Aeroportos oferecem internet wi-fi gratuita e ilimitada a passageiros

Denis Carvalho 7 · abril · 2012

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

A partir desta semana, passageiros que embarcarem em sete dos principais aeroportos do Brasil já contam com acesso sem fio gratuito e ilimitado à internet nas salas de embarque. O serviço está disponível nos  terminais de Guarulhos, Congonhas, Galeão, Santos Dumont, Brasília, Porto Alegre, Recife, Fortaleza e Belo Horizonte (Pampulha).  Segundo a Infraero, o trabalho está em fase de implantação em outros aeroportos e até o fim do mês deverá beneficiar todas as cidades sede da Copa do Mundo de 2014, incluindo Belo Horizonte (Confins), Campinas, Curitiba, Cuiabá, Manaus, Natal (Augusto Severo) e Salvador, além dos aeródromos do Campo de Marte e Jacarepaguá.

O sinal está disponível na sala de embarque com exclusividade para passageiros. Para se conectar, o usuário deve buscar o sinal e abrir o navegador. O acesso será liberado após o preenchimento de um cadastro e o fornecimento do código do cartão de embarque.

Segundo a Infraero, o sistema é uma evolução do da internet grátis por 15 minutos, oferecida inicialmente em Guarulhos, Congonhas, Galeão e Brasília. As empresas que prestarem o serviço poderão colocar anúncios nas salas de embarque e nas páginas de internet de autenticação em contrapartida.

Por enquanto o acesso está sendo oferecido pela empresa TIM. Segundo a empresa 500 passageiros poderão acessar a internet simultaneamente em Guarulhos e 600 em Congonhas. Nos dois casos, a oferta é inferior à demanda: em Cumbica passam cerca de 1.700 passageiros nas áreas de embarque por hora; em Congonhas, 1.300.

Com a entrada das outras duas empresas participantes (Linktel e Net), o número irá se expandir, avalia a Infraero, mas não está definido quando isso ocorrerá.

Com informações da Infraero e do jornal Folha de S. Paulo

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe