlatos.

        • Mais os moradores de BSB, não todos, mais alguns viaja bastante, eu mesmo nesse momento estou em Porto Seguro, e mês que vem tenho mais duas viagens a fazer … e não eu não sou funcionário público, a cidade não se resume apenas aos funcionários públicos e o governo…

    • EdMac

      Bom. Retiremos dos cálculos os passageiros em trânsito, que apenas fazem escala ou conexões em BSB. O que sobra deve ser muito menos que a metade do movimento apresentado. Simples assim.
      Aliás, essa estatística é possível de ser feita justamente porque, no processo de privatização, tiveram de criar uma tarifa para passageiros em trânsito. Caso contrário, BSB não teria viabilidade financeira.

      • filipe

        Uma voz sensata no meio do pachequismo. A outra metade que sobra, pode colocar a maior parte na conta do deslocamento de políticos. Simples assim.

        • Acredito que a mesma lógica também funcione para GRU. Muitas pessoas que passam por lá vão ou vem de alguma outra cidade ou país com destino à outro lugar. Não entendo muito disso e sei que é um aeroporto muito movimentado mas boa parte dos passageiros ali também estão em trânsito, não?

          • Diego

            Sou de Brasília e NUNCA desci em Guarulhos pra visitar São Paulo. Estava sempre “em trânsito” para o exterior ou outra cidade brasileira. Sorry

      • Bruno

        O aeroporto de Brasília também recebe muitos passageiros de Goiânia, pela proximidade e pelo péssimo estado do aeroporto de Goiânia que é uma vergonha para a cidade, a rodoviária mesmo é muito melhor..

    • Moacyr Lopes

      Brasília é o principal Hub de conexão de voos para o Norte e Nordeste, o que explica o seu grande movimento.

      Ficou realmente muito bom com a reforma. Falta melhorar o externo, como linhas de ônibus e estacionamento. Uma linha de metrô seria o ideal.

      Agora, como exemplo de aeroporto bagunçado, podemos comparar Guarulhos com Miami: ambos tem movimento de 40 mi de pax/ano. Mas o aeroporto de Miami é muito superior, com 5 terminais e trens de ligação entre terminais.

      Isso explica o apelido de Rodoviária dado a Guarulhos. Lá é tudo apertado, conforme o horário não tem cadeiras para sentar, fora os acessos que são terríveis.

      É por essas e outras que creio que Viracopos tenha tudo para se tornar o principal aeroporto do Brasil em alguns anos.

      São Paulo merece coisa melhor.

      • Rodrigo Dourado

        Bem observado, pouquíssimos aeroportos do nordeste não têm voos diretos pra BSB, inclusive aeroportos de cidades do inteior como Ilhéus, Juazeiro do Norte, Petrolina e Barreiras q nem sequer têm voos diários pro Rio de Janeiro, mas têm voos diretos pra BSB!

    • Andre Felipe

      Típico comentário de alguém que não conhece a realidade que estiver fora do próprio umbigo. Brasília é hub de distribuição de voos domésticos e tem sido muito usado pelos passageiros da região centro-oeste que quiserem ir para a Europa (TAP e Air France), Américas (Copa, AA, Delta) e Buenos Aires (Aerolineas) sem ter de passar no aeroporto de Guarulhos e Galeão.
      O aeroporto não é de uso exclusivo para quem trabalha no Congresso e nos gabinetes dos Ministros.

      Comentário infeliz

      • Moacyr Lopes

        Sem contar que há uma grande concentração de nordestinos que, com a construção de Brasília, foram morar no DF. A maioria dos voos de BSB é para o Nordeste, o que o fez se tornar HUB de conexões.

        Além disso, como citado anteriormente, quem é do NE passa a ter BSB como opção de voos internacionais.

        Todas as capitais do NE e Norte tem voos para lá.

        Alguns opções de voos da TAM para Miami passam por BSB e seguem para Belém ou Manaus e de lá para Miami.

        A região tem crescido e faz jus a um excelente aeroporto. Precisa melhorar o acesso.

  • Cidadao

    O principal responsável por esse crescimento no movimento do aeroporto de Brasília foi a redução do ICMS de 25% para 12%.

    • Carolina

      Sobre o quê? Querosene de aviação? Transporte aéreo não paga ICMS…

      • Cidadao
      • Leandro

        Realmente a prestação de serviço de transporte de passageiros pela modalidade aérea é 'isenta' de ICMS, conforme decisão do STF, mas o querosene de aviação que as companhias compram para abastecer as aeronaves é tributado sim pelo ICMS. Uma coisa não tem nada a ver com a outra.

  • Vagner Santos

    Enquanto isso aqui no RJ companhias desistem de operar no Galeão, diversas obras inacabadas, difícil acesso ao aeroporto, estacionamento absurdo de caro… penso que querem fechar o Galeão. Só pode ser isso.

    • Doctor

      O GIG ficará bem melhor. Aliás, a privatização vai começar a dar resultados já no dia 12/08, quando se inicia a gestão privada. O problema maior é de gestão, que já será equacionado. Os frutos dessa mudança já é sentida pelos passageiros, como a pesquisa da Secretaria de Aviação Civil, que mostra o desempenho dos terminais. GIG subiu do 9º para o 6º lugar. http://www.aviacaocivil.gov.br/noticias/2014/08/p
      Questão de tempo e termos um dos melhores terminais aeroportuários das Américas.

    • marc lago

      tenho a mesma impressão. o descaso com o galeão é assustador. até gosto do aeroporto , mas não dá para admitir ter como comitê de recepção uma horda de taxistas assediando o passageiro logo no saguão de desembarque(e lá fora, mesmo no ponto do frescão, tem sempre um taxista pirata tentando convencer você a ir numa "lotada") ; funcionários, em sua maioria, com uma má vontade imensa ; banheiros(que estão,timidamente,começando a melhorar) ruins ; serviços parcos e fracos ; atmosfera nada amigável (o galeão precisa de mais luz , precisa ser habitado. tem muito lugar ainda ermo e fantasmagórico) , enfim, ou muda, ou não atrai ninguém de fora . quem dera fosse como no período da copa, onde tudo funcionou de forma plena, com zilhões de policiais e funcionários espalhados pelo local.
      até mesmo para cariocas(como eu), muitas vezes dá um certa insegurança caminhar pela parte externa do galeão em busca de ônibus.
      e,para terminar, eu fico intrigado até hoje pelo fato de o galeão ter atraído um gigante do setor no leilão do ano passado. haja otimismo….

  • Alexandre

    Depois que acabaram com as salas vip do Amex e Dinners, se posso prefiro o aeroporto Santos Dumont. Quem sabe assim eles nao liberam espaço para o Amex reabrir a sala, pois estão aguardando uma posição da infraero segundo a American Express.
    Vamos boicotar o Galeão!!!

  • Particularmente não gosto do aeroporto de Brasília, acho muito bagunçado.

    • luciano

      Faz tempo que não passa por lá hein….

  • Uma coisa que é inaceitável é não ter transporte entre os terminais 1 e 2 (não sei se ainda chamam assim depois da reforma).

    • Márcio

      A Azul tem um serviço de van gratuito entre os terminais, já que opera no 2.

    • Leticia

      Transporte gratuito oferecido pela companhia Azul a cada 15 minutos

  • Ignacio Thomas

    Brasília fede a ladroagem, passo nem perto de lá.

    • Tá certo, assim congestiona menos.

    • walter

      bom mesmo…menos um.

    • Luciano

      Se você parasse de votar em ladrão e corrupto e mandá-los para cá, já ajudaria!

      • Edward

        Nem precisa… Basta ver que o "governador-presidiário" é de Brasília e se chama José Roberto Arruda, o rei dos panetones, do painel eletrônico…!!!!
        E já está em 1º nas pesquisas pra governar a terra que "só recebe ladrão dos outros estados"…

  • Alejandro

    Dallas=American Airlines,,,,,,,Charlotte=US Airways,,,,,,Atlanta=Delta,,,,,,,,,,o que e que tem de errado Mudar ou SAIRr um pouco do eixo SATURADO de GRU y GIG e dar mais opções para outras cidades do Brasil,como REC,,,FOR,,,BSB,,,MAO,,,,,SSA,,,,,por que não?,,,,o Brasil e um pais continente,,,,,,,,,,,,imaginem voar de Novosibirsk para Beijing com conexão em Moscou,,,,,ai não da,,,,,,,e isso e exatamente o que acontece no Brasil

    • Moacyr Lopes

      Isso já está ocorrendo com a Azul, que transformou Confins em seu segundo Hub. De lá saem muitos voos com direção às regiões Norte e Nordeste.

      Concordo com você. Do mesmo jeito que Manaus pode ser um Hub de conexão para a América do Norte e Central, porque não Recife ou Salvador com hub de conexão para a Europa?

      Um abraço.

    • filipe

      Seria muito bom, mas a resposta pra isso não ocorrer é uma só: falta de viabilidade econômica. Só quem dá almoço grátis (que de graça nada tem) é o governo e suas Bolsas. Se não tem previsão de lucro, empresa aérea nenhuma vai alterar sua malha/rota apenas com boa vontade. Antigamente se fazia conexões nas regiões norte e nordeste por causa da questão técnica, ou seja, aviões que não tinham autonomia pra voar direto até o sudeste e sul do país, como não é mais preciso, ai ficam de fora.

  • roberto

    Viracopos já está em sexto lugar, no encalço do demais acima, logo logo estará no topo com certeza.

    • Sergio

      Viracopos tem potencial para se tornar o aeroporto mais movimentado pois ainda tem pra onde crescer. Mas para isso um transporte mais rápido para São Paulo, como um trem, seria fundamental. Mas isso depende do governo, e aí fica difícil

  • William

    Podemos fazer uma outra conta que considere as cidades com seu(s) aeroporto(s): São Paulo = 27,5 milhões; Rio de Janeiro = 12,9 milhões e Brasília = 8,6 milhões. Penso que assim podemos comparar o volume de passageiros de maneira mais justa.

  • viajanterj

    o galeão só melhorará quando todas as máfias que atuam no local forem desarticuladas. enquanto isso não acontecer, o passageiro sempre se sentirá mal no aeroporto. quem dera fosse como em curitiba, onde há transporte para todos os bolsos e seguro ,na porta de saída, e somos recebidos,logo ao desembarcar, por uma instalação cheirosa do boticário……ai , que inveja.

  • Marco

    Pra Viracopos comseguir chegar perto de Guarulhos vai ter que mudar muita coisa… Quem ja viajou por la sabe. É um ovo… Voce tem que ir a pé do saguao de embarque ate a aeronave. Como fazer de la o maior aero do país? Nao vai ser tao cedo!

    • Rodrigo Dourado

      Tava em coma? Viracopos já está em reforma, inclusive uma parte já foi entregue!

  • Marco

    Em comaesta voce. Passei por la semana passada e na ida e na volta fui a pé. Pra chegar a ser um guaruhos vc vai ter q sair do seu coma e ir ajudar nas obras.

    • Moacyr Lopes

      Marco,

      Com a conclusão do novo terminal, isto vai acabar. O atual, onde realmente se vai a pé, será desativado.

      Quando passar por lá, veja a maquete que está próxima a porta de entrada para o embarque.

      Um abraço.

      • Marco

        Muito educado voce, ao contrario do nosso amigo. Nao vi essa maquete, creio que o investimento em Viracopos é grande, mas falta ainda muita infra estrutura, cheguei la as 15 h e só tinha vagas nos onibus pra Capital pras 19h, haja vista q há somente uma empresa operando, pra quem nao vai de azul fica horrivel. Aero pequeno, com uma micro praça de alimentacao, sem tomadas, tinham pouquissimas. Acho que chegar a competir com GUA como maior do pais vai demorar decadas.

        • Moacyr Lopes

          Realmente, quem vai por Gol ou Tam tem de pegar o ônibus da VB e pagar R$ 21,75.

          Mas já li que a GOL irá colocar ônibus entre SP e Viracopos.

          O Brasil precisa descobrir a ligação por trem e metrô, semelhante aos EUA, entre cidades e aeroportos.

          Em Viracopos, uma dica, no atual terminal, fique na sala de espera do piso superior, que está sempre vazia e com tomadas disponíveis.

  • jorge moraes

    De novo esta história de Viracopos ser tornar o maior do país? Isto é coisa de burocrata da InfraZero que pensa que ainda manda em algo. GRU sempre será o maior e mais importante aeroporto do país.

  • jorge moraes

    GIG não tem jeito nem com concessão. Daqui a uns anos, a empresa que venceu o leilão vai perceber a BESTEIRA que fizeram,rs.

  • Podemos encarar os dados de outra forma, considerando o movimento de passageiros em cada cidade com seu(s) aeroporto(s) e ficaria assim: São Paulo = 27,5 milhões; Rio de Janeiro = 12,9 milhões e Brasília = 8,6 milhões. Assim fica mais justo quando comparamos a importância de cada uma.

    • Renato Montenegro

      A matéria não é comparando a importância de cada cidade, mas, sim, de cada aeroporto para gerar discussão à respeito deles e analisar suas novas administrações.

      • William R. Ferreira

        Isso você não precisa me dizer. É óbvio que a matéria trata de aeroportos e não de cidades. Só estou propondo uma outra reflexão, pois alguns comentários anteriores se pautaram na polêmica entre a importância e influência das cidades citadas, assim, fiz essa proposição de análise. Creio que essa reportagem permite que possamos nos pronunciar sobre o assunto sob diversos pontos de vista. Leia os comentários anteriores.

  • Rafael

    Tudo isso era apenas uma questão de tempo! depois da privatização isso já era esperado!

  • alexandr

    acho que alguns comentários,são validos …. so que o movimento de empresas aéreas internacionais, aumenta bem mais no no gig, do que em bsb, esse queda foi ocasionado pelo cancelamento dos voos internacionais da tam via gig.Sendo que para este ano mais duas empresas internacionais chegam a operar gig este ano e no que mais 4, fora crescimento normal da população carioca, e grande movimentação turística. No final do ano podermos já verificar a superioridade do gig e gru. Brasília e Campinas ainda vão demorar muito para ter serviços e aviões confortaveis para voos internacionais, e sop verififacr as aeronaveis que partem desse cidades. sendo que em campinais a Azul está entrando forte e já tem datas marcadas para iniciar seus voos para EUA. Las Vegas e NY, com aeronaveis bem confortavéns.

  • É, o Galeão está em vias de se tornar um aeroporto fantasma…

    • alexandr

      acho melhore vc se informar ….

  • Cliff Steward

    Um monte de comentários BAIRRISTAS.
    O povo tem que torcer para o futuro do país, pelo futuro de nossos aeroportos, e não ficar discutindo quem é o melhor.

    • Paulo

      o pior é ver carioca insistindo que o Rio de Janeiro presta, e contrariados quando não veem o Rio em 1º lugar de nada, a não ser de tráfico de drogas. … favelão. Lixo

  • Diego – DF

    Tive até medo de ler os comentários pois toda vez que se dá uma notícia dessas o bairrismo e o preconceito tomam conta.

  • filipe

    Bairrismo é puxar a sardinha pro próprio lado e depreciar os outros. O comentário inicial foi por causa da anormalidade de uma cidade como Brasilia ter tamanho movimento sem atrativos comerciais e turísticos, pois esses costumam ser os principais motivos do aumento de passageiros em qualquer local. Brasilia está com um bom aeroporto? Ótimo! Que continue. Acredito que seus habitantes merecem, mas acontece que isso não invalida a anormalidade de tamanho movimento se dever ao fato de ser um centro político.

  • Fernando

    A cidade de Brasilia e a de Washington, DC tem muito em comum. Vivem as custas do contribuinte. Washington não tem nada, só políticos e lobístas, igual a Brasilia. Ainda assim, é uma das cidades mais movimentadas de US, ultrapassando várias outras que são polos industriais. Tudo sustentado pelo contribuinte. Cidades que nada produzem, nada agregam, apenas consomem recursos do povo. OK, você pode defender sua cidade se quiser, mas o fato é esse.

  • Cristiane

    Acredito que a explicação já foi dada por muitos que aqui escreveram. Brasília se tornou um HUB pela sua localização e foi criada para ser o centro do poder político. No entorno, cidades satélites, o comercio é forte e há muitas indústrias. A agricultura também está crescendo. De fato, no plano piloto o que impera são os serviços públicos federais e distritais do executivo, legislativo e judiciário. No entanto, Brasília não vive só de política ou de políticos. Há boas escolas e faculdades e muitas empresas. Um bom exemplo é que o site Melhores Destinos tem sua sede aqui em Brasília eheh