LATAM deve ser criada em abril e terá base de voos internacionais no Norte ou Nordeste

Denis Carvalho 21 · novembro · 2011

Os executivos da TAM estão muito confiantes na aprovação da fusão da empresa com a chilena LAN para a criação da Latam, que será uma das maiores companhias aéreas do mundo. Tanto é verdade que já existe até a provisão da data para a troca de ações e concretização da operação: 1º de abril de 2012. Além disso, o novo grupo deve trabalhar com dois grandes centros de conexão para voos internacionais: Lima, no Peru, e uma cidade ainda a ser definida no Norte ou Nordeste do Brasil

“Em uma das reuniões, eu acho que foi o Bologna [Marco Antonio, presidente da TAM] que mencionou que tinha de ser no dia 2 de abril e não no dia 1º, que é o dia da mentira. Eu já gosto do dia 1º porque foi o dia que eu comecei a trabalhar na TAM. Então, vamos ver”, afirmou Maria Claudia Amaro, presidente do Conselho Administrativo da TAM, sobre o início do novo grupo, em entrevista ao jornal Valor Econômico.

Segundo ela, os passageiros da companhia notarão pouca diferença nos serviços da empresa, já que as marcas TAM e LAN serão preservadas: “Os aviões da TAM continuam sendo pintados como TAM, com matrícula brasileira. Isso não pode mudar. A tripulação continua sendo a mesma. Eu não sei se o passageiro percebe essa mudança”.

“A TAM, como a LAN já é hoje, será dividida em áreas doméstica e internacional. A área internacional das duas empresas será concentrada numa unidade de negócios que responderá para ambos os lados. E o doméstico da TAM responderá para um novo executivo que virá para tocar a área de passageiros do Brasil. Essa é uma grande mudança na TAM”, completa Mauricio Amaro, atual vice-presidente da empresa brasileira e futuro chefe do Latam Group.

Já  o presidente da TAM, Líbano Barroso, revelou que após a conclusão da operação com a LAN, as duas aéreas pretendem trabalhar com dois grandes hubs (aeroportos de conexão) para voos internacionais: um em Lima, no Peru, e outro no Norte ou no Nordeste do Brasil. A ideia é utilizar a capital peruana como uma base de acesso à Costa Oeste norte-americana e transformar o futuro hub brasileiro numa plataforma para movimentar passageiros para outras partes dos Estados Unidos, Europa e África.

“Hoje, um voo direto de São Paulo para Los Angeles ou para San Francisco não é viável, mas um voo que concentre passageiros em Lima e vá para a Costa Oeste é possível”, disse Barroso. “A mesma lógica vale para a Costa Leste da América do Sul, que seria o caso do Norte ou Nordeste do Brasil. De um hub logístico ali, você ficaria a seis horas tanto de Miami, quanto da Europa e África”, afirmou em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.

Segundo Barroso, a TAM já estuda “grandes cidades” nas duas regiões brasileiras para estruturar o futuro hub da Latam, porém uma definição só deve ser sair ao longo de 2012.  O executivo disse ainda que até o primeiro trimestre de 2012 a Latam deve definir em qual aliança aérea ficará: a StarAlliance, da qual a TAM faz parte hoje, ou a OneWorld, da qual participa a LAN.

Já ao jornal chileno El Mercurio, Barroso estimou que a Latam pode aumentar sua frota para chegar a 500 aeronaves dentro de uma década e que o grupo também deve lançar voos  para a Ásia dentro do mesmo período. “Quantos aviões, é difícil dizer, mas é provável dobrar a nossa frota durante este período, atingindo cerca de 450 ou 500 aeronaves. E certamente também podemos estar voando para a Ásia, que hoje não é viável”.

Com informações dos jornais Valor Econômico, O Estado de S. Paulo e portal Terra

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe
  • Oscar Luiz

    Primeiro de abril é? Deve ser alguma piada… No entanto, precisou a TAM ser comprada pela LAN para descobrirem que o lugar certo para fazer um hub internacional é no Nordeste. E com certeza será Natal, RN, devido à excelente posição geográfica.

    • Denis Martins

      Também aposto em Natal, pela localização e pelo novo aeroporto. Outras cidades estão no páreo, mas exigem mais investimentos!

    • Márcia

      Claro que não! Fortaleza é MUITO melhor, pelos passageiros foi considerado o MELHOR AEROPORTO do Brasil. Já fui diversas vezes no aeroporto de Natal, e realmente é QUASE um DESERTO. Nem ''mosca'' quer pousar lá… Fortaleza, tem suporte para receber isso muito mais do que Natal.

    • Pedro

      Fortaleza eh mai perto da Europa e EUA, alem de ter um aeroporto, e não só um projeto como Natal.

      De qualquer forma, dúvido que essa ideia vá muito longe.

      Eles não vão desmobilizar Guarulhos, sob risco de perder passageiros para cias aereas europeias/americanas, que fazem voos diretos para suas bases.

      Quem pode perder um pouco é o Rio, e de certeza Brasilia.

  • Angelica

    Maravilha!

    Espero que assim aumentem os precos e voos aqui no nordeste =D

    • Denis Martins

      Espera que aumentem os preços?

      • Ricardo Magalh&atild

        kkkk…. verdade!

      • Felipe

        Hahahaha, essa foi a melhor!! Aumentem os preços… Com certeza ela errou…

        Mas realmente utilizar Natal vai ser uma ótima, assim como a Copa utiliza o Panamá!

        • Luan R

          Aumentar os preços?² #FUUUUU aushuahsuahs

  • Karina Albuquerque

    Que seja Recife, Que seja Recife!!! ;P

    (cruzando os dedos)

    • Bruno Willames

      Eu creio que talvez seja Fortaleza ou Salvador, pelo fato de serem as duas maiores do Nordeste.

      • Karina Albuquerque

        É…tô torcendo por Recife, mas bem provalvel que seja Fortaleza, não por ela ser maior, mas por está melhor localizado no mapa para os voos.

      • Pedro

        Salvador não faz sentido.

        É longe pra caramba seja da europa ou dos EUA. Para ficar em Salvador é melhor usar o Sudeste, que tem populacao maior e renda maior, alem de ter mais turistas e negocios.

        Nao tem para onde fugir. Os voos vao para onde o dinheiro está. São Paulo! Infelzimente é assim, e assim será. Fora isso o plano da Latam será falho……

      • Leonardo

        Que absurdo.

        Recife é a Maior da América Latina, hahaha. Quem conhece o complexo dos Pernambucanos entendeu a piada.

        PS> Sou Pernambucano e Recifense com muito orgulho tá?

      • Luciano Pinheiro

        Salvador é muito ao sul. Eu aposto em Fortaleza, mas to torcendo por Belém. 🙂

        • IVANA

          Pedro, o que você quer dizer com:”Populacao maior e renda maior, alem de ter mais turistas e negocios”? Será que não é seu preconceito com o Nordeste que é maior?! Principalmente com Salvador?!!! Logo se ver que você não entende nada de coisa alguma… Nós não somos tão pobres como pessoas como você pensa!!!

    • Aline

      Também estou na torcida por Recife.

  • Thiago A.

    Latam??? Será este o nome? AHAHAHAHAHAHH… desculpa mas é impossível não rir deste nome de duplo sentido. Parece que foi criado sob-medida para os aviões da TAM. Mas falando sério, tomara que esta fusão venha para melhorar as coisas. Se bem que no geral fusões só diminuem a concorrência e quem sai perdendo é o consumidor.

    • Denis Martins

      Você só ficou sabendo do nome agora? 😀

  • Marcela Lopes

    Centro de conexão no Norte ou Nordeste? Já começa mal, muito mal. A maioria absoluta dos passageiros brasileiros estão no Sudeste/Sul, mais precisamente em São Paulo. Querer que estas pessoas se desloquem em voos de mais de 4 horas para fazer conecxão é apostar no fracasso. Para ter sucesso, uma empresa aérea tem que ir onde os passageiros estão.

    • Ruan

      Então a galera do norte/nordeste pode ir 4 horas pro sul pra depois ir pro norte de novo e a galera de São Paulo não pode viajar no rumo certo?

    • Bruno Willames

      Preconceito seu. Moro em São Paulo mas acho totalmente justo o objetivo da TAM em expandir os seus centros de distribuição de voos pelo Brasil de modo a fortificar e dinamizar a economia desses locais. Esse papo de ir concentrar mais ainda os voos em São Paulo/Rio vão só facilitar a ocorrência dos apagões aéreos que já costumamos ver antigamente.

      • IVANA

        Se os nordestinos podem ir para o Sudeste para pegar um voo internacional pagando muito mais caro, porque os mais ricos do sudeste não podem fazer o contrário?! Preconceito! Eu acho que a LATAM está muito correta, não porque sou nordestina, mas porque está enxergando que os nordestinos estão viajando cada vez mais e estão querendo pegar esse “file” no mercado! Com certeza viajaríamos mais ainda se tivessemos mais opções de voo saíndo do Nordeste com preços tão acessíveis quanto os voos que saem de Guarulhos por ex.

    • Pedro

      Lógico

      O dinheiro manda.

      Por isso São Paulo tem muitos voos, o Rio alguns, BH e BSB meia duzia…..

      E quem fizer diferente perderá mercado.

      Prefere fazer Sao Paulo-Paris direto pela AirFrance, ou com conexao em fortaleza, pela Latam? Se os precos nao forem arrasadores(o que nunca foi uma pratica seja da LAM ou da TAM), certamente voo direto.

      Pode ser que facam um pequeno hub, só para somar, mas nao devera nem ter o tamanho do galeão.

      Não há como, nem por que, fazer de Fortaleza(por exemplo), um mega aeroporto, para um cidade que não tem moviemtno para isso.

    • Eduardo

      No Norte acredito que estejam falando de Manaus, e, fica bem no caminho da costa Leste estadunidense, pra quem sai do sudeste brasileiro. Trazer um número de não-paulistas brasileiros (que é bem maior que de próprios paulistas) para São Paulo e então levá-los para EUA/Europa só faz estender mais os tempos. No Norte ainda tem Belém, mas a cidade só se faz tão importante por causa da Vale, e se mês que vem o estado se dividir mesmo, já era. Manaus já tem vôos internacionais da Tam (indo pra Miami, apenas cinco horas de vôo!, e já teve pra Caracas), e é o único lugar pra onde tem vôo doméstico com classe executiva de preços altíssimos e nível internacional (A330, mesmo que faz Guarulhos-Paris, que vai pra Guarulhos) então realmente acredito ali.

    • Sérgio

      Marcela ..discordo em partes com vc

      Um voo Realmente São Francisco ou Los angeles não deve ser lucrativo para a empresa … e ao contrario que vc pensa o Nordeste tem publico sim para encher os voos, o nordestino não e mais o flagelado que vivia as custas do governo não, são pessoas com um poder aquisitivo considerável, agora você pensando que o povo do Sudeste vai ficar 3 ou 4 horas chocando para seguir voo, ja parou para pensar que quem vem do nordeste sofre o mesmo???

      E não venha me chamar de Nordestindo flagelado ou coitado, pq sou paulista e moro aqui ha 2 anos e sei as dificuldades as vezes que passamos por um voo internacional

    • Andréa Coutin

      Será que essa frase "A maioria absoluta dos passageiros brasileiros estão no Sudeste/Sul, mais precisamente em São Paulo." não se dar exatamente por falta de opção nas outras regiões?! Acho arrogância demais achar a posição privilegiada do NE não seja fator importante para ser pesado. Enfim, só o tempo mostrará o que, de fato, é mais rentável.

      Quanto à região do NE penso em Recife pela estrutura do aeroporto e Natal pela localização e pelo novo aeroporto…

    • Victor Hugo

      Com todo respeito Marcela, sou de SC e o q vc está falando é uma tremenda besteira… colocar um hub no NE vai melhorar mto o movimento nos aeroportos sobrecarregados do SE. Sem contar q muitos brasileiros usufruem de tarifas promocionais e já estão acostumados a irem aos EUA, por exemplo, com conexões em Bogotá, Panamá ou mesmo Lima.

    • Não Marcela, não começa mal, pelo contrário, desafoga tais regiões que são consideradas críticas, principalmente os aeroportos de GRU e GIG.

    • Vinicius

      Com certeza você não tem a mínima noção do que está falando. Se não tem algo produtivo a dizer, que fique calada.

    • Marcos Sobral

      Amigão, você está subestimando. Esta falando sem informações, só com base no que você acha. Hoje centenas de viajantes "descem para depois subir". Ou seja, vão para GRU ou Rio e depois pegam um voo mais longo. Como exemplo temos o voo para Miami que de Recife leva 7 horas e de SP mais de 10, sem contar com a ida para GRU.

      Agora faço uma pergunta: o fato do Rio ter um HUB internacional interfere nas saídas de São Paulo? Lógico que não. Isso até melhora a concorrência no seu HUB porque as CIAs saberão que se colocarem muito caro em SP as pessoas pegam a ponte aérea e vão para onde tá mais barato.

      O nordeste tem demanda mais que suficiente para criar até mais deu um HUB na região. A região se desenvolveu, estamos em 2011 e não mais em 1991. Tenta pegar um voo de recife para qualquer destino no exterior: o voo vai LOTADO. E mais ninguém falou em desativar um HUB no Sudeste para colocar um no Nordeste. Eles estão falando em atender uma necessidade. Vamos parar com este pensamento de segregação entre Nordeste. Quando nós vamos fazer a imigração em qualquer pais não somos tratados como nordestinos, sulistas, etc. Somos tratados como Brasileiros (pra o bem ou para o mal).

    • Rafael Barbalho

      Discordo da Marcela Lopes.

      Apesar da região Sul e Sudeste concentrar a maior parte da população brasileira, os aeroportos do Sul do país aparecem de forma SATURADA. Além disso, o Norte e Nordeste se apresenta como caminho para os principais voos do hemisferio Norte (EUA e Europa).

      Concordo que vai ser maior o tempo mas não tanto. O inverso é bem pior.

    • Rogerio

      Marcela e quanto aqueles que moram no nordeste, ter a maioria das vezes ir para o sudeste e depois ir para algum outro lugar, levando um tempaoo!!

    • Alfredo

      Fazer "conecxão"? Realmente, acho que vai ser complicado…

    • Leonardo Marques

      A criação de um HUB no Nordeste não significa o fim dos voos São Paulo-Estados Unidos/Europa.

      A LATAM criando um HUB no Nordeste pode sim significar o fim e coisas do tipo… Belém-Miami com Conexão em Guarulhos.

      Outro ponto importante é lembrar que as vezes o foco da companhia é o tráfego inverso. A LAN vende Foz do Iguaçu – Lima mas o foco é levar turistas do HUB Lima para Foz e não levar gauchos para Lima. Um HUB no Nordeste pode favorecer também a vinda de estrangeiros para o Brasil sem precisa passar por Guarulhos.

    • Luciano Pinheiro

      Marcela, só mesmo na lógica brasileira pra se colocar no Sul do país a conexão pra um país ao norte.

      Os passageiros estão espalhados pelo país. Hoje, se um passageiro de qualquer parte do país precisar ir pra Europa ou pros EUA, tem que se deslocar pra SP ou RJ, o que encarece a passagem. Claro que esse vôos para os EUA e Europa vão se originar no sudeste ou em BSB. Para esses passageiros, será apenas escala. Já para os outros passageiros do país, haverá uma boa conexão, sem precisar descer para o sudeste do país para depois voltar a subir pro hemisfério norte.

    • Ana

      Impressionante ver que algumas pessoas acreditam realmente que o centro do universo está no seu umbigo! Que vá para o Norte ou Nordeste e leve desenvolvimento e oportunidades a região escolhida.

  • Estevam

    Vem pra Recife. Aeroporto praticamente novo, operando abaixo do limite e bastante carente de vôos internacionais!

  • Feliciano Martins

    Vamos ver no que vai dar isso! Acho que só o tempo dirá.

  • Ruan

    Será que vão cancelar o CNF – MIA?

  • Igor – Poa

    Também aposto em NATAL! E é de onde em menos tempo se voa para Europa saindo do Brasil!

  • Tiago

    Concordo com você. Fazer outro aeroporto que não seja no Rio (GIG) ou São Paulo (GRU) como hub para voos internacionais tornaria a viagem mais cançativa (alguém prefere fazer conexão ao invés de voo direto ?) e cara (o pessoal do sul/sudeste teria que pagar por mais um voo de até 6 horas até uma destas cidades do nordeste).

  • Held Campbell

    Não consigo entender o por quê não se faz outro aeroporto em Brasília e o deixe como Hub para qualquer lugar do mundo.

    A TAP já faz o voo para Portugal sem escalas. Então, não seria problema outras empresas utilizar deste expediente.

    "Só" tem que fazer outro aeroporto.

  • rafael rolim

    Um hub internacional em Manaus seria muito bom, o aeroporto de lá já está em obras. É um aeroporto grande (e será ainda maior) e muito pouco movimento. A Tam não sei se ainda tem voos direto pra Miami, mas me lembro que tinha quando morei lá. Porém acho difícil ser lá!

  • O fato das cias aéreas implementarem Hub Int. em outros estados brasileiros não quer dizer que extinguirão com os voos nas principais capitais do país, pelo contrário, a prática facilita os próprios passageiros evitando determinadas confusões que ocorrem atualmente nos aeroportos, a descentralização é muito bem vinda! Manaus é um exemplo de sucesso, voo para Miami é super barato pela localização extratégica e evita com que os manauras precisem descer até o Sul ou Sudeste!

    Dá canseira só de pensar… :s

    A preocupação é outra, é sobre a questão do monopólio de mercado, como ficarão os preços?

    Beijinhos, espero ter colaborado de alguma maneira.

  • Rogerio

    Acho que sera Fortaleza, pois fortaleza ficara a mais ou menos 6 horas e meia tanto de lisboa, quanto de miami.

    Minha aposta fica em Fortaleza

    Flww

  • Ricardo

    “Hoje, um voo direto de São Paulo para Los Angeles ou para San Francisco não é viável, mas um voo que concentre passageiros em Lima e vá para a Costa Oeste é possível”, disse Barroso

    Enquanto isso a Korean Air levando prejuizo na sua rota Sao Paulo-Los Angeles-Seul ?

    DU-VI-DO! Em um dos voos mais caros e esta sempre lotado!!

    *PS: Nao critico pelo preco, pois o servico da korean air da de 10 a 0 nas cias brasileiras, questiono a posicao por causa da rota Sao Paulo – Costa Oeste

  • Será que a LAN também vai dobrar a quantidade de milhas necessárias para obter um bilhete, como fez a TAM? Hoje entraram em vigor as novas regras do TAM Fidelidade: ida e volta para América do Sul NO MÍNIMO 40.000 pontos.

  • De fato aqui em NATAL/RN, é geograficamente um dos melhores lugares para as conexões propostas, principalmente se querem disponibilizar vôos pra África, pois, é só lembrar que à época da II Guerra Mundial,os aviões vindos dos EUA abasteciam aqui, no chamado TRAMPOLIM DA VITÓRIA, hoje área metropolitana (Parnamirim)antes irem a África e Europa (palco dos combates).
    Outro fator importante, é poder baratear os custos de passagens aéreas internacionais para o Norte e Nordeste já que, acabamos pagando muito mais pra irmos a cidades muitas vezes mais próximas a nós do que do Sudeste brasileiro.
    E se engana quem pensa que o maior volume de passageiros sai do sul e Sudeste, o fato da demanda de passageiros ser alta em SP e RJ, principalmente, se deve ao fato de nós do Norte e Nordeste termos que OBRIGATORIAMENTE nos deslocarmos a tais aeroportos pra podermos fazer as tais conexões, pagando mais caro que qualquer outro, é claro.
    Outro argumento importante pra apontar Natal como ideal pra tal base de operações da LATAM é que seremos uma das sedes da COPA de 2014, além da construção do nosso novo aeroporto.
    Fica aqui a dica!

    Dani de Melo

  • Susane

    Também aposto que será Natal, com o novo aeropoto em São Gonçalo e previsão de ser o 4 Hub brasileiro, tem tudo para dar certo, não acredito que seja transtorno para passageiros do Sul/Sudeste, já que o NE fica no caminho para qualquer vôo internacional.

  • Carlos

    ACHO QUE SERIA MELHOR UMA BASE NO CENTRO OESTE EM CUIABA OU CAMPO GRANDE, JÁ QUE A EMPRESA VAI TER UM HUB EM LIMA, SERIA MELHOR UMA NO CENTRO OESTE, FICA MAIS DISTANTE LIMA-CAMPO GRANDE DO QUE LIMA NATAL. ESSES DOIS AEROPORTOS VÃO RECBER INVESTIMENTOS PARA CRESCER UMA VEZ QUE BRASILIA JÁ ESTA SATURADO…..

  • Tarcísio

    Por ser Recifense, eu torço muito pra que seja pra Recife. Não creio que seja Salvador, pois apesar de ter bem mais vôos para o sudeste, ainda fica muito longe tanto dos EUA quanto pra Europa, não acho que seria viável.

    Já quanto a Recife e Fortaleza eu acho que vai ser a verdadeira briga. Fortaleza ganhou no quesito de melhor aeroporto, mas não foi de muito pra Recife. E até onde eu sei, o aeroporto de Recife tem estrutura para esses novos vôos, e também acho que é um aeroporto mais movimentado que Fortaleza.

    Se for pelas cidades do Norte, acho que vai ser Belém, acho que Manaus já está muito a oeste pra ser um lugar estratégico pra ir pra Europa, sem dizer que pro eixo oeste já vai ter Lima. Por isso acredito que deve ser ou Fortaleza ou Recife.

  • marcio

    É simples assim: os vôos com destino à Europa devem ter um Hub no nordeste, sendo que Recife ou Natal são as melhores opções, em minha opinião. Para os EUA, méxico e Canadá, o Hub deve ser em Manaus, que fica exatamente no meio do caminho. Quanto aos passageiros vindos de outras regiôes do país (Sul ou Sudeste), o mais lógico é que eles fizessem escala (ou conexão) nessas cidades. Mas pela grande demanda proveniente dessas regiões, os Hubs já exixtentes não deverão se encerrar.

  • Tarcísio

    Mas a fusão será feita em Abril de 2012. Pelo que falaram, esse novo aeroporto é apenas um projeto e claro que não estaria pronto pra 1' de abril…

    • O aeroporto não é só um projeto, claro, que não estará pronto até abril/2012, mas remanejar vôos numa mesma área metroplitana é algo bem menos complexo do que entre estados.

  • marcio

    No caminho para a Europa, tudo bem! Mas não é a melhor opção quando falamos de América do Norte…

    • Se vc olhar o mapa verá que o Nordeste e o Norte estão bem mais próximos das Américas Central e do Norte que o resto do país.

      • Marcio

        Exatamente! A melhor opção para a América é MANAUS !

  • André Arag&at

    Gostaria muito que fosse em Macapá, por conta de sua localização geográfica estratégica (AQUI TAMBÉM FOI BASE AÉREA DOS ESTADOS UNIDOS DURANTE A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL), mas como desviaram TODO o dinheiro do novo aeroporto que era pra ter sido inaugurado em 2005 (puts!), e por conta disso desde então a obra está embargada pelo TCU, sem previsão de recomeço, então minha torcida vai para…BELÉM! BELÉM! BELÉM! BELÉM!!!!

    • Brum

      Macapá? ahuahuahuhuahu

      estamos falando sério, po! que piada! =D

  • Luciano

    Eu discordo! Sou comissário da TAM e acredito que Fortaleza será o possível hub visto o grande numero de tripulantes que pernoitam diariamente nessa cidade! A empresa economizaria hotel, diária de vôo e também estaria muito perto de MIA como já existe o vôo FOR/MIA via BEL e MAO!

  • titobosco

    Qualquer lugar é mais produtivo do que Salvador. Sou soteropolitano, mas a estrutura daqui deixa muito a desejar. o aeroporto eh bonito mas nao tem capacidade de acomodar diversas aeronaves de grande porte ao mesmo tempo, so temos uma pista, talvez duas enfim uma lastima. melhor ir pra Recife que tem grande estrutura e ou fortaleza que tem melhor localizacao mais do que Natal q favorece a Europa, mas nao tem porte aeroportuario para tal.

  • Victorio

    O que deve acontecer são voos partindo do sudeste e do Peru com escalas no nordeste, avioes menores podem ser utilizados desta maneira e um a319 pode servir para uma viagem que antes demandava de um a330. Quem utilizou a promocao da Qatar Airways ano passado observou que para barcelona ou Madrid, embarcava se em avioes menores. Faz sentido um voo partindo de Lima em um A319 fazer conexao no nordeste onde ocorre troca para uma aeronave maior e seguir para a Europa. Já quem parte dentro do Brasil, um voo saindo de Porto Alegre em um A319, pode parar no hub do nordeste, abastecer, embarcar mais passageiros (se for o caso) e seguir para Miami.

  • A Korean Air vende este trajeto pois é rota obrigatória para ela uma vez q seu destino final é Icheon.

    As rotas exclusivas para a costa oeste nunca vingaram.

    • D. francisco!!!

      Já teve alguma outra companhia que fez Brasil- LAX ou SFO???

      • cosac

        Sim! Já fui de Varig e de Delta, não sei se tiveram outras… Não tenho certeza, mas acho que a Varig parou com a rota por volta de 2005 e a Delta em 2010

    • Ricardo

      Entao, tenho minhas duvidas viu.. Jah utilizei esse voo, ele está sempre lotado.. (ida e volta no meu caso) .. Creio q a rota seja lucrativa sim, afinal a California é um grande destino turistico!

  • Marcos

    kkkk quanta gente entendida de Aviação…

    • Marcio

      E você, sabichão, tá fazendo o quê aqui, se não gosta de aviação???

  • PHILLIPE

    Sou de Recife, mas aposto em FORTALEZA!

  • Caio

    Apostaria em Manaus se o HUB fosse para atender apenas os passageiros com destino a Americas (norte, central e sul devido a posição geográfica, mas como envolve a europa… Vamos ver no que vai dar. Mas uma coisa é fato: as vezes sai mais barato pegar um voo SP-LIS do que MAO-Fortaleza ou Natal. Se fizerem um HUB por lá (Fortaleza ou Natal) tem que baratear e oferecer novos voos que saiam do norte (principalmente Manaus) para o HUB (For ou Nat). Vamos ver no que vai dar… Abraços

  • Eduardo

    Só rindo desta notícia. Nenhum aeroporto atualmente no nordeste tem estrutura pra ser um grande HUB. E se virar o de Natal pode até ser… Mas até virar…

  • DAVID

    ola acredito que seja Fortaleza, somos a primeira cidade a entregar o novo estadio para a copa do mundo,e outra estamos a 6 horas de Lisboa, 3:30 de Cabo Verde e 6 horas de Miami entao estamos perto de todos os paises do hemisferio Norte, ESTADOS UNIDOS COSTA LESTE,CARIBE,EUROPA E AFRICA que venha para ca pois Fortaleza concentra muita conexão de voos pra Europa via Tap e olha que aqui Tap vai sempre cheio pois pega passageiros de Fortaleza,teresina,belem , recentemente a TAP disse que Fortaleza e mais 2 cidades do Nordeste era a rota mais rentavel dela aqui no Brasil. que venha pra Fortaleza o HUB DA LATAM…

  • Denis Martins

    Marcia, estou falando do NOVO aeroporto: São Gonçalo do Amarante. Pelo projeto deve ser o maior aeroporto da América Latina, e o sétimo maior do mundo: http://pt.wikipedia.org/wiki/Aeroporto_Internacio

    • Bruno Willames

      Maior aeroporto da América Latina? Ih, sei não viu. Ainda mais essa fonte sendo do Wikipedia. Penso que é dificil fazerem o maior aeroporto da Am. Lat. num Estado tão pequeno quanto Natal. Embora o Nordeste mereça, acho difícil desbancar Guarulhos!

      • Denis Martins

        Por isso eu disse de acordo com o projeto. Toda semana alguém anuncia que tal aeroporto vai ser o maior da América Latina. Outro dia estavam falando isso de Viracopos. Mas o projeto de Natal é muito interessante!

      • Marcio

        Bruno, concordo com o seu comentario,mas …. NATAL É CAPITAL, E NÃO ESTADO…!

  • Eduardo Shuts

    Certamente NAT vai abrigar esse hub, no principio e depois SGA vai levar quando ficar todo pronto.

  • Julio

    Fortaleza não é mais perto da Europa que Natal, essa sim a capital brasileira mais perto da Europa e da África. O Aeroporto de Natal não é deserto, isso é pura trollagem de cearense que "odeia" potiguares e pernambucanos. E Natal é mais viável que Fortaleza, o Aeroporto de São Gonçalo não é só um projeto e quando ficar pronto, daqui a 2/3 anos, será INFINITAMENTE superior ao de Fortaleza. Torço por Natal ou Recife.

    • Pedro

      eh sim!

      veja no mapa e faca o planejamento cartografico!

    • Pedro

      alias faz melhor…

      entra no site da TAP e simula voo fortaleza Lisboa, e natal lisboa….

      e veja qual tem menor tempo de voo

      • Julio

        GEOGRAFICAMENTE Natal é mais perto da Europa sim, estude um pouco de geografia e saberá. de qualquer forma, nosso SGA irá DETONAR com o aeroporto de Fortaleza, prepare-se para fazer conexão aqui então. Conforme-se.

  • Yrleyjander Salmito

    Penso que poder ser Fortaleza, se nao será Belém, mas Fortaleza está mais "virada" também para a Europa o que dá mais opcao para um "hub aéreo".

  • Alecsandro

    Em Natal não será no aeroporto atual vai ser em outro que está em construção!Fica em São Gonçalo do Amarante

    • Bruno Willames

      Mas gente, se o aeroporto de Natal vai ser feito só em 2014, como essa cidade vai ser escolhida como base de operações da LATAM no nordeste sendo que a previsão pra essa escolha já é ano que vem??!!

  • Julio

    Saia da Zona Leste de SP e conheça outros locais longes da sua periferia.

  • Julio

    Com certeza será Natal e seu novíssimo e espetacular aeroporto de São Gonçalo do Amarante. O atual será desativado. Fortaleza não é páreo pra Natal com o novo aeroporto nem pra Recife(demanda), então acho que ficará entre a capital potiguar ou a pernambucana.

  • Rafael

    Basta analisar a forte presença da TAP no Nordeste. A empresa portuguesa tem voos diários ligando o NE e a Europa através de cidades como Fortaleza, Natal, Recife e Salvador, com excelentes taxas de ocupação. Pensar que o surgimento de hub dessa importância no Nordeste iria prejudicar o eixo Rio-São Paulo é ignorância. Além disso, os nordestinos (sou um deles) que têm condição ou aproveitam bem as promoções de voos internacionais não merecem perder no mínimo sete horas para se deslocar ao direção ao sul, esperar a conexão e retornar em direção ao norte.

  • Douglas R

    Falando em Korean air, já pintou alguma promoção deles aqui no MD?????? Já usei os serviços deles e são ótimos por sinal, porém é U$400 mais caro que as outras airlines !!!!

    • Denis Martins

      Douglas, engraçado que estava comentando isso agora há pouco com o Leonardo! Eles nunca fazem promoção! Mas estamos de olho! 😀

  • Alê

    Seja qual for a cidade nordestina escolhida pra o hub já é uma enorme economia de tempo para os vôos que vão pros EUA, por exemplo. Sou cearense, mas sei que existem outros aeroportos nordestinos a serem reformados e bem estruturados, então torço pra qualquer um. Natal fica a 45min, Recife 1h e pouco e Salvador também. Enquanto SP e RJ fica a mais de 3h! Atualmente, por exemplo, prefiro pegar o vôo para Miami por Manaus, mesmo com o aeroporto pequeno e contubardo e mesmo tendo que fazer conexão, porque é bem mais perto do que "descer" pra SP e depois "subir" de novo. Pra mim, isso sempre foi ilógico. Dizer que o Nordeste não tem público pra isso é no mínimo irracional. Os vôos para Europa que saem de Fortaleza, por exemplo, são sempre lotados. Comprei passagem em agosto para dezembro e já estava quase tudo comprado ou reservado. Os amigos de Recife também mencionaram aqui que lá é do mesmo jeito. Acredito realmente que qualquer rota internacional daqui terá uma boa frequência de passageiros, é só apostar e investir. Ainda bem que essa nova empresa conseguiu visualizar isso. Vamos ver no que dá.

  • Luiz

    Para quem mora por exemplo em SC e RS é pessimo! Assim vai aumentar as vendas da TAP que possui voo direto de Porto Alegre para Europa e tambem aumentará as vendas da COPA e TACA para os Estados Unidos! pois para quem mora bem ao Sul certamente terá que fazer escala ao nordeste pois nao tem voo direto! Então imagina ir de POA a MIA com 3 voo ninguem merece né?

  • Tony

    Vai ser em Recife, vcs vao ver!!

    Crescimento Chines; no centro do NE; tao geograficamente Oriental qt Natal e JP. Centralizado para o NE.

    Aeroporto mega moderno e estruturado.

    Governador com forca politica !! Tem conseguido trazer tudo o que quer para o estado.

    Se for no NE, vai ser em Recife!! Quem quer apostar??

  • Brum

    PERFEITO!!

  • Brum

    "cançativa" nao existe, meu caro.

    desde quando vc leva 6 hrs pra chegar a alguma cidade do NE?? saindo do Rio, sao 3:30h até São Luís, que é a cidade mais longe do Nordeste.

    NAO FALA BESTEIRA!!!

  • Meiga

    "o NE fica no caminho para qualquer vôo internacional"

    Buenos Aires inclusive?

    • Julio

      E "quem ser" Buenos Aires no mundo??? Apenas destino periférico de brasileiros sem grana pra algo melhor ou de espanhol indo visitar família na Argentina. Fato. Não vejo "honra" nenhuma em uma cidade ser ligada a ela, sinceramente. Muito diferente do que ter ligação com Paris, Londres e Frankfurt.

      • Alex

        Seu comentario merece recebero o titulo de mais ridiculo do dia…O problema de muitos Brasileiros e que so valorizam Europa e EUA. Acho que devemos valorizar mais o nosso continente e nao falar asneiras como vc.

  • EmersonMH

    Na verdade, Natal sempre foi visada por todas as cias, mas só agora o aeroporto está saindo. Esse projeto é antigo pois realmente a cidade de Natal fica num ponto estratégico.

  • Que terror os comentários!!! Ninguém se pergunta porque as cias hoje não usam os aeroportos do NE para hub mesmo com o sudeste congestionado? Se tivesse demanda já estariam utilizando. Pense que o hub da Azul é Campinas, e nada no NE.

    Menos bairrismo e mais mercado. E o governo não ajuda em nada também a desafogar os aeroportos do sudeste, se distribuisse melhor autorizações de rotas seria mais interessante.

    Vai ser um fracasso isso de Hub no Nordeste/norte, se for realmente pegar.

    Agora o aeroporto de Lima é muito bom e vejo uma boa opção para um Hub sim. Mas tem que melhorar a parte de ter que pagar a taxa de emabarque em cash no aeroporto e não ser incluída na passagem. Chato demais.

    • Marcio

      Concordo em parte com o seu comentário. No final, o que manda é o fator econômico (DEMANDA!!!). Porém,hoje já existem linhas para a Europa, a partir de Fortaleza, Recife e Salvador, e não parecem deficitárias. Mas daí a tornar estas cidades a origem da maioria dos vôos, não faz sentido. O mais provável (e louvável) é que se tornem uma boa opção para os passageiros que moram nestas regiões (Norte e Nordeste)não precisarem descer até Guarulhos para ir para a América ou para a Europa.

  • Luciano Pinheiro

    A lógica é a mesma para quem sai do Norte ou Nordeste e tem que descer pra SP pra pegar um voo pros EUA. A viagem fica mais cansativa e cara. A diferença é que, saindo de SP pros EUA, o nordeste fica no meio do caminho. Ainda aposto nas viagens saindo do SE fazendo escala no NE. Enquanto que o resto do NE e NO vão fazer conexão nesse hub.

  • Karina Albuquerque

    Pois é Leonardo! Fui hulmide o bastante, na verdade me segurei na cadeira pra não dizer que Recife é o centro do mundo! kkkkkk

    Ps. Tbm sou Recifense

  • Karina Albuquerque

    Concordo! Até agora fez sentindo fazer conexão em Sampa em voos internacionais, pois foram pra Bs As e Santiago. Mas ano que vem pretendo ir para Europa e só imagino viajando de TAP, que antes dessa noticias de privatização, tem voo direto de REC-LIS. Imagina viajar 3 horas pra São Paulo pra depois viajar mais 3 horas "de volta"…São 6 horas que eu economizo quando o voo é direto, sem falar no stress da conexão.

    • Pedro

      mas quando a iberia tentou entrar no mercado nao durou um ano

      nao tem mercado, e isso é fato.

      É a mesma coisa que a AirFrance colocar o hub em Nice, que é mais a sul que Paris….

  • beto

    acho que a grande maioria se esqueceu que:

    1. a demanda por voos tem crescido muito no Brasil todo; a companhia aérea não vai fazer um novo hub pensando SÓ na demanda atual e sim na futura;

    2. não é SÓ no Brasil que tem crescido muito essa demanda; todo mundo só olha pro umbigo brasileiro e esquece do resto da América do Sul… para passageiros desses países, que tem poucos voos sem escalas pra Europa, tanto faz fazer conexão na cidade A ou B no Brasil.

    3. é só olhar os EUA e ver que os hubs nem sempre são nas cidades com A MAIOR demanda… um dos hubs da United é Denver, da USAir é Charlotte, um da Continental é Cleveland, a Delta usa vários menores como Salt Lake City, Cleveland, e por aí vai.

    4. GRU e GIG continuam como os principais hubs, com seus voos sem escala pro exterior: mais de 55% da população brasileira vive no Sul/Sudeste e um percentual ainda maior da demanda aérea está ali. No caso de voos pra Europa, ainda pode por mais uma boa parte dos argentinos, chilenos, etc que acabam passando por aqui (se bem que esses poderiam ir via um hub no NE tb).

  • Denyo

    Concordo! Qta asneira!

    O Chile, a Argentina e o Peru são sensacionais. Sem faar no Equador, enfim, a América do Sul é demais!!!

  • André T.

    Moro em Porto Alegre e não existem vôos diretos daqui para o NE. A média de duração dos vôos é de, no mínimo, 6 horas, quando há apenas uma conexão…

  • Luiz Filho

    Concordo totalmente. É uma incrível oportunidade para o desenvolvimento das regiões, geração de empregos e atração de investimentos. GRU não suporta mais a demanda e o governo claramente não está tão disposto assim a investir nos aeroportos. VCP mal começou a aumentar sua visibilidade, especialmente para voos de/para o exterior, e já é o inferno que vocês sabem. Porquê não investir em uma região próspera e com mão-de-obra disponível? Gente, o Brasil é MUITO GRANDE e um dos nossos principais problemas é a concentração de renda, investimentos e atrativos econômicos no eixo Sul-Sudeste.

  • Luiz Filho

    Nãããooo!!! Tomara que não. A rota tem duas empresas aéreas (TAM e American Airlines) que operam com taxas de ocupação superiores a 80%, nos dois trechos. Acho difícil, porque já ouvi rumores de que há vontade de se abrirem CNF-ATL (pela Delta) e CNF-DFW (pela própria American Airlines).

  • Pedro

    João Pessoa seria sonhar demais? rs há um projeto de aeroporto na Costa do Cabo Branco.

  • Edwagner

    hehehehehehe Gostei dessa! Duas pauladas de vez só…

  • Rafael Lindoso

    É escala, ai fica mais fácil. pode ser que no voo que vc fez 100% das pessoas ficaram lah e no dia seguinte ninguem, como o cara tem duas opções de cidade, melhor pra ele. Agora tb, ir pra costa oeste, em termos financeiros, não eh complicado, uns 200 dolares, o duro eh entrar nos eua (miami, basicamente) com as poucas opções e os preços lah em cima.

  • Rafael Lindoso

    Só que eles nao vao fazer dois hubs no brasil, um eles jah tem em lima. por este motivo, concordando com o post acima, manaus nao eh uma boa opção. na direção da europa – e tb eua – ficariam belém – s.luiz – fortaleza – natal e recife. Levando em conta a demanda interna, seria uma opção interessante fortaleza (os voos vindo de varios lugares não serão só de passageiros pra fazer conexões internacionais), em oposição, aí estaria o ponto fraco de fortaleza, que jah eh um aeroporto saturado. Mesmo assim, fortaleza vai ter ampliação. e um hub desses ia começar bem devagar, com poucas linhas, pq o grosso mesmo vai continuar saindo de SP.

  • Ivan

    Recife! Recife! Recife! Recife! Recife! Recife!

  • Rafael Lindoso

    não usam pq não precisam, ainda. em voos internacionais, a tam combra quase o dobro do que as outras empresas – que cobram mais do que cobrariam pra destinos semelhantes. levando em conta que ela vende, ela não precisa se dar ao trabalho. Morei em palmas-TO e já tem dois anos que saí de lá. A cidade tinha 3 voos diários 2 tam e 1 gol, em horários ruins, uma arremetida por dia – vc poderia ser o sorteado – e todos pra brasilia. Todos eram cheios – logo, eram caros. Agora, já tem quase meia página da infraero de voos e ainda tão fazendo. o que as empresas faziam com aquela cidade é covardia. é o que elas fazem com o resto do país, só que quanto menor a cidade, mais covardes elas são.

  • Pedro

    querido

    estuda voce!

    se voce nao sabe, a terra é redonda, e o mapa que voce ve, é planificado! Não adianta você ver na regua a distancia, faca um calculo cartografico!

    Em tempo, voo Natal – Lisboa pela TAP 7:10hrs

    Voo Fortaleza – Lisboa pela TAP 6:55hrs

    Fica tranquilo que nao farei conexão ai, até por que o mercado potiguar é insignificante, e pago mais para ir direto, do Rio para Paris, tem 3 voos diarios direto.

  • Pedro

    o problema eh q a galera do sul;sudeste viaja mais, tem mais dinheiro e sao mais pessoas. O dinheiro manda.

    Veja a iberia, nao conseguiu nem ,manter 3 voos semanais para o nordeste, quanto opera 17 semanaispara sao paulo e 1 diario para o rio

  • Pedro

    nao tem nada haver com apagao aereo, quantos paises usam um so aeroporto para concentrar voss, tais como londres, paris, frankfurt etc

    tem haver com o tamnho do brasil

  • Pedro

    o GIG nao esta afoga, pelo contrario, esta ocioso

  • Pedro

    levar gaucho para Lima de foz é dificl, quanto muito paranaenses, nao acho que os gauchos vao a foz para voar para lima mesmo nao 😉

  • Pedro

    Fortaleza se voa menos

  • Susane

    KK tem que rir com os comentários. Retificando, vôo internacional digo: America do Norte e Europa.

  • Helder

    A revista VEJA publicou há mais de seis meses que a decisão já foi tomada e será o novo aeroporto de São Gonçalo do Amarante (inicialmente operando em Natal) – por decisão do Governo Federal. As obras do novo aeroporto são uma questão de honra da Pres. Dilma, desde a época em que era ministra da Casa Civil. Ela mesma já se intitulou "madrinha" do aeroporto de SGA. Ela até vem aqui em Natal na semana que vem para ver como está o andamento. E já avisou que quer pousar na nova pista. Qualquer discussão acerca da possibilidade de o hub ser instalado em Fortaleza, Recife ou Manaus é mero desvaneio. Com todo respeito.

  • Jb Junior

    2 vezes por ano faço isso. Pego o voo em Fortaleza ou Natal para São Paulo e depois pego outro voo (inetrnacional). Sem esse "vai e volta" eu ganharia aproximadamente 10 horas de viagem. E com mais opções de voos internacionais saindo do nordeste esse minha frequancia de viagem poderia dobrar ou até triplicar.

  • Alexandre

    Tu estás completamente enganado. Belém não existe em função da Vale, e sim o contrário e caso o estado se divida, Belém vai continuar com a mesma importãncia que tem, ou seja, não precisa da esmola que sempre o governo federal dá para manaus em forma de zona franca prá sobreviver.

  • Jessie

    Natal(nordeste) e Manaus (norte)..

    europa e america cetral e do norte.. ridiculo ter q ir pra sampa pra ir pro usa ou europa…

  • Oscar Luiz

    Sim, a Varig, e durante muitos anos a escala era em Lima, veja você…

  • Oscar Luiz

    Natal tem a maior Base Aérea da FAB, foi o local escolhido pelos americanos na 2GM como trampolim para a África e Europa e ainda tem a Barreira do Inferno. Quer condição geográfica melhor?

  • Renato

    O hub no NE vai ser adicional a GRU.

    Esse hub vai servir bem o pessoal fora do eixo RIO-SP, mas nenhuma empresa aérea vai fazer o pessoal do RIO-SP se deslocar até o NE considerando a concorrência de outras empresas. Essas coisas são ditadas pelo mercado. Se nao tem TAM pra ir direto pra EUROPA ou EUA, tem AA, Continental, Iberia, TAP, etc. Alias, quem vai de TAM em geral pagar mais caro, e em geral quer mais conforto e nao vai se submeter a uma conexao desnecessaria considerando a oferta da concorrencia.

    Se esse hub realmente existir vai ser até bom pro pessoal de SP (como eu), afinal o aeroporto vai ficar menos saturado e vai abrir a espaço para a presença de mais vôos domésticos.

    Se bem que o aumento do tráfego aéreo vai logo saturá-lo de novo.

  • Silvia Roberta

    Aqui deveria tb ter o botao de "curtir" um comentario….perfeito o seu comentario!

  • Marcelo

    Essa é a cara do Brasil sul e suldeste,norte e nordeste brigando por querer ser uns mais q os outros não é diferente la fora quando vamos a Europa ou EUA brasileiros humilhando brasileiros o que a latam vai fazer era pra ser feito a muito tempo Independente de Fortaleza Recife ou natal é mais perto por essas rotas, sem duvidas as empresas preferem gastar mais de 3 horas de gasolina saindo de são paulo ou rio. me orgulho da empresa Aerea Tap por ser pioneira na região nordeste onde temos voo para europa zurich e confesso o voo sai lotado é uma pena que essa empresa possa ser vendida torço que a Gol tenha competencia de compra-la ficaria feliz e o brasileiro também a TAm nunca teve gabarito de competir com a tap nesse trecho agora quer ganhar mercado no nordeste junto com a lan como falei A Gol tem q comprar a Tap se não lascou.

  • CARLYSON

    Bom dia. Estava vendo aqui a discussão de quanto seria viável esse projeto em ter o nordeste como base para vôos para America do norte e quero acrescentar o ponto de vista de quem vive essa questão de perto. Muita gente se engana achando que o sudeste é um ponto ideal de vôo internacional por si só, quando na verdade o que faz o seu grande fluxo é as oportunidade e as conexões que o resto do país é obrigado a fazer. Tenho um amigo de Sampa que ganha metade de meu salário mais consegue esta sempre viajando para fora do país o que no meu caso ainda não consegui, e o motivo é só as promoções que vcs quase sempre podem usufruir e que atrai um publico como ele, que apesar de não ter um grande poder aquisitivo pode se dar ao luxo de viajar, ou seja são as oportunidades que atrai os clientes . No meu caso por esta no nordeste se fosse fazer a mesma viagem gastaria o dobro só na passagem e uma viagem de 11hs se tornaria as vezes 26 horas o que inviabilizar por exemplo uma escapulida no feriado, porque teria que descer ate Sampa e espera pasme 8 horas as vezes 12 hs para embarca no vôo que iria passar pelo nordeste de qualquer jeito. Hj quando alguém quer ir para fora do país um ex; EUA tem que pagar duas passagens, uma para Sampa e outra direto de Sampa para o destino final porque somente assim ficar mais barato. Ou seja, há um publico sim, o que basta, é as companhias serem um pouco mais inteligente. Se as companhias fizerem promoções como a que meus amigos daí aproveitam haverá publico. O engraçado que, por exemplo, em minha cidade as pessoas conhecem mais Buenos Ares do que a cidade de Porto Alegre porque o pacote para Buenos ares aqui é tão barato que as pessoas vai varias vezes, alem de não tem a dor de cabeça com as conexões se fossemos para outro lugar. Para prova o que digo darei uns exemplos. (Aju – Miami – 3015 = São– Miami – 1,700/ Aju – 2,659 = São – Cancun 1,600/ Aju – Lima 972 = São – Lima748). Note que esses são preços sem promoções, ou seja, a passagem saindo de ( Aju) permanecera sempre a mesma, mais a de (São), essa sim pode cai para metade com uma boa promoção. Ou seja, basta as companhias se empenharem, mais infelizmente em nosso país as prestadora de serviço sempre viveram não do bom serviço mais da autoconfiança de que como são sempre um quartel fechado podem impor o preço que quiserem, isso me lembra das companhias de celular que a 5 anos atrás cobravam um absurdo para uma ligação. Bastou uma companhia cobra 0,25 centavo e consegui lucro na quantidade que as outras baixaram o seu preço. Ou seja é viável como também movimentara o fluxo interno com passagem bem barata.

  • marcia

    Eu tbm moro no sul André! Tu só esqueceu de citar o 'precinho' da passagem até o nordeste ne! mais caro que ir pro caribe!

  • TAT

    Eu sou natalense, mas prefiro que seja em Fortaleza mesmo. Só assim afasta todos esses gringos que vêm pra Natal pra fazer turismo sexual, e de quebra, ganha um passeio de 50 minutos em baixa altitude, admirando as praias de Natal até Fortaleza.

  • Rodrigo

    Natal não tem porte para ser hub internacional da Latam no Nordeste – quem sabe isso mude quando inaugurarem (se inaugurarem) São Gonçalo do Amarante.

    Se o hub for no Norte, deve ficar com Manaus ou Belém; no Nordeste, com Fortaleza, Recife ou Salvador.

  • marcia

    Pode ser onde quiserem esse aeroporto, natal, manaus, fortaleza, não vai mudar nada pra mim pq como moradora do RS compen$a mais ir até Guarulhos… esse aeroporto no nordeste PRA MIM não tem diferença… que seja bom para os nordestinos 🙂

  • Conceiç&atild

    Que bacana!Tomara que seja uma cidade do norte!

  • Denis Martins

    Pode fazer diferença se desafogar Guarulhos, não?

    • marcia

      olha denis, eu digo que pra mim nao irá mudar nada. será ótimo para pessoas do norte/nordeste e tambem para o turismo, com estrangeiros desembarcando nessas regiões. mas do ponto de vista financeiro, continuarei tendo guarulhos como meu hub, superlotado ou não, desafogado ou nao. 😀

      • Denis Martins

        Se você acha isso, imagina eu que moro aqui em São Paulo, do lado de Guarulhos! Ainda assim eu torço para que a LATAM crie mesmo esse novo hub e haja uma distribuição mais equilibrada de todo o sistema, pois Cumbica está saturado! 🙂

  • Roger de Paula

    O QUE VAI OCORRER COM A CRIAÇÃO DE UM HUB EM UMA CIDADE DO NORTE/NORDESTE É QUE A "LATAM" VAI SER OBRIGADA A CRIAR NOVOS VOOS PARA CONECTAR AS DEMAIS CIDADES. PRATICAMENTE TODOS OS AEROPORTOS DO BRASIL TEM VOOS LIGANDO A GUARULHOS E AO GALEÃO, O QUE NÃO OCORRE COM QUALQUER CIDADE DO NORTE/NORDESTE. SE MANTIVESSEM DO JEITO QUE ESTÁ E SE INSTALASSEM COMO HUB NESSE NOVO AEROPORTO, MUITOS PASSAGEIROS SERIAM OBRIGADOS A PEGAR TRÊS VOOS PARA FAZER UMA VIAGEM INTERNACIONAL, PASSANDO ANTES POR GUARULHOS, GALEÃO OU BSB PARA DEPOIS CHEGAR NO AEROPORTO HUB, O QUE TORNARIA A VIAGEM DEMASIADAMENTE DESGASTANTE. AS ROTAS DOMESTICAS TERÃO QUE SER AMPLIADAS LIGANDO OUTRAS CIDADES DO SUL/SUDESTE A ESSE NOVO HUB.

  • Adriano

    Não é apenas um projeto. Já está em construção. Tomara que Natal se torne o Hub escolhido pela Latam.

    Dúvida: A Lan comprou a Tam, ou o contrário?

    • Pedro

      fusao com capital maior chileno e acoes ON 80% brasileiras

  • Francsco

    Belrm ta mais centralizada para ser a sede do hub da Latam, pois aqueles que colocam o nordeste se esquecem que a Latam quer um hub tbm para o leste norte-americano o que coloca Belem geograficamente bem no centro, entre EUA, Europa e Africa…Comecou a guerra por este filao que a meu ver vai render mais que ser subsede da Copa de 2014.

  • mth

    Acho que estas duas tem grandes chances. E quem sabe com investimentos ao longo do tempo as tarifas diminuan.

    Vale sonhar.

  • mth

    Concordo, quem tem DISPONIBILIDADE de tempo , vale.

    Pretendento ir em 20121 do Rio p/ Miami ou Orlando, via a uma destas cidades, pois os preço, são convidativos (tem datas especificas)

  • mth

    Parabens, somos em primeiro lugar brasileiros

  • Mácio

    David, Fortaleza teve baixa taxa de ocupação no voo da IBERIA – 25% contra 75% de Recife – A VARIG já usou nosso aeroporto como HUB nos anos 90 e os voos para vários destinos na Europa sempre estavam lotados, A VASP também já usou nosso aeroporto e sempre viajava lotado, A AIR FRANCE idem, nos anos 90 e com os 747 e depois com os A340. O potencial de embarque em Recife é melhor do que o de Fortaleza e a distância a mais é mínima na aviação. Nós somos a capital que está mais próxima de outras 3 capitais do Nordeste e o crescimento de Pernambuco é maior do que a média nacional e a maior taxa do NE. Pernambuco sim, segura um HUB desses por esses motivos acima citados e outros mais.

  • Márcio Cabral

    O aeroporto de Natal já está sacramentado: não será HUB. Sua capacidade quando estiver todo concluído será de 8 milhões de passageiros. Recife tem mais estrutura por ter mais desenvolvimento econômico e mais poder de compra. Salvador está muito ao sul do NE.

  • Márcio Cabral

    Você me desculpe Helder, mas desvaneio é o HUB ficar em Natal. Não há demanda suficiente para tanto. A TAP está operando seu voo com apenas 2 frequências semanais, isso é muito pouco!!!!

  • Márcio Cabral

    Concordo plenamente com você Marcelo quando você fala que nós brasileiros brigamos para ver quem é melhor do que o outro, forçando a barra e tentando se impor de qualquer jeito. Vamos ter consenso: Hoje Recife é a melhor opção para um HUB no NE. Estamos no centro da região e já somos referência em logística. Vamos em breve ter mais um aeroporto que está no Plano Nacional de Logística e Transporte e mais estrutura para suporta vários tipos de demanda e investimentos.

  • Márcio Cabral

    Gente, eu li na internet que Recife é considerado um dos cinco melhores aeroportos do mundo!!!!

  • Márcio Cabral

    Será Recife sim Karina!!!!

  • Márcio Cabral

    David, Fortaleza não suportaria ser um HUB do NE. Então veja o voo da IBERIA que tinha 25% de passageiros em FOR e 75% em REC. Nós, em PE, já fomos HUB da VARIG nos anos 90 e meados da década passada para os voos com destino à Europa e aos Estados Unidos. Também já o fomos da VASP e da AIR FRANCE que operava aqui com um B747 e depois com um A340. Estamos mais preparados para esse tipo de operação além de termos um mercado emissivo muito forte e uma ótima localização geográfica e também somos referência em logística na região. Nossa base é a que mais vende TAM no NE. Na aviação, meia hora não faz grande diferença. A demanda é quem determina qual cidade será escolhida, como já foi citado por outras pessoas que aqui postaram seus comentários.

  • Denis Martins

    Por quem? No Ranking da Skytrax (http://www.worldairportawards.com), que é mais respeitado do mundo os dez melhores deste ano foram:
    1 – Hong Kong International Airport
    2 – Singapore Changi Airport
    3 – Incheon International Airport
    4 – Munich Airport
    5 – Beijing Capital International Airport
    6 – Amsterdam Schiphol Airport
    7 – Zurich Airport
    8 – Auckland International Airport
    9 – Kuala Lumpur International Airport
    10 – Copenhagen Airport

    Nem Recife, nem nenhum outro aeroporto brasileiro aparece na lista!

  • Betsy Belsanshainn

    Já está mais que na hora das cidades do eixo Norte-Nordeste desenvolverem-se. Mas minha preferência é que fique no Norte, Belém ou manaus, porém manaus acho inviável, trabalhei em manaus e tudo é muito mal administrado. Mesmo assim quando a Infraero(regional) instalou-se em manaus, logo tratou de retornar sua base regional para Belém. Fora que o Aeroporto de Belém é moderno. Já manaus só em 2014 terá um Aeroporto moderno, apesar de ter investido em segurança, os contrabandistas vindos do Aeroporto de manaus são presos no Aeroporto de Belém. Então!

  • Paullo

    aah, parem com isso, nada de Recife, Natal ou Fortaleza: o hub tem que ser em João Pessoa KKKKKKKKKKKKKKKKK

    A TAM vai ter um aeroporto só pra ela, os voos aqui são uns 15 e só de madrugada KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Vem pra Jampa você TAMbém, VEM! HAHAHAHA

  • ROMUALDO

    Acho que deveriamos pensar tambem nos passageiros que por ventura possam sair de Santiago, Buenos aires, Lima, Montevideu e outras cidades da America do Sul, todos eles seram beneficiados com esta nova opção criada, ficará bem melhor ir para a costa leste americana, Europa ou Norte da Africa com este novo ponto de conexão seja ele em Recife, Natal ou Fortaleza.

  • A JAL voava para LAX, no começo do século que passou a fazer a conexào em JFK para Tokyo.

  • Isso sim, consigo visualizar. Da mesma maneira que a TAM utiliza os A320 para as rotas GRU/CCS ou GRU/BOG de 6 horas, poderá acontecer a mesma coisa com o novo hub do Nordeste, o que barateará os custos. Creio sim no novo aeroporto de Natal como hub – será uma estrutura imbatível na região. E não creio em redução de demanda nos hubs GRU e GIG (a Copa e as Olimpíadas estão aí).

  • Márcio Cabral
    • Denis Martins

      Link quebrado…

  • Allan

    Falou uma grande bobagem…Buenos Aires é um belo destino e se eu pudesse iria mais vezes para lá. Vc provavelmente conhece Buenos Aires de "ouvir falar"

  • Allan

    Sou Paulista, mas moro em Brasília. Adoro João Pessoa e já sofri com os horários horríveis para ai…Quando penso em ir pra Joao Pessoa só lembro do preço e horários já que não topo descer em recife e pegar rodovia. Não é minha praia.

    Sobre a discussão, o Hub no Nordeste não é excludente, SP continuará tendo a maior partes dos voos, mas como o mercado cresce aposto q SP não perderá nenhum voo e apenas terão novos voos saindo do Nordeste.

    eu mesmo moro em Brasília e descer pra SP pra viajar dá desespero…Mas aqui temos algumas opções pra fugir disso..TAP direto…TAM pra Miami ou mesmo fazer escala em manaus ou Nordeste, o ideal é direto mas certamente é melhor ir pro Nordeste ou Norte do que descer pra minha querida cidade de São Paulo ou Guarulhos se preferirem.

  • marcelo

    POR MIM, ESSE HUB PODE SER LÁ NO "ARROIO CHUÍ INTERNACIONAL AIRPORT", O IMPORTANTE É QUE A PASSAGEM SEJA MENOS CARA. COM ESSA FUSÃO, É CLARO QUE VÃO FICAR MAIS CARAS.

  • Gustavo

    Na questão de infraestrutura aeroportuária no Nordeste, Salvador e Recife saem em disparada. Acredito que Recife deverá ser o Hub da LATAM.

  • Diego

    Diego curtiu isso.

  • ESSA BRIGA É MUITO PROVINCIANA E FUTIL. NÃO SERÃO OPINIÕES COMO ESTAS QUE IRÃO MUDAR A OPINIÃO DA LATAM EM SUAS ESTRATÉGIAS E QUANTO AO HUB OBVIAMENTE QUE ELA ESCOLHERÁ UM AEROPORTO ONDE CONCENTRAM UMA MAIOR QUANTIDADE DE VOOS QUE HOJE SERIÃO OS AEROPORTOS DE SALVADOR E RECIFE O QUE SERIA JUSTIFICAVEL PELAS CONEXÕES. ESSE NEGÓCIO DE DISTANCIA NÃO SERIA LEVADO EM CONTA PORQUE AVIÃO NÃO ECONOMIZA EM FUNÇÃO DA DISTÂCIA E SIM PELOS STOPS QUE ELA FAZ.

  • QUERIDA INTERNAUTA, SÃO PAULO CONCENTRA PRATICAMENTE TODAS AS CONEXÕES INTERNACIONAIS ANGARIANDO OU PESCANDO PASSAGEIROS PROCEDENTES DO NORTE E PRICIPALMENTE DO NORDESTE E COMO VÇ DISSE A EMPRESA VAI ONDE ESTÁ O DINHEIRO QUE NÃO SERIA UMA FELIZ AFIRMAÇÃO POIS QUEM VAI A EUROPA HOJE É QUEM TEM TEMPO E DINHEIRO COISA QUE O POVO DE SÃO PAULO NÃO TEM DIGO O PESSOAL DA PROLE QUE RALA PRA CORRER PRA VIVER. O BRASIL É GRANDE E NÃO É SÓ SÃO PAULO QUE DIGA-SE DE PASSAGEM EU ADORO, ABRAÇOS CORDIAIS

  • Carlos Silva Wirtane

    Já passei temporadas em Fortaleza e Natal e Já morei em Recife e Salvador e hoje estou na minha cidade,Brasília.Salvador não é opção para esse HUB,pois se é pra descer todos vão prefeir ir para GRU ou GIG,pois em certos horários e épocas do ano a perna NE-SE é mais barata que FOR-SSA,por exemplo.Natal também não tem demanda para entrar na jogada,uma pena já que a cidade é maravilhosa,mas no momento,NAT não consegue nem ter voo diário para Lisboa devido a baixa taxa de ocupação.Na verdade,várias pessoas saem de Recife para Natal para pegar o voo para Lisboa por falta de passagens na rota REC-LIS.Recife já possui REC-LIS diário,o triangular MIA-SSA-REC diário e REC-FRA uam vez por semana e as taxas de ocupação são excelentes.O voo da Iberia detinha de 75% da ocupação em REC no triangular MAD-FOR-REC.A AA já anunciou que em 2012 vai acabar com o triangular e fazer MIA-REC com 767 ao invés de 757.A condor tem code share com a Lufthansa em FRA.A Copa iniciará as operações em REC em fevereiro com 4 frequências REC-PTY com conexões para os EUA,Canadá e América Central.Recife já teve voos para Paris e outros destinos da Europa e EUA com a Varig,Air France,TAM e VASP.O complexo de Suape,o Estaleiro Atlântico Sul,o Shopping Rio-Mar,A Refinaria de Abeu e Lima,a Fábrica da Fiat dentre outros empreendimentos de grande porte só aumentam a demanda de voos internacionais em REC.É natural e potencial que não ocorra escolha melhor que Recife para esse HUB.Eu não veria problema algum em sair de BSB para CDG e fazer uma escala em REC.Prefiro a escala dez mil vezes a ter que fazer uma maldita conexão em GRU que muda os portões de embarque a cada 10 segundos,que tem filas enormes na imigração e encarecem o preço das passagens.

  • Carlos Silva Wirtane

    João Pessoa nem é considerado para esse tipo de investimento.João Pessoa+Natal não têm a metade de voos de Recife sem falar na estrutura.

  • Carlos Silva Wirtane

    Seria bem interessante BSB-REC-FRA.Todas as capitais do NE conectam em REC e as do NO em BSB.Escolheria FRA se a Latam optasse pela Star Alliance,pois a conectividade para Ásia e Oriente Médio seria ótima com a Lufthansa.

  • Carlos Silva

    Vejam bem, ha varios criterios para se decidir sobre a instalacao de un Hub, e voce nao citou nenhum deles ao falar que Recife é a melhor opçao, senao vejamos.

    1 – Mercado – A criacao de um Hub no nordeste, nao significa desativar voos internacionais em SP ou Rio, muito menos em BH e BSB, e sim aproveitar a forte demanda que o crescente mercado nordestino possui, ou seja seria concentrar voos da LATAM para principalmente passageiros do Norte/Nordeste. Avaliando este criterio, os maiores concentradores de passageiros internacionais no nordeste sao Salvador, Recife e Fortaleza pela ordem, sendo que Recife e Fortaleza tem uma diferença de apenas 5 %, ou seja tecnicamente empatadas. Ou seja criando uma escala de 3 pontos pro primeiro colocado, 2 pontos pro segundo e 1 ponto pro terceiro, salvador teria 3 pontos neste item e Recife e Fortaleza empatadas teriam 2 pontos.

    2 – Localizacao geografica – Este tambem e um diferencial pelo alto custo de combustivel atualmente, para quem nao sabe, o combustivel representa 20 % do custo da passagem internacional, neste caso Fortaleza estaria em 1o lugar, depois Recife e em terceiro Salvador.

    3 – Infraestrutura aeroportuaria – Para se criar um Hub precisaria de ter pelo menos um terminal exclusivo para este tipo de operacao, neste caso nem Fortaleza, nem Recife nem salvador teriam atualmente, pois todos 3 aeroportos estao no seu limite de operacao. So que Fortaleza sai na frente, pois esta com seu terminal em expansao para a Copa de 2014, que passara dos atuais 6,2 milhoes de capacidade para 14,1 milhoes, e sera em 2014 o maior aeroporto do Nordeste disparado, pois Salvador nao tem previsao de expansao e continua com sua capacidade atual de 8,9 milhoes como o de Recife que continua com sua capacidade operacional em 9 milhoes e sem nenhum projeto de expansao para a copa 2014. POrtanto Fortaleza com 3 pontos, Salvador com 2 pontos e Recife com 1 ponto.

    4 – Demanda Domestica – Fortaleza é sempre o destino preferido de quem vem do Sul/Sudeste para o nordeste, é so consultar a embratur ou qualquer orgao oficial de turismo. Ha dez anos atras o mivimento no aeroporto de Fortaleza era 50 % do movimento de Recife e 30 % do movimento em Salvador, hoje pelos dados da infraero ate novembro de 2011 (consulte no site da infraero) O Movimento de Fortaleza representa 89 % do movimento de Receife e 70 % do de Salvador, o que representa que é o aeroporto que mais cresce no nordeste disparado nos ultimos 10 anos. Fortaleza 3 pontos, Salvador 2 pontos e Recife 1 ponto.

    5 – Manutençao de aeronaves – A TAM ja anunciou é so pesquisar na internet, que esta instalando um grande centro de manutençao de aeronaves no aeroporto de Aracati/CE a ser inaugurado em abril/2012 a 120 km de Fortaleza, com pista de 2.200 metros, isto nao quer dizer que o Hub sera la em Aracati, mais sim que a LATAM tera a 120 km de distancia de Fortaleza um grande centro de manutencao para suas aeronaves que irao operar no hub a ser anunciado no primeiro semestre de 2012.

    Nao coloco Natal como opcao, por nao se enquadrar em nenhum criterio acima, seu futuro aeroporto de SGA so ficara pronto em 2015, ou seja, nem pra copa de 2014 ele estara pronto, e ate la, Fortaleza ja sera o 1o. maior aeroporto do Nordeste, com o futuro HUB da LATAM em funcionamento.

    • Carlos Silva Wirtane

      Você esqueceu de um pequeno detalhe.Força política que o Ceará não tem frente a PE.Aqui em Brasília,o Governador de PE é um dos mais influentes do Brasil e consegue tudo o que quer do Governo Federal que com certeza irá interferir nessa escolha.Adoro a simplicidade de Fotaleza e Natal até mais que loucura de Recife.Seus dados têm certa relevância.No entanto,REC tem estrutura para receber esse HUB além do mais não há demanda em FOR para isso.Lembra do fiasco da Iberia em FOR?Quem mora em Sslvador vai querer subir para fortaleza e enfrentar 1h50min de voo ao invés de 50min para Recife?Pernambuco está no Centro do NE e de qualquer capital da região a Recife os voos giram em torno de uma hora ou menos.Em relação a combustível fortaleza não tem vantagem alguma,pois se formos utilizar como exemplo as rotas clássicas da TAP a diferença entre um voo REC-LIS e FOR-LIS gira na casa de 100mn o que em aviação não significa nada,pois a queima de combustível fica em torno de 1,0% ou 1,5% superior o que é compensado com menos frequências SSA-FOR se o hub for em REC.Não há o porquê de parametrizar a quantidade de turistas do SUL e SUDESTE no Ceará para esse tipo de operação,pois são variáveis distintas.Se fosse esse um paragigma para amostragem de viabilidade,também,levariam em consideração a maior taxa de ocupação de voo doméstico do Brasil que é REC-GRU/GRU-REC.O NE vive um sentimento de favorecimento extremo das grandes operações e obras em PE já que é o estado que mais cresce no NE.Creio que o resto dos nordestinos,principalmente,cearenses e baianos estão se sentindo incomodados com esse fato.Não tentem tapar o sol com uma peneira.Esta escolha já está feita há muito tempo.A TAM já ocupou mais de 80% da ASA sul do Aeroporto dos Guararapes.Demanda não falta e se a TAM quiser a Infraero certamente irá conceder os 4 novos fingers que estão na frente do terminal antigo exclusivamente para ela.Só lembrando,a distribuição de fingers em REC permite a operação simultânea de 5 aeronaves heavy e em 3 com finger duplo.Dúvidas é so checar no google maps.Qual aeroporto do NE pode oferecer isso além de REC?

  • carlos silva

    BLA, BLA, BLA………..

    Se nao tem informacoes, numeros e fatos para rebater minhas informacoes e melhor ficar calado, todos os argumentos que usei citei fonte de informacoes e origem de dados, agora voce dizer que ouviu falar e o galo cantar nao sei aonde, nao vou nem discutir mais, no minimo voce ainda pensa que recife e o umbigo do mundo.

  • Carlos Silva Wirtane

    Não sou de Recife.Não sou nordestino.Sou de Brasília e não acho glamour menor ou maior por causa disso.No enteanto,comparar Fortaleza com Recife é a mesma coisa que comparar São Paulo com Limeira.Viaje mais.Conheça os lugares.Estude política.A UFC não está formando vocês bem não?Eu não queria falar isso porque eu adoro Fortaleza mas o Pinto Martins é uma porcaria de Aeroporto,logo,só uma reforma e ampliação gigantesca para servir como Hub Internacional.Vocês têm 5 fingers…faça-me um favor.

  • Márcio Cabral

    Com certeza Carlos, Recife tem todas as condições para ser HUB do Nordeste. Quando se trata de um projeto desse porte não se pode dividir toda a estrutura de logística de transporte com vários Estados. Fica muito caro para o sistema, para o país.

  • Márcio Cabral

    Carlos, Recife não é o umbigo do mundo mas é o centro do Nordeste. Acrescentando ao que já foi exposto, nossa capital tem vários consulados e também consulados gerais. Nós já fomos HUB da VARIG, que mantinha uma aeronave fixa aqui, e tivemos voos da Air France, da Vasp, etc… Se nos anos 90 nós conseguíamos manter esse voos aqui, imagine agora com a estrutura que temos e que teremos!!!! E ainda, Recife está mais preparada do que Fortaleza, nós temos o maior polo médico do N/NE e segundo maior do país recebendo pacientes, e seus familiares de fora do Brasil inclusive de FOR. Segundo nosso amigo Wirtanen, vocês em Fortaleza usam outras variáveis para embasar a decisão da TAM por FOR. Demanda turística não é demanda permanente. Se recife não tem projeto para ampliar o aeroporto, não implica dizer que não o faremos. Quando o nosso estiver saturado, pode apostar que faremos um outro ou mesmo ampliaremos o atual. Aliás, no projeto piloto já está prevista uma ampliação de nosso aeroporto. Com o crescimento que estamos tendo isso é questão de tempo. Nosso poder aquisitivo é superior ao de FOR e também está em expansão. Nós já temos em execução uma ZPE de grandes dimensões e várias indústrias estão chegando ao nosso Estado gerando mais demanda por voos nacionais e internacionais. Ainda temos o fiasco do voo da IBERIA. Recife detinha 75% das operações desse voo, como já foi mencionado aqui. For não tem mercado para manter um HUB internacional da LATAM ou de qualquer outra cia aérea. Nada contra vocês ou querer tudo para meu Estado. Estamos buscando ocupar nosso espaço e encontramos o caminho para isso. Temos projetos e competência para tal, não que os demais não tenham. É um processo natural a consolidação de Recife/Pernambuco como polo regional e não é novo esse cenário. Desde a época colonial que PE sempre foi o centro econômico da região e do Brasil durante o ciclo da cana de açúcar. Agora estamos experimentando um outro ciclo e o estamos aproveitando ao máximo.

  • Márcio Cabral

    Acho interessante essa opção. Ainda acho que cabem mais destinos internacionais passando por REC. BSB/REC/PAR ou mesmo BSB/REC/MAD.

  • Márcio Cabral

    Carlos, leia esta notícia: Base e hangar da TAM servirão para reparos e manutenção de aviões executivos, de pequeno e médio portes; Com pista de pouso de 1.800 metros concluída e 60% das obras civis e 50% da coberta do terminal prontos, mas ainda sem data para inauguração, o Aeroporto de Aracati vai ganhar novo equipamento, que poderá dar "asas", apontar novos horizontes comerciais e tecnológicos ao novo terminal aeroportuário e ao litoral leste cearense . A TAM Aviação Executiva e Taxi Aéreo S.A assinou Termo de Compromisso com o Governo do Estado, para instalação de uma base, um hangar para reparos e manutenção de aviões executivos, de pequeno e médio portes.
    http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?cod

    Como se pode ver, a manutenção de aeronaves será para a aviação executiva.

  • Carlos Silva Wirtane

    Márcio,achei muito interessante a matéria.Que bom que o CE irá receber um investimento como esse.No entanto,o que me irrita são as pessoas vislumbrarem algo que não vai acontecer pelo simples fato de um sentimento de impotência.Tudo está claro.Mesmo com a ampliação do Pinto Martins que já recebeu a autorização para abrir a licitação para a contratação da empresa que vai realizar a obra uma coisa é gritante…não há demanda em Fortaleza.Será uma escala para embarque de não mais que 30 ou 50 pax oriundos de FOR.Em Recife esse número é mais que dobrado.O que é mais fácil…deslocar 30pax de FOR,10 de JPA,10 de AJU,15 de NAT,70 de SSA,10 de THE,10 de SLZ para Recife ou fazer com que todos esses com os mais de 100 pax de Recife se desloquem para Fortaleza?A centralidade e demanda de Recife são muito maiores.Recife não é o umbigo do mundo mas é o umbigo do NE.Sempre foi,é,e não creio que deixará de ser.As pessoas esquecem que a TAM fez um grande investimento num Centro de Logística em REC.Quem passa pela Av. Mascarenhas de Moraes vê a magnitude do investimento e sabe que a estrutura é sub-utilizada porque não há ligações internacionais da TAM em Rec o que torna mais cara o custo da carga por causa da conexão em GRU.A Tam só opera EZE a partir de Recife.Quando passei um tempo em Recife,pela primeira vez senti orgulho de um aeroporto nacional.O Guararapes é lindo,moderno,luxuoso.Até o Juscelino aqui de Brasília parece porcaria perto dele.FOR tem 5 voos nonstop para GRU e REC tem 10…o dobro?Claro que sim.Isso quer dizer que o povo de PE adora São Paulo…não..Isso quer dizer que grande parte desse público se desloca para o Sudeste para fazer conexão para voo Internacional.O voo da TAP sai lotado todo dia.Tive a oportunidade de conhecer gente em REC que tem a capacidade de sair de REC só para passar UM fim de semana em Lisboa.Muita gente em PE tem essa rota quase como doméstica.Já conversei com muita gente aí de PE e a maioria já disse que se o HUB for em outra cidade vai preferir a TAP e Condor ao invés de fazer a conexão em FOR pela TAM.Injustiça total,deslocar mais de 100 pax para fazer conexão em um aeroporto que só vai agregar ao voo 30 pax.

  • Márcio Cabral

    Caro Wirtanen, Fortaleza precisa de um investimento desse porte, refiro-me à ampliação do Pinto Martins, bem como outras cidades do NE e do Brasil e ter um hangar para manutenção de aviões executivos foi um mérito deles. Se bem que Recife tem mais fluxo nessa área também e, no futuro vai ter ainda mais. As pessoas se deslocam até Sampa não porque gostam, é por pura necessidade!!!! A única cidade que oferece conexões para diversos países…

    É ótima a sensação de crescimento pela qual passam os Estados do NE, e o acesso a serviços que antes estavam distantes da população faz o ego subir e a exaltação ao Estado pátrio ainda mais. Mas temos que ser realistas e ter os pés no chão. Pernambuco já tem uma estrutura logística muito avançada em relação aos demais Estados do NE, já somos referência nesse setor há mais de uma década. Quando se fala em distribuição de produtos no NE o primeiro nome que surge é o nosso. Então vejamos: Porto de Suape; ZPEs; Transnordestina; Porto de Recife; Novas fábricas de médio e de grande porte; Segundo Polo Médico do Brasil; Importante polo de informática e de tecnologia; Segundo polo gastronômico do BR; É o Estado do NE que mais tem Doutores (Doutorandos, com diploma em Doutorado/Doutoramento) correspondendo a mais do que juntas SSA e FOR; Consulados de países importantes, dentre eles cito o dos Estados Unidos, da França, da Alemanha, da Argentina, da Venezuela, de Portugal, do Japão, Rep. Tcheca, etc… E bem recentemente voltamos a ter o da Inglaterra/Reino Unido. Porque este último não foi para o CE? O peso político de REC/PE é muito grande, não apenas por conta de nosso Governador, mas por nossa história, pelo nosso passado. Onde ficava o centro econômico do Brasil colônia no apogeu da cultura da cana de açúcar? antes de a Bahia e de Sergipe se juntarem ao Nordeste, qual Estado era (e ainda o é) o centro, a Capital do NE? Onde estão os comandos do Exército e da Aeronáutica do NE? Onde fica o CINDACTA 3? A INFRAERO e a ANAC NE? E tantos outros órgãos do Governo Federal a nível de NE? O TRF? A Justiça Federal? A CHESF? A SUDENE? São tantas coisas que fica difícil enumerar todas elas. Isso faz REC ser o que é hoje, dando condições de abrigar esse HUB da LATAM e outros investimentos de maior envergadura. Nós construímos isso, e seguimos em frente. Os demais Estados têm que crescer, é um processo natural e irreversível. Mas dentro de uma lógica, não vamos querer por em prática projetos para competir com outros Estados que venham a onerar nosso já tão onerado e oneroso sistema de transporte e de logística. Senão ainda vejamos: NATAL quer, por compensação por não ter a Transnordestina, um porto do porte de Suape e uma ZPE de grande vulto, ter o maior aero do N/NE tanto para passageiros como para cargas. Ora, se eu tenho toda a estrutura aqui porque cargas d'água vou mandar toneladas de produtos percorrendo quase 300km até chagar ao novo aero de NAT se a maior demanda é do meu Estado? É um contra-senso tremendo!!!!

    Bom, espero que as coisas sigam o rumo natural delas sem intervenções eleitoreiras e sem forçar a barra.

  • Jorge

    Considerar Recife um dos cinco melhores aeroportos do mundo é muita falta de parâmetros. Nem vou comparar a um aeroporto norte americano ou europeu por que seria imoral. Buenos Aires, Montevideo, Santiago e Lima tem aeroportos bem melhores do que o melhor aeroporto do Brasil. Marcio, também li essa notocia na net. Juro que comecei a rir quando lí.

  • Willy Ferrrero

    Uma boa aposta de hub no Nordeste, seria a capital da Paraíba João Pessoa. A TAM sempre teve interesse de transformar o aeroporto no hub no nordeste para voos com destino ao norte, centro, sudeste e sul. Até cogitou a possibilidade de oferta na privatização do Aeroporto Internacional Castro Pinto. Uma vez que os aeroportos dos grandes centros no nordeste já estão saturados (Salvador, Recife, Fortaleza, Natal e São Luís), apesar dos investimentos.

    Mas vamos aguardar, a decisão da Latam. Caso a nova empresa não opte em transformar pequenos centros em hub. Provavelmente e infelizmente será em Recife, onde o aeroporto apesar de moderno, não pode mas ampliar nem a pista.

  • Marcio Adrade

    Pessoal, deixem de discussão besta.

    Vcs acham que uma cia aérea monta uma base (HUB) deste sem um estudo MUITO apurado de todas as variáveis (demanda, impostos, estrutura, etc).

    E deixem de besteira que quem manda é dinheiro. Brasileiro quer é pagar pouco…se a passagem for mais barata, ele vai fazendo 3 conexões, 5 escalas. Brasileiro vive reclamando do atendimento das cias aéreas é querem pagar R$ 20,00 em uma passagem. Custo Brasil é muito alto (vcs sabiam que uma companhia estrangeira para pelo querosene de aviação muito mais barato do que nossas companhias??). Aos que eu desagradei estou muito feliz por isto, aos realistas meu abraço.

  • Alex Lag

    Coisa boa, diminuirá em 3 horas o tempo eu acho

  • Tarcisio jr

    É a quarta capital brasileira na hierarquia da gestão federal, após Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, e possui a quarta maior concentração urbana do Brasil em população, após São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.Além de ser a terceira área metropolitana mais densamente habitada do país, superada apenas por São Paulo e Rio de Janeiro.

    Estado da Bahia é o que mais movimenta voos domésticos da Região Nordeste

    Os aeroportos do estado da Bahia foram o que mais movimentaram voos domésticos na Região Nordeste do País em 2013, segundo o Anuário do Transporte Aéreo de 2013 da ANAC. Foram cerca de 55,6 mil voos domésticos (entre decolagens e pousos) registrados contra 34,9 mil voos domésticos do segundo estado colocado, Pernambuco (PE). Em toda a Região Nordeste foram registrados cerca de 166 mil voos domésticos, sendo a segunda região com maior número de voos domésticos no país, ficando atrás somente da Região Sudeste, que registrou cerca de 454 mil voos domésticos no ano de 2013. A Região Nordeste registrou o embarque de 16,9 milhões de passageiros que pagaram por seus bilhetes. A rota Salvador – Guarulhos foi a segunda que mais transportou passageiros no país em voos domésticos, com cerca de 2,3 milhões de passageiros, ficando atrás somente da ponte aérea Santos Dumont – Congonhas, com aproximadamente 4 milhões de passageiros.

    Companhias brasileiras aumentaram participação no mercado internacional em 2013
    Em 2013, o mercado internacional atingiu o maior nível de oferta dos últimos 10 anos, chegando a 140 mil voos realizados. As empresas brasileiras foram responsáveis por 29,9% dos voos internacionais, ante uma participação de 29,5% em 2012. Isto se deve a um aumento de 2,61% na quantidade de voos ofertados pelas nacionais ante a um aumento de apenas 0,9% do número de voos ofertados pelas estrangeiras, segundo o Anuário do Transporte Aéreo de 2013 da ANAC.

    De acordo com a Infraero, o aeroporto possui a maior pista de pouso do Norte/Nordeste, com 3,300 metros de extensão. Ela permite a operação de grande parte das aeronaves, recentemente reformada em 2014.

    Considerado o melhor aeroporto do Brasil e o segundo melhor da América do Sul de acordo com o ranking 2012 da Skytrax, é o maior complexo aeroportuário do Norte-Nordestebrasileiro [7] [8] . Em 2014, galgou o sétimo lugar como melhor aeroporto da América do Sul, segundo a World Airport Awards 2014, da Skytrax. Considerando ainda apenas os aeroportos da América do Sul, foi o mais bem posicionado entre os brasileiros, além de liderar na qualidade dos funcionários.[9] De acordo com a lista dos mais movimentados aeroportos do Brasil, é o décimo mais movimentado do país, sendo o segundo terminal mais movimentado do Nordeste, além de sétimo do país em voos internacionais. Em pesquisa da Secretaria de Aviação Civil (2013), foi considerado o quinto melhor terminal de passageiros do país.[10]

  • Isa

    Ao longo de 2012 e definir a aliança da qual fará parte?