Lufthansa voará para o Rio de Janeiro com o novo Boeing 747-8i a partir de março

Denis Carvalho 19 · dezembro · 2014

A partir no dia 29 de março, a Lufthansa começa a voar na rota Frankfurt – Rio de Janeiro com o novíssimo Boeing 747-8 Intercontinental. a companhia alemã será a primeira a trazer a “Rainha do Céu”, a segunda maior aeronave do mundo, ao Rio de Janeiro. O avião esta equipado com as novas First, Business, Premium Economy e Economy e já é usado na rota São Paulo-Frankfurt – saiba mais aqui.

O Boeing 747-8i apresenta ganhos significativos em termos de eficiência: com novos motores General Electric Gent GEnx-2B consomem menos querosene e atingem um ganho de 15% em eficiência e redução das emissões de Co2 por passageiro. Adicionalmente, as emissões de ruídos são 30% menores.

Boeing 747-800

O novo Jumbo da Lufthansa tem capacidade para 364 passageiros. Oito passageiros em First Class, 80 na Business Class, 32 na Premium Economy Class e 244 assentos na Economy Class. Pelo seu conforto e serviço a bordo, a Lufthansa First Class foi premiada como Five Star Class pela Skytrax, instituição que avalia regularmente as linhas aéreas. Veja nossa avaliação do novo Boeing 747-8 da Lufthansa.

Com a chegada do gigante (que cá entre nós não combina com esse apelido de Rainha do Céu), a expectativa agora é para a chegada do Airbius A380, seu principal concorrente. Várias companhias, como Emirates e Air France, estão interessadas, mas a autorização tem esbarrado em detalhes técnicos nos aeroportos brasileiros.

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • Igor Zocoli

    Qual a primeira companhia a operar o modelo?

  • Werlesson

    Números Consideráveis em ruídos são 30% menores, e pra variar a “Burrocracia” Brasileira impedindo o desenvolvimento do país.

  • Igor Zocoli

    Brasilia tem condições de receber aviões desse porte como o a380?

    • Cidadão

      Boeing 747 sim. O A380 só com restrições operacionais que as companhias não se interessam. Entretanto, se tem demanda é outra história

  • Marcos Reis

    Espero que com tanta redução disso e daquilo, o preço e as promoções sejam coerentes, porque não adianta reduzir tudo e cobrar o mesmo preço ou encarecer a passagem. Que venham as promoções!

    • Dalcione Rossato

      A intenção é aumentar os lucros.

    • Rodrigo

      Acho que a Lufthansa não deseja ser uma cia barata.

  • Wendel

    Qual será a primeira Cia aerea a utilizar o A380 no Rio, já que ele foi o único aeroporto brasileiro autorizado para pouso e decolagem?

    • caçador de querubim

      AF

    • Henrique

      O novo aeroporto de Natal agora também tem capacidade técnica

  • Pedro Mello

    o galeão recebeu no inicio do mês certificação para o 747-8 e para o A380..
    O único do país com com certificado para o A380, mas o único que eventualmente teria condições comerciais de recebe-lo seria GRU.
    Vão parar de fabricar o A380 e o Brasil mal vai te-lo visto!

    • Ed

      Acho que você está enganado. GIG tem dois vôos diários para Paris, que podem ser substituídos facilmente por um único vôo de A380. O mesmo, aliás, que GRU. Essa é até uma atitude corrente das companhias. Li, em algum lugar, que a British Airways trocou dois vôos diários LGR-LAX (ou SFO, não me lembro) em 747 e 777 por um de A380.

  • luis

    Acho que EK vai ser primeira opera A380 no Brasil se tiver autorização.BTW,não gosto muito da LH,acho ela possui um preço bem alto,mesmo é sim na Economy Class,o serviço é padrão europeu,nada interessante.

    • Ed

      Fiz GIG-TLV via FRA pela LH e paguei USD 799. Seria considerado barato, não? O problema são as generalizações.

      Semana passada comprei um GIG-JFL por USD 550, pela AA, que reconhecidamente cobra preços altos. Então, não se pode dizer que ela SÓ cobra preços altos.

  • Pzt

    Tava precisando trocar mesmo.
    Há 2 meses fiz esse trecho GIG-FRA nos antigos 747-400, que desconforto!
    Foi o assento mais apertado que já vi em vôo internacional, principalmente porque a velharia era cheia de caixas de metal embaixo dos assentos, mal tinha como esticar as pernas. Sem contar que éramos obrigados a retornar o assento cada vez que era servida uma refeição, porque o passageiro de trás não conseguia usar a mesa..
    O sistema de entretenimento também era o mais defasado que eu já vi.
    Considerando que é uma cia que não tem as menores tarifas, ir para a Europa partindo do GIG com a Lufthansa era puro ônus!

    • João

      Acho que colocar a poltrona na vertical na hora da refeição é o minimo de bom senso e respeito ao passageiro que está viajando atrás de vc.

  • Thiago Mesquita

    Vão parar de fabricar? Isso vai demorar décadas…

    • Adriano

      Sim, a possibilidade pararem de fabricar ele já no ano que vem ou em poucos anos é bem grande, em 2014 a Airbus não conseguiu vender um A380 sequer, e ainda teve vários pedidos cancelados.

      O A380 é muito grande, poucas rotas tem uma demanda constante e regular que justifique a sua utilização, e nestas rotas de alta demanda ele já está sendo utilizado, não sobrando mais muitas rotas não atendidas onde seja economicamente viável utilizar uma aeronave deste tamanho.

      Alem de que devido ao seu tamanho, ele tem muitas restrições de operação, só podendo operar em poucos aeroportos do mundo, reduzindo ainda mais a sua demanda por novos operadores…

      Ou seja, tem grande chance de se tornar o maior mico do século na aviação…

  • Salvatore Carrozzo

    Me soou meio machista o seguinte trecho da matéria :”Com a chegada do gigante (que cá entre nós não combina com esse apelido de Rainha do Céu)”. O que o autor do texto quis dizer??

    • Quis dizer o que eu disse,: esse nome não combina com o 747, na minha opinião. Na apresentação que a LH fez em Guarulhos chamaram ele de “Superjumbo”, que dado o tamanho e as linhas do avião combina muito mais com ele. Uma rainha deveria ter linhas elegantes e delicadad, talvez o B787 ou o A350. Mas é apenas minha opinião pessoal, não precisa concordar.

      • Salvatore Carrozzo

        Dênis, me desculpe, mas essa sua expressão são machista, sim. Rainha são delicadas? Como assim? São governantes e tomam tantas decisões como os homens. Se fosse Rei seria apropriado?

        • Se fosse rei, príncipe ou o que fosse seria igualmente feio. Como amante da aviação, para mim 747 é Jumbo e ponto final! Mas como te disse, é apenas minha opinião pessoal, você tem todo direito de achar o nome bonito para o avião.

  • J. Machado

    Creio q a Air France deva trazer o A380 no período das Olimpíadas, em 2016…

  • Thiago Mesquita

    Eu tinha lido realmente que no 1o semestre haviam cancelado alguns pedidos, acabando que não venderam nenhum em 2015.1. Mas mesmo assim havia uma declaração do chefe de vendas dizendo que tinha vários pedidos pra 2015, que tinha sido um ano atípico, blablabla. Se eu encontrar o link, posto aqui.