Hospedagem na Argentina ficará 21% mais barata para brasileiros

Denis Carvalho 28 · setembro · 2016

Boa notícia para quem está planejando uma viagem à Argentina! O presidente Mauricio Macri assinou ontem (27/09) um decreto que isenta visitantes estrangeiros de pagarem o imposto sobre consumo (IVA) em hotéis. A medida deve entrar em vigor ainda neste ano e reduzirá o gasto dos visitantes com hospedagem. A isenção já vale para compras no país desde 2001.

Com a medida, a hospedagem ficará 21% mais barata no país quando for paga com cartão de crédito – compensando, para os brasileiros, a alíquota do IOF, de 6,38%. A devolução será feita automaticamente no caso de pagamentos com cartões de crédito ou débito. Para aproveitar, bastará você escolher seu hotel no site que preferir, como o Booking e fazer o pagamento com o cartão.

Segundo Macri,  a iniciativa pretende “criar novos empregos, aumentar o número de visitantes estrangeiros e aumentar seus gastos no país, bem como o cuidados com o meio ambiente”. A expectativa do governo é que a medida atraia até 120 mil turistas a mais por ano, com gasto estimado de US$ 90 milhões.

A medida tenta dar competitividade ao turismo argentino, que registrou uma queda de 4% no número de viajantes internacionais nos seis primeiros meses deste ano na comparação com o mesmo período de 2015. Os brasileiros que chegam ao país por via aérea, que em 2015 representaram 17% do total, diminuíram sua presença em uma média mensal de 23% nos sete primeiros meses deste ano.

Outros países como Chile, Uruguai, Peru, Equador e Colômbia já dão isenção no imposto de hospedagem.

A medida é muito boa, mas bem que o presidente argentina poderia dar um jeito de baixar as taxas de embarque dos aeroportos do país! Certamente atrairia muito mais turistas!

Com informações dos jornais La Nacion e Folha de S. Paulo

Agradecemos a dica do leitor Rafael Filiacci Bovi

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe
  • Fabio

    Agora soh falta adequar as taxas aeroportuarias a realidade e jah posso ateh pensar em voltar a visitar a Argentina.

    • Victor Akl

      Verdade!

  • Diogo Marxx Ramirez

    Se não reduzir o valor das taxas aeroportuárias não vai rolar.

  • Isabelle Verissimo

    Comprei hotel ontem pelo booking, tenho direito a esta isenção já?

    • Victor Ortega

      Mesma dúvida. Reservei mês passado pelo booking mas só pagarei qnd chegar lá

    • Não, só deve entrar em vigor em dois ou três meses

  • Márcio M Miskulin

    Qual o número do Decreto?
    Quem já reservou hotel e pagou antecipado terá direito a devolução?

  • Marcello Pimenta

    Alguma previsão para entrada em vigor? Tenho viagem marcada para Buenos Aires no fim do ano e isso é BEM interessante…

  • Se baixar as taxas aeroportuárias vai faltar hotel pra tanto brasileiro que iria pra lá.

  • Giovana Fagundes

    Vou para a Argentina final de outubro/início de novembro… Será se até lá já está valendo?

  • Guilherme Ricca

    Boa tarde, também não ficou muito claro para mim, se eu fizer uma reserva hoje e pagar isso já estará refletido no preço? Ou caso não esteja, eu serei reembolsado?

  • Flávia Bayma

    Oi, pessoal! Agradeço a notícia. Muito interessante. Mas fiquei com a mesma dúvida da maioria: estou em pleno planejamento de viagem para dez/jan. Ainda não fiz reservas de hotéis. Como funcionaria?

  • Victor Anunciação

    Quanto é essa taxa? ‘-‘

    • Maria Amelia

      Na última vez que estava verificando para embarcar em novembro. Estava 320,00 aproximadamente. Quase o preço da passagem. Absurdo. Enquanto não baixar essas tarifas aeroportuárias para lá, Sem.chance de ir.

  • Ricardo

    Ajudando os interessados, provavelmente funcionará da mesma forma que nos outros países, a tarifa na moeda local menos 21% será convertida em dólares pela cotação do balcão do hotel. Mesmo com a cotação de hotel e com o nosso IOF ainda é vantajoso. Se a pessoa já pagou provavelmente depende de cada hotel, não é o decreto que vai estipular isso. Já se a pessoa só reservou é muito provável que dêem o desconto na hora do pagamento se o decreto já estiver valendo porque é uma tributação que o hotel não vai repassar pro hóspede. Falem com seus hotéis, a MD ainda não dispõe da bola de cristal heheh

  • Fernando Soussa

    Pessoal, boa noite!!! Por acaso alguem aqui vai chegar em EZEIZA dia 04/11 por volta das 23:30? Queria dividir um taxi até o centro. Alguem pode me ajudar???

    • Felipe Lehnen

      Eu não vou, mas numa ida pra lá catei uma parceria no câmbio do aeroporto pra dividir essa ingrata despesa

      • Fernando Soussa

        Obrigado Felipe, vou torcer para achar alguém porque pagar o valor que eles cobram é muito caro. Parece que tem um ônibus que sai de lá por 10 pesos mais não sei.

        • LuRodamilans

          Não creio ser 10 pesos, já que um ônibus dentro da cidade varia e fica em torno de 7,5 pesos. Do aeroporto que é no fim do mundo vai custar só isso? Talvez seja 100 pesos.

          • Fernando Soussa

            Obrigado LuRodamilans pela sua ajuda. Mas pesquisei muito e um amigo meu foi para la semana passada e existe sim uma linha de ônibus publica que sai próximo do aeroporto pelo valor de 9 pesos onde só pode pagar com moeda ou o cartão Sube. Porem, fui informado que demora de 1:30 a 2:00 até chegar ao centro.

          • Ricardo

            Oi Fernando. Provavelmente esse ônibus público não circula no horário que você vai chegar (meia noite). E se circular eu não recomendo, pois essa linha passa por partes meio perigosas (a noite) de Bs As. Eu já peguei esse ônibus de dia e não tive problema, mas foram 2 horas até o centro. A alternativa é pegar o ônibus da Tenda León, que custa 175 Pesos até o Centro, ou 200 Pesos até o seu hotel (ônibus + van).

    • Victor Ortega

      Acho que tem UBER lá, não?

      • Fernando Soussa

        Ei Victor tem só no centro. Como este aeroporto fica no fim do mundo, o Uber nao chega lá.
        Abracos

        • jorge moraes

          Que Uber é esse que não vai pra Ezeiza???

  • Pedro

    Denis, você pode liberar dois comentários que estão esperando serem aprovados ? Não entendi porque não passaram, pois estava logado no Disqus.

  • caiosigma

    Nao comente sobre o que nao conhece. Esse onibus existe sim, eh a linea 8, e custa 7,50 em media. funciona quase 24h, so deixa de sair da garagem entre 00:00 e 2 da manha. Ah, e no se paga mais onibus aqui com moeda, agora so com cartao

  • Tony Coelho

    De forma analítica: foi um decreto da Cristina Kirschner. Estado precisando de grana. Já viu esse filme?

    • jorge moraes

      Cristina deixou sua herança maldita.

  • Christiano Nogueira

    Pessoal, voltei de Buenos Aires há uma semana, e mesmo que reduzam o preço de hospedagem, através da isenção do IVA, percebi, como nunca, como as coisas aumentaram por lá. Alimentação não percebi isso, nada fora do normal porque quem já foi sabe que come-se bem, mas quem pensa em comprar roupas, tênis,macessórios e coisas de casa, a coisa não tá mole não. Tá muito mais caro que no Brasil. Vou lá desde 2008, todos os anos, e apesar da nossa moeda estar valendo como nunca em relação ao peso argentino (4,5 vezes mais), eles aumentaram consideravelmente os preços das mercadorias em peso. Ex: uma blusa social, que custava seus Ar$ 280,00, cerca de R$ 60,00 agora tá Ar$ 560,00, Ou seja, R$ 120,00. Percebi com isso que muitas lojas e muitos outlets fecharam, além de alguns restaurantes que costumava ir também. Ainda assim compensa ir para comer, beber, passear, e lógico, trazer aqueles vinhos maravilhosos ainda com 1/3 do custo aqui no Brasil. Mas vamos embora, aparecendo promo de passagens, tô lá agarrado de novo.

  • Fabio

    Idem eu. Jah conheco bem o destino e apesar de ser uma cidade muito bacana, soh voltarei lah quando essas taxas vierem para um patamar mais realista.

  • Você paga apenas quando compra a passagem

  • Christiano Nogueira

    Fred, quando você compra a passagem a taxa será colocada automaticamente antes do pagamento do cartão. Fred, caso possa escolher mais de uma data para viajar pra lá, não aconselho ir em dezembro ou janeiro pois o calor é demais! Melhores meses que achei para visitar, foram junho, agosto, setembro (mais frio), outubro (mais verde e florido) e novembro (mais sol)!

  • Márcio Sampaio

    Alex, eu utilizei esse serviço 2 vezes. Numa delas fiz a “conexão” numa van e na outra em um Doblo. Tem pouco mais de 1 ano que utilizei da última vez.

  • Com as taxas dos aeroportos de Buenos Aires a preços exorbitantes eu continuo não cogitando viajar para a Argentina.

  • Rafael Gomes

    Então eu faço uma reserva pelo booking e o valor total posso diminuir 21% que esse será o valor realmente gasto?

  • BlogdaIndy Videos

    Olá, alguém sabe se já está em vigor a isenção do IVA para estrangeiros?
    Obrigado.

    • Heberson

      Bom dia, estou com a mesma dúvida. Olha a resposta que tive de um Hotel, que está incluido os 21% para hospedagem de dezembro:

      “Muchas gracias por comunicarse con nosotros. Le informamos que la devolución del iva es vía el canal establecido por el gobierno. Al momento el mismo era a través de tarjeta de crédito internacional que abonan al momento de cancelación de cuenta. Es la misma la que realiza la devolución de dicho impuesto. Si al momento de su estadía la ley fue aprobada y usted abona con el medio estipulado tendrá su reintegro de IVA pero no es el Hotel el que realiza la devolución en modo directo al huéspedes.
      Quedo a su disposición.
      Saludos”

  • Heberson

    Bom dia, você conseguiu o reembolso do IVA?

  • ROBERTO

    Boa tarde, vou para Buenos Aires agora em dezembro. Já esta vigorando a isenção do IVA nas hospedagem? Essa devolução é automática?

  • Eugenio Glecia Julia

    Esse desconto ainda não está em vigor. Tô indo quinta feira e todos os hotéis estão cobrando. Me falaram que só em 2017 absurdo

  • Edson Teixeira

    Já estamos em 2017 e ainda não chegaram a uma conclusão sobre o imposto. Se os hotéis devem incluir ou não e se o imposto será realmente devolvido.
    Aguardando novidades!