GOL admite pela primeira vez criação de nova companhia na República Dominicana, mas apenas em 2014

Denis Carvalho 15 · maio · 2013

O presidente da GOL, Paulo Kakinoff, confirmou ontem pela primeira vez os estudos para o lançamento da GOL Dominicana sua subsidiária no Caribe. A criação da companhia foi noticiada pelo Melhores Destinos em dezembro, mas apesar de diversas confirmações da própria GOL no exterior, a companhia continuava a negar publicamente a notícia no Brasil. A nova empresa deverá ter sede em Santo Domingo, capital da República Dominicana, e receberá o título de companhia oficial (de bandeira) daquele país. A ideia da GOL é repetir o modelo de sucesso da Copa Airlines, criando em Santo Domingo o hub para voos para o Caribe, América Central e Estados Unidos, como a Copa faz com o aeroporto do Panamá.

“Existe a possibilidade [de lançar uma companhia dominicana], mas depende muito da atratividade econômica do negócio”, disse Kakinoff, ao jornal Valor Econômico acrescentando que qualquer projeto nesse sentido ficaria para a partir de 2014. Um executivo da GOL confidenciou ao Melhores Destinos que a companhia pode ser iniciada este ano, mas a dificuldade estaria na seleção de bos parceiros comerciais e sócios na República Dominicana para compor a nova companhia.

A posição de Kakinoff, contudo, parece não corresponder aos planos reais da companhia. Na semana passada, o diretor geral do  Instituto Dominicano de Aviación Civil (IDAC), órgão que corresponde à Anac na República Dominicana, Alejandro Herrera, afirmou que a GOL já definiu um cronograma de trabalho no país prevendo terminar 2013 operando 14 destinos e transportando 10% dos passageiros que passam pela República Dominicana.

Em março, o consultor estratégico sênior da GOL, Maurício Emboaba Moreira, afirmou que o início da GOL Dominicana, estava previsto para junho meses, com uma frota de sete aviões. O anúncio ocorreu durante o fórum internacional Network USA, em San Antonio, no Texas. A nova companhia deve iniciar as operações com sete jatos Boeing 737-800 NG. A notícia também já foi divulgada pelo IDAC, tendo como fontes, além de Moreira, o embaixador dominicano no Brasil, Dionis Pérez.

“O objetivo da GOL é constituir uma empresa dominicana e estabelecer o hub aqui na República Dominicana. Neste caso, a situação com eles é especial. Creio que isso terá uma enorme importância em diversos aspectos da nossa economia”, avaliou Herrera.

A nova companhia terá o objetivo de ampliar a chegada de turistas brasileiros e reduzir os custos dos voos para a região em até 30% e o tempo de viagem em até oito horas. A GOL tem voos para a cidade e para Punta Cana, e utiliza o país como base de conexões de seus voos para os Estados Unidos.

 

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • Daniel Pedroso

    Interessante.

    Boa parte das estradas na República Dominicana estão sendo construídas pela Andrade Gutierrez, brasileira.

    Quando estive lá, um guia me disse que está gostando muito disso, que as estradas estão ficando ótimas e que não está se importando de ter que pagar pedágio, pois no fim das contas está valendo a pena.

    Ramón, taxista que me levou do aeroporto até o hotel, comentou que a quantidade de turistas brasileiros nos últimos 4 anos está aumentando absurdamente. Comentou inclusive que quer aprender a falar português e que gosta muito mais de brasileiros do que da maior parte dos outros turistas (de acordo com ele, norte americanos são estranhos e europeus são muito malucos, hehehe).

    Agora a Gol se interessando em uma subsidiária no país.

    Muito interessante isso, ver relações econômicas se estreitando, junto com turismo.

    É, e pelo visto daqui um tempo será possível usar o Real no país, não apenas Dólar e Euro. Hehehe.

    • Marllon Torres

      Acho que essas Aeronaves serão diferentes, correto?

      Para atender o Brasil será muito melhor, tendo em vista que tem demanda tanto para Rep Dom., quanto para os EUA. Diferente da COPA, que de nada nos interessa o Panamá.

  • Alex Freitas

    Que a redução dos custos divulgada acima (30%), seja repassada ao consumidor na hora da compra, além de, melhor a configuração interna e os serviços, do contrário, a COPA continuará a levar vantagem !

    • Alex Freitas

      ops, MELHORAR

  • Bruno Caporalini

    A Avianca deve continuar a ser a melhor opção pra Punta Cana.

    • Rodolpho F.

      Disso nós temos certeza…

      mas a Gol bem que poderia fazer uma promo no nível ou bem parecida com a loucura que a AVIANCA fez semana passada e eu perdi!!!

      Tava doido pra passar carnaval em Punta, mas me contentava com Sta Marta ou san andrés…mas…

  • Márcio Sampai

    Marllon, permita-me discordar de você sobre o Panamá:

    1. O país é banhado pelo Mar do Caribe e pelo Pacifico, tem ótimas praias com bons resorts.

    2. A Cidade do Panamá está em constante processo de modernização.

    3. Os preços dos produtos que tanto gostamos de comprar no exterior (eletrônicos, perfumes, bebidas, etc) quase rivalizam com os EUA.

    • Marllon Torres

      Sim, é lindo e tal. Mas digo pra grande massa, pro VOLUMÃO, Punta Cana é mais negocio.

      Ainda nem estive no Panamá (quero ir o mais rapido possivel), mas acho que a Republica Dominicana ja esta no gosto do Brasileiro.

      A Gol esta no caminho.

      • John T Duarte

        Sobre o Panamá: os preços nem se comparam aos dos Estados Unidos. (mas é um lugar bem legal para se visitar)

        Sobre brasileiro item em bando à Rep. Dominicana: uma tristeza, pois em geral o brasileiro é MAL EDUCADO, uma gentalha.

        Pior são os que recém estão fazendo suas primeiras viagens para fora, que se acham ricos só pq conseguiram fazer um pacotezinho em 12 vezes e aí demonstram sua mais alta falta de educação e respeito às normas mínimas de civilização.

      • Rodolpho F.

        e como bom francês vc tá aqui caçando passagem na promoção, né, amigão…

  • fabio passos vilela

    Voei de GOL para a Republica Dominicana, Fiz CNF-SDQ e PUJ-CNF. A diferença nos serviços e perceptível, como o vôo que para em Santo Domingo vai para o EUA, o serviço, a aeronave, tudo é melhor, mas a volta de Punta Cana foi terrível, serviço igual o que liga Brasil a Buenos Aires.

    Se eles querem entrar contudo, tem que melhorar muito o serviço, ou fazer Mreco que realmente valha muito a pena.

    Republicanos amam brasileiros, nos tratam muito bem e fazem excelentes descontos quando nos identificamos como brasileiros. A principal estrada que esta sendo construída, ligando Lá Romana a Punta Cana e Bávaro, foi concedida a Odebrecht, empresa brasileira, e todos estão gostando muito do serviço!

    • fabio passos vilela

      *com tudo

    • John T Duarte

      Daí podemos ver a INOCÊNCIA de um povo.

      Coitados, quando descobrirem a roubalheira que as empreiteiras fazem e os conchavos com o Governo local, não sei se gostarão tanto …

      Aqui essas empresas roubam e superfaturam TODAS as obras que possuem contrato com o Estado e o povo fica igualmente feliz.

  • andre trindade

    complexo de vira-latas detected

  • Daniel Pedroso

    Justamente esse tipo de comportamento mesquinho que me dá nojo.

    Toda viagem tem um brasileiro com esse tipo de mentalidade. Adivinha? É justamente o que todos acham antipáticos!

    Conheci muitos brasileiros na república dominicana que estavam fazendo suas primeiras viagens internacionais. Todos absurdamente simpáticos e que não fizeram fiasco algum.

  • Carlos Mauricio Farj

    A abertura de uma subsidiária na República Dominicana é um recurso para fugir da altíssima tributação do nosso país. Sendo Dominicana, ela pagará tributos lá e voará ao Brasil como empresa estrangeira, fugindo dos impostos escorchantes daqui. Bela jogada da Gol!!!

    • As permissões para Gol Brasil na República Dominicana são apenas para parar e vender bilhetes República Dominicana avião e ir para o destino final, é obrigatório que todos os voos que fazem Gol Brasil, com paradas em Santo Domingo deve ser originada no Brasil . Embora com objetivo Dominicana pode ter todos os vôos que querem por toda parte, sem o vôo origina no Brasil.

  • Vitor J. Nunes

    Enquanto isso em Bogotá…

    G1

    17/05/2013 09h57

    Lucro da Avianca sobe para US$75,3 mi no 1o trimestre

    Reuters

    BOGOTÁ (Reuters) – A Avianca Holdings, uma das maiores empresas aéreas da América Latina, viu seu lucro líquido mais que dobrar no primeiro trimestre na comparação com o mesmo período de 2012, com crescimento no tráfego de passageiros e uma melhora na produtividade.

    A holding, formada pela Avianca e pela Taca, teve lucro de 75,3 milhões de dólares, ante 34,8 milhões de dólares entre janeiro e março de 2012. A receita operacional subiu a 1,118 bilhão de dólares, 6 por cento acima do obtido no mesmo período de 2012.

    O Ebitdar (lucro antes de juros, impostos, depreciação, amortização e aluguel de aeronaves) foi de 205,2 milhões de dólares, um aumento de 14,3 por cento ante o primeiro trimestre de 2012.

    A Avianca Holdings, que tem sede em Bogotá e opera sob a marca AviancaTaca, registrou um crescimento de 10,7 por cento no tráfego de passageiros no primeiro trimestre, a 5,99 milhões, impulsionado pelo bom desempenho das operações domésticas na Colômbia, Peru e Equador.

    A Avianca, do empresário brasileiro Germán Efromovich, e a Taca, da família Kriete de El Salvador, formam um conglomerado que opera mais de 150 aeronaves e voa a mais de 100 destinos em 25 países.

  • Michael

    Odebrecht é brasileira? Carambaaa….