Guarulhos e Galeão selecionados para realizar imigração no embarque dos voos para os Estados Unidos!

Leonardo Cassol 4 · novembro · 2016

A Agência Reuters informou que o Departamento de Segurança Nacional (Homeland Security) do governo norte-americano selecionou 11 novos aeroportos em nove países para possível expansão do programa que permite que os passageiros façam a imigração para os Estados Unidos antes mesmo de embarcar no voo, no aeroporto de origem. Entre eles, felizmente, os aeroportos de Guarulhos e Galeão, no Brasil.

A proposta é ajudar a reduzir o atraso dos voos e facilitar a vida dos passageiros que têm conexão nos Estados Unidos, que muitas vezes enfrentam longas filas para a imigração no momento do desembarque. Fazendo os procedimentos imigratórios no Brasil, os passageiros desembarcariam nos Estados Unidos como se estivessem em voos domésticos, sem precisar enfrentar filas.

Imigração na chegada aos Estados Unidos (foto: divulgação U.S. Customs and Border Protection)
Imigração na chegada aos Estados Unidos (foto: divulgação U.S. Customs and Border Protection)

Quando embarquei de Toronto para os Estados Unidos eu fiz a imigração em território canadense e o processo fez muita diferença. Você desembarca rapidamente e sem preocupação.

No entanto, não há um prazo definido para que a medida seja implantada. É necessário um acordo entre o governo dos dois países para que isso se torne realidade. Mas o primeiro passo foi dado!

No total, apenas 6 países em todo o mundo contam com o US Preclearance. Os aeroportos selecionados junto com os brasileiros foram: Buenos Aires, Bogota, Cidade do México, Milão, Roma, Edimburgo, Osaka, St. Maarten e Islândia.

Publicado por

Leonardo Cassol

Editor

  • Matheus Kise

    Mesma experiência quando fui pra toronto! muito bom!!

  • Gilberto De Melo Junior

    Eu morei no Canadá por uns anos e utilizei o US Pre-Clearance em Toronto e Vancouver.

    Ter o US Pre-Clearance em Guarulhos e no Galeão não quer dizer que será mais fácil entrar nos EUA. Os agentes serão americanos e uma vez que você entra na área de embarque para os EUA, estará submetido as mesmas regras. Eu me lembro de estar em Vancouver e ler que se alguém cometesse algum crime dentro da área de pre-clearance, o sujeito seria processado de acordo com a lei canadense. Então, imagino que no Brasil seria de acordo com a lei brasileira, a qual tende a ser mais branda que dos EUA em termos de “segurança nacional.” De qualquer maneira, será ótimo para todos.

  • Moisés Felix

    E se alguém for barrado na imigração, ao menos ainda estará em solo Brasileiro rsrsrs

  • St Ooges

    pode ser que aumente o numero de pessoas barradas tambem, já que nao precisam deportar a pessoa

    • Fabio

      Tambem pensei nessa possibilidade

    • Luciano Assunção

      Se eles quiserem deportar, vão deportar, não importa se já embarcou ou não. O custo para deportar é da empresa aérea.

      • Fabio

        Errado. O custo da deportacao eh do Departament of Homeland Security que paga passagem em preco cheio na classe economica.

        • Ita Dill

          Errado voce. O passageiro que nao e aceito no pais no ato da entrada e automaticamente acomodado num voo de volta ao pais de origem com o seu proprio ticket de retorno.

          • Edgar Quadros

            Será?? Porque então eles ficam detendo as pessoas por vários dias, gastando com alimentação, atendimento médico (se necessário), etc?
            Se fosse assim eles colocavam as pessoas no próximo vôo de volta!

          • Tiago M

            Ninguém é detido por vários dias. Aguarda na salinha No mesmo dia e espera o vôo de retorno. O policial acompanha até dentro do avião de volta e entrega um formulário ao comissário de bordo.

          • Artur

            único caso quando pessoa é detida por varios dias é se tiver houver crime ou se for menor de idade, se for menor o prazo é de +- 15 dias, pq precisa marcar audiência com juiz de menor para anlisar o caso. O casos de noticias nos EUA que detem menor, são justamente isso, o tempo entre analisar a papelada e marcar audiência leva por volta de 15 dias. Acredito que a regra valida para imigração no pais de origiem deve seguir a mesma regra quando vc pisa numa embaixada de qualquer pais!

          • Ita Dill

            Ola Edgar. Eles seguram as pessoas por mais dias em alguns casos especificos, como: menores que devem ser liberados somente com a presenca de um tutor(ex. Adolescentes que argumentam visitar algum parente e este nao se encontra no aeroporto no momento da liberacao; indicios de documentos falsos, drogas e various outros motivos. Se e pelo simples fato do agente nao aceitar o visitante ele segue de volta no proximo voo com destino ao pais de origem.

  • Fabio

    Se o Trump vencer a proposta serah engavetada antes mesmo de entrar em vigor

    • Cassio R Eskelsen

      Triste é saber que tem alguns vira-lata brasileiros que torcem por esse cara…
      Sabem de nada, inocentes.

      • Clovis Borges

        Nao sao inocentes. São cumplices

      • Metendo a Real

        Hahahaha! Vira latas brasileiros. Essa é boooua.

        Boooua mesmo é a digníssima Hillary, né não??

      • Pedro

        Bom mesmo é que você estivesse nos EUA, fosse cidadão americano e chamasse o povo de lá de “vira-lata”.
        Rapidinho ia perder essa mania de chamar povo de sua terra de “vira-lata”, “nordestino”, “paulista”, “carioca”, “baiano” de forma pejorativa.
        Pode não parecer, mais isto aí que você está fazendo é algo que a lei 9459 trata de “preconceito contra a procedência nacional”
        “Art. 1º.Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.”
        SE e somente SE eu fosse cidadão americano, jamais votaria no Trump. Não sei se votaria na Hilary. Não acompanho política americana para saber se ela tem condições mínimas de fazer um governo razoável (até pelo aspecto de saúde).
        Mas, dá para saber que a proposta (ele tem alguma realmente ??) do Trump é inaceitável.
        Mas, se tem brasileiros que torcem, e só podem mesmo torcer, porque não votam, no Trump, estas pessoas não podem ser chamadas de “vira-lata”.
        Uma das poucas coisas que sobraram neste país, é o direito de falarmos livremente, nem que seja um monte de besteira, mas nem por isso as pessoas que têm suas opiniões podem ser chamadas de vira-lata.
        Esta classificação é usada para um certo tipo de animais caninos, e, de forma bem direta, você está chamando pessoas de cachorros, ou comparando de forma bem pejorativa com os cachorros vira-lata.
        Isso é crime.

        • Borderline

          Não quero polemizar, mas lá nos US eles têm sim alguns adjetivos pejorativos, como “red neck”, “white trash” e “blue collar”, dentre outros ainda piores…

        • Marcos_Brazil

          Que viajada. Você vai processar a pessoa em nome do povo brasileiro? Vai arrumar o que fazer, rapaz.

        • Alexandre Simoes

          Pedro da forma q vc fala/
          expressa vc deve ser funcionario publico….

      • Marcos_Brazil

        Quem sabe é você, espertão. Você ao menos viu os wikileaks, ou é só palpiteiro?

    • Edgar Quadros

      Será? Acho que o Trump até prefira isso hein! Pois assim ele evita que potenciais imigrantes ilegais que somos (na visão dele é claro) coloquem os pés no país dele. Até porque gera menos custos pra ele, impedindo a pessoa de embarcar aqui do que manter preso lá.

      • Ana C R Peterlini

        Concordo e ai sim pode ser que aumente o número de impedimentos…

  • Diogo Amaral

    Quando embarquei de Toronto para New York, foi realmente um voo doméstico, não passei pela imigração. Rs

    • Mayra Cabrera Costa

      Qual cia aerea?

      • Diogo Amaral

        Air Canada

    • Edgar Quadros

      Mas no Canadá passou pela imigração, certo?

  • LucianoF

    pelo menos acaba aquela ansiedade quando chega na terra do tio sam…rs

  • Quanta burocracia! Eles que arrumem a imigração deles, botem mais agentes por lá, ou façam os que já estão trabalhar melhor e mais rápido.
    Na minha ultima viagem o scanner de impressao digital deu pau 3 vezes, o carinha da imigração teve que trocar de computador TRÊS vezes!!!! Fora aquela máquina estúpida de auto atendimento que nunca funciona.

    Antes de criar mais um passo no aeroporto de origem, os caras devem melhorar os processos em casa. Hoje a cultura é de criar mais e mais procedimentos e Foda-se o viajante.

  • Karina Cronemberger

    Vai agilizar bastante e, reduzir as filas.
    Adorei!

  • Edson ann

    isso nao isenta a necessidade de visto, correto?

    • Ricardo

      A necessidade do visto permanece.

  • Jaime Soares

    po, um país imenso destes e os caras colocam em 2 cidades que ficam pertinho uma da outra… poderiam ao menos ter colocado em brasilia

    • Gilberto De Melo Junior

      Só existe um voo diário para os Estados Unidos saindo de Brasília. Acho que não valeria a pena.

    • Fabio

      Sao as duas cidades com fluxo que justifique o investimento.

      • Jaime Soares

        Pensando bem, na verdade quem causa o problema são as companhias aéreas, que polarizam os voos nestas cidades. Muitas vezes a pessoa mora no norte ou nordeste e tem que deslocar até o sudeste para ir aos Estados Unidos, gastando combustível e tempo desnecessariamente.

        • Thiago Castro

          É uma questão de demanda. Custo-benefício. Só isso.

  • Fe

    Por que vcs tem medo do Trump? Tem hotel pago, passagem ida e volta? Ta tudo certo. Tirei visto e fui pra Nyc tranquilamente. Agora me desculpe, se vc tem outras intenções e os caras percebem tem mais q barrar msm.

    • Bruno Bastos

      Talvez o problema não seja só a imigração, mas toda a carga fascista e repressiva que ele traz no seu projeto político. Ele ganhar seria como criar o estado fundamentalista cristão (estado islâmico do ocidente). Os imbecis são tão perigosos quanto os criminosos.

      • Metendo a Real

        Hahahaha! Mas como a palavra fascista sai das bocas e das mãos desse pessoalzinho com uma facilidade, que vou te contar…

        Como bem disse Churchill: “No futuro os fascistas se auto-proclamarão anti-fascistas”.

        Aliás, o quê um cara como tu, típico esquerdinha modinha que odeia os EUA, quer por lá? Fazer como a Sônia Braga?

        • Bruno Bastos

          De onde tu tirou que eu quero ir pros EUA, espertão? Não tem argumento pra rebater fica calado que é menos feio 😋

          • Metendo a Real

            Mongolóides como tu tem o c_zinho piscando pra ir dar uma volta no capetalistão malvadão do mundo. Fazem todo um charminho, mas na hora de escolher um destino, preferem pegar umas atrações nos parques capengas de Orlando que usufruir da imensa estrutura turística da ilha dos barbudos (cof cof) adoradores da liberdade. É até engraçado de ver: esses tempos atrás, uma ferrenha defensora da liberdade dos ‘presos políticos’ petistas, fez a cobertura in loco das nevascas que pararam os EUA…é petista mas não é tão jumenta assim, né não?

          • Bruno Bastos

            Fuga do tema, se isso aqui fosse Enem tinha levado zero…

          • Metendo a Real

            Pouts, o piá falando de Enem? Meu Deus, tô discutindo com um moleque de wer da…

            Que vergonha…

      • Marcos_Brazil

        Você vive no mundo da fantasia. Cuidado com o bicho papão.

      • Fabio

        Disse tudo. O turismo é a menor das minhas preocupações em relação a esse sujeito. Com mais de 50 entradas e saídas legais sei que jamais serei barrado.
        O problema são as idéias retrógradas de isolacionismo.

    • Fabio

      A grande maioria dos,brasileiros que imigram ilegalmente vai com tudo certinho. Passagen de ida e volta, reserva de hotel, reserva de locação de carro, roteiro turístico completo para as férias. Só que…..como desculpa para entrar

  • Bruno Bastos

    Qual governo foi esse??

  • FGomes

    o cara nem leu a matéria, fato. não estão “criando mais um passo”, e sim antecipando um passo chato, necessário, que gera ansiedade. vai ser economia para eles, para nós e vai evitar muito problema. achei ótimo.

  • Rafael Sa

    Algo bem estranho aconteceu na minha chegada nos USA, 10 dias atrás.
    Com certeza, esse procedimento tem a ver com essa nova informação, aqui anunciada.
    Na chegada, dentro do salão de imigração, fui redirecionado pra maquinas de atendimento eletrônico, onde os participantes do Global Entry fazem o processo imigratório.
    Relutei, disse que era brasileiro e que não participava de tal programa, mas a pessoa falou que eu deveria fazer nas maquinas.
    Fui, escaneei o passaporte, coloquei alguns dados, respondi duas perguntas na tela (se estaria a trabalho ou passeio e se tinha a intenção de passar mais de 6 meses lá), a maquina imprimiu um papel bem parecido com um cartão de embarque, contendo minha foto, segui as setas e de repente, estava retirando minha bagagem. Fiquei surpreso. Entreguei o papel para o funcionário da Alfandega, que fica bem em frente ao portão de saída do desembarque. Ele não me perguntou nada.
    Já estive nos USA muitas vezes e nunca nem tinha ouvido falar que algum brasileiro fez imigração em maquinas!
    MUITO BOM!!!

    • Danielle Fabri

      Nossa, que beleza!
      Tomara que uma das duas opções ainda/já esteja disponível em fev. A imigração em Houston parece que não tem fim. Vou ficar feliz de não precisar mais passar 2h em fila após fila com um bebê cansado e agitado!

    • Dante

      O Global Entry funciona muito bem para residentes dos EUA, custa $100 por 5 anos. Pra mim vale a pena por evitar as filas e os agentes mau educados do CBP. Espero que nao facam esse novo programa no Rio, pois ai nao tera mais Global Entry e certamente tera fila e os agentes mau educados.

      Quanto a eleicao, a escolha entre o doido e a ladra ta’ dificil… Nao da vontade de votar em nenhum deles.

    • rodenbuschneto

      Qual aeroporto dos EUA aconteceu isso?

      • Rafael Sa

        JFK, terminal 4, voando Delta

    • Everton Ferreira

      Comigo aconteceu a mesma coisa, Rafael Sa. Foi em setembro, no aeroporto JFK em NY.

    • Marcos_Brazil

      Estava muito cheio? Talvez eles fizeram isso para ajudar a escoar mais rápido os passageiros.
      E você não deve ter cara de imigrante ilegal…

      • Rafael Sa

        Pensei a mesma coisa… Mas por incrível que pareça o salão estava praticamente Vazio! Fui um dos primeiros a sair do avião e só estávamos nós do voo da Delta o qual desembarquei. Tanto que fui o primeiro a entrar na área de totens de autoatendimento, por isso ainda tentei argumentar com o funcionário que eu não poderia usar tais máquinas…

    • Aconteceu comigo em Maio. A máquina não funcionou comigo, só com minha esposa.

  • Valdemir Oliveira

    Show de bola!! Vai facilitar e acelerar a chegada nos estados unidos!! Chegar lá é só desembarcar e retirar a mala na esteira!

  • Fabio

    Não dou 6 meses para o amor de Trump é Putin acabar