Latam inicia venda de lanches e cobrança por bagagem despachada em seus voos domésticos

Denis Carvalho 13 · junho · 2017

A Latam apresentou hoje grandes mudanças em seus voos nacionais. A primeira é o sistema de venda de lanches nos voos domésticos, o Mercado Latam. A companhia também detalhou como será a cobrança pelo despacho de bagagem, nas tarifas mais baratas que não oferecerão o serviço. As mudanças foram anunciadas em novembro, exceto a cobrança pela bagagem, que foi aprovada pela Anac posteriormente.

O serviço de vendas de lanches será implantado nos voos nacionais nas próximas três semanas e com ele a companhia oferecerá apenas água de graça nos voos.  O Mercado Latam terá várias opções de lanches, sobremesas e bebidas para serem comprados pelos passageiros durante o voo. Ao todo, serão 52 opções disponíveis no cardápio, incluindo produtos frescos, como sanduíches, wraps e saladas, snacks doces e salgados, menu para crianças e opções vegetarianas, veganas, kosher, para celíacos ou passageiros com intolerância a lactose.

Segundo a Latam, o Brasil é o quinto país do grupo a implantar o serviço, que já é oferecido em voos domésticos na Colômbia, Peru, Chile e Argentina. A companhia destacou que foram incluídos produtos tipicamente brasileiros, como brigadeiros e bolo de banana. A previsão é que o cardápio seja renovado a cada dois anos.

Com relação às bagagens, a companhia detalhou que agora terá quatro perfis de tarifa: Promo, Light, Plus e Top. As passagens Promo e Light terão o menor preço, mas terão cobrança para despachar uma mala de 21 kg para compras pela internet.

O valor será de R$ 30 para a primeira mala caso o passageiro compre junto com a passagem. Para comprar posteriormente pelo site, call center, lojas Latam, aplicativo ou durante o web check-in o preço sobe para R$ 50. Quem deixar para comprar no balcão do check-in, totem ou lojas do aeroporto vai pagar caro: R$ 80 para despachar a primeira mala. As tarifas Plus e Top continuarão a ter o serviço incluído.

A Latam informou que durante o lançamento das novas tarifas a reserva de assento vai estar disponível em caráter promocional para as tarifas Promo e Light.

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe
  • Seu Cuca

    A TAM vai deixar saudades.

    • Giuliano Silva

      E como vai… Bons tempos quando, pela manhã, recebíamos uma bandeja com torrradas, geléia, polenguinho e biscoito, acompanhados de um pote de iogurte e um de salada de frutas… Já no final da tarde, ou à noite, podíamos tomar uma Sol, uma Heinecken ou até mesmo uma Xingu, acompanhadas de um sanduíche quentinho… Como vai deixar saudades!!!

      • E no almoço serviam pratos quentes. Teve uma vez que almoçamos um fish n chips maravilhoso no trecho BPS-GRU – era um festival de comidas típicas do mundo.

        • Giuliano Silva

          Denis, essa oportunidade eu não tive… ;(

          Apesar desse saudosismo, parece que, financeiramente falando, as coisas estão melhorando. Os preços da LATAM atualmente estão bem baixos… Me surpreenderam em algumas compras que fiz recentemente, como por exemplo, CNF x GRU a 120,00… CNF x SDU a 95,00… Se continuar assim, eu consigo deixar o lanchinho de lado facilmente… 🙂

          • Duarte Guga

            concordo plenamente com vc…

          • Cassiano

            Olha, a TAM realmente vai deixar saudades, mas tô contigo: se for pra diminuir o preço, super abro mão do lanche tb!

          • André Gentil

            Quanta ilusão meu amigo…
            Conhece aquele ditado da metade do dobro ?

          • Cassiano

            A Latam tem oferecido preços bem competitivos e muitas vezes tarifas bem mais baratas que a concorrência, inclusive da que já vendia a bordo. Por milhas então, ela é disparada a mais barata, frequentemente vc acha passagem por 3500 milhas na ponte aérea, por exemplo, fora de promoção e com duas semanas de antecedência. Então não sei se é ilusão nossa, ou uma torcida por melhoria na concorrência… É nítida a reestruturação da cia e é válida a esperança pelo melhor, contando com o MD para auxiliar nós, consumidores, acompanhar essa oscilação. Muito cedo para cair em julgamento, principalmente de quem está debatendo, sem conhecer o que embasa cada um e cada comentário. Boa semana, meu caro.

          • Oberdan Nunes

            Somente para o Sul e Sudeste pois as passagens para as regiões Norte e Nordeste continuam no mesmo patamar, e ainda mais caras.

      • RAASPFC63

        Ao preço de ……………

  • LuRodamilans

    É o fim!!!! Quem sair por último apague as luzes.

  • Bruno

    Cadê os benefícios para clientes Black ou Black Signature? Não é a toa que parei de voar com ela. Mesmo sendo cliente Black Signature eu não tenho um elogio sequer a fazer a mesma.

  • Fabio

    A Latam nunca estah tao ruim que nao consiga piorar. Pior cia para voos domesticos que existe.

    • LuRodamilans

      o checkin em Guarulhos parece uma feira livre… só a xepa!

      • Vinicius Barbosa

        Kkkkkkkk

  • andre

    e como fica em voos internacionais com conexão? por exemplo se eu comprar de BH pra paris e fizer conexão em SP, como fica essa regras da mala?
    alguem sabe informar

    • Duarte Guga

      eu acho q prevalece a regra de voo internacional…. mas vc tem q comprar tudo junto… nao pode comprar um trecho nacional e outro internacional separado…….

    • Huri Henrique

      Se for na mesma empresa aérea, o que vale é a franquia para voos internacionais

    • Cassiano

      Se for tudo no mesmo bilhete, por mais que haja um trecho doméstico, vale a regra de franquia internacional. Agora se vc compra separado, aí vale a regra de cada compra.

  • Duarte Guga

    as pessoas qrem pagar barato nas passagens mas tb qrem muitas regalias… isso nao existe…. eu particularmente to viajando mais nessas epocas de crise do que antes… estou realmente achando as passagens muito mais baratas q antes… se for pra perder lanche e usar apenas bagagem de mão pra poder pagar barato nas passagens, nao to nem ai… qro pagar pouco msm….

    • andre

      concordo, voo de 50 min de BH a SP não faz sentido ter lanche, é melhor pagar mais barato mesmo, a questão é se realmente vão diminuir os preços.

      • Alvaro

        Não deve baixar, como no mercado de automóveis, vai ter desconto mas teve um “reajuste” no preço original, ficando na mesma. Maravilha!

        • Guilherme Rezende

          Se não tiver mais competição não vai baixar mesmo.

          • Alvaro

            Pois é, a esperança que as novas regras da ANAC atraiam novas cias low-cost para atuarem no país. Mas se depender das existentes….

          • LuRodamilans

            A competição já existe, pra ver quem oferece o pior serviço é óbvio… Sem contar naquelas que competem para ver quem consegue enganar e tirar o máximo que puder dos clientes…

    • Fabio

      Nas rotas que utilizo na houve nenhuma reducao de preco em funcao da cobranca de bagagem. Assim como tenho certeza que nao haverah em funcao do fim do servico de bordo gratuito.

      • Duarte Guga

        eu como nao possuo ROTAS EXCLUSIVAS… somente uso pra viajar, entao vou pra onde esta mais barato… morando no RJ tenho um leque bom de opçoes…. o problema da sua rota deve levar em conta tb a lei da oferta x procura… se for uma rota com pouco oferta e muita gente pra viajar, o preço nunca vai baixar msm… comprei uma passagem do RJ X POA para dezembro 280,00 ida e volta…. fui pra fortaleza pagando 340,00 ida e volta. se isso nao é barato é oq?

        • Fabio

          Negativo. Eu falei rotaS. No plural. E meus aeroportos saida sao GRU, CGH, VCP, GRU e GIG, logo se esses nao tem oferta x procura, imagine os outros. Alem disso me referi explicitamente a um comparativo de precos antes e depois da cobranca de bagagem. ps* GIG/POA por 280 nao esta barato. Costumo achar por 200.

          • Feliciano Martins

            Encontra por 200 ida e volta em dezembro? Como faz essa mágica? Explica aí.

          • Fabio

            Espera um desses feiroes de fds que voce acha. Soh ficar monitorando.

      • RABUGENTO SFQNS

        Gratuito?
        Nada é gratuito.
        Tudo que oferecem já foi bem calculado na planilha de custos e LUCROS.

        • marcosvalenca

          Exatamente. O lanchinho da Latam custava troco para ela e tinha razoável efeito no bem estar dos passageiros. Tanto é verdade que o serviço de bordo não mudou em voos internacionais os quais são usados por clientes mais desejáveis, respeitados e importantes. Em mais algumas semanas, a Latam começará a cobrar pela escolha de assento no avião e, do jeito que o consumidor brasileiro aceita tudo, capaz de inventarem uma tarifa pelo uso do banheiro. Consumidor que não exige melhor serviço por menor preço, em tempo, será explorado.

    • Daniel Moura

      Eu concordo em relação a lanches em voos curtos, isto é mais um “agrado” que as companhias tem pra se diferenciarem. Porém não concordo com relação a preços de passagens no geral. Acho que não tem baixado principalmente em companhias que tinham o histórico de passagens mais caras como a Azul e a Avianca. Eu ia de Recife a Salvador, num vôo com uma hora mais ou menos pagando no máximo 250,00. Hoje a passagem custa em torno de 350,00.

    • André Gentil

      Me conte aonde você está achando, pq ano passado achava EUA por R$ 1.000, hoje por menos de R$ 1.500 está impossível, isso que a crise estava pior ano passado. Vários exemplo: Curitiba – Foz se achava por R$ 89,00 e hoje ?
      Florianópolis – Buenos Aires R$ 450… e hoje ? Aumentaram tudo para enrolar com a metade do dobro. Tudo estratégico.

      • Duarte Guga

        estou dando a opiniao em relação aos voos NACIONAIS ja q o assunto eh a cobrança em voos domésticos…….. os internacionais realmente estao com preços absurdos,…. a questão é procurar as ofertas… use mais o MD q vai achar… como falei esse ano, pelo menos pra mim, viajar pelo brasil ta muito barato…. nao me prendo a e meses especificos, somente viajo em finais de semana…. nem a locais…. onde e quando ta mais barato to indo…. pra mim ta sendo ÓTIMO….

  • Cassiano

    Isso se aplica à ponte aérea também ou vão adotar uma estratégia similar à da Gol, com cortesia na rota mais rentável?

  • Christiano

    So uma duvida esse valor de 30 reais é para apenas uma mala de ate 30kg ? ou eu posso despachar duas malas de menos de 30 kg ?

  • Mario Eduardo

    “o serviço, que já é oferecido” Quer dizer que cobrar coisas agora é um oferecimento. Semântica interessante essa.

  • Diego Saldanha

    Já tava uma bosta, só bostearam mais…

  • Hermes Hs

    O que eu (particularmente) olho primeiro são as facilidades de acumular milha, depois o preço e depois o serviço de bordo (que já é assim em praticamente todo o mundo). Obviamente se o preço for muito diferente vou no mais barato. Mas pensando na facilidade de mudar de categoria e usufruir dos benefícios do programa de fidelidade, fico com a GOL, ainda que as melhores sejam AZUL e Avianca.

    Minha última opção é a TAM.Se tiver um bilhete da LATAM=R$120 e GOL=R$150~165, vou de GOL. posteriormente AZUL e AVIANCA (ainda que melhores que a GOL, a minha preferência vai pelo programa de milhas) – cada um tem suas preferências e prioridades!

    Mas a TAM já não é minha preferência faz muiiiiiiiito tempo, agora, piorou! Se eu tiver que voar com eles, só chorando… como na semana qua vem, que eu emiti bilhetes domésticos com milhas Advantage, e não me restou opção, devido a parceria da AA e LATAM com a Oneworld.

    • marcosvalenca

      Hermes, lembre que normalmente as milhas Smiles valem menos que as milhas Latam. Portanto, numa mesma rota, precisa-se de muito mais milhas Smiles que milhas Latam. Em vários dos próximos meses é possível emitir ida e volta, Recife – Miami, por menos de 50.000 milhas Latam. Vai ver quantas milhas Smiles são.

  • Daniel Moura

    Tenho a sensação de que as pessoas se apegam demais aos lanches e comidinhas dadas nas companhias,como fator fundamental para ser consumidor daquela empresa. Eu prefiro contar com o valor da passagem em si e o conforto da aeronave, que não é o caso da Latam há tempos.

    • marcosvalenca

      Não é o lanche em si, apesar de ser um plus no atendimento. É a ideia de começar a cobrar por tudo como, por exemplo, pela escolha de assento na aeronave. Em poucas semanas, se você comprar a tarifa mais barata da Latam não poderá escolher janela, meio ou corredor. Depois que os passageiros que pagam mais escolherem suas poltronas, o sistema, dirá onde você se sentará. Dizem eles que manterão pessoas de uma mesma família juntas. Mas quem garante?

  • André Gentil

    Resumindo…
    Nenhum benefício para o cliente, nenhuma regalia, somente mais cobranças !
    A única coisa que precisavam dizer era o % de desconto para quem não despachar, nem isso fizeram, dessa forma terão liberdade para nos sacar mais platas…
    Parabéns ANAC! Vocês são a cara desse país.

  • Josmar Resende

    O Rolim deve estar se revirando no túmulo uma hora dessas.

  • Léya Ramos

    😭😭😭😭😭

  • Bruno Caporalini

    Latam agora só uma rota onde não há opção. Estão repetindo os erros pelos quais a Gol paga até hoje. Reconstruir a imagem depois custa caro e esse serviço de venda nem mesmo se paga.
    Ainda bem que já vinha mandando os pontos pra Avianca e ontem aproveitei a promoção de transferência pra TAP e vou usar a Star Alliance nos destinos internacionais.
    A Tam deixa saudades.

  • Patricia Mallmann Garcia

    E o que acontece com passagens já compradas? Tenho passagem adquirida semana passada para setembro. Não vou poder despachar bagagem?

    • Não muda nada pra quem comprou as passagens antes da mudança.

  • Henrique França Pereira

    Agora tem que diminuir os preços, de forma significativa.

    • SirNiXXon

      Hahaha, boa piada essa! Hahahahaha

  • Silvia Aguiar

    Beleza, devo concordar com os comentários de que se for para ter um preço melhor tudo ótimo, mas pra quem comprou muito antes dessas alterações e não usufruiu do benefício da redução? Paga pelos outros? Só acho injusto e complicado de entender.

  • Marinho Guimarães

    Melhor vai ser sair de casa com uma marmitinha, ou mesmo comprar um subway no aeroporto…

    • Marcos

      Já algumas vezes que tenho passado num buffet antes e no voo só compro o refri. Marmiteiro assumido!!!

      • Feliciano Martins

        Uma opção também (pelo menos pra mim serve) é passar numa loja am/pm do ipiranga e comprar sanduba da promoção que sai todo mês (R$1,99 + 50km). Claro que vai comer frio no avião, mas pelo menos não vai ficar com fome, nem gastar um absurdo no avião.

        • Marcos

          Bem lembrado!

  • Augusto Ramos

    8 reais num toddynho???????????

    • Marcos

      E vinte reais numa salada, pode isso?

      • LuRodamilans

        Já viram o strogonof que a concorrente vende de 30 reais? não dá nem pra alimentar uma criança de 3 anos quiçá um adulto

  • Feliciano Martins

    Uma opção também (pelo menos pra mim serve) é passar numa loja am/pm do ipiranga e comprar sanduba da promoção que sai todo mês (R$1,99 + 50km). Claro que vai ter que comer o sanduba frio, mas pelo menos não vai ficar com fome, nem gastar um absurdo no avião.

    • Eduardo

      Realmente é uma boa.

  • Isso não é nada comparado ao conforto da sua executiva em disposição 2-2-2 ou sua carta de vinhos que segundo a LATAM, pensada no cliente.

    Nacional é Avianca e Azul. Não tem jeito.

    • Ps.: Não basta ter ficado no Brasil, ainda receber mensagens de manhã com muro das lamentações por não ter ido de Lufthansa ou KLM. :/

    • R.F.

      Exatamente, agora que a Latam não terá mais refeição gratuita, minha ordem de preferência será: 1-Avianca, 2-Azul, 3-Gol, 4-Latam. Ainda bem que aqui onde moro a Avianca sempre tem a tarifa mais barata!

      • MTorres

        Voce chama o equilibri de queijo de 25g que a TAM servia de refeição? kkk

        • R.F.

          O voo da Latam daqui da minha cidade para SP eles servem aquela bandeja com biscoito, torrada, geléia, um “bolinho” e um queijo Polenguinho. Sem falar que em voos com mais de 3 horas ela ainda servia aquele sanduíche de peito de peru.

          • MTorres

            Uma grande refeição mesmo. Como viveremos sem torrada com geleia + polenguinho e o bolinho de laranja? O sanduiche de peito de peru é melhorzinho, mas preferia 7 reais a menos na passagem e comprar qualquer salgado na Casa do Pão de queijo no aeroporto mesmo.

          • R.F.

            Aí que é o problema, eu DUVIDO que a Latam vai reduzir os preços das passagens cortando os lanches. É a mesma questão da cobrança pela bagagem despachada, é só para brasileiro ver.

  • RABUGENTO SFQNS

    Bem… Como já disse aqui algumas vezes, no meu próximo embarque nacional levarei meu farnel com linguiça e queijo derretido para abrir e degustar durante o voo. 😉
    Tenho feito muitas viagens pelo Brasil mas por via terrestre com a nossa 4×4.

  • RABUGENTO SFQNS

    Em Breve! Em breve!

    Em breve também oferecerão a opção de viajar em pé.

  • Edu Rafael

    Também comprei um bilhete essa semana com 2 malas extras. Mas o preço não foi de 30 como anunciado no MD. Foi de 80,00 cada mala extra. Revejam essa informação.

    • marcosvalenca

      Edu, só custa R$ 30 se você comprar junto com a passagem, no começo de tudo. Se comprar no balcão da companhia no aeroporto, custa R$ 80.

    • Marcos

      Edu, a cobrança é a partir de R$ 30. Eles vão aproveitar …

  • Paulo Fillipe

    Esporte preferido no Brasil: reclamar. Quem não estiver satisfeito, viaje por outra CIA ou de carro. É óbvio que, inicialmente, as CIAs realizariam as mudanças permitidas pela ANAC e não veríamos redução de preço (o capitalismo é assim – elas vão tentar ganhar o máximo de dinheiro nesse início).Contudo, em médio prazo (quiçá, curto), veremos tarifas mais baixas.

    Anos atrás, quando do fim da regulamentação do preço de passagens pelo Governo, houve alarde no mesmo sentido – hoje, numericamente comprovado, houve redução drástica no preço de passagens e acesso às várias classes da sociedade. Felizmente, a aviação é um segmento internacional – nossa cultura até que tenta deixar do jeito que estamos acostumados (serviços embutidos, falsamente propagados como gratuitos; péssima qualidade; falsas promoções) – mas a globalização/capitalismo não permite.

    Sou super a favor das mudanças (mesmo sabendo que inicialmente não tenha efeito). Pretendo viajar até o médico me proibir (se eu chegar à velhice). E torço por uma low coast (mas sei que outras mudanças são necessárias – principalmente uma flexibilização imposta às áreas internacionais operarem em solo brasileiro).

  • Fábio Viana

    Eu não compro lanche em voo e não costumo ligar pra serviço de bordo em voo doméstico, quero mesmo é passagem barata. Mas olha, é um abuso cobrar R$8,00 no Todinho e R$6,00 no biscoito recheado Oreo pequeno. Levo de casa mas não compactuo com essa exploração.

    • Marcos

      R$ 20 a salada mas é fresca!!!

    • LuRodamilans

      Já tô levando minha marmita a muito tempo, até porque a TAM servia um polenguinho, 2 biscoitos crean crak e um bolinho de açúcar… e só…

  • James Sims

    Quando quero viajar, eu compro um serviço de transporte e não um serviço de hotelaria/restaurante. Agora, esse serviço precisa ser bem feito e com conforto ao passageiro iniciando pelo espaço entre os bancos. A comida é um detalhe que cada um faz a sua maneira.
    Ocorre que esse custo menor, deveria ser dado ao consumidor mas….

  • RAASPFC63

    Boa noite!!! Então quer dizer que com a cobrança do serviço de bordo, eu posso passar no em um fast-food, comprar e levar o meu lanche predileto para saborear durante os voos? Por que, sair de Belém ou Manaus ir até Porto Alegre é bem demorado. Como faz? a cada vez der fome vai ter que solicitar um “lanchinho” a tripulação de pagar uma nova passagem em alimentação?

    • Caio Venicius

      Pode levar comida sim, os liquidos que sao mais complicados pq geralmente se tem um limite principalmente internacional.
      mas ja cheguei a transportar na mala de mao : Uma cajuina de 1 L + sanduiche fresco do Subway e é assim que a gente acaba “economizando” ou até comendo o que a gente realmente ta afim de comer.

  • Wilson Pereira

    Prefiro viajar com mala de mão e água que pagar mais caro na passagem.
    E quando for necessario despachar mala e/ou estiver com fome, pago a mais por opção minha…
    Essa questão de q preços não estão mais baixos tem muitos motivos particularidades.
    Ano passado eu só voava Azul. Esse ano 80% foi Latam. Horarios e preços melhores (pelo menos aqui em S J Rio Preto/SP)

  • Manoel

    Tipo num voo que todo nao va despachar bagagem, pra que vai servir o “porta malas” do aviao??? Quem sabe eles nao coloquem mais poltronas no bagageiro pra reduzir o preco das passagens… Toma cuidado Tam, Gol e companhia ja tem empresas estrangeiras estudando nosso mercado aério…