American Airlines e US Airways devem concluir fusão em dezembro criando a maior companhia aérea do mundo

Denis Carvalho 13 · novembro · 2013

A maior companhia aérea do mundo está prestes a nascer. A American Airlines e a US Airways conseguiram resolver os questionamentos judiciais do Departamento de Justiça dos Estados Unidos e administrativos e têm agora o caminho livre para concluir sua fusão, prevista já para o mês que vem.

Para conseguir a liberação, as companhias aéreas vão abrir mão de 52 pares de slots (horários de voo) no aeroporto de Washington e outros 17 em Nova York La Guardia , bem como alguns portões e estruturas conexas para apoiar o serviço nesses aeroportos.  As companhias também cederão dois portões e instalações de apoio nos aeroportos de Boston, Chicago, Dallas, Los Angeles e Miami. 

Outro compromisso assumido foi a manutenção de centros de conexões em Charlotte, Nova York (Kennedy), Los Angeles, Miami, Chicago (O’Hare), Filadélfia e Phoenix por pelo menos três anos.

american-airlines-unitedA nova companhia terá valor estimado de US$ 11 bilhões e os administradores têm a expectativa que o trabalho conjunto vai gerar um retorno superior a US$ 1 bilhão por ano a partir de 2015, por meio do aumento da receita e corte de custos. A conclusão da fusão permanece sujeita à aprovação pelo Tribunal de Falências americano.

A união de companhias aéreas reduz a concorrência e nunca é positiva para os passageiros, mas é uma tendência mundial no setor, onde por décadas as empresas sofreram com problemas financeiros e falências.

É interessante observar que neste novo cenário o Estados Unidos passarão a ter três empresas aéreas gigantes, cada uma em uma aliança mundial: Delta na SkyTeam, United na Star Alliance e American Airlines na OneWord. No Brasil essas gigantes americanas devem se posicionar assim: Delta parceira da GOL, American Airlines da TAM e, até o final do ano que vem, United da Avianca Brasil, que deve ingressar na Star Alliance como a Avianca internacional.

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • Leonardo

    E a Azul, não está em processo de aliança com a TAP? Não deve entrar na Star Alliance por conta disso?

    • Eu também estou curioso em relação aos codeshares que a Lufthansa vai manter no Brasil depois que a TAM entrar na Oneworld em 2014.

      O Melhores Destinos já anunciou que a Lufthansa fez parceria com a GOL:  http://www.melhoresdestinos.com.br/lufthansa-code

      Desde Porto Alegre até São Paulo, por exemplo, há alguns poucos voos com a GOL atualmente para viajar com a Lufthansa, nos resultados da pesquisa pelo Submarino. E alguns desses voos vão até Congonhas para depois deslocar-se a até Guarulhos. Um baita trabalho!
      Sai mais em conta e mais fácil ir pelo Galeão.

      Mas, como mencionado acima, e se a Star Alliance parece estar de olho na Azul como o Melhores Destinos já anunciou (&nbsp ;http://www.melhoresdestinos.com.br/azul-avianca-star-alliance-tap.html ), será que haveria algum futuro codeshare também entre a Azul e a Lufthansa?

      Gostaria também de dar uma sugestão ao Melhores Destinos. Ao pesquisar viagem num mês futuro, informo a data de ida e depois passo a informar a data de volta. Essa data de volta permanece na data atual. Ela poderia pelo menos pular para o mês de início da viagem na hora da busca, para não ter de fazer tudo manualmente.
      Obrigado! 🙂

      • Sugestão anotada, Gilson, logo vamos arrumar isso!

        • Valeu!

        • Isso mesmo, fazer uma alteração paa que a data da volta já seja correspondente com o solicitado na ida.

        • Naiara Lopes

          Denis poderia me sugerir onde encontrar mais informações referente a fusão da American Airlines e US Airways… preciso para um trabalho acadêmico… desde já agradeço!

  • Mesmo que diminua a concorrência no mercado interno americano, espero que tenha força para aumentar a concorrência internacional no Brasil, já que com o ganho de escala a Super American pode ter mais condições de operar voos entre os Estados Unidos e o Brasil

  • Andre Garcia

    Torço que a AA resolva celebrar a fusão com uma bela promoção nas passagens de GRU para a Califórnia. 😀

    • Robson

      Tomara viu. Estou na espera de sair uma promoção boa para lá.

  • Fernanda

    US Airways vai deixar de existir e virar American ? Pq US Airways faz parte da Star Alliance .

    • Sim, US Airways deixa de existir

      • Luiz

        Denis, alguma ideia do que deve acontecer com os pontos no programa de milhagem da US Airways?

        • Imagino que devem ser incorporados ao AAdvantage. Todos os sites especializados norte-americanos têm recomendado aproveitar as ofertas generosas da US Airways para fazer saldo no programa da AA

          • Luiz

            Interessante realmente, se possível peço para que o MD informe aos leitores o que realmente irá acontecer quando forem divulgadas as informações oficiais!

          • Com certeza!

  • Douglas

    A dúvida é, será que com isso teremos promoções nesse início da nova grande empresa, ou com isso, os preços se elevarão ainda mais, devido a menor concorrência?

  • Rodrigo Oliveira

    O aumento das operações da AA no Brasil, se houver, acho que seria interessante só pela concorrência mesmo, pois não faço questão de voar de AA rs.

  • luiz fernando

    Alguem sabe informar promocao oara orlando embarque em dezembro?

  • Dênis Colli

    Adeus US na Star Alliance…. e menos promoções também…. bye promoção de compra de milhas… era a menor tarifa para emitir na *A trechos para Europa…
    Isso sem contar a concorrência… que ficará branda… a exemplo disso temos a compra da Webjet pela GOL.
    Sem contar que a AA tem aeronaves muito mais novas e confortáveis que a US… Mas teremos mais opções de conexão com mais Hubs (Charlotte, Philadélfia e Phenix, etc)….

  • Tendência global! Que consigam trazer mais voos ao Brasil!

  • Kew

    Southwest internamente nos EUA é muito forte, creio que isso piore apenas as nossas conexões, com menos uma que faz as rotas entre os dois países.