LATAM muda franquia de bagagem despachada a partir de hoje

Bruna Scirea 18 · maio · 2017

Passageiros que emitirem passagens da LATAM a partir desta quinta-feira, 18 de maio, devem prestar atenção às novas políticas de bagagens para voos nacionais e internacionais da companhia.

Para voos domésticos, a franquia passa a ser de uma única mala de até 23 kg. Atualmente, esse já é o peso permitido, mas não há limite de volumes despachados. Já a franquia para voos internacionais passa a ser de duas malas de 23 kg cada – e não mais as duas peças de 32 kg cada permitidas até então, uma redução de 29%.

A companhia vai manter a permissão de levar na cabine uma bagagem de mão de até 10 kg, o que decorre da nova Resolução da Anac e não de política das cias. Haverá mudança também na cobrança pelo excesso de bagagem, que terá tarifas fixas por peso e por tamanho das malas.

Já em julho, a LATAM deve iniciar a cobrança pelas bagagens em voos domésticos, oferecendo preços diferenciados de passagens para passageiros que optarem por não despachar as bagagens. Segundo a empresa, o preço da primeira mala será de R$ 30 para compras antecipadas.

Azul e GOL terão tarifa diferenciada em junho

E mais mudanças vem pela frente. A partir de 1º de junho, a Azul irá oferecer tarifa com valores mais baixos para passageiros que não despacharem bagagem. Clientes que comprarem a passagem pelo preço normal continuam com a franquia de bagagem de 23 quilos.

A partir de 20 de junho, a GOL também passará a oferecer tarifa com melhor preço para quem viaja só com bagagem de mão. As tarifas com preço normal vão incluir uma franquia de 23 quilos. Já a Avianca informou que ainda analisa as possíveis mudanças em suas políticas de bagagem.

 

Saiba mais sobre as mudanças no super post que preaparamos quando a nova resolução foi aprovada.

Autor

Bruna Scirea - Editora
  • Douglas

    que comecem os jogos…

  • Tágela Tavares

    Brasil sendo Brasil. So reduz…. cade os voos low cost??

  • LuRodamilans

    A Latam sempre na “frente”!

  • Rafael Fernandes de Carvalho

    Estava acompanhando uma passagem especifica que reduziu de ontem pra hoje a incrível quantia de R$2,00 (dois reais, por extenso para não haver duvidas)

    • Tiago Torresani

      Até porque comparar com um dia somente é bem correto, né?

  • Marcos

    Vale a regra aplicada ao dia da compra do bilhete.

  • Marcos

    Com o dólar saltando de R$ 3,13 a R$ 3,37 você acha que haverá redução nos preços? Agora ficou difícil.

  • Agora é taxa unitária. Peso só se passar dos 23kg

    • Marcos Campos

      Leonardo Segundo o SAC da LATAM independente do peso da mala extra, é cobrado taxa por peça de RS 80 mais taxa por peso de R$ 120, ou seja mala extra de 20 kg vou pagar R$ 200, só que no site subentende que a taxa de peso seria cobrado no caso de peso superior a 23 kg , da forma de você informou …….e agora quem poderia esclarecer com certeza pra que não tenha surpresas no momento do embarque.