No ar o Guia de Las Vegas: seu passaporte para o maior parque de diversões do mundo!

Monique Renne 30 · maio · 2014

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Preciso admitir: sempre alimentei certo preconceito com Las Vegas. Considerava tudo muito exagerado e até um pouco brega. Nessa viagem pelo Melhores Destinos, pude conferir de perto que a minha impressão estava certa. Porém, de alguma maneira mágica, tudo se encaixa tão perfeitamente que torna Vegas um destino SENSACIONAL!

Impossível não se encantar com a Torre Eiffel do hotel Paris ou as fontes dançantes do Bellagio. O cenário, emoldurado por empolgantes luzes de neon e LED, é hipnotizante. Abrir um sorriso ao ver o clássico letreiro do Flamingo piscar, em tons de rosa berrante, é certeza de ter sido fisgada por uma paixão arrebatadora. Paixão que tem nome: Las Vegas!

las-vegas-bellagio

Surreal!!! Foi a primeira coisa que pensei, ainda no avião, ao ver aquele monte de prédios malucos no meio do nada. A Estátua da Liberdade é vizinha das pirâmides do Egito e gôndolas circulam pelos canais de Veneza com vista para o Coliseu de Roma. São tantas coisas para ver que é normal ficar baratinado nas primeiras horas. A chegada ao aeroporto dá uma ideia do que encontraremos na viagem: máquinas de caça-níquel estão espalhadas por todos os corredores. É preciso resistir à tentação (que durante a viagem será constante) e seguir adiante. Direto para a Strip!

Imaginava a tão falada avenida bem menor e acanhada. Talvez por isso o meu susto tenha sido tamanho. O trecho da Las Vegas Boulevard conhecido como Strip é digno da fama que ostenta. Entrei em estado de choque com a quantidade de visitantes circulando na rua, com a largura da avenida lotada de carros (alguns bem exóticos) e com a imensidão dos hotéis e cassinos.

jogos-las-vegas

Fiquei surpresa ao constatar como a cidade é pensada para levar o turista sempre a uma nova atração. Basta seguir o fluxo das passarelas de vidro, com escadas rolantes, que cortam a avenida em todas as direções. Tudo é desenhado para transformar o passeio em algo simples, prático e confortável. É como seguir a estrada de tijolos amarelos que levam ao fantástico mundo de OZ, neste caso representado pelos luxuosos cassinos. E tão fácil circular que, se você estiver desatento, é capaz de passar de um hotel para o outro sem nem saber onde está. E como bater perna e passear é o melhor a se fazer em Vegas não há com o que se preocupar! É só deixar o caminho te levar!

foto-las-vegas

Até visitar um dos hotéis, eu não conseguia entender como era possível gastar três horas dentro de um deles. Descobri que três horas, na verdade, é bem pouco tempo. Talvez um dia inteiro seja o ideal para vê-los por completo, ao menos os maiores. Bellagio, Caesars Palace, Venetian, Palazzo, Planet Hollywood e Paris são imperdíveis.

las-vegas

Se eu tivesse um dia inteiro, dentro de um mesmo hotel, veria de perto os jogadores no cassino e até tentaria algumas apostas (aulas para iniciantes são oferecidas gratuitamente); circularia entre as lojas de estilistas famosos (nem que fosse apenas para ver as vitrines); curtiria as atrações especiais, como aquário, jardim botânico, galeria de arte e alguns brinquedos radicais; experimentaria o buffet no almoço e mais tarde investiria em um dos restaurantes dos celebrities chefs; para finalizar, à noite não deixaria de assistir aos shows e, se a energia permitisse, pegaria uma limousine para ir dançar um pouco. Na prática, não temos tanto tempo assim durante a viagem. Vegas é um convite à correria. Se você tiver pique, será capaz de passar 24 horas ocupado. Qual a solução então? Fazer uma coisa em cada hotel e aproveitar o melhor de cada um!

las-vegas-compras

É inegável a sensação de que não conhecemos Vegas o suficiente, ou que deixamos muitos programas a serem feitos. Somos o tempo inteiro bombardeados com várias tarefas a serem cumpridas e passeios “obrigatórios”. O mais difícil é conseguir deixar tudo isso de lado para, aí sim, começar a curtir Vegas de verdade. É neste momento que nos sentimos parte do burburinho e não apenas meros visitantes.

casamento-las-vegas

Os programas surgem quando menos esperamos. O ideal é mantermos algum tempo livre para aproveitar as ofertas de última hora. A verdade é que Vegas não é cidade de simples passeios, ela é um lugar para viver experiências. E, admito, foram muitas enquanto estive por lá: tive a sorte de andar na High Roller, a mais alta roda gigante do mundo, no dia da inauguração; assisti a um lindo e divertidíssimo casamento com a presença de Elvis Presley e circulei por Downtown, em um pub movido a pedaladas, durante uma despedida de solteira; na Fremont Street, recebi uma bronca do Spock por tentar fazer algumas imagens sem dar a ele gorjeta; derramei várias lágrimas no Love, do Cirque du Soleil; ao visitar o MOB, percebi que os filmes de gangsters têm personagens reais, e eles viveram em Vegas; fiz algumas comprinhas nos outlets e vi muitas vitrines do Forum Shops (definitivamente este shopping não é para o meu bolso); vivi uma experiência gastronômica incrível no Joël Robuchon, premiado com três estrelas Michelin, e comi bem mais que o suficiente em um buffet; fiquei arrasada com o sobrevoo de três minutos pelo Grand Canyon West (sendo que o pacote prometia 15 minutos) e me emocionei ao ver o Grand Canyon South, quando finalmente entendi o porquê de ser uma das Sete Maravilhas Naturais do Mundo; invadi uma Bus Party divertidíssima com trinta desconhecidos; fiquei tonta e com a pele rachada graças ao verdadeiro clima de deserto, enquanto meus pés e pernas ardiam, de tanto andar. E… Bom, querem saber mais? Não posso contar tudo, afinal, algum segredo tem que ficar por lá…

las-vegas-roda-gigante

Cheguei de viagem com a certeza de que poderia voltar infinitas vezes, já que a famosa Cidade do Pecado não se esgotará jamais. Ainda não conhece Vegas? Não se preocupe! O Melhores Destinos preparou um guia com tudo o que você precisa saber para encarar o maior parque de diversões do mundo. Como chegar, quando ir, onde ficar, como se locomover, onde comer, principais atrações e passeios, vida noturna, tudo sobre os cassinos e, claro, como se casar em Vegas! Se você já esteve por lá, aproveite para deixar as suas dicas e avaliação no Guia de Destinos. Tenho certeza que a sua experiência foi diferente da nossa! E esta é exatamente a maior qualidade de Las Vegas: ser única!

Autor

Monique Renne - Editora de Destinos