GOL aumenta taxas para cancelamento e reembolso de passagens

Denis Carvalho 8 · fevereiro · 2013

A GOL aumentou as taxas para alteração, cancelamento e reembolso de suas passagens. O reajuste foi de R$ 20, o que equivale a 15% de aumento nas tarifas por não comparecimento ao embarque (no-show) e 20% mas taxas de alteração ou cancelamento. Os novos valores começaram a valer ontem.

De acordo com as novas regras determinadas pela companhia, quem perder o voo terá que pagar R$ 150 de taxa  para ser ressarcido – antes era R$ 130 – nas passagens das famílias Programada e Promocional. Para alterações e cancelamentos, a taxa na família Programada subiu de R$ 80 para R$ 100. As promocionais dependem da regra anunciada na promoção, mas quase sempre não permitem alterações nem são reembolsáveis.

Em contrapartida, a companhia aumentou de 40% para 50% o valor a ser reembolsado nas tarifas Programadas.

Antes que alguém pergunte, é bom lembrar que a sentença que limitava as taxas de remarcação em 10% do valor pago pela passagem foi suspensa pelo Tribunal Regional Federal em Brasília em setembro e é bem provável que o assunto não volte à pauta tão cedo.

De acordo com o juiz federal Mário César Ribeiro, limitar a 10% a taxa de remarcação de passagens poderia causar um aumento das desistências e remarcações, “diminuindo a previsibilidade de número de passageiros em um voo”. “Como consequência, haverá restrição na oferta de bilhetes promocionais, prejudicando toda uma política voltada à popularização do transporte aéreo”.

Dica do leitor Ramon Andrade

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • Guilherme Cés

    Um absurdo…

    Viagens de ônibus são reembolsados os valores integrais até 6 horas antes da partida ou pode ser feita remarcação. Viagens de trem pela Vale entre BH e Vitória acontece a mesma coisa. Por quê viagens aéreas tem políticas diferentes, afinal os 3 casos (ônibus, trem e avião) são meios de transporte. Já aconteceu comigo, e creio que com muitas outras pessoas também, de comprarem outras passagem a pagar alteração. E mais uma vez o que nós consumidores e usuários fazemos? A sensação é de pagarmos pelos prejuízos da empresa: fecha-se salas vip, compra-se acompanhamento para idosos e crianças, aumenta-se taxas de cancelamento, Porto Alegre já não oferece lacre para bagagem, segundo o funcionário, por contenção de gastos, e por aí segue. Será que a próxima medida será alugar o cinto de segurança, passar o cartão em caso de despressurização? Esperemos…

  • Cmd Borges

    Isso é um absurdo. A Resolução da ANAC é bem clara no sentido de que as taxas de remarcação/cancelamento são de 10% sobre o valor da passagem.

    O que as empresas fazem para burlar essa regra é considerar a tarifa inicial (programada, no caso da GOL), como sendo promocional e cobrar os valores que querem.

    A situação é tão gritante que, dependendo do trecho, o passageiro pode ficar devendo em caso de cancelamento, o que viola do CDC, pois está importando em perda de valor pago.

    Sempre defendi a regulamentação desse caso, criando taxas progressivas de acordo com a data da remarcação/cancelamento, por exemplo:

    1 – Antecedência de 2 meses ou mais: 5%;

    2 – Antecedência de 1 mês: 10%;

    3 – Antecedência de 20 dias: 15%;

    4 – Antecedência de 15 dias: 20%

    5 – Antecedência de 10 dias: 25%

    6 – Antecedência inferior: 30%.

    Entretanto, infelizmente enquanto a ANAC for cabide de emprego e matriz de interesses escusos e canetadas facilmente manipuladas, a farra das companhias aéreas vai continuar…

  • Marcos

    Tenho uma dúvida:

    A Gol remarcou o horário de um voo de Miami para Brasília. Originalmente, sairia de Miami as 0:40, mas foi antecipado para as 23:00, o que implica em 1 h e 40 minutos a mais em trânsito. Por ter sido uma alteração unilateral da empresa, eu posso cancelar o voo sem pagamento de taxa de cancelamento?

  • Ronan Cezar

    Simples, parem de voar com a GOL.

    Nós brasileiros precisamos aprender a lei da oferta e da procura.

    • Carlos Dias

      Concordo. É simples.

      Desde aquela palhaçada no cancelamento dos bilhetes Smiles da última promoção eu decidi que com a Gol não viajo mais.

  • Bruno Brum

    Sim.

    • Gustavo

      Idéia genial. Pena que é impossível para a maioria.

  • marcos

    a gol é ridicula, quanto a reembolsos e taxas cobradas.

  • maria helena

    Estou dignada com preco do cancelamento 100/ de juros marquei a passagem para dia 02/11/13 mas teve um emprevisto remarquei para dia 11/11/13. eles pediram cem por centr da paasagem idoo que as moca sao mal educada nao sabe falar com as pessoa isso e tira uma da sua cara porque vc comprou passagem mas barata elad nao conversa nao dao nenhum apoio pra vc. que dizer bem feito pra vc isto foi no aeroporto de congonha sao paulo entao e abisurdo