Upgrades: Guia completo para que sua próxima viagem seja na Classe Executiva ou na Primeira Classe

Denis Carvalho 7 · abril · 2014

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

O relato a seguir, especial para os leitores do Melhores Destinos, é fruto da minha experiência de mais de dez anos de constantes viagens internacionais e da experiência de amigos que também são passageiros frequentes e membros de diferentes programas de fidelização. Vou demostrar como a Classe Executiva e a Primeira Classe podem ser acessíveis a quase qualquer passageiro, mesmo aqueles que adquiriram suas passagens em Classe Econômica ou que não dispõem de milhares de milhas.

Antes de iniciar, lembro-me como se fosse hoje do meu primeiro upgrade de classe. Eu iria voltar de Santiago do Chile para Guarulhos em fevereiro de 2004, na minha primeira viagem internacional, e o atendente do check-in da TAM me disse que tinha uma noticia boa e outra ruim. A ruim era que o o voo estava com overbooking, ou seja, não haveria lugar para mim na Classe Econômica. A boa era que eu iria na Executiva, uma vez que eu era cartão fidelidade vermelho. Foi quando, em minha primeira viagem internacional, eu conheci o tipo mais comum de upgrade daquela época, ocasionado por motivos operacionais. Os tempos mudaram e agora há uma forte tendência entre as empresas aéreas de estabelecerem regras mais claras e inteligentes para a concessão de upgrades de classe. 

Caso você esteja se perguntando o que as empresas áreas ganham com isso, é muito simples: na maioria das vezes sobram assentos na Classe Executiva e na Primeira Classe e faltam na Econômica. A empresa pode então vender ou dar o upgrade para a Executiva e vender os assentos deles na Econômica para novos passageiros, aumentando a receita e a lotação do voo, uma vez que se o assento voar vazio ela não tem como recuperar essa receita.

Trata-se de uma poderosíssima ferramenta de fidelização, criando valor para os clientes mais importantes da companhia, com um custo de oportunidade muito pequeno para a empresa, já que os assentos estariam vazios.

Para quem afirma que viajar na Executiva ou na Primeira Classe é frescura, essa era a minha opinião 10 anos atrás. Porém, depois de descobrir o conforto das poltronas cama, que podemos comer e beber no voo como se estivéssemos em nosso restaurante favorito, e ainda de poder assistir filmes, vídeos ou ouvir música confortavelmente com fones anti-ruído, tudo isso pagando o valor da viagem de Econômica, tudo mudou… Para terem uma ideia, já comprei uma passagem para os Estados Unidos por US$ 490 ida e volta numa dica do Melhores Destinos e viajei de Executiva!

Ressalto que ter status nos programas de fidelização ou milhas para gastar torna o objetivo de conseguir um upgrade muito mais fácil de ser atingido. Mas esse benefício está acessível também ao passageiro comum, com regras diferentes, é claro. Por isso vou explicar o passo a passo para cada perfil de passageiro.

Para tornar a leitura mais didática separei as principais companhias aéreas que operam voos no Brasil em quatro grupos, de acordo com suas regras e critérios de upgrades.

Upgrades na United, Delta, American, Lufthansa e Swiss

Os americanos e os alemães realmente saem na frente quando o assunto é marketing e fidelização de clientes. As empresas aéreas dos Estados Unidos são as que possuem as melhores e mais avançadas políticas de upgrades, para a felicidade de seus passageiros. As regras detalhadas estão disponíveis nos sites das respectivas empresas, mas aqui vai um bom resumo, com um diferencial: o conhecimento de como eles aplicam essas regras na prática.

Primeira classe United
Primeira classe United

Perfil de Passageiro 1 – Viajo pouco e não tenho milhas para usar

Existem duas maneiras de conseguir o upgrade sendo um passageiro ocasional:

A primeira e a melhor delas é comprar o upgrade 24 horas antes da viagem, na hora do check-in ou entre o check-in e o embarque. Se fizer o check-in no balcão com um atendente pergunte quanto custa o upgrade e diga que você tem interesse. Se fizer pela internet ou pelo totem, consulte os menus ´Travel Options´ ou ´Upgrade Reservation´. Muitas vezes a própria empresa vai propor a oferta. O preço vai variar conforme a duração e a lotação do voo, variando entre US$ 500 e US$ 1.300. Lógico que o sucesso no upgrade vai depender de terem assentos sobrando, mas em 60% dos casos vai ser possível comprar por um preço interessante. O pagamento tem que ser feito com cartão de crédito e a reserva de assento é possível imediatamente após a compra.

Outra maneira, mais cara, porém que permite a compra com antecedência, é consultar no site sua reserva e verificar se a empresa está oferecendo upgrade para venda. Normalmente não vale a pena, pois a empresa cobra a diferença entre o que você pagou pela sua passagem e a tarifa mais barata da Executiva. Porém, se você comprou sua passagem em cima da hora ou pagou caro por ela, consulte, pois o valor da diferença pode se revelar uma grata surpresa e valer muito a pena.

Perfil de Passageiro 2 – Viajo com freqüência e ou tenho milhas para utilizar

Existem três maneiras de conseguir o upgrade tendo status fidelidade ou milhas para gastar.

A primeira opção e a mais vantajosa é utilizando os cupons eletrônicos de upgrade fornecidos gratuitamente pelas empresas para os clientes topo do programa de Fidelidade, ou seja, Global Services, Premier 1K e Premier Platinum* (United – MileagePlus); Executive Platinum e Platinum* (Americam – Advantage); Medallion Diamond e Medallion Platinum (Delta – SkyMiles); ou ainda HON Circle e Senator (Lufthansa – Miles&More).

Nesse caso, basta comprar a passagem numa tarifa qualificável e usar o cupom. A confirmação pode ser feita no dia da compra da passagem, permitindo a reserva de assento antecipada, o que é ótimo. E o melhor, é possível usar o cupom para seu acompanhante ou presentear um amigo com um upgrade. É Excelente. Se não tiver disponibilidade de upgrade no seu voo no momento da compra, é possível entrar numa lista de espera e acompanhar pela internet sua posição na fila. Se o upgrade não for feito seu cupom é devolvido.

A dica é consultar a empresa para ver se existe disponibilidade na hora da compra, pois muitas vezes mudar o horário ou o dia do voo para quem tiver flexibilidade é o bastante para confirmar o upgrade no momento da viagem. A parte ruim é que tarifas muito promocionais ficam de fora. Caso tenha interesse em se tornar um membro topo de fidelidade, esse é apenas um dos benefícios que as empresas aéreas oferecem. Aguarde um futuro post.
* Permitem upgrade via cupom apenas em voos domésticos ou regionais (Canadá, México e Estados Unidos).

A segunda opção interessante é utilizar milhas + dinheiro (só nas empresas americanas). A vantagem é que o upgrade é imediato e pode ser adquirido logo após a compra ou até o momento do check-in, mediante disponibilidade. E não há exigência de status fidelidade. Membros dos programas de fidelização com qualquer status podem adquirir. A United cobra uma tarifa fixa de US$ 500 + 25 mil milhas em voos entre Brasil e Estados Unidos pelo trecho completo de ida ou de volta. Em voos de longo curso para outros destinos varia entre US$ 300 + 15 mil milhas até US$ 600 + 35 mil milhas. Delta e American seguem um modelo muito parecido. O upgrade pode ser solicitado pelo site até 24 horas antes da viagem ou no totem e balcão do check-in no dia da viagem. As milhas devem estar disponíveis num único cartão (não precisa ser do viajante) e o pagamento do valor em dinheiro deve ser feito com cartão de crédito.

A terceira opção é comprar o upgrade no dia da viagem, na hora do check-in ou entre o check-in e o embarque. Se fizer o check-in no balcão com um atendente pergunte quanto custa o upgrade e diga que você tem interesse. Se fizer pela internet ou pelo totem, consulte os menus ´Travel Options´ ou ´Upgrade Reservation´. Muitas vezes a própria empresa vai propor a oferta. O preço vai variar conforme a duração e a lotação do voo, variando entre US$ 500 e US$ 1.300. Lógico que o sucesso no upgrade vai depender de terem assentos sobrando, mas em 60% dos casos vai ser possível comprar por um preço interessante, especialmente indo ou voltando dos Estados Unidos. O pagamento tem que ser feito com cartão de crédito e a reserva de assento é possível imediatamente após a compra.

Nos voos domésticos os membros topo recebem upgrades cortesia ilimitados em todas as empresas americanas.

Em todos os casos o acúmulo de milhas é feito conforme a classe tarifária do bilhete original. Lembrando que se você comprou o bilhete da Executiva é possível fazer o upgrade para a Primeira Classe. Em alguns casos, é possível um duplo upgrade (eu já fiz e valeu a pena).

Upgrades na TAM, LAN e TAP

Perfil de Passageiro 2 – Viajo com freqüência e ou tenho milhas para utilizar

A TAM e a LAN andam na contramão do mercado quando o assunto é upgrades. Mas isso não significa que isso seja de todo ruim. Na prática, as empresas oferecem upgrades de classe apenas para seus clientes topo da fidelidade. Ou seja, cartão Vermelho Plus e Black na TAM e Comodoro Black e Comodoro na LAN. Tem que voar muito para atingir esse status (100 mil milhas em 12 meses). 

Classe business TAM
Classe business TAM

A boa notícia é que os upgrades para os portadores desses cartões são ilimitados, isso mesmo, infinitos, desde que haja vaga no seu voo. Melhor ainda, vale para qualquer tarifa, mesmo as promocionais. A má notícia é que na TAM não é possível fazer o upgrade para um acompanhante, mesmo viajando no mesmo voo e na mesma reserva. Isso mesmo: se você estiver acompanhado vai ter que ir sozinho ou trocar de lugar com sua companhia e deixar ela ir. Muito desconfortável essa posição da TAM, pois a sua parceira LAN emite cupons para serem usados por acompanhantes. Vamos torcer para que na futura fusão dos programas Lan Pass e Fidelidade isso seja considerado.

O processo de obtenção do upgrade cortesia na TAM ainda é bastante burocrático, mas funciona. Você precisa ligar na central de atendimento (4002-5700) entre 72h e 3h antes do voo e solicitar o upgrade cortesia informando o localizado da sua passagem e o número fidelidade. O problema é que eles só informam se o benefício foi obtido no portão de embarque, ou, muitas vezes, depois que você já embarcou… Isso mesmo! E é muito difícil saber se vai ser possível ou não o upgrade, pois tripulação (pilotos) e seus acompanhantes (RIP) tem prioridade sobre os upgrades. Mas apesar da emoção, o upgrade realmente funciona. Já voei oito vezes nessa nova regra e consegui o upgrade em seis oportunidades (as outras duas eram em vésperas de feriado prolongado).

Outro ponto negativo é que a empresa informa no site que não garante a refeição de executiva para os passageiros que receberem upgrade (que pobreza o jeito TAM de ´upgradar´!!!), mas acho que na prática isso não acontece, pois nunca ouvi nenhum relato nesse sentido e eles não conseguem diferenciar quem recebeu upgrade e quem não recebeu.

A TAM também oferece upgrade para quem adquirir um bilhete da Tarifa PLUS (muito mais cara que as demais) e quiser usar pontos do programa Fidelidade. Fuja dessa opção!!! É praticamente impossível conseguir esse upgrade, pois se paga caro para ter 0,1% de chances. Eles só liberam o upgrade se houver disponibilidade de vagas na tarifa com milhas mais barata, o que é quase impossível. Além disso, se você encontrar essa tarifa vale muito mais a pena emitir direto com milhas na Executiva do que comprar a passagem na tarifa paga e fazer o upgrade, pois a diferença de milhas vai ser mínima.

Importante: os upgrades são válidos para voos TAM puros (não valem par voos operados por parceiros). Os critérios de prioridade são: 1) cartões black sobre o vermelho plus; 2) quem solicitou primeiro.

O processo na LAN é mais simples e a solicitação pode ser feita pela internet, de 48 horas até 2 horas antes do voo, incluindo o upgrade do acompanhante. Porém, algumas poucas tarifas não são elegíveis (família Base – códigos CK e SP). Mas a LAN também só confirma o upgrade no portão de embarque. A companhia chilena oferece ainda a venda de upgrades com pontos para membros do seu programa de fidelidade, dependendo da tarifa que a passagem foi comprada. Esse benefício se estende para membros Premier Silver, Comodoro e Comodoro Black.

A TAP oferece apenas upgrades com milhas para membros do Programa Victoria. Existe uma tabela fixa, sendo 25 mil milhas por trecho para upgrades entre Brasil e Portugal. A vantagem é que é possível acumular milhas Victoria em alguns cartões de crédito emitidos no Brasil. Para conseguir o upgrade é preciso ter comprado a passagem nas famílias tarifárias Classic ou Plus. As tarifas promocionais não são elegíveis para o upgrade.

Perfil de Passageiro 1 – Viajo pouco e não tenho milhas para usar

Nesse caso, infelizmente, esqueça!

Upgrade Etihad, Avianca, Aeroméxico, Copa** e Air Europa**

Classe Executiva da Avianca
Classe Executiva da Avianca

Todos os perfis de passageiro:

Esse grupo de empresas inaugurou o conceito de leilão de upgrades, através da Plataforma Plusgrade. Isso mesmo: elas leiloam os assentos disponíveis da Classe Executiva, mediante a oferta de um lance pelo passageiro. Quanto maior o lance, maiores as chances de conseguir o upgrade.

A Copa envia o e-mail para o passageiro sete dias antes do voo confirmando se há vagas e com cores indicando uma alta ou baixa probabilidade de se obte-los. Nesse e-mail ela envia um link para que se ofereça o lance. O resultado do upgrade sai 23 horas antes da viagem. O lance só é cobrado do cartão de crédito se o upgrade for concluído. Clientes do nível Premier do MileagePlus tem esse benefício como cortesia, com upgrades ilimitados. Não é preciso solicitar.

Nas demais empresas o processo é semelhante, com excessão da Air Europa e da Aeroméxico que utilizam outra plataforma de leião, a Optiontown. Nesse caso, a solicitação pode ser feita na hora da compra e a cobrança é feita pelo cartão de crédito no momento da solicitação. Caso o upgrade não seja obtido o valor é reembolsado. O resultado da solicitação é informado 24 horas antes do voo. Segundo a plataforma é possível economizar 75% em relação a tarifa básica da Classe Executiva. Lembrando sempre que o upgrade é concluído mediante disponibilidade.

Em todos os casos, o acúmulo de milhas é feito conforme a classe tarifária do bilhete original. O valor pago pode ser não reembolsável, portanto vale o cuidado de consultar com antecedência as regras e avaliar o risco de desmarcar a viagem.

**Nota: As cabines das classes executivas da Copa e da Air Europa não podem ser comparadas às das demais empresas, pois apesar do assento maior e da refeição um pouco melhor que da econômica, estão longe de ser uma poltrona-cama ou uma refeição executiva. São produtos bem inferiores.

Upgrade na Air France, KLM, Air Canada, Iberia e Emirates

Executiva da Air France
Executiva da Air France

Todos os perfis de passageiros:

Essas empresas vendem o upgrade mediante o pagamento de uma quantia em dinheiro. O upgrade pode ser solicitado entre a compra do bilhete e uma hora antes do voo. Os valores variam muito conforme a duração do voo, a empresa aérea, o tipo de aeronave e a disponibilidade de assentos na Classe Executiva ou na Primeira Classe.

Recomendações: caso tenha comprado o bilhete com muita antecedência verifique sua reserva no site da empresa aérea uma semana, 72 horas e 24 horas antes da viagem para ver as oportunidades de upgrade. Nesses períodos a empresa aérea possui mais informação sobre a demanda em seu voo e pode oferecer novos assentos ou assentos por preços mais acessíveis. Caso não tenha conseguido, pergunte novamente no check-in ou consulte o totem de auto-atendimento para ver se há opções de compra. Se tiver duvidas quanto à disponibilidade, simule uma compra de passagens na Classe Executiva ou Primeira Classe para o seu voo.

Em todos os casos o acúmulo de milhas é feito conforme a classe tarifária do bilhete original. O valor pago pode ser não reembolsável, portanto vale o cuidado de consultar com antecedência as regras e avaliar o risco de desmarcar a viagem.

Outros tipos de Upgrade: SAUA – Star Alliance Upgrade Awards

As empresas membro da Star Alliance (TAP, United, Copa, Lufthansa, Swiss, Air Canada, Singapore, Turkish, South African, entre outras que não voam para o Brasil) lançaram o SAUA, que é um upgrade com pontos do programa de fidelidade. O destaque positivo é que que o SAUA oferece uma boa disponibilidade de assentos e sua solicitação pode ser feita e confirmada logo após a compra do bilhete. Você confirma seu assento na Executiva e tem a certeza de que vai nessa classe. O destaque negativo é que o SAUA é restrito as tarifas mais caras: Y e B. Essas tarifas chegam a custar quase o preço da Executiva, mas em alguns casos podem representar um bom negócio. A quantidade de pontos varia entre 15 mil e 35 mil, dependendo do programa de fidelização e do trajeto envolvido, mas vale para todo o trecho.

Utilizei o SAUA num voo que fiz para a Tailândia pela Singapore e foram as 50 mil milhas mais bem empregas da minha vida, pois fui e voltei numa Classe Executiva espetacular em todos os techos. Nesse caso consegui comprar a passagem na tarifa Bravo por um preço excepcional dada a distância voada – US$ 2.200 (veja o post do Melhores Destinos sobre essa experiência). Encontrando alguma oportunidade semelhante e tendo milhas em alguma empresa da aliança, não perca tempo!

como-conseguir-upgrade-executiva

Dicas finais importantes:

Aumente suas chances de upgrade viajando às terças, quartas e sábados, dias menos procurados pelos passageiros de negócios e quando a Classe Executiva e a Primeira Classe estão menos cheias. Isso vale para datas no meio dos feriados e dias festivos (Natal, Reveillon etc.).

Se tiver opção, escolha horários e rotas menos usadas por passageiros de negócios (Ex: Miami ao invés de Nova Iorque; Madri ao invés de Frankfurt) ou com maior oferta de voos (Ex: Paris, Miami etc.) pois isso aumenta as chances de haver assentos livres na Executiva e Primeira Classe.

As cabines de Classe Executiva e Primeira Classe podem variar muito dependendo da aeronave e da companhia aérea. Uma mesma empresa pode ter aeronaves com interior completamente diferente, com maior ou menor conforto. Por isso, consulte sempre sua companhia aérea ou cheque pelo site www.seatguru.com, que reúne informações das cabines e melhores assentos de quase todas as empresas do mundo.

Viajar sozinho em em dupla aumenta suas chances, em relação a famílias inteiras. Nesse caso, compre reservas separadas caso seus filhos tenham idade para ir sozinhos na classe econômica.

Fique sempre atento aos critérios de desempate de sua empresa aérea. Ele pode ser a diferença entre ir ou não na classe superior. A data da solicitação, o status do programa de fidelização e a tarifa são os critérios mais comuns utilizados.

Tenha paciência. Existem desistências e problemas de última hora que podem aumentar ou diminuir as vagas disponíveis para upgrade. Portanto, cumpra os procedimentos e tente controlar a ansiedade. A sorte estará lançada.

Se a sua companhia aérea não tem um política definida, pense em mudar de empresa, pois vale muito a pena. Assim você não precisa torcer para o voo ter um overbooking para ter alguma chance de upgrade, apesar dessa regra ainda continuar valendo.

Sobre o Autor: Leonardo Cassol (Membro Premier 1K United – Star Alliance Gold, Fidelidade Black TAM – OneWorld Saphire, Dynast Flyer Emerald China Airlines – Elite Plus Sky Team, Smiles Diamante GOL).

Quer enviar um artigo para o Melhores Destinos? Entre em contato pelo e-mail dicas@melhoresdestinos.com.br

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe