Havana, uma viagem no tempo

Camille Panzera 26 · fevereiro · 2013

Com a viagem da blogueira Yoani Sánchez ao Brasil, Cuba tem sido assunto frequente nas redes sociais e meios de comunicação em todo o país.  Muito tem se falado a respeito da situação política cubana e de seus problemas, entretanto a intenção desse post é trazer à tona um outro lado da ilha, o turismo.

Em 2012, eu tive a oportunidade de desembarcar em Havana e desbravar um pouco dessa cidade tão curiosa. O fruto dessa experiência, é o Guia de Havana, que pode ser lido em nosso Guia de Destinos.

A capital cubana é uma cidade de contrastes, curiosidades, belezas e descobertas, mas acima de tudo é como uma viagem ao passado. É um lugar para esquecer smartphones e letreiros piscantes, e dar vez à simplicidade. Nas ruas as crianças ainda brincam com bola, circulam carros antigos e pessoas que não usam os últimos modelos da moda. Nos edifícios de arquitetura antiga, e muitas vezes prejudicada, mulheres estendem roupas nas janelas e turistas observam a tinta gasta das paredes, admirando cada detalhe desse “novo mundo”.

Mesmo com todo calor que faz na capital, caminhar por Havana é uma ótima maneira de conhecer cada cantinho. Reserve um tempo para andar pelo Paseo del Prado, tirar fotos no Capitólio e na Fábrica de Tabacos Patargás. Conheça as praças de Havana Vieja, como a Plaza Vieja e Plaza de la Catedral, e ainda a Plaza de la Revolución, com grandes imagens de Che Guevara e Cienfuegos. No final da tarde, acompanhe o sol se pondo no Malecón ou assista a cerimônia do cañonazo, que acontece tradicionalmente todas as noites.

Havana não é um lugar para fazer compras, gastar dinheiro ou aproveitar o luxo. É uma cidade para ser descoberta devagar, observar minuciosidades, aprender história fora dos museus e ter contato com um povo alegre, que abre sorrisos largos ao saber que o Brasil é a nossa casa. Cuba é um local peculiar, com vários problemas, é verdade, mas a tristeza está longe de ser um deles. A vida numa cidade onde circulam duas moedas não é nada fácil, porém, com a criatividade que possui esse povo, é possível deixar para trás muitas dificuldades. Viaje, conheça de perto e tire suas conclusões sobre como é Cuba.

Você já esteve em Havana? Deixe sua avaliação sobre a cidade! Quem está programando a viagem pode conferir diversas dicas, detalhes de onde ficar, onde comer, como chegar e transportes. Leia também sobre seus pontos turísticos, praiasvida noturna, o que fazer na ilha e como tirar o visto para Cuba.

Publicado por

Camille Panzera

Camille

  • Felipe Magalh&atilde

    Dênis ou galera do blog, como faço para mandar um texto de viagem? Obrigado MD!

  • Emanuele Siebert

    É preciso visto? Quais os procedimentos?

  • Vicente Cassepp Borg

    Ouvi de um cubano exilado no Brasil que Cuba tem complicações com relação a hospedagem. Tipo, se eu fosse para lá, não poderia ficar hospedado na casa da família dele, pois se isso chega nos ouvidos do governo, eles podem sofrer alguma punição. Isso por que alguns cubanos hospedam turistas e o dinheiro pago é pouco para a gente, mas muito para os cubanos… Aí, forçam de uma maneira ditatorial a escolha por hoteis do governo. Alguém confirma isso?

    • Vicente Cassepp Borg

      Ah, complementando, ouvi essa história no tempo do Fidel.

    • Vicente, pelo que eu sei, as hospedagens familiares em Cuba precisam atender a alguns "padrões mínimos" do governo, existe cobrança de taxa dessas casas, elas são inspecionadas, etc. Não sei quais seriam as tais "punições", mas imagino que não são todas as casas que podem receber turistas.