GOL vai vender cerveja Heineken e Coca-cola em seus voos

Denis Carvalho 1 · agosto · 2016

A GOL anunciou hoje duas novidades em seu serviço de bordo. A companhia agora oferece cervejas Heineken e refrigerantes da Coca-Cola Brasil em seus voos. Atualização: A GOL corrigiu a informação e vai oferecer a cerveja apenas no menu de venda a bordo. Apenas o refrigerante será gratuito na ponte aérea.

Mas é melhor não se empolgar: as bebidas serão gratuitas apenas na ponte aérea de Congonhas a Santos Dumont – nas demais rotas apenas estarão no cardápio de venda a bordo. Nos voos internacionais, o refrigerante e outras bebidas variadas farão parte do serviço de bordo gratuito e a cerveja será uma exclusividade do menu da Classe GOL Premium.

Além dos refrigerantes Coca-Cola e Coca-Cola Zero a companhia vai oferecer água de coco, sucos Del Valle e café, já existentes no catálogo de vendas. Até ontem a GOL servia refrigerantes Pepsi e cerveja Skol ou Budweiser em seus voos.

Atualmente, o serviço de alimentação de bordo da companhia é dividido em três categorias: ponte aérea (Rio de Janeiro/SDU de e para São Paulo/CGH), com opções gratuitas e exclusivas para este trecho; voos nacionais, em que são disponibilizados tanto o snack integral e orgânico Tribos, como cortesia para todos os clientes, como o serviço de venda a bordo; e nas viagens internacionais, o serviço de bordo gratuito com lanches e/ou refeições quentes, sobremesa e bebidas diversificadas, de acordo com o período e duração da viagem, tendo ainda na Classe GOL Premium alguns itens exclusivos, como vinho e, agora, cerveja Heineken.

E ai? O que achou da mudança? Deixe sua opinião nos comentários!

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • FGomes

    Open bar RIO-SP? Vai virar o esquenta de baladeiro

  • José Wanderson

    E quando vão disponibilizar wifi a bordo? As Olimpíadas dariam um ótimo marketing para a empresa… A Gol tá dormindo.

  • Jota Vê

    Só para um trecho? Que deprimente essa ideia da Gol. A não ser que em breve liberem para todos os trechos nacionais.

    • Joao Victor Farias

      Acredito que estejam pensando no fluxo aéreo das olimpíadas.

  • Camila Castilho

    Sinceramente? Continua sendo ruim… Tratam somente CGH – SDU como ponte aérea. E GIG? Fora que aqui a questão não é a marca do refrigerante / cerveja que faz diferença, e sim o serviço. Fazer um voo de 4 hrs por exemplo, e ter como snack um saquinho de Tribos e um copo de água não dá pra ser chamado de serviço de bordo, o valor da passagem área frente às outras companhias nem é tão menor assim pra compensar o serviço ruim.

  • Eduardo

    happy hour na ponte aérea 🙂