Leitor relata como foi seu voo na Azul entre Brasília e Campinas

Leonardo Marques 15 · setembro · 2010

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

O Leitor Natanael Maia, voou pela Azul entre Brasília e Campinas e nos mandou um relato detalhado da sua experiência em voar pela Azul. Apesar de já termos publicado outros relatos de voo na Azul, esse é interessante para saber como está o serviço no terminal 2 do aeroporto de Brasília.

Algumas semanas atrás precisei viajar de Brasília para o interior de São Paulo e resolvi experimentar a Azul, em sua primeira semana de operação no Aeroporto de Brasília. Desde o momento da compra das passagens, tudo ocorreu perfeitamente. O site da Azul funciona muito bem e é muito intuitivo, diferente de outras companhias em operação atualmente.

Mesmo já sabendo que a Azul começou a operar em Brasília através do Terminal 2, no dia anterior a viagem, fui avisado por email sobre isso. Essa informação é muito importante pois muitos passageiros poderiam errar de Terminal e perder o vôo por conta disso.

Compareci ao Terminal 2 no dia do check-in com aproximadamente 1 hora de antecedência e a fila praticamente era inexistente. Com a reforma, o saguão do Terminal 2 ficou bastante agradável e com ar de aeroporto de cidade do interior, daqueles que só recebem 1 vôo por dia.

Já na sala de embarque o espaço é bem reduzido e acho que seria bem complicado atender a mais de um vôo com horários próximos. Mesmo assim, para a operação atual da Azul em Brasília, a sala de embarque está na medida.

Embarcamos exatamente no horário indicado, sem nenhum atraso. Pena que em Brasília não fomos autorizados para embarcar em ambas as portas da aeronave, o que poderia ter agilizado a operação em solo. A aeronave, o Embraer EMB-195 de prefixo PR-AYF (Tripulante Azul), é indiscutivelmente um dos melhores aviões que já voei em minha vida. Claro que o fato da aeronave ter apenas 1 semana de operação contribui muito para isso, mas me impressionou mesmo o baixo nível de ruído interno, a qualidade do revestimento em couro das poltronas e a limpeza. Fazia tempo que não eu voava com tanto conforto.

O espaço entre as poltronas é digno de nota. Ponto para Azul, que não penaliza seus passageiros para conseguir vender passagens baratas. O serviço de bordo também é bem justo, com direito a snacks, batatas chips, biscoitos, sucos, refrigerantes e até cafezinho para finalizar.

Nosso vôo pousou exatamente no horário previsto em Campinas e o desembarque foi muito rápido, por ambas as portas da aeronave. O vôo estava com praticamente 100% de ocupação e o desembarque foi muito tranquilo.

Alguns dias depois em meu retorno para Brasília, realizei o check-in através de um dos vários Totens no Aeroporto de Viracopos. Embarcamos na aeronave EMB-195 prefixo PR-AYI (Azul Celeste) que também estava completando apenas 1 semana de operação. Novamente o cheirinho de carro novo nos acompanhou durante a viagem.

Assim como nosso primeiro trecho, decolamos sem atraso e logo o serviço de bordo foi oferecido. Pousamos em Brasília exatamente no horário previsto e o desembarque ocorreu tranquilamente, novamente apenas pela porta dianteira da aeronave.

Como eu não despachei minhas bagagens, não pude conferir o tempo para recuperação das malas na esteira, mas a sala de desembarque do Terminal 2 de Brasília é muito apertada. Nosso vôo estava com uma ocupação de cerca de 85% e mesmo assim a sala de desembarque estava completamente lotada. Imagino que futuramente esse Terminal 2 não será suficiente para a Azul em Brasília.

Brasília ganha muito com a vinda da Azul e fiquei muito satisfeito com o serviço. A partir de agora, tenho a companhia de minha preferência aqui em minha cidade.

Autor

Leonardo Marques - Diretor do Melhores Destinos