Hertz anuncia que honrará com preços de locações realizadas com preço errado

Marcel Bruzadin 10 · agosto · 2015

Há alguns dias o Melhores Destinos publicou um post sobre leitores que tiveram problemas com a locadora de carro Hertz ao fazerem reservas via empresas parceiras. Nessa ocasião, muitos leitores entraram em contato conosco para uma posição oficial da empresa, uma vez que suas reservas estavam sendo canceladas automaticamente.

Após confirmar que se tratava de um erro e que as locações seriam canceladas, a Hertz decidiu voltar atrás e anunciou hoje que vai manter as reservas! Por meio de sua assessoria, a empresa  afirmou que entrará em contato com os clientes que se sentiram lesados.

Confira a nota oficial da Hertz enviada ao MD:

“A Hertz informa que está contatando os clientes que realizaram reservas de locação de veículos para destinos internacionais no período de 22 a 23 de julho de 2015, por meio de empresas parceiras como Decolar, Mobicar e TAM para informar que irá honrar os valores ofertados nas reservas realizadas neste período e que foram divulgados erroneamente no sistema de reservas da Hertz. O contato será realizado via e-mail e trará as informações necessárias para que as reservas sejam cumpridas corretamente.”

Parabenizamos a Hertz por essa decisão! Caso algum de vocês ainda esteja enfrentando problemas em relação a esse caso, não deixe de nos informar nos comentários abaixo.

Publicado por

Marcel Bruzadin

Marcel

  • Já diz o ditado…. quem tem…. tem medo!

  • Robinho

    Será que esse trecho “O contato será realizado via e-mail e trará as informações necessárias para que as reservas sejam cumpridas corretamente.” Inclui uma nova cláusula do contrato deles onde quem devolver o carro antes da data receberá uma multa e pagará a tarifa balcão?!

  • Ray

    Denis, não está tudo tão resolvido assim, infelizmente.

    Realmente desde a semana passada a Hertz já está reenviando as reservas, porém ainda temos pontos em que a empresa não nos dá respostas claras.

    Uma delas e que muitos que alugaram nessa promoção estão em dúvida é quanto a questão da devolução antecipada do veículo, para pessoas que terão que devolvê-lo antes da data final da reserva efetuada. Nos termos das nossas reservas no site da Hertz diz o seguinte:

    “EARLY RETURN

    Please note that we are unable to give a refund if you return the vehicle early.”

    Ocorre que algumas pessoas em contato com a Hertz, foram informados que haveria uma cobrança pela devolução antecipada do veículo, porém ninguém sabe nos dizer de quanto seria essa cobrança, outras pessoas recebem a informação de que não haveria cobrança e outras de que só no balcão conseguiriam saber.

    Como vamos retirar o carro sem saber previamente quanto nos será cobrado em caso de necessidade de devolução antecipada? Além de isso contrariar os termos da reserva da própria Hertz, citados acima, eles sequer sabem nos informar qual seria o valor da cobrança.

    Aproveito para agradecer todo o auxílio já prestado pelo MD até aqui e peço mais uma vez a ajuda de vocês para conseguirmos uma resposta definitiva deles.

  • Claudio Nicolau

    “Só se reconhece o erro quando todo mundo o compartilha”Jean Giraudouxkkkkkkkkkk

  • Ray

    Denis, não está tudo tão resolvido assim, infelizmente.

    Realmente desde a semana passada a Hertz já está reenviando as reservas, porém ainda temos pontos em que a empresa não nos dá respostas claras.

    Uma delas e que muitos que alugaram nessa promoção estão em dúvida é quanto a questão da devolução antecipada do veículo, para pessoas que terão que devolvê-lo antes da data final da reserva efetuada. Nos termos das nossas reservas no site da Hertz diz o seguinte:

    “EARLY RETURN
    Please note that we are unable to give a refund if you return the vehicle early.”

    Ocorre que algumas pessoas em contato com a Hertz, foram informados que haveria uma cobrança pela devolução antecipada do veículo, porém ninguém sabe nos dizer de quanto seria essa cobrança, outras pessoas recebem a informação de que não haveria cobrança e outras de que só no balcão conseguiriam saber.

    Como vamos retirar o carro sem saber previamente quanto nos será cobrado em caso de necessidade de devolução antecipada? Além de isso contrariar os termos da reserva da própria Hertz, citados acima, eles sequer sabem nos informar qual seria o valor da cobrança.

    Aproveito para agradecer todo o auxílio já prestado pelo MD até aqui e peço mais uma vez a ajuda de vocês para conseguirmos uma resposta definitiva deles.

  • luis

    Muita gente ganha BUG de novo!

  • Thais Saldanha Lavezzo

    Agora aguardamos o posicionamento da Hertz dizendo que as regras da empresa valerão nesse caso tb, não cobrando multa pela devolução antecipada!

  • Leonardo Azevedo

    Pra mim está claro que se houver devolução antecipada eles não vão reembolsar nenhum valor referente à antecipação. Mas não existe nenhuma cobrança de multa. Não sei de onde tiraram essa informação mas não foi da cláusula acima citada.

    • Ray

      Sim, para nós está claro, mas o que a Hertz diz quando se entra em contato com vários canais de atendimento deles não é isso. Por isso queremos saber baseado em que e como a Hertz diz que irá cobrar pela devolução antecipada.

    • Robinho

      Essas informações desencontradas por parte da Hertz é que estão deixando todos preocupados, pois cada atendente responde de uma forma, uns dizem que será cobrada multa por quebra de contrato e outros dizem que somente não haverá devolução dos dias não utilizados, que é de fato oq consta no contrato.

  • Beatriz Gualda

    Acabei de ligar na Hertz, e o Cauê me informou que terá a cobrança se não ficarmos pelo menos 28 dias com o carro e que esse valor só ficaremos sabendo no balcão, questionei sobre o contrato anterior não ter essa informação, ele me disse que fica a meu critério assinar ou não o contrato no balcão, muito complicado!!!

    • Filipe Calado

      Mas isto é normal mesmo nas locadoras americanas pois evita justamente estas nossas artimanhas para pagar mais barato. Não sei se vai ser o caso, mas é possível até que cobrem o preço regular da locação no caso de devolução antecipada pois, assim, talvez saia do foco da “promoção”

  • Rufus

    Entra mês, sai mês, ocorre um erro de preço e corre todo mundo tentar tirar vantagem e reclamar que a empresa não honra com as ofertas e etc. Me vem a cabeça a cena do caminhão de mercadoria tombado e o povão correndo pra garantir o seu.
    Sinceramente não vejo porquê parabenizar a companhia e nem ficar dando mídia pra esses fatos. É um erro e ponto, se a empresa resolve honrar, bom pra quem comprou, se resolve cancelar, vida que segue.

  • Marcelo Paiva

    Muitas informações desencontradas ainda….tem que honrar como qualquer reserva porque não existia nada especificando sobre devoluções antecipadas!

  • Filipe Calado

    Concordo contigo e me entristece ainda mais o “brasileiro” reclamando da empresa porque aproveitou uma brecha mas quer devolver o carro antecipadamente…

  • Filipe Calado

    G. EARLY RETURN / LATE RETURN CHARGE

    If you pay at location we reserve the right to make an Early Return Charge of EUR 8.00, GBP 7.00, CHF 10.00, SEK 72.00, NOK 65.00, DKK 61.00, RUB 349.00, AED 39.00, SAR 39.00, QAR 39.00, KWD 3.00, OMR 4.00, BHD 4.00, USD 11.00, PLN 35.00, ZAR 106.00, depending on your destination country, to compensate us in part for our inability to rent your vehicle during the
    time reserved for your use. This charge is not applicable, if you verify that you are not responsible for the damage, no damage has occurred or the actual damage is less than the specified charge. Currently applicable only to rentals with a destination in Europe.

    If you prepaid or you pay at location we reserve the right to make a Late Return Charge of EUR 11.50, GBP 10.00, CHF 14.00, SEK 102.00, NOK 92.00, DKK 87.00, RUB 499.00, AED 56.00, SAR 56.00, QAR 55.00, KWD 4.00, OMR 5.80, BHD 5.70, USD 15.00, PLN 50.00, ZAR 151.00, depending on your destination country, to compensate us in part for the costs we incur in finding an
    alternative vehicle to satisfy our next booking for your vehicle and for our administration costs in contacting you to return the vehicle. This charge is not applicable, if you verify that you are not responsible for the damage, no damage has occurred or the actual damage is less than the specified charge. Currently applicable only to rentals with a destination in Europe.

    • Janainna

      Se você entende inglês e acredito que sim, ou não teria postado isso, pode verificar que o isso se aplica somente a EUROPA. “Currently applicable only to rentals with a destination in Europe.”

  • Janainna

    A união faz a força! Se pago uma conta com atraso o erro é meu e eu pago pelo erro cometido com juros, com o serviço cortado, enfim. Errar realmente faz parte, mas a punição existe seja para quem for, se realmente não foi uma promoção e foi um erro, o consumidor não pode ter que arcar com isso. Algumas empresas lançam promoções 90% de desconto, outras vezes são promoções falsas e quem garante que essa não era uma promoção?! Afinal o mercado está em baixa. Vôos sendo cancelados, pois não há brasileiro suficiente. Passagens com preços baixíssimos, menos milhas p viajar p os EUA do que p Am do Sul. Enfim, fico feliz que a Hertz, uma empresa desse porte tenha voltado atrás. Porém ela deve ser clara quanto aos termos e condições, pois no site diz uma coisa e cada um que liga diz uma coisa diferente, mas não sabe ao certo de onde vem tal informação. E são pessoas que representam a empresa. Então, fico feliz que tenham honrado, mas espero que o contrato seja honrado em sua integralidade, conforme fora comprado.

  • Neimar Guimaraes

    Falar de honestidade quando estamos tratando de Hertz é complicado. Eu nunca mais loco um carro lá (nem nessas promoções bugadas). Em 2011 eles me cobraram mais de 50 dólares adicionais por uma locação de 5 dias em San Francisco e eu viajei com tudo pago, e mesmo alegando que tinha pago, disseram que eram outras taxas, se recusaram a escrever que eu fui obrigado a pagar, e com isso quase perdi meu vôo. Quando vem minha fatura do cartão, ainda percebi que cobraram duas vezes a locação, algo em torno de 300 dólares, e demorei mais de 30 dias para ser ressarcido, fora os 50 dólares, que considero indevidos e que não foram devolvidos. Não é uma empresa séria.

  • Batista

    Concordo totalmente com você, Rufus. É triste a cultura do brasileiro de sempre querer levar vantagem. Não é a toa que vivemos em um país com tanta falta de ética e do cada um por si.
    Eu me sentiria envergonhado de não ser tolerante com uma locadora (ou qualquer empresa) que claramente errou ao publicar o preço de apenas $1 (um dolar) por dia. Não conseguira dormir a noite, sabendo que estaria lezando alguém (quer seja uma pessoa física ou jurídica).

    • Ernesto Lippmann

      Como já dito poderia ser uma promoção. No site priceline.com, eu recebo a toda hora e mails de carros com diária a U$ 5 e U$ 10. A Hertz tem que honrar o que prometeu, e não pode cobrar multa pela devolução antecipada, pois a empresa nada perde com isto.

    • Visitante

      Batista,

      Essa noite vai ser em claro hein? LeSando a língua portuguesa dessa forma…

    • Daniela Carvalho

      Essa noite não vai ser fácil hein amigão? LeSando a língua portuguesa dessa forma…

      • Leonardo Azevedo

        Daniela, não entendi o tom crítico. O vernáculo foi utilizado de forma correta. Vejamos:

        lesar
        verbo
        1.
        transitivo direto e pronominal
        causar a ou sofrer lesão física; ferir(-se), lesionar(-se).
        “a arma disparou lesando-lhe o pulmão”
        2.
        transitivo direto e pronominal
        acarretar prejuízo moral a (alguém ou a si próprio); prejudicar(-se).
        “l. a reputação dos colegas”

        • Daniela Carvalho

          Ele corrigiu, estava leZando…

          A coragem pra assumir o erro faltou, mas na hora do sono talvez venha, pelo que ele falou anteriormente.

    • Iasmine Barreto

      Pra detentor da verdade universal, desconhecedor de direitos difusos e coletivos, duas palavras: Black Friday. Passou pela sua cabeça que algumas pessoas consideraram que promoções absurdas acontecem nela? Passou pela sua cabeça, senhor honestidade “lesionada” que muitas pessoas consultaram inúmeros sites para se certificar de que era realmente uma promoção? Lembra das regras dos dedinhos, heim?! Um apontado pro outro e 4 pra você…

    • Iasmine Barreto

      CDC pros detentores da verdade e guardiões da moral e dos bons costumes.

      • Batista

        O CDC (e qualquer outra lei) deve ser usada para proteger quem for lesado (obrigado pela correção, Daniela), o que certamente não foi o caso. A Hertz não lesou ninguém, apenas cometeu um equivoco como todos nós podemos errar (inclusive eu ao trocar um “s” por um “z”, o que é humano).
        Na verdade o equivoco certamente foi cometido por um ser humano que na hora de cadastrar colocou uma diária de $1 por dia.
        Agora, se alguns acham justo obrigar a empresa a honrar (como se a empresa não fosse feita de pessoas), temos apenas uma discordância de opinião.
        Eu não dormiria bem exigindo isto, teria a sensação que estaria lesando alguém (e obrigado novamente, Daniela).

        • Iasmine Barreto

          Alguns, a lei, e a própria empresa… Tanto que reconheceu e honrou… O errado é a hipocrisia, o falso moralismo, é esquecer a regrinha dos dedinhos, de que quando você aponta um pro outro, os 4 dedinhos que sobram estão apontados exatamente pra você. No ordenamento jurídico, em muitos casos, nesse inclusive, erros, independente de dolo ou culpa, não eximem a responsabilidade… Não é questão de opinião, é questão de conhecimento de lei.

  • Iasmine Barreto

    Assim como a vida seguiu pra KLM, Ibéria, Catar, Gol, Decolar, e por aí vai… Empresas com departamentos jurídicos, q sabem o que é e como é a lei da oferta….

  • Ludwig von Mozart

    Ué, os advogados do site não disseram que era má fé de quem comprou? Não disseram que a “jurisprudência é clara que não é necessário cumprir”? Ué… ué… ué…

  • Marcelo Paiva

    Brasil o país dos falsos moralistas

    • Ricardo

      Marcelo, independente de termos falsos ou verdadeiros moralistas. O que é certo , é certo . E o que é errado é errado.
      Saber que o valor esta errado e ainda brigar por isto, é safadeza. Concorde você ou não.

      • Marcelo Paiva

        Quem disse pra vc que está errado? A hertz? Faça me um favor!

        • Ricardo

          A verdade e so uma, quem comprou esta exigindo o que e seu por direito. E quem não comprou esta se roendo, entao não devemos discutir sobre isso.

          Tenham certeza de uma coisa, se não fosse direito nenhuma desasa empresas acima, citadas pela Iasmine teriam honrado as reservas / compras.

          O que interessa e que vamos alugar um carro por 28$ , sem roubar e matar ninguém, pagando por nossa locação.

          E os amigos que estão ai reclamando, se estiverem com viagem marcada, irao pagar vários e vários mil reais na locação por terem perdido a promoção maravilhosa.

          Se coloquem no lugar deles Marcelo e Iasmine, não e fácil aceitar uma dessas. heheheheheheeheheh

      • Iasmine Barreto

        Tá, senta lá Cráudia….

      • Iasmine Barreto

        tá, senta lá, Cráudia

  • Ricardo

    Concordo com Batista. O nome disto é safadeza.
    Se esta na cara que foi um erro .. então deve ser desconsiderado.
    Se fosse com a sua empresa Iasmine ?? Qual lado tu ia estar ?

    • Iasmine Barreto

      Safadeza é um analfabeto jurídico, possivelmente político, e especificamente linguístico, vir falar asneiras ainda se referindo a mim. Vá estudar as leis do país em que você vive primeiro pra depois se referir a mim ou a qualquer cidadão que lute por direitos quaisquer que sejam eles. Só pra te esclarecer, nas minhas (plural) empresas, eu honro ofertas, compromissos, boletos, palavras, e tudo o mais que eu tiver a OBRIGAÇÃO de honrar. Assim como fez a Hertz, fizeram a KLM, CATAR, GOL, IBÉRIA, DECOLAR e por aí vai. Por último, aceita que dói menos, flor. 😉

      • Rufus

        Iasmine, conhecedora das leis como o diz que é, deveria saber que o erro grosseiro desobriga o fornecedor de cumprir a oferta, conforme você poderá constatar extensivamente em uma breve busca no google. Como comentei anteriormente, se a empresa resolve honrar a oferta, ok. Se não resolve, não deveria haver todo este nhem nhem nhem.
        Tenho dificuldades em tentar compreender como R$ 90 reais por 30 dias num carro de luxo é algo que beira o razoável. Pela matemática simples, levaria 30 anos para a empresa receber R$ 32.400,00. Compra um Gol com o valor…
        E pra finalizar, se um pequeno erro ortográfico a levou a concluir que o Batista é analfabeto linguístico, então me utilizando da mesma lógica, e pela sua inobservância do bom senso e da matemática básica acima, só posso concluir que sua inteligência é comparável a de um cacto, ou eventualmente a de um tatu-bola.

      • Ricardo

        Que bom que você concorda em honrar suas ofertas. Parabens pela sua atitude !

        Porém, sabendo que foi um erro e forçar a vantagem é sim uma safadeza, concorde você ou não.

        • Iasmine Barreto

          Posso dizer da mesma maneira que não é, quer você concorde ou não, aí ficaríamos esperneando ambos em um moto perpétuo… Porém, parece que a Hertz e o MD concordam comigo, e não com vc.
          😉

          • Rufus

            Ora, então pela sua lógica nunca se pode afirmar que preço algum estava errado, visto que eventualmente pode ser uma promoção com o objetivo de divulgar a marca. Você poderia comprar um carro por R$ 150,00 e alegar que era uma ação promocional…
            É um belo argumento pra quem quer subverter o sistema a seu favor, mas peca em inobservar o princípio da boa-fé que é esperada de ambos os lados de um negócio. Se a empresa alega que foi um erro, e você não teve prejuízo algum com a operação, pois comprou e dias depois foi informada do erro, onde fica sua boa fé?

            Talvez seria interessante você utilizar todo seu conhecimento superior sobre jurisprudências e textos acadêmicos para buscar outro caso em que um carro foi alugado por R$ 90 por 1 mês, provando assim que era uma oferta com preços plausíveis…
            Mas não, você prefere vir aqui e faltar com o respeito com outros que tem opiniões divergentes, talvez pra tirar o foco da falta de substância que possui sua argumentação.

  • Ricardo

    Por isto que nosso País é o que é… infelizmente temos pessoas que pensam assim. Querem tirar vantagem em tudo.
    Enquanto não mudarmos a consciente coletivo do nosso país, continuaremos tendo políticos que representam esta mentalidade. É muito triste ..

    • Iasmine Barreto

      Own, será então, já que a zica está “na consciente coletivo” do povo brasileiro, que se adotássemos, por exemplo, “a consciente coletivo” norte americana as coisas dariam certo? Poutz, esqueci, nosso direito do consumidor é completamente inspirado no de lá… Ahh não, mas é menos protecionista ao consumidor. É… Tem lógica… Mais uma vez… Senta lá, Cráudia…

  • Iasmine Barreto

    Bom que se apresentou também como analfabeto jurídico, possivelmente político, e especificamente linguístico, Rufus (se é que isso é nome). De uma, porque quando se trata de promoção, muitas vezes o lucro não se resume aos ganhos relativos às vendas propriamente ditas, mas também à publicidade (muitas vezes inclusive negativa, como no caso), e até relativamente aos clientes que seriam fidelizados com o contexto. De outra, porque se eu necessito saber de termos jurídicos que guarneçam meus argumentos, eu procuro livros, nas jurisprudências idênticas (lembre, produto é diferente de serviço), termos acadêmicos e não simplesmente dou uma “googlada”. Mas, né, acredito que você não tenha capacidade de alcançar tão longe… Até porque sua brilhante conclusão matemática supôs que o veículo em questão fosse locado durante 30 anos pelo preço promocional. Mas, enfim, cada um trabalha com o que tem… E só pra te explicar mais um pouquinho, eu poderia ter qualificado seu amiguinho de analfabeto apenas, mas percebi que ainda sorrateiramente, após a crítica da moça, ele corrigiu o erro. Já você, mais me parece um analfabeto funcional mesmo… Pra terminar, em palavras que você compreenda, #aceitaquedóimenos

  • Ricardo

    Perfeito !
    Pena que o princípio da boa fé parece estar cada vez mais se tornando raro como vemos aqui.
    Não sei como virar o jogo com tantos exemplos deste.
    Se as discussões sobre ética começassem nas escolas, enquanto as crianças ainda fossem pequenas, não sei …
    Dentro das famílias, parece que não esta funcionando tanto pelos comentários que temos visto aqui .. 🙁

  • Iasmine Barreto

    Ao que me consta, não fui eu quem. iniciei as delicadezas por aqui, só usei os mesmos termos que a mim foram dirigidos. Se você realmente não pôde, ou não pode alcançar argumentação qualquer que seja, paciência… Ensinar um jumento a falar. não está dentro das minhas habilidades e conhecimentos superiores que você se refere. Se você souber compreender, procure a exemplos que já foram dados cujos prejuízos (pela sua ótica) foram ainda maiores. Agora me perdoe se ofendi sua delicadeza que te impese de receber respostas nos mesmos termos em que iniciou a discussão.

    • Rufus

      1 – Não encontrei em toda a discussão acima nenhuma indelicadeza até você chamar o outro de analfabeto jurídico, político e linguístico. De minha parte, iniciei a discussão sem desrespeitar ninguém.

      2 – Não evite o assunto: sua lógica leva a crer que todo e qualquer erro pode ser considerado como promoção, e portanto deve ser honrado – lógica essa falha, pois ignora o princípio da boa fé que deveria reger a relação (vide também as inúmeras decisões a favor das empresas que cometem o erro de precificação). Explique-se, sem defletir. Quando a boa-fé deve ser exigida de você, compradora, se não nesta situação?

      3 – Hertz, MD e quaisquer outras empresas decidirem honrar ofertas passa longe de ser a aceitação tácita do seu ponto de vista. Pode ser meramente uma opção por menos desgaste de imagem, menos custos com litígio, menos riscos de interpretações obtusas da nossa lei em favor dos clientes, etc. Aliás minha crítica em parte vem especificamente por isso: o MD abre espaço e potencializa a publicidade negativa das empresas ao dedicar posts inteiros a um fato como esse, exercendo pressão indireta sobre a mesma sem necessariamente estar defendendo consumidores legitimamente prejudicados.

  • Iasmine Barreto

    1.Pra mim, a palavra “safadeza” é uma tremenda indelicadeza. Se pra você não, novamente, paciência… se você não a encontrou no comentário o qual apoiou, paciência.

    2. Eu sou responsável pelo que digo, não pelo que você crê ou compreende disso.

    3. O MD sempre fez isso em casos semelhantes.

    4. Encerro aqui minha participação nessa pataquada toda que você criou, pode chorar e espernear quanto quiser.

    • Rufus

      1 – De fato, pode ser indelicado. Ou pode ser a expressão da verdade e/ou descrição da natureza do ato, caso ele tenha razão. Diferente de ofensas pessoais para apequenar a capacidade intelectual de outrem.

      2 – É uma pena, ficaremos sem sua aula magna de como conciliar o princípio da boa-fé com sua tese do “Poderia ser promoção, como eu vou saber como consumidora?”. Eu meramente apontei a falha no raciocínio lógico – se todo erro pudesse ser enquadrado como possível promoção, nenhum seria enquadrado como erro grosseiro, o que sabemos não ser verdade. Se compreendi diferentemente do que você quis expressar, é por sua falha na colocação das palavras, não minha falha de interpretação. Revisite seu texto.

      Como saber se é erro ou promoção, ao meu ver? Pela palavra da empresa, e pelo cancelamento mais breve possível da oferta errônea. Que marketing seria esse que faz uma campanha pra chamar atenção e depois cancela as vendas pra irritar os clientes? Isso não existe.

      Você foi prejudicada? Alugou o carro pra daqui uma semana e agora tem 3 dias pra alugar outro, e os preços subiram? Ok, exija o cumprimento da oferta. E espere a boa-fé da empresa em compreender ou a acione na justiça.
      Agora, você alugou o carro pra daqui 3 meses e cancelaram 2 dias depois por erro? Não seja cara de pau, isso em nada prejudicou seus planos de viagem. Use da boa-fé e entenda que a empresa errou e tomou as atitudes a seu alcance pra minimizar o impacto a você.

      Boa fé. Da sua parte e da parte da empresa.

      E nos exemplos dúbios, discutamos e, nos sentindo prejudicados, busquemos nossos direitos na justiça. Mas R$ 90,00 por 1 mês de aluguel em carro de luxo passa longe de ser dúbio, invoque você o princípio relativista que quiser.

      3 – O que não torna a atitude mais ou menos aceitável. É a minha crítica construtiva ao site.

      4 – Não tenho porque estar inquieto… neste assunto, não há nenhum “será que estou prejudicando alguém?” em minha mente. Durmo tranquilo.

  • Deborah Santos

    A minha reserva foi honrada assim como várias outras reservas que foram feitas neste período de problemas no sistema de reserva da Hertz. Aqui vale um agradecimento especial ao Cauê Lima – Hertz Brasil, que nos deu todo o suporte necessário quanto à diversos assuntos relacionados nesta reserva.

  • Giovana

    Parabenizo a Hertz por ter honrado minha reserva. O atendimento em Orlando foi descomplicado. Se assustaram no início mas depois da carta apresentada em inglês e assinada por um diretor da Hertz não foi feito mais nenhuma pergunta. Fui muito bem assistida pelo funcionário Caue de SP. NOTA 10 para ele.