São Paulo terá roda gigante feita por arquitetos da London Eye!

Thayana Alvarenga 1 · dezembro · 2017

Novidade no turismo de São Paulo! A cidade vai ganhar uma roda gigante feita por profissionais do mesmo escritório de arquitetura que fez a London Eye em Londres, na Inglaterra. As informações são da Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo. De acordo com ela, a versão paulistana terá 150 m de altura, além de 32 cabines com capacidade para 32 pessoas em cada uma.

Se o projeto realmente sair do papel, será ainda mais um atrativo para quem deseja conhecer a capital paulista. Outro ponto interessante é que a roda gigante de São Paulo deve ser mais alta do que a encontrada em Londres, que conta com 135 m. O local e a data de instalação ainda não foram definidos, porém há quatro terrenos sendo analisados.

London Eye

A London Eye é um dos pontos turísticos mais disputados da cidade de Londres. Era a maior roda gigante do mundo até 2006, quando perdeu o posto para a “Estrela de Nanchang”, que fica na China. A maior roda gigante do mundo atualmente é a High Roller, com seus 167 m na cidade de Las Vegas.

Autor

Thayana Alvarenga - Repórter
  • Lorena

    Que massa!!!

  • Se não for com dinheiro público, fica melhor ainda!

    • Natalli Paiva

      Boa, pensei o mesmo.. Se for público além de custar milhões desnecessários, vai demorar mais de 20 anos 🤐😓

  • Fui na High Roller a noite e é um passeio que vale cada centavo!!
    Espero que nessa roda gigante de SP tenha o Happy Hour também…rsrs

  • Raul Melhado
  • Patrik Rodrigues

    Show de bola!!!! Vai ser legal ter uma São Paulo Eye kkk

  • Marcelo Lima

    Na beira do rio Tietê…. cheirando merd… hahahaha…. nem me pagando!

  • Vai ser bom, como se sentir na lua vendo os terrenos (vulgo ruas e avenidas) que espelham o solo lunar.

    Fora sujeira, assaltos, etc, que mostrarão ao turista que o próximo e obrigatório ponto turístico, atendem pelas siglas CGH, GRU, TRT e TBF.

  • Deitado e esperando…

  • Luiz Giglio

    Outra aberraçao desnecessária que por mais importante que seja para fomentar turismo, não é prioridade, muito menos a contratação de Arquitetos de fora e não DAQUI.