Latam vai alterar tarifas de resgate de passagens com pontos a partir de maio!

Leonardo Cassol 22 · fevereiro · 2017

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

A Latam vai alterar as tarifas de resgate de passagens nacionais e internacionais com pontos Multiplus – Latam Fidelidade a partir de 21 de maio. O valor mínimo de resgate de voos domésticos será reduzido, mas o teto vai aumentar. Confira as principais mudanças!

Nova tabela de resgate de voos domésticos

A pontuação mínima de resgate de um trecho nacional foi reduzida para 3.500 pontos para todos os clientes. Além disso, clientes Platinum ou Black, continuam contando o teto de 25.000 pontos para o resgate de trechos nacionais. Já os clientes sem status ou com status Gold vão ter a quantidade máxima de pontos para um trecho nacional aumentada de 35.000 para 39.000 pontos.

Apesar do aumento, o programa da Latam ainda permanece com um valor teto de resgate bem abaixo dos concorrentes, cujo máximo chega a 50 mil ou até 60 mil para um trecho nacional, dependendo do programa. Além disso, a tabela de resgate diferenciada para clientes Platinum e Black é única no mercado brasileiro, apesar de já ter sido melhor no passado.

Segundo a companhia, as medidas vão garantir aos clientes mais fiéis com status no programa um desconto de até 36% em relação aos demais.

Nova tabela de resgate de voos internacionais Latam

O valor mínimo e o máximo das tarifas de resgate de passagens para os destinos internacionais da Latam serão alterados e passam a valer independentemente do perfil do bilhete resgatado, conforme cabine, destino, rota, o horário e a quantidade de assentos disponíveis no voo.

Na prática, vai ficar mais caro viajar com pontos pela Latam a partir de maio. Praticamente todos os valores mínimos e máximos de resgate subiram. Veja as mudanças por região de voo.

A Latam ressaltou que os clientes Platinum, Black e Black Signature continuarão sendo reconhecidos por meio de uma tarifa exclusiva para resgate de passagens internacionais. Segundo a companhia, a partir de 21 maio, portanto, estes clientes podem continuar resgatando bilhetes com desconto de até 32%.

América do Sul

O valor mínimo de resgate de um trecho dentro da América do Sul em classe econômica vai subir de 7 mil para 10 mil pontos. O máximo sobe de 50 mil para 57 mil pontos para clientes Latam ou Gold ou de 40 mil para 46 mil pontos para clientes Platinum ou Black.

Categorias  A partir de 21/5

Latam ou Gold

Mínimo: 10.000

Máximo: 57.500

Platinum, Black ou Black Signature

Mínimo: 10.000

Máximo: 46.000

Estados Unidos

O valor mínimo de resgate de um trecho dentro para os Estados Unidos em classe econômica vai subir de 25 mil para 30 mil pontos. O máximo sobe de 115 mil para 136 mil pontos para clientes Latam ou Gold ou de 86 mil para 100 mil pontos para clientes Platinum ou Black.

Categorias  A partir de 21/5

Latam ou Gold

Mínimo: 30.000

Máximo: 136.000

Platinum, Black ou Black Signature

Mínimo: 30.000

Máximo: 100.000

Europa

O valor mínimo de resgate de um trecho dentro para a Europa em classe econômica vai subir de 30 mil para 33 mil pontos. O máximo sobe de 130 mil para 142 mil pontos para clientes Latam ou Gold. Para clientes Platinum ou Black praticamente não muda. Sai de 100 mil para 98,5 mil.

Categorias  A partir de 21/5

Latam ou Gold

Mínimo: 33.000

Máximo: 142.000

Platinum, Black ou Black Signature

Mínimo: 32.000

Máximo: 98.500

Os valores de resgate de trechos em classe executiva ou premium economy também serão alterados em proporções semelhantes.

É o que podemos chamar de inflação das milhas, que tem afetado quase que indistintamente os programas de fidelidade no Brasil. Esse fenômeno é agravado pelo modelo de acúmulo de pontos baseado no valor pago pela tarifa do voo, que, numa economia com inflação anual de mais de 6%, acaba, ao longo do tempo, impactando o modelo de negócio desses programas.

Para quem já tem pontos acumulados, a dica é tentar resgatar antes de 21 de maio desse ano (data da mudança das tabelas), caso tenha planos de viajar até maio de 2018 (já que é possível resgatar com quase 1 ano de antecedência). Como a alteração não é muito grande, não requer nenhuma medida desesperada por parte dos clientes.

Para quem tem pontos nos cartões de crédito, o ideal é aproveitar alguma oferta de bônus de 40% (fiquem lidados no Melhores Destinos) ou mais para compensar o prejuízo. Lembrando que vale sempre pesquisar as condições de resgate e comparar a quantidade de pontos exigido por cada programa antes de transferir, ok?

Mais informações sobre as novas tabelas de resgate no site da Latam.

Cartão virtual Latam Fidelidade

A partir de 1 de abril de 2017 todos os cartões do programa Latam Fidelidade serão 100% digitais. É possível baixar o cartão de sócio dentro do aplicativo LATAM Airlines. Para acessá-lo você deverá iniciar sessão com seu CPF e entrar em LATAM Pass/Fidelidade.

O cartão físico continua sendo válido até a data de vencimento. No entanto, quando expirar não serão enviados novos cartões, mesmo para clientes com status no programa.

Cartão virtual Latam Fidelidade

Segundo a Latam, quem utiliza o cartão físico para acessar as salas VIP Latam ou Oneworld não terá com o que se preocupar. O novo cartão virtual já tem a data de validade do status. Além disso, o sistema da aliança reconhece os clientes com direito aos lounges que fizerem o check-in utilizando os números do Latam Fidelidade.

Veja o passo a passo para baixar o cartão virtual no site da Latam.

Autor

Leonardo Cassol - Editor Economista, apaixonado por viagens, aviação e milhas! Especialista em programas de fidelidade do Melhores Destinos