American Airlines e US Airways negociam fusão. British Airways também está no páreo

Denis Carvalho 31 · agosto · 2012

A agência de notícias internacional Reuters divulgou hoje que a AMR – controladora da American Airlines – e a US Airways anunciaram que estão estudando uma possível fusão. As companhias aéreas assinaram uma acordo não vinculante e aceitaram trocar informações sigilosas em trabalho conjunto com comitê de credores da AMR.

A American Airlines, que desde novembro vem operando sob proteção da Lei de Falências, informou aos diretores que tinha assinado acordos não vinculantes com “terceiras partes”, sem dar detalhes. O analista Basili Alukos, da Morningstar, disse que será melhor para AA e US Airways se unirem e criarem uma companhia para concorrer com United Continental e Delta Air Lines. “A companhia terá as operações internacionais da AMR e a estrutura de baixo custo da US Airways”, opinou Alukos.

Vale lembrar que no início do mês a International Airlines Group (IAG), que reúne as empresas British Airways e Iberia, também demonstrou interesse em comprar parte da American Airlines, que pediu concordata no final de novembro do ano passado. O The Wall Street Journal informa que a Britsh Airways assinou um acordo semelhante com a American e pode adquirir até 25% da companhia – limite máximo permitido pela legislação norte-americana de capital estrangeiro em companhias aéreas do país.

Fundada em 1934, a American Airlines tem uma frota de mais de 600 aviões e é a empresa que tem mais voo ligando o Brasil aos Estados Unidos.

Mais informações no site da Reuters  e do Wall Street Journal

Dica do leitor Bruno Brum

 

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe
  • Vinicius

    Sera que afetaria a rota GIG-CLT?

    • Paulo

      Isso depende do que acontecer nos HUBs internos nos EUA, Atualmente a US air tem em Charlote e Phoenix seus 2 Hubs nos EUA. Mas sendo a USair uma empresa bem mais enxuta q a AA, duvido que isso aconteceria!

    • André

      Tomara que não. Ou melhor, tomara que se afetar seja somente para colocarem aviões novos, pois a USAirways usa aviões realmente velhos nesta rota.

  • maria

    MD, desculpe a ignorancia, mas tenho passagem comprada na America para dezembro, será q vai ter algum contratempo?? Fiquei preocupada agora…

  • Essa intenção já existe há um bom tempo. Uma coisa sempre me intrigou é o fato da Us Airways ter mais poderio financeiro de concretizar a operação e mesmo assim pouco investe na sua frota. Ou será que seria esse o motivo de ter mais condições? rsrs.

    Outra coisa interessante é saber como ficarão as alianças mundiais. Pela lógica a Us iria para o Oneworld que está com poucos membros.

  • Daniel Matos

    Uma das melhores opções para ir aos EUA a preços normais, sem promoções, costuma ser pela USAir ou Copa. Espero que essa fusão não afete esses preços da USAir, o que eu acho difícil. Além de acabar com o hub de Charlotte pra quem parte do Rio.

    Fusões sempre dão medo. rs

  • Vinicius

    Esta previsto pra Novembro a US usar o A330 na rota, talvez melhore

  • Saulo

    Se eu comprar a passagem no site da AA, eu pago imposto de compra no exterior?

  • Maria

    Comprei pelo telefone, e nao paguei. Acredito q pela Internet tambem não, observei q na compra pelo cartao de credito, saiu como "dados do estabelecimento" : American Airlines Brasil – Pinheiros – SP.