Governo brasileiro não quer o fim do visto para os Estados Unidos, diz organização americana de turismo

Denis Carvalho 4 · setembro · 2014

Quase todas as notícias e informações que recebemos sobre um possível fim do visto para que os brasileiros visitem os Estados Unidos dão conta de que o Brasil está se preparando para cumprir as exigências do governo norte-americano e que a exigência tende a cair nos próximos anos. Na avaliação da Brand USA, contudo, o panorama não é bem esse.

A empresa, que é a equivalente à Embratur dos Estados Unidos , mas mantida por meio de uma parceria público-privada, acredita que o governo brasileiro não esteja interessado em acabar com o visto. Seria uma decisão política, com o objetivo de incentivar o turismo nacional e evitar que ainda mais brasileiros gastem seus reais nas terras de Tio Sam. 

“O Visa Waiver (programa americano de isenção de vistos) seria importante para gerar ainda mais demanda, mas o Brasil não quer isso integralmente. O Brasil apoia o turismo interno. É uma questão política”, afirmou o diretor Brand USA Alfredo Gonzalez, durante um evento de turismo que está sendo realizado em Miami.

De acordo como site Panrotas, a afirmação foi uma resposta sobre qual seria a razão pela qual o Chile fazer parte do Visa Waiver, sendo que o país sofre com a falta de capacidade aérea aos Estados Unidos, e o Brasil está fora, mesmo com companhias iniciando voos entre os países, como a Azul, e outras aumentando o número de frequências.

O Brand USA é uma das instituições que mais cobra do governo e congressistas norte-americanos pelo fim do visto americano, mas ao que parece eles não estão muito satisfeitos com os esforços do lado de cá.

E você, concorda com a opinião deles? Ou será que o governo americano é muito rígido em suas exigências? Deixe sua opinião nos comentários e participe!

 

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • Fred Martins

    RESERVA DE MERCADO!
    Se acabam com o visto, abre a porteira e ninguém compra nem agua mineral no Brasil mais…

    • Exatamente Fred!

      • Voces querem pagar uma taxa e ter complicações para ir aos Estados Unidos? Fora que eh reciproco, os EUA tb precisam de visto para vir pra ca, seria muito melhor se n tivesse nada disso.

        • O Fred não está apoiando a reserva, ele só está constatando o que vai acontecer, considerando os toscos preços praticados no brasil 😉

          • luiz

            Luiz
            tem mesmo q acabar com o visto americano, vai quem quer e pode

    • Luiz Bettega

      Pra voce ter uma base, pago 0,05 centavos de dolar uma garrafinha de 300 ml de agua. E no brasil qto custa? 12 vezes mais.

      • Onde vc paga isso ai nos Estados Unidos? Pq eu já morei
        Em NY e Califórnia e água era bem mais caro do que onde eu moro aqui no Recife… E só vejo o povo falando o mesmo.

        • Andre

          O mínimo que eu ja paguei por uma garrafa de 300ml em NY foi $1,50. Tem que ver isso ae…

          • Alonso

            se custar U$ 0,05 preciso achar o bandido que me persegue vendendo a U$ 1,50 todas as vezes que vou comprar agua

          • Andre

            Estive em NY e comprei no supermercado 24 garrafas dde agua mineral por USD 2,58

          • TonyPT

            aqui tb se compra garrafas de agua no supermercado por 0.40 reais. Embora quase tudo o resto…

          • maria

            Aqui onde moro custa 4.99 de dolar 24 garafa

          • Murilo

            Tem mesmo esses preços mesmo mais é nos mercados essas coisas. ai um pacote com 12 garrafas sai uns 3,50 – 4 dolares ai na rua custa esse 1,50 que você falou mesmo.

        • LuizC

          Voltei de Orlando semana passada e paguei USD 3,50 em um pacote de 24 garrafas de 500ml.

          Isso da um custo de USD 0,15 por garrafa de 500ml que convertido por uma taxa de R$ 2,35 dá mais ou menos R$ 0,35.

          Não sei na sua cidade, mas onde eu moro (Macaé-RJ) não acho isso por menos de 1 real. Mesmo se vendido em pacotes.

          A maioria dos alimentos industrializados tem um valor muito inferior ao do Brasil e geralmente com qualidade superior. O que fica mais caro lá mesmo são frutas e verduras, mas ainda assim depende da região do país e estação do ano.

          • Eu discordo do "qualidade superior". Depende dos critérios de qualidade aplicados. São alimentos mais ricos em sódio, açúcar e ingredientes refinados. Muitas frutas e vegetais, além de serem muito caros, são sem gosto de nada. Alimentos importados já sem gosto. Eu sei exportadoras brasileiras que entregam maçãs nos EUA que já tem uns 10 meses de câmara frigorífica com atmosfera modificada. Pode ser mais barato, inclusive porque são em porções maiores, mas nem sempre de melhor qualidade.

          • ah vc ta brincando q quer comparar a qualidade da maioria dos produtos brasileiros com os americanos?

            O leite com formol? O chocolate que é SÓ Gordura vegetal hidrogenada? E os frangos, as carnes? Bom deixa pra lá.

            Comida sem gosto de nada? Sério, ou vc nunca foi pros Eua, ou se foi, foi nos lugares errados. Da próxima vez pegue um review de um chef de cozinha do Brasil (por exemplo) e vá nos restaurantes q ele vai.

          • Marcos

            Síndrome de vira-lata detected! Lamentável! Tudo lá é melhor, não é mesmo?

          • Alan

            Sim, tudo lá é melhor. Ou quase tudo. E não é só lá. Na Europa é melhor também.

            Até o Chile, país que nós, brasileiros, de forma geral (e completamente arrogante), tratamos como se fosse "menos importante", é imensamente melhor do que o Brasil.

            Não se trata de síndrome de vira-lata, não. É apenas observação. Se você descorda, apenas OBSERVE. Observe a estrutura, a organização, a educação, os índices de violência, de crescimento, a economia…

          • rcesar53

            Depois de voltar para o meu pais ,depois se uma ausencia de 16 anos,na ultima quarta feira ,gostei da evolucao, mas nosso bolso ta sendo furando.Somos arrogantes la fora e conosco mesmo, tem otimas pessoas, mas oh mau exemplo de comunidade, um egoismo so. Mas se cada um fizer o melhor, vao espelhar em nos, e vai melhorar, vc ja viu o trabalho da formiga.? Entao, faca cada um o melhor pra nosso Brasil, seja um exemplo de pessoa, que faz o Brasil e vc , eu. Abracos.

          • Neydemar Castaneda

            Parabéns, esse é o trabalho.

          • Neydemar Castaneda

            Estive 3 vezes no Chile, fumos de carro, viajamos de sul ao norte, achei o povo sensacional.

          • PVFP

            Melhor economicamente e socialmente,mas não em riquesas naturais minerais e em extensão territorial,certo ?!

          • Sanscrito

            Geralmente quem usa essa expressão "síndrome de vira-lata" não entendeu o que seu criador, o genial escritor e dramaturgo Nelson Rodrigues, quis dizer. Provavelmente nunca sequer leu um texto do Nelson. E o uso dessa palavrinha "detected" já é um indício de baixa inteligência.

          • Ricardo

            Ou está repetindo o que o patrão petista mandou… ;

          • Alisson

            Patrão petista? Desde quando Petista tem empresa e tem empregados???

          • TOSCANO

            Verdade…vira lata puro.

          • Neydemar Castaneda

            Não é bem assim, não. as comidas aqui são muito sem sabor, tb até pq o tempero aqui você coloca os sabores das garrafas, dezenas de sabores para você escolher, MAS A COMIDA DO BRASIL É A MELHOR.

          • vcristina

            Alem do mais, considerada uma nação insegura e sangrenta , o brasil , só perde para o africano Sudão. E ainda assim, temos que fazer turismos nacional. Dá-lhe Brasil!!!

          • TOSCANO

            Nossa alimentação é mttt melhor. .
            ….

        • Sempre compro no sams ou no Walmart
          http://www.samsclub.com/sams/mm-purified-water-40

          • Matou a cobra e mostrou o pau.

          • Leandro

            Essas aguas que eles vendem por “USD 0,15” não passa de agua da chuva, ou agua de torneira tratada.

            Se for assim, aqui no Paraná, a SANEPAR me fornece água tratada na minha casa, por menos de R$ 0,05 o litro!!!

            No Brasil, os supermercados vendem AGUA MINERAL, que é bem mais cara que água tratada.

          • Sanscrito

            Acho que você é desinformado ou ingênuo. É só fazer uma pesquisa rápida no google para descobrir que grande parte da "água mineral" vendida no Brasil não passa de água de torneira, algumas sem tratamento algum. Se você diz que fazem isso nos Estados Unidos, um país sério, imagine o que eles fazem no Brasil, o país da malandragem e da corrupção generalizada!

        • Paulo Fernando

          Ola Janiel, estive recentemente nos EUA e comprava uns fardos com 12 garrafas de àgua sabor limão, 500ml (lá é oz), por US$ 1.50, o que dava R$ 0,30 cada garrafa, o que ainda é muito barato. Eu fui para Wisconsin.

        • Mary Kay Ipatinga

          verdade, eu fui passear em miami e orlando e achei tudo caro. O que era
          barato éra só eletrônicos e roupas de marcas famosas. O resto, era tudo
          igual ao Brasil ou pior.

          • claudete

            Um país que nos rejeita,para adquirir vistos nos tratam como ninguém em nosso próprio país, quem quer saber deles,o que existe são leis,governo determinado,se isso acontecer aqui,onde entra gatos e lagartos,nosso País será também muito bom.

      • Ubiratan

        Que mentira, menos que dois dólares só em supermercados ou distribuidoras.

      • Edy

        Mais barato em Boston que já paguei 0,89 USS na CVS ( isso com cartão fidelidade deles). Ah, esse valor sem imposto

        • Aloizio

          vai no wall mart que vc encontra, ou no market basket, ou na Sams club ou na BJ's

      • Luis

        é possível. Morei anos no Canadá e, até hoje, se compra pack com 24 garrafas de 500 ml por 2 dólares. acredito que seja equivalente nos EUA.

      • mensagensespiritasapp

        Moro na Carolina do Norte e pago menos de $0-15

      • Luzia Barbosa

        Vc.citou um ex.apenas, não existe o inverso também? Não é critica, apenas uma curiosidade já que nunca fui ao EUA, embora tenha visto!

      • Carlos

        Fala sério, essa foi demais. Nem comprando o galão no supermercado e colocando dentro da garrafinha sai a esse preço.

      • Ana

        Oi??? Onde você paga $0,05? Moro nos Estados Unidos a 8 anos e nunca vi isso!

      • Marcia Haines

        Aqui na California eu compro agua em uma maquina, eu pago 0,25 centavos o galao de agua, eu nunca vi uma garrafinha de agua aqui por 0,05 centavos!

      • Joneco

        queria te falar que não é agua mineral. é a mesma água que tem na pia dos americanos. por exemplo a água que pertence a marca da coca é a mesma que eles usam pra fazer coca…. não fique achando que a água vem das montanhas do alaska 100% pura que é mentira.

      • Paula Cogenaga

        Interessante, vocês estão cotando o preço da Garrafinha de água nos USA, mas eu queria mesmo saber o preço da Máquina Digital
        Câmera Nikon D7100 18-105 mm + 16gb classe 10+bolsa, porque eu não tenho interesse em garrafinhas de água pois eu não pago nenhum dolar de centavos pela água que bebo (que alias é de ótima qualidade e não tem fluor or cloro).

    • Daniel

      que visão mais bitolada a sua, sem contar que a sua resposta mostra o porque seria necessário acabar com essas fronteiras como visto e cotas pra importação, assim o nosso país se obrigaria a reformular seu sistema de impostos, ou tu acha certo pensar que ate comprar agua fora do país, seria mais interessante para o povo?

    • Marcio Ferreira

      Tem toda razão, Fred Martins!!

    • Abel

      Essa é a mentalidade pequena do governo brasileiro, estilo subdesenvolvido de pensar. Ta passando da hora de acabar esse visto.

    • Pablo

      Compra sim ! Agua mineral aqui e muito caro ! rs

    • E o Governo ao invés de incentivar o consumo e o turismo interno com incentivos fiscais prefere "punir" quem viaja para fora e faz compras lá. Na verdade o Governo não quer proteger o mercado interno, quer apenas mais uma desculpa para arrecadar mais e mais imposto.

    • Nao tem problema! Forçaria a baixa nos preços!!

      • Neydemar Castaneda

        concordo.

    • JJ

      Exatamente isso.

    • Marila Lúcia

      Concordo inteiramente com Fred! É RESERVA DE MERCADO e todas as outras bobagens que estão comentando sem ser este o motivo, só mostra que as pessoas não entendem NADA de NADA e se manifestam somente com o intuito de criticar, aliás, como grande parte da população em assuntos que muitas vezes nem lhe dizem respeito.

    • Sávio Sampaio

      Na verdade quanto mais brasileiros forem para os EUA, 5 vezes mais brasileiros tomarão CIÊNCIA do que é um país democrático e que vidinha de merda temos aqui. Ao fazer essa comparação difundir, o governo brasileiro perde MUITO, mais problemas terá e cada vez mais rápido a cada eleição.

      Esse papo de turismo interno é coisa pra otário!

      • Wallace Silva

        Sávio você até pode ter uma vida de merda, mas eu não tenho vida de merda não, minha vida no Brasil é muito boa.

        • Gustavo Santos

          entendo que o ele quis dizer é que nós não temos itens importantes como segurança, confiança nas autoridades, espirito comunitário (em geral). Aqui temos o incentivo a “Lei de Gerson”, a maiorira das pessoas só quer resolver o seu problema. Essa questão cultural é um cancer dificil de curar. Os politicos não são ETs, são um substrato do povo, e por isso sempre tentam tiirar vantagem da situação. Sou brasileiro, e me incluo nisso tudo. Mas não vejo como mudar isso no curto prazo. Apesar de pelas contas do governo eu fazer parte “das elite” por poder pagar escola particular para os filhos, ter convenio médico etc., me sinto muito mal de ver os impostos que pago serem desperdiçados. Isso tudo faz parte da qualidade de vida. Comparando com países mais desenvolvidos (e mesmo outros nem tanto), eu tb concordo que nossa vida aqui poderia ser bem melhor, mas não vejo isso mudando no curto prazo. Por isso tomei a decisão de sair do país, se tudo der certo, até o final do ano que vem. Sinto pelo afastamento dos amigos, mas é pelo futuro e segurança meus e da minha familia que tomei essa decisão. A mesma que muitos que poderiam produzir e ajudar a construir o país estão timando também. Em resumo, a questão é muito maior que o preço da água..

    • Manuel

      Eu tenho o visto e nunca mais comprei roupas, acessórios e equipamentos eletrônicos no Brasil. Além disso, sai mais em conta viajar pra Miami do que muito lugares no Brasil. Ou seja, se liberar de vez, as lojas brasileiras venderão menos, comprarão menos das indústrias que pressionarão os Estados e a União para reduzir os impostos e, com isso o governo arrecadará menos e sobrará menos dinheiro pra mensalão, fazendo com que os políticos acabem com a mamata e comecem a trabalhar. Pronto, político trabalhando sério no Brasil é o armagedom

    • O q obrigaria a diminuição das cargas tributarias que hj elevam os precos a patamares absordos, e acaba valendo mais a pena vc comprar uma passagem aérea e adquirir o bem em outro pais. O nome disso é monopólio.

      • Wallace Silva

        Felipe você precisa ler sobre custo brasil, o que a apple ganha com a venda de 1 iphone no brasil, equivale a venda de 10 iphones nos eua, então o que tem que baixar não são SÒ os impostos. Apesar que eu acredito no que você disse, com a abertura do mercado americano os preços no brasil terão que cair, e consquentemente o governo terá que dar sua parcela de contribuição com incentivos fiscais.

    • Hsh

      Só não trago gelo pq derrete.
      Além dos impostos nos temos uma parcela de culpa nessa composicao de precos.
      Poucas pessoas fazem pesquisas antes de comprar e acabam comprando o que aparece na frente. So fazemos pesquisa quando iremos comprar um eletronico ou algo de maior valor.
      Esse governo me dá nojo. Ao inves de melhorar a competitividade preferem agir com restricao, infelizmente nunca seremos um país de primeira se agir desta forma.

      • Anonimo

        Busque um reino de verdade! Daniel 2:44

    • Daniel

      Essa água que eles vendem em fardos NÃO é mineral, é purificada. Vamos ter atenção quando afirmar alguma coisa. É só ler nas embalagens.

    • marcelo

      Abram o olho… tudo isso faz parte do golpe conunista de 2014. Dilma ou Marina é tudo mesma coisa.

    • Acho incrível a forma que uns defendem o mercado brasileiro, tem gente que tem orgulho de ser subdesenvolvido, patriotismo é idiotice, tentar justificar por que o Brasil é pior que os EUA é burrice. Vivemos é uma país que comercializa lixo a preço de ouro.

    • genivaldo

      O percentual de vistos concedidos hoje chega a 96% então sua afirmação não faz mais sentido, se acabassem com a exigência de visto beneficiaria os 4% por cento restantes. Porque praticamente todo mundo que tenta o visto consegue

  • Luiz

    Também, quem quer largar a fonte que é auferida do pagamento das taxas dos vistos…pense isso na casa de milhões de brasileiros…..fora as renovações!!!

    • Fred Martins

      Mas esta receita é toda dos EUA… O Brasil não recebe nada…

      • André

        Fred, ainda que o dinheiro relacionado DIRETAMENTE ao visto seja dos EUA, a grande maioria que vai viajar mora em cidades sem consulado americano. Ter que ir até uma outra cidade, pagar táxi, hotel + visto é um absurdo, então acredito sim na existência de um cartel por trás disso.

        • André

          Acabei esquecendo de mencionar o mais caro, a passagem área até São Paulo, Rio, Brasília…

    • Ricardo

      Sem contar que não creio que sejam tantos milhões de brasileiros. Sem contar o custo operacional que envolve a geração do visto.

  • Rafaela

    É mais que isso.
    Acaba a "industria" do visto, muitas empresas que são contratadas pra fazer o visto, muitos hotéis que se beneficiam com os viagens que tem que ir em determinadas cidades para fazer as fases do visto e as próprias companhias aéreas se beneficiam. Muita gente se beneficia com isso.

    • Anonimo

      Realmente fica difícil saber o que acontece pois no Brasil é normal os interessados em "vender a facilidade", embora sejam uma minoria, conseguirem impedir que as dificuldades sejam derrubadas.

      De qualquer forma pra quem fica muito tempo por lá é melhor assim. Porque se entrar o visa waiver, não vai mais ter como tirar autorização para ficar 6 meses no país. O limite vai diminuir para 3 meses.

      • Pablo

        Vai pro Canadá ou México e volta

        • Anonimo

          Hoje em dia isso já não cola mais.

    • Isso é "dinheiro de pinga"…

  • Eu vou continuar evitando fazer turismo no Brasil com ou sem visto.

    • Guilherme

      eu tambem

      • Eu tb, é muito mais caro viajar no Brasil. Melhor alimentar a economia gringa do que ser ROUBADO em solo nacional.

        • agora me lembrei da filosofia do meu pai que é ao contrário desta, pra ele é melhor ser lesado aqui no brasil que lá fora!!

          • Alexandre

            Diego, acabei de voltar dos EUA, onde passei 2 meses a trabalho e posso te afirmar sem medo de errar que quem lesa o consumidor é o Brasil. Duas mil vezes mais, NO MÍNIMO!!!

          • Bruno

            Fiz uma viagem para os EUA e as únicas pessoas que tentaram me passar a perna foram um argentino e um brasileiro.. Infelizmente..

    • fernando prado

      Falou tudo gregory…faço isso faz tempo e é muito bom.

    • Hermes

      Eu também… além de todas as observações feitas nos comentários, tem a principal… os produtos aqui no brasil são tão caros… que atualmente 1 dólar valé em média R$ 2,30/ R$2,40 nas casas de câmbio, mesmo no comercial com seus atuais R$ 2,20…. Vejam que só por isso… mesmo o dólar valendo DUAS vezes mais que nosso real, ainda conseguimos comprar produtos nos EUA pela METADE do preço dos mesmos ou simalares no Brasil.

      Há duas semanas atrás comprei um Nike em NY por R$ 141 USD (R$340,00) (incluso impostos)…que no site da Centauro custam exatos R$ 1.000,00

      Sendo assim, continuarei evitando o Brasil ao máximo!!!! Mesmo a moeda valendo 2 vezes menos, compramos quase tudo lá por 50% do preço do Brasil ou menos!!!! Absurdo.

      Eu ajudo Gerar empregos nos EUA, infelizmente, pq os EUA me possibilita comprar as coisas com um preço digno o que no meu próprio país eu não consigo pois, meu governo não nos apoia, portanto, apoio quem me apoia!!!!

      • Sinceramente, acho que essa história de "os impostos são muito altos" não é bem assim. Outro dia mesmo li uma reportagem falando disso. O preço mais caro aqui se justifica mais pela marca do que por impostos. Muitos brasileiros gostam de marcas e modelos caros e os caras sabem que se venderem barato vão desqualificar o mercado. Para que vender um Nike pode ser vendido por mais de mil reais por menos da metade do preço, se assim vende e muito. Era uma reportagem falando sobre tênis, e dizia que, proporcionalmente, marcas famosas vendem mais modelos caros aqui do que lá. Muitos corredores de rua não se incomodam de comprar modelos mais simples lá, enquanto aqui as academias são uma passarela de desfile de modelos caros. Idem para Zara, por exemplo. Então não sei se comprando mais lá vai melhorar o mercado aqui. Talvez o impacto seja o inverso, de fechar fábricas e pontos de venda aqui.

        • Ricardo Manaus

          Desculpe-me, mas os impostos altos são a diferença sim! Concordo que há o "imposto" da marca, mas isso não é tão impactante assim nos que não tem marca. O Brasil exporta veículos com isenção de impostos internos para diversos países e, mesmo com a inclusão do frete, tem países que vendem o mesmo veículo nosso (mas com mais acessórios) por até 50% menos! ou você nunca viu esse estudo? Você citou a Zara. Sabia que ela considera o Brasil o pior país para desenvolver o seu negócio em virtude da quantidade de impostos e despesas com burocracia? Procure no Google! Aliás, vou transcrever o texto de uma dessas pesquisas: "… um vestido
          que nos EUA custa US$ 79 e na Espanha, onde fica a matriz da rede, ele é vendido
          por US$ 55,1, está nas araras das lojas brasileiras por US$ 171,60…". Lembrando que a Zara é loja própria do grupo deles e no exterior eles são considerados uma Renner ou Riachuelo da vida (só aqui é roupa de "chiques").

      • perfeito, eu também. 2x ao ano no mínimo eu vou, e compro praticamente tudo q precisamos para 1 ano.

      • mariana

        Concordo com quase tudo, EXCETO com relacao aos empregos. Nike, adidas e cia fabricam tudo na asia, bem, nem preciso falar dos salarios e condições de trabalho dos asiaticos, a diferença é que trazer isso tudo pro brasil custa caro e isso se reflete no preço…

    • Giovanni

      Lamento muito por você e por todos os comentaristas aí que se negam a viajar e conhecer as maravilhas que o Brasil tem. Perguntem a qualquer um lá fora se não gostariam de ter em seu país o que temos aqui. Sou a favor de viajar tanto lá pra fora quanto aqui dentro. Se você se nega a conhecer seu próprio país, você – me desculpe a franqueza – é no mínimo ignorante. Provavelmente aquele tipo de pessoa que só vai para destinos como Miami e NY e, ainda assim, só para comprar. Reveja seus conceitos. Abra sua mente e olhe para os lados. Temos um país do tamanho de um continente e cheio de coisas lindas por aqui.

      • Pedro

        Achar que o Brasil é mais bonito que uma viagem ao exterior é ser uma pessoa fechada. Até uma ida ao museu mais simples de NYC já paga a viagem. Diferente do Brasil que é só praia. E sim. Conheço o nordeste e sul do nosso país. E acho uma M. Prefiro ir para América e ver outra cultura e sim comprar muita coisa por 60% de diferença

        • Ricardo Manaus

          O Brasil tem cultura de Museus também, mas o povo é que não sabe procurar. Pra mim, de todos os que visitei, o melhor é o Instituto Ricardo Brennand (http://www.institutoricardobrennand.org.br), em Pernambuco, mas claro que não barram um Metropolitan de NY. Aliás, até aqui em Manaus (onde moro) existem museus desconhecidos dos brasileiros mas reconhecidos internacionalmente. Temos o Museu da Numismática, que tem nos seus acervos moedas da época de Cristo e que já foi a 4a mais importante do mundo, nos áureos tempos da borracha (início do século XX).

      • Desculpe. Mas a sua mentalidade que eu estou achando um pouco fechada, minha família vive do turismo daqui, em um dos lugares mais belos do Brasil e me desculpe, a infra estrutura é precária, o índices de criminalidade são altos e os preços são absurdos. Nesta hora eu junto minhas economias e sempre que possível viajo ao exterior sem qualquer peso na consciência.

      • Ricardo Manaus

        Você tem razão em parte. Mas, não conhece – ou pelo menos parece não conhecer – as dificuldades do turismo interno decorrentes dos impostos e/ou ganância das pessoas que trabalham na área. Moro em Manaus e para viajar para o Nordeste eu pago 50% a mais que a passagem para Miami. Para sair daqui e ir para Natal (onde fui), gastei até mais. Quase o dobro! Aí você diz "mas o hotel é mais barato". Realmente é. Mas, a qualidade é muito pior. Um hotel que eu pague em Orlando uns 80 dólares (o que daria uns 180 reais) tem mais conforto e serviços do que o de Natal. Aliás, DUVIDO que você pagaria o mesmo preço de uma viagem de 4 dias para minha cidade (Manaus) para conhecer a exuberante selva amazônica em vez de ir pra Miami ou NY!
        Um amigo meu, com 4 filhos, foi com a família para o Beack Park, em Fortaleza. Passou 4 dias e gastou um pouco mais de 10 mil reais (na época, uns 5 mil dólares). Disse que nunca mais iria, pois gastou 5 mil dólares com a família um ano antes (ou seja, dolar um pouco menor) numa viagem à Orlando, onde se hospedaram num hotel parceiro do Sea World e foram só nos 3 parques daquele grupo, sem ir aos outros por falta de tempo. Sendo que, quem visitou o parque nacional e o de Orlando, saberá o quanto foi diferente. Infelizmente não é só o preço que faz a diferença, mas a qualidade da atração turística.

      • Giovanni, os que comentaram dizendo que preferem viajar para fora do Brasil não é pelo fato de que aqui é ruim, feio, chato, etc. O problema é que aqui tudo é caro e isso possibilita a gente viajar pra fora, gastando muito menos e curtindo da mesma forma.

      • Igor

        Giovanni. Concordo com você. O turista médio brasileiro que vai aos EUA (com destaque aos de Miami) faz tanto turismo quanto um sacoleiro que vai ao Paraguai. Trocam visitas a atrações interessantes, como parques e museus, por um dia inteiro numa Best Buy ou num Wal-mart da vida. Eletrônicos e roupas também são caros na Europa, mas não se tem notícias de que eles trocam um passeio no Central Park por uma tarde num outlet, numa viagem à NY. Coisas da vida. Quanto aos impostos, são altos sim, mas os lucros das marcas são maiores aqui do que em seus países de origem. Vide indústria de automóveis que lucra 3 vezes mais aqui do que nos EUA. Por fim, é irônico que alguém que esteja ganhando dinheiro o bastante no Brasil para fazer viagens de compras pessoais ache que a situação econômica aqui está ruim. Se ruim como dizem que está, viajam para fazer compras, imagine se estivesse boa. É muito brasileiro se achando melhor do que o Brasil…

  • Olha o Brasil com medo dos seus cidadãos gastarem ainda mais em terras estrangeiras…

    Diminua os impostos internos que o povo volta a comprar aqui, oras…

    • Marcia

      Não é só questão de diminuir impostos, mas também de tomar medidas para que os produtos aqui do Brasil tenham a mesma qualidade dos produtos de fora.

      • Anonimo

        Essa "medida" é justamente diminuir os impostos e parar de atrapalhar as empresas. Assim elas lucram mais e se preocupam menos com pequenas perdas, além de investir mais em qualidade. Funciona muito bem assim no mundo todo. Na Austrália por exemplo nem código de defesa do consumidor existe. Mas chegue na loja reclamando de um produto pra ver o que acontece. Trocam em menos que 5 minutos.

        • Marcia

          Mas o protecionismo não se faz apenas com impostos. Em alguns setores, há limite de importação para mercadoria estrangeiras, por exemplo.

          • Anonimo

            Você tem razão. Mas a lógica é a mesma. Existe imposto demais no Brasil por isso tudo é absurdamente caro. Produzir um carro aqui custa 6 vezes mais caro. Exemplo real que ocorreu ano passado: Mesmo com impostos de importação altíssimos, comprar um carro equivalente feito fora e pagar o imposto ainda fica mais barato do que comprar aqui. Importações começam a aumentar pois comprava-se carro melhor pagando menos. Aí vem o governo e cria uma medida protecionista: carro que não tiver 60% de componentes nacionais tem uma sobretaxa (imposto adicional de 35%). Resultado: sobe mais ainda o preço do importado, deixando o povo sem opção novamente, a não ser comprar os carros caríssimos do brasil. Perceba que as medidas protecionistas só são "necessárias" justamente porque os impostos (e a burocracia) no brasil são altos demais. Ninguém ia querer ficar importando se não houvesse a vantagem financeira.

          • Diego

            Não é tão mais caro assim; na verdade, é, como não poderia deixar de ser, mais barato que nos EUA e na Europa (trabalhadores ganham muuuito mais lá).
            Tanto é assim que carros produzidos no Brasil e tanto exportados quanto vendidos aqui têm diferenças absurdas de preço no Brasil e no exterior; lembro que o Gol, por exemplo, custa no Brasil umas três vezes mais que no Chile (e é o mesmo – péesimo, diga-se de passagem – carro, produzido em SP).
            Isso não pode ser imputado a impostos, já que, obviamente, a carga tributária sobre a circulação não é de 200% aqui (e nem de 0% no Chile), lembrando que os mesmos impostos indiretos brasileiros estão no Gol vendido no Brasil e naquele exportado para o Chile (apenas para os diretos, como IPI, ICMS e afins há isenção na exportação).
            Se interessar, procure no Google sobre uma série de reportagens chamada, justamente, "Lucro Brasil", que trata especificamente do setor automotivo. Leitura imperdível, que deveria estar nas escolas.

          • Anonimo

            Diego, que bom que deu esse exemplo: o motivo de haver a enorme diferença de preço entre os carros brasileiros vendidos no Brasil e os carros brasileiros vendidos no exterior é JUSTAMENTE que os carros EXPORTADOS possuem isenção de diversos impostos. Estudo sobre o assunto e isso vai abrir sua mente. Posso ver pelos seus outros posts aqui nos comentários que uma simples pesquisa sobre esse assunto irá mudar completamente seus conceitos, quando você entender que os carros exportados, são brasileiros, mas simplesmente possuem menos impostos. E pior: eles poderiam ser exportados por menos ainda, se a isenção incluisse os impostos em cascata que incidem sobre os meios de produção e insumos das fábricas. Sugestão de quem um dia já pensou como você: informe-se. Nosso problema são os impostos, que impedem o país de prosperar e se desenvolver. Ponto final.

          • Gabriel

            Muita leviandade sua acreditar que o problema se resume aos impostos e "ponto final". Logo se vê o tipo de "estudo" que o autor do comentário faz.
            É óbvio que o que temos hoje é reflexo de uma estrutura corrompida por completo. Não se trata apenas de uma variável como o imposto. É claro que o lucro também constitui variável dessa estrutura, assim como tantos outros aspectos. O seu argumento é tão fraco, que para derrubá-lo basta que vc reflita sobre o carro produzido no Brasil para exportação que conta com algumas isenções, mas que ao mesmo tempo, não conta com isenções no país que o esta importando. Logo, ele é vendido, no país por um terço do valor cobrado aqui, com lucro ainda… ou vc acha mesmo, que estão doando os carros lá???
            Lembre-se que uma discussão apresenta diversos pontos e perspectivas que são utilizados para construir um consenso completo, e não um suposição superficial em que se credita todo o contexto a uma estrutura só!

        • Isso é verdade. Comprei um jogo para meu filho em site americano (CDUniverse), depois de 60 dias o mesmo ainda não havia chegado. Mendei um e-mail para lá relatando o problema, eles pediram para confirmar o endereço, pensei (pensamento de brasileiro): eles vão verificar se cadastrei o endereço correto e depois de 3 dias vão me retornar dizendo – Sr. Renato seu endereço esta correto, favor aguardo. Para minha surpresa, no dia seguinte recebe o e-mail com código de rastreamente do NOVO jogo… isso mesmo… mandaram outro CD do jogo. Fiquei sem endender nada.

          Uma semana depois o produto chegou (o primeiro CD), mandei e-mail novamente perguntado como faria pra devolver, eles disseram, somente não aceite a entrega do próximo ou caso recebesse, aceitasse como cortesia para manter o bom relacionamento.
          INACREDITÁVEL.
          Detalhe: era minha primeira compra. Como assim manter o relacionamento se nunca havia comprado lá?
          Resultado, todos os jogos que estão com preço melhor compro lá e espero chegar, nunca falhou e eles ganharam um cliente super assiduo.

          • Hélder

            O submarino (antes de ser comprado pelas americanas) tinha uma politica parecida, se o produto tivesse atrasado eles mandavam um outro.
            E nem era preciso o cliente entrar em contato, o sistema de tracking deles avisava do atraso.
            Na época não era difícil achar pessoas que tinham recebido duas vezes o mesmo produto.
            É possível encontrar matérias da época da fusão entre as empresas que detalha o choque entre as mentalidades delas.

            Depois da compra eles pararam com isso

            Mas realmente, já reclamei com uma empresa americana que não tinha chegado a minha encomenda e eles mandaram um novo pacote.

            Lá fora já reclamei de produto que não estava na conta e era comum agradecerem pelo lembrete e deixavam o produto de graça por cortesia (mas sempre com produtos baratos, refrigerantes ou cervejas). Em terra brasilis eu nunca tive essa experiencia.

        • Diego

          Esse argumento não faz sentido! Desde quando alguma empresa vai se preocupar menos com perdas só porque "tem bons lucros"? E lembre-se que as taxas de lucro das grandes incorporações instaladas no Brasil são as mais altas do mundo – se fosse por isso, eu não estaria há 03 meses sendo cobrado indevidamente por certa empresa telefônica.

          Sinceramente, não vejo como esse péssimo traço cultural de nosso empresariado possa ser resolvido pelo governo baixando impostos/desburocratizando tarefas. Acabar com o CDC então… Deus do céu!! Corram para as colinas!! Vai começar a aparecer "fatura" em nossas caixas de correio aos borbotões, cobrando produtos que você "comprou" – isto é, na visão da empresa, uma vez que não manifestou expressamente sua ausência de interesse na compra de todo o estoque da loja e, também, não se opôs a terem sido os produtos não entregues.

          • Anonimo

            Diego, o "sem sentido" funciona assim no mundo inteiro. Incrível, não? Abra sua mente. O que atrai empresários mal intecionados para o mercado é o excesso de desgoverno. Complica-se a vida do empresário a tal ponto (Só pra cumprir as leis tributárias teria que passar a vida lendo. Mais interessante: centenas de leis são conflitantes entre si. As portarias do ministério da saúde contradizem as do ministério do trabalho, etc.) que ele ou quebra, ou desiste. Quem fica é quem se interessa em fazer o mal feito. Ou seja: basta desburocratizar, reduzir impostos e incentivar a criação de empresas. O resto resolve-se naturalmente, quando a população começa a acreditar que o governo é a favor das empresas (ou seja, de sua própria população). Os países que realmente são desenvolvidos, só precisaram fazer isso.

      • perfeito marcia! esse é o principal. Raro a gente ver algum produto de qualidade superior aqui!

    • Diego

      O principal problema, pode acreditar, é o "Lucro Brasil", e não o famigerado "Custo Brasil".

      • marcio junqueira

        Prezado Diego, se você está ironizando, tudo bem!!! Caso contra´rio, você enganou-se bastante! O "lucro Brasil" faz parte, ou seja, está incluso no Custo Brasil.
        Evidente que quando o empresário coloca uma margem de lucro alta (quando o mercado permite é claro) ele está aumentando o Custo Brasil.

        • Diego

          Penso ser importante diferenciar aquilo imputável diretamente ao governo (impostos, infra, etc) daquilo imputável a falhas mercadológicas decorrentes de má-intenção do empresariado.
          Nesse sentido, faço a remissão óbvia ao setor automotivo, em que já demonstrado que mesmo que não houvesse um só centavo de impostos e nem de frete mesmo assim os mesmos automóveis custariam muito mais no Brasil que no exterior. Puro lucro exorbitante, imposto por um cartel que aproveita a alienação geral de nosso povo.
          E a mesma lógica vale para outras áreas; lembrem-se, por exemplo, do tal PS4, que, tirando cada centavo de imposto, custaria 10 vezes mais que nos EUA.
          Claro que temos problemas de gestão na Administração do país, mas imputar a isso todo o abuso nos preços que vemos por aqui serve apenas para, ao livrar sua barra, incentivar a parte mal-intencionada do empresariado a prosseguir com suas práticas imorais. Ou vocês acham que nenhuma montadora baixa o preço de seus veículos (o que a faria vender mto mais e forçaria as demais a fazerem o mesmo, e é o que a "teoria econômica" diz que necessariamente teria de ocorrer) por quê?

        • Diego

          Prosseguindo, devo lembrar que, também, há muitas falhas de mercado imputáveis a ambos, governo e empresas – há muito acerto, também no setor automobilístico, para, mediante subsídios e coisas que tais, impedir o mercado de seguir seu rumo: inovação, redução de margens ao mínimo, enfim.
          Os impostos associados à importação no Brasil são elevados sim, mas não se enganem: no mundo inteiro se tributam pesadamente as importações, e não se tributa tão pouco assim o consumo e a produção.
          Ao comprar um produto no Brasil, fabricado aqui ou no exterior, ninguém vai pagar de impostos proporcionalmente muito mais do que pagará nos EUA. Chutando muito por cima, aqui a carga tributária será de uns 40% (nos EUA, uns 15%); isso não justifica o produto custar o dobro, evidentemente.

          • Anonimo

            É que você está esquecendo que cada pequeno detalhe envolvido na produção do carro TAMBÉM tem um imposto exorbitante. Cada peça. Cada tijolo comprado pra erguer a fábrica. Cada real pago em salário ao funcionário. Cada real gasto em propaganda. TUDO TEM IMPOSTO ALTO. Fora o "custo brasil". Ter que contratar gente só pra ficar lidando com a burocracia, etc. Aí o carro que na china se constrói por 5 mil dólares, aqui fica pronto por 15 mil. DEPOIS DISSO é que vem os impostos de venda do carro: tem que pegar o custo altíssimo de 15 mil e acrescentar mais o imposto de produto industrializado e os impostos de vendas. Aí Pula pra 20 mil. Imposto no brasil é "em cascata", qualquer um que estudou mais que 10 minutos sobre o assunto aprendeu isso.

          • eu não vejo nenhum acerto no mercado automobilístico onde o governo dá vantagens, e os produtos aqui são de péssima qualidade, beirando o ridículo. Não é só custar 2, ou 3x o carro aqui, o problema é q aqui custa 2x mais, o carro DEPENADO, sem nada. Lá o "básico" é normalmente mais completo que o mais completo aqui.

      • Anonimo

        Claro. Quem vai ser o doido de investir num país onde o governo muda as regras o tempo todo e que todo mês lança 4 mil normas tributárias novas. Que micro-empresa tem que seguir as mesmas burocracias de uma mega corporação? Que tá tudo certo na empresa e fiscal do trabalho fazendo visitinha e querendo propina pra não multar… Pra ter um lucro "normal" qualquer ser racional vai preferir investir em imóvel ou investir em outro país.

        • Diego

          As regras contábil-fiscais das MEs são muito, muito menos complexas do que as das grandes empresas. Sobre o suposto Fiscal do Trabalho, (1) então tinha algo errado na tua empresa com os trabalhadores e não te importavas com isso e (2) os canais de denúncia estão aí.
          E, de todo modo, isso não justificaria acertar preços com a concorrência, expressa ou tacitamente.

      • RABUGENTO

        Sim!
        A ganância de alguns leva a essas consequência.

        Nunca mais esqueci a afirmação do presidente da Ford do Brasil há alguns anos: Nosso lucro líquido é de 110% e os veículos são caros no Brasil porque o brasileiro paga…

    • é bem a cara desse nosso governo, mesmo!
      E o processo de aprovação (ou não) dos vistos é um absurdo, o cara quer gastar dinheiro lá e eles, por razões que se negam a informar, negam o visto…

    • Claudinei Pinheiro

      Perfeito amigo. O problema no Brasil é o imposto. Alto di + para manter a mordomia dos que estão no poder.

  • Felipe

    Eu acredito mesmo que o governo não queira baixar a exigência de visto. Recentemente tentou (por um dia) reduzir o valor de limite de gastos para as fronteiras terrestres. Sem o visto ficaria muito mais fácil viajar pros EUA e comprar lá por muito menos o que pagamos impostos demais aqui. Pro governo manter o visto é muito mais fácil do que trabalhar internamente para melhorar a eficiência do país e reduzir a carga de impostos. É uma atitude muito burra na verdade, na contramão de qualquer país com aspirações globais.

    • Concordo em partes. Quem sabe e já foi 1 vez, sabe q os R$ 500 q se gasta (incluindo hotel e tal) se pagam facilmente…. Mas evidente que dificultando um pouco deve impactar de alguma forma.

    • André

      Concordo que Sem Visto seria muito mais fácil ir. Final do ano passado houve aquela promoção surpresa da US Airways de R$900,00 Ida e Volta e eu não comprei porque não tinha como ir até algum consulado e nem sabia se iria conseguir. É muito chato isso. Você viaja duas vezes(até o consulado e depois até o país).

    • lia

      Ficar livre do visto, não significa entrada liberada nos USA, muito pelo contrário, a imigração ficaria mais demorada e o risco de deportação, aumentaria muito.

  • Marcelo

    Se acabar com visto pode preparar pra uma invasão brasileira em busca de trabalho lá, erro grave dos EUA se fizerem isso. Só de Governador Valadares vai metade da população.

    • Marcia

      Pode acabar com o visto, mas não com a imigração americana. Mesmo sem visto, a pessoa vai ter que demonstrar que está indo aos Estados Unidos a turismo, senão volta pra casa.

    • Luiz Eduardo

      Acabar com o visto não significa dizer que as pessoas vão entrar nos Eua.

    • Bruna

      Com todo o respeito, mas a taxa de natalidade de Minas Gerais deve ser absurda. Além dos vários que tem no Brasil (tanto em Minas quanto em outros estados), quando morei nos EUA posso dizer que uns 70% dos imigrantes brasileiros (legais e ilegais) eram mineiros. Na Espanha e na Itália, mesma coisa. Incrível hehehe

      • Jota

        Esses 70% aí não são mineiros não, são somente o pessoal de Governador Valadares.

      • Celso

        Somos bons em reproducao humana 😉

    • será pior nesse sentido, na Europa por exemplo vc chega lá passa uma humilhação do kct na alfandega depois mesmo provando que tem hotel,reserva,dinheiro em euro e dolar,etc etc., vc corre o risco de voltar pra casa ''deportado' os EUA se isso acontecer vai ser igual,engano nosso que será essas maravilhas

      • Diego

        Concordo com o xará!!
        Melhor ir com "tudo certo" do que se submeter à discricionariedade do agente de imigração, ficar na incerteza se vai entrar ou não.
        Isso se agrava se lembrarmos como os oficiais americanos são incrivelmente mal-humorados, muito piores até do que os famigerados espanhóis.

        • Lucas

          Mesmo com o visto você pode chegar em solo americano e ser inadmitido! O visto não te dá a certeza que entrará no país!

      • Andre

        Ano passado fui tres vezes para espanha (entrando por barcelona e madrid), uma para alemanha for frankfurt, uma para o canada por torono e outra para os estados unidos entrando por miami .

        NUNCA tive problemas na imigracao. E outra: Alfandega é uma coisa totalmente diferente.

        Se voce chegar com todos os docuementos voce nao é barrado. Isso aí é historinha que da no uol.

      • Milton

        Nao sei como nem onde vc foi humilhado em alguma alfandega europeia, vou pra europa mais que uma vez por ano e nunca nem me perguntaram nada ate hoje. So mostrar o passaporte que eles carimbam.

      • Yuri

        Nunca fui humilhado na alfândega européia, não invente conversa. Hoje nem me perguntam mais quanto tempo vou ficar, só carimbam e falam "boa estadia" para mim.

        Quanto a ter ou não visto para ir para os EUA, eu não to nem aí… EUA é só consumismo. Os caxias que vem aqui falar mal do Brasil só citam consumismo e mais consumismo. Preço da água, dos produtos da apple, das roupas de marca que compram em ponta de estoque (que iam pro lixo mesmo) em miami, os parques típicos de turista…

        O que seria BOM mesmo dessa medida é poder pegar voos de cias americanas, passando por lá, sem ter que se preocupar em ir para consulado pedir bênção. Isso é ridículo.

        Daí, por exemplo, facilitaria certos voos para a Ásia e Canadá. Seria ótimo.

        Mas, o governo morre de medo dos compradores compulsivos daqui. Muito justo. Se economiza na unidade, mas se gasta muito mais comprando besteiras que nunca serão usadas.

        Como é que uma pessoa compra 20 pólos, 12 calças jeans, 8 pares de tênis tudo para consumo próprio? Isso é uma loucura…

        Dificilmente o governo vai concordar em acabar com o visto se mesmo em um site como esses o pessoal gastou 45 posts discutindo a diferença do preço da água.

      • Jefferson

        Não sei onde se passa humilhação na Europa. Já fui algumas vezes e nunca tive problemas, e passei inclusive pela Espanha. Uma vez eu fui para Londres e ia ficar na casa de um primo que mora lá, na chegada eu não tinha reserva de hotel e nem sabia o endereço do meu primo (ele foi me pegar no aeroporto), e mesmo assim me deixaram entrar.

    • não tem nada a ver uma coisa com a outra. Vai ser ilegal do mesmo jeito

    • Marcelo

      _____Caro Marcelo, poder ter certeza ABSOLUTA que, se um dia acabarem com o visto, vai ser BEM MAIS difícil entrar nos EUA. ____Os americanos NÃO SÃO idiotas. ____Ao desembarcar nos EUA, as exigências serão bem maiores do que são hoje. ____Pode acreditar que MUITA GENTE não vai sair do aeroporto – e vai ter que voltar no voo seguinte. ____Os EUA não vão dar "molezinha" para os cucarachas da América do Sul.

    • Alexandre

      Vc não sabe o que fala! Os Valadarenses estão é voltando de lá. Ademais, ainda que o país deixe de exigir visto para turismo, subsistirão as exigências para trabalhar lá e fixar-se.

    • M. Fátima Ippólito

      A possibilidade de acabarem com o visto não significa que chegando em solo americano, se a imigração sismar com vc não o mandem de volta na mesma hora deportado! Não se iluda que esses americanos não são bobos…eles te enfiam numa sala e tu nem vê a cor do céu americano. Já vi isso acontecer com pessoas que conheço.

  • MTorres

    Justo. Só acho que poderiam desburocratizar.

    Vários vistos são via Correio. Dois dias pra um visto é absurdo.

    • principalmente pra quem mora fora dos principais centros. Eu tive q gastar além de uma grana de gasolina, hotel, deslocamento, 1 dia sem trabalhar, enfim, bem complicado mesmo.

    • RABUGENTO

      Os vistos que tive, o último venceu em 2006, eram todos providenciados via despachante.
      so
      Quando mudaram desisti. Nem é longe ir até São Paulo para isso mas não preciso deles. Eles é que querem meu dinheiro.

    • Claudinei Pinheiro

      Concordo. Além de eu aos USA gastar minha grana com a família ainda ter q tirar o visto. Sem chance aomeu ver uma grande arrogância e um stress para quem deseja ir para lá só por diversão e a passeio.

  • Alessandro

    Sinceramente, acho que se acabarem com o visto a peneira na imigração será muito maior. podendo ocorrer muitos casos como os que ocorreram a um tempo atrás na Espanha.

    • Vicente Mello

      Concordo plenamente. A porta se abre de um lado e se fecha no outro. Sem visto é interessante para os USA, pois o turista brasileiro é um dos que mais gasta lá dentro, graças aos nossos impostos absurdos que tornam os preços americanos muito mais atraentes. Visto de entrada é uma coisa. Permanência é outra vem diferente. Cai o visto, mas tenham certeza que a política de permanência será rígida para os brasileiros.

    • Anonimo

      Também acho que pioraria muito para os brasileiros se acabarem com o visto. Teria muito mais gente tentando imigrar e teria muito turista sendo mandado de volta, perdendo dinheiro de passagem, data de férias, etc.

      Mas o motivo de o visto ainda ser exigido realmente parece que é o governo brasileiro que não tem competência pra baixar impostos tentando dar um "jeitinho" de fazer o turismo nacional parecer menos caro

  • re178

    Se o visto acabasse, imagina quantos milhões de R$ o Brasil iria deixar de ganhar! É óbvio que isso é para proteger o turismo nacional.

    • Fred Martins

      O turismo nacional é o de menos. Tem os países do Mercosul e N outros que não precisam de visto.
      A questão é a proteção do Mercado.
      Estive no EUA e comprei roupa para ficar 2 anos sem dar um centavo a empresas brasileiras.
      Gastei o que gastaria aqui em 1 ano. COM ROUPAS DE QUALIDADE, independente de grife.
      Imagina isso em LARGUISSIMA ESCALA?

      • tamo junto! faço isso 2x por ano pelo menos…. pra familia toda! É uma forma que encontro de boicotar a má qualidade dos produtos brasileiros, pagando menos ainda.

        • re178

          Boa essa de vocês, vamos comprar produtos de qualidade no exterior pagando menos do que se fosse aqui, e de qualidade mais alta do que os produtos daqui!

  • Falta de visão total. Pode ter mais brasileiros indo pra lá, mas vai abrir muito para os americanos virem ao Brasil. A melhor defesa é o ataque, quando cair o visto tem que investir pra divulgar o turismo brasileiro nos EUA. Acho que o Brasil tem muito mais ganhar do que a perder com isso.

    • Pois é, americano é um dos povos que mais viajam e muitos não vem ao Brasil por causa do visto, já trabalhei com uma americana que só veio aqui a trabalho, mas já tinha visitado antes toda a américa do sul, exceto o Brasil.

    • Luiz Eduardo

      Concordo, e digo mais: acabar com o visto faria com que a competição melhorasse as condições de turismo no Brasil. No fim das contas, o Brasil sairia ganhando também.

    • Anonimo

      Mas aí o governo teria que trabalhar. É mais fácil fazer o de sempre: aumentar os impostos, criar bolsas, criar leis populistas que aumenta a burocracia para as empresas, tudo em nome da "distribuição de renda" (o efeito prático é uma eliminação de renda).

      • anonimo2

        Apesar disso tudo vc continua viajando. Que coisa hein!

      • Diego

        O problema do custo do turismo interno é, basicamente, cultural: as pessoas querem explorar o turista, não o turismo.
        Da última vez que fui ao NE, fui abordado por um vendedor DENTRO DO MAR!! Isso me fez nunca voltar àquela praia específica. E não foi culpa do governo.

  • Edi

    Viajei para Natal no fim do ano e gastei um absurdo em 5 dias de estádia. Este ano consegui meu visto e vou para Las Vegas nem Dezembro, vai sair bem mais em conta. Turismo no Brasil, para mim, vai ser muito difícil.

    • Thiago

      Sou de Natal, e confesso que turismo aqui na cidade é muito caro mesmo….

  • Depois de viajar para os EUA, eu nunca mais quis pensar em viajar pelo Brasil.
    Tudo muito caro por aqui, prefiro guardar meu dinheirinho pra me esbaldar la fora.
    Conto os dias pra voltar e sonho em morar na terra do tio Sam.

  • Diógenes

    Mais uma vez o Brasil fud**** os brasileiros.

  • Gustavo Bueno

    Bom mesmo é visitar Europa e Asia. USA é coisa do passado. Você volta depois de 16anos e está tudo na mesma. Estagnado. USA somente para comprar.

    • EDUARDO PACI GALVAO

      Esta foi triste.. a EUROPA que é o continente antigo, coisa do passado, mas muito boa de se visitar, por sinal.

      Os EUA tem muita coisa boa para conhecer, quem discorda é porque nunca foi…

      • Gustavo Bueno

        Quem vai aos USA é porque não pode ir a Europa muito menos a Asia.USA é a mesma porcaria desde o tempo que fiz intercambio na California…Abre seus horizontes Alemanha, Inglaterra, Singapura isso sim é primeiro mundo. USA é um mar de concreto. exceto NYC, L.A, S.F.

    • Peter M.

      Ha,ha,ha,vc e' comunista ?

    • Marcia

      Concordo com o Gustavo! Viajar para a Europa e Asia é tudo de bom, cultura rica e pessoas diferentes. Estados Unidos é legal para fz compras. Eu acho engraçado como tem gente que fica idolatrando os EUA, aquele velho sonho americano brega rs!

      • Jonas

        Marcia, me desculpa mas tenho que discodar totalmente de voce, conheço toda a Europa e norte-america. A Europa parou no tempo, esta numa crise maior e o turismo lá é caríssimo. Estados Unidos também é rico em cultura, tais como melhores museus do mundo, shows, diversidade cultural, gastronomia, cinema,inovações de toda sorte, etc… E compras sim, porque não. Amiga não é comunista é?

        • Marcia

          Não sou comunista, sou "viajada" kkkkkk.
          Jonas, isso é questão de gosto, tudo que vc falou que tem nos EUA, tem na Europa e Asia tbm!

  • Adriano Garcia

    Mais uma bobagem made in Brazil. Se o governo brasileiro realmente acha que esta é a salvação para o turismo nacional, então é algo que diz mais sobre o tipo de governo que temos do que um impedimento para as pessoas viajarem aos EUA. Sério, o sujeito paga US$ 100 pelo visto e – para quem mora fora das cidades com representação diplomática – uma viagem doméstica. Depois do visto concedido, são 10 anos sem ter que se preocupar com isso. E a renovação é simplificada. Comparem isto com o custo da viagem em si. Muito pouco.

    Protecionismo ao invés de competição competente é um dos males do nosso país. Por isso é que pagamos caro e temos produtos ruins. E é exatamente por isso que nosso turismo está em queda e é a mesma razão que faz com que o brasileiro vá a Miami e volte com 6 malas cheias. Se tivéssemos qualidade e preço aqui, traríamos somente souvenires, como os demais turistas de países "normais".

  • Marcio de Moraes

    acredito que os estados unidos precisam mais dos brasileiros, do que nós deles… temos tudo no brasil, acho que tá na hora de cortar o umbigo… só um pequeno exemplo eles precisam de nióbio e temos 98% dele no acre e amazonas, enquanto o resto 2% está no canadá… sem nióbio adeus nasa, adeus a um monte de coisa, o nióbio custa 2x mais caro que o ouro, só um exemplo é claro, quando vou aos estados unidos não gosto do ar de superioridade e a visão que vivemos numa imensa selva, vou investir mais em viagens pelo brasil… com corrupção, com impunidade, com impostos ou sem é o meu pais… abraçoo

    • EDUARDO PACI GALVAO

      Cada coisa que a gente vê por aqui… não, eles não dependem da gente. E este ar de superioridade, confesso, nunca vi em minhas 'n' vezes que fui para lá..

      Fique por aqui então, torrando seu dinheirinho em impostos que vão todos para o governo.

      Prefiro muito mais gastar lá fora, pelo menos lá meu suado $$$$ é valorizado…

      • Marcio de Moraes

        eduardo, respeito sua opinião, e vc tem razao quando diz q eles não dependem de nós, mas o turismo alimenta uma boa parte da economia americana, não so brasileira, não fui n vezes aos estados unidos, mas morei no texas durante 5 anos e trabalhei como engenheiro de minas, antes de retornar ao brasil, não fui como turista, talvez vc não saiba mas chegaram a colocar um macaco e galhos de arvore em meu armario escrito jungle…. ou seja selvaaaa… o turista é muitas vezes iludido, vá para o campo de trabalho e vc vai tirar suas conclusoes…. abraço

        • 119297837

          Mas é obvio que aqui é uma selva Marcio de Morais! O trânsito, a violência, a falta de educação a podridão que é este país de merda que é o Brasil. Acorda meu caro! Jungle seria errado, de fato pois a selva não é assim, mas o certo seria escrever no seu escritório " hell". Nióbio no c… dos outros é refresco…
          De que adianta ter "nióbio" e não saber usar de forma adequada. POTÊNCIA SEM CONTROLE, É NADA! como disse uma propaganda certa vez.

        • Vitor – Floripa

          Caro Márcio, pérolas aos porcos. A "coxinhada" nem sabe o que é Nióbio e quem detém o direito de exploração (rtem o google,né?). O interessante é que os caras ganham dinheiro aqui o suficiente para viajar e COMPRAR e depois ficam falando mal do país natal.
          Aí galera, também passei uma temporada nos EUA na década de 80 e seria o último lugar para o qual eu retornaria. Conheço boa parte do Brasil e acho que dá para fazer turismo interno sem gastar tanto.

    • José

      Sim,
      eu sempre levo em conta o nióbio ao escolher o meu destino de férias.

      • Luiz

        Kkkkkkk. Essa foi ótima!!!

      • Marcio de Moraes

        hahaha… por este angulo ate eu tive q rir… kkkk…

    • Camila Leopoldo

      tendo grana pra nem perguntar quanto custa, ótimo…
      o problema são os reles q contam os centavos mês a mês..

    • hahahaaahaa, sim, obama vai fazer uma campanha: Por favor compre mais nos EUA, pq a gente tá com pouca grana! hahahahaahah

      • Marcio de Moraes

        andré, falando assim parece que os estados unidos é o pais mais rico do mundo, pode ter certeza que o turismo não só brasileiro como de outros paises ajudam e muito a economia americana, não sou expert em economia, mas como engenheiro de minas, trabalhei alguns anos no texas e percebi algumas fragilidades, talvez não perceptiveis aos turistas… abraço

    • Miriam

      Só rindo mesmo, kkkk.

    • Marcio de Moraes

      vai morar nos estados unidos e lavar calçada vai…. pelo menos aqui vc tem alguns direitos hahaha…

    • Márcio Oliveira

      Bom dia Marcio.
      Respeito sua opinião. Tudo bem! Mas suas informações não condizem com verdade. Só para começar, o nióbio não está no Acre ou na Amazônia!

      • Marcio de Moraes

        desculpe o equivoco entao… mas temos os 98% pelas minhas informações… abraço

  • Daniel

    Eu acho que o ser humano deveria ter o direito de ir e vir mundialmente, afinal somos todos do mesmo planeta, ficar a mercê de governos de baixa qualidade, como temos no Brasil, é triste pra evolução do brasileiro, que acredita em tudo que a mídia fala. Sem contar, que é muito bom ter contato com outras culturas, e até mesmo ter o direito de comprar produtos mais baratos de fora de país dos governantes, onde pagamos absurdos de impostos e nada se resolve.

  • Luiz Eduardo

    Que ridículo por parte do governo brasileiro se for verdade. Que vergonha! O governo brasileiro tem que estar preocupado em melhorar as condições de turismo no Brasil e em facilitar a vida do brasileiro, e não o contrário!

  • Para este (des)governo do PT, devemos viajar, no máximo, para Bolivia, Venezuela e Cuba, para ficarmos contentes com o que temos por aqui…

    • é verdade mesmo, seria o ideal do plano de viagem bolivariano néh??rsrsjá havia pensado nisso,só que os nossos comunas vivem na disneylandia e miami

    • Que país comunista é esse que Banco bate recorde de Lucro Líquido?

      O modelo de governo atual caminha muito mais para uma falência geral aos moldes argentinos do que um governo que teria que privatizar a VW, Fiat, Camargo Correa, Bradesco, Vale, Gerdau, Itau, Globo e afins p/ chegar nos padrões de Venezuela e Cuba onde é praticamente tudo estatal.

  • Marcia

    E nem é só questão do turismo nacional ser mais caro. Acho que o principal problema é falta de estrutura mesmo. Estradas boas, bem sinalizadas, banheiros limpos em locais turísticos (ainda que pagos), transporte público de qualidade, sites com informações corretas e atualizadas sobre atrações em cada cidade, organização, fiscalização, segurança, e por aí vai.

  • Ítalo leite

    Ainda bem que eu já tenho o meu! E não tem viagem melhor do que pros EUA .

  • Nato

    Eu prefiro que se mantenha a exigência de visto, pois temos uma maior segurança de entrada e quando estamos lá somos bem tratados, pois eles sabem que a imigração é muito menor e quem está indo é porque tem condições. Também não adianta ser como países da Africa que tem isenção de visto mais tem que ir viajar com uma mochila de documentos comprobatórios para apresentar quando da entrada.

  • Guilherme

    Acabar com o visto e as pessoas ficarem livres para ir comprar coisas boas a preço justo lá nos EUA ? Jamais !!!
    Brasileiro tem mais é que se f… mesmo com os governantes que elegem e REelegem !!!
    Parabéns a nossa nação, que tem o governo que merece, aliás !!!

    • Eli Ximene

      Estamos ficando perecidos com Cuba muito rapidamente,

    • Fatima

      PARABÉNS Guilherme, falou tudo!!!

  • Patricia

    Os brasileiros gastariam menos lá fora se os preços aqui não fossem tão absurdos. Quem não preferiria comprar produtos com garantia e nota fiscal daqui com preço razoável? Ao invés de aumentar o imposto em compras internacionais (que claramente não está impedindo o aumento de gastos no exterior), que tal diminuir os impostos, incentivando o consumo dentro do Brasil?

  • Talvez, porque eu ja tenha visto desde 2001, eu ainda prefira os vistos, pois penso como seria para as pessoas tentarem irem sem o visto, o quanto seria rigoroso, e o tanto de pessoas voltando com vistos negados. O que é mais caro e frustante, ter os gastos de pedir visto nas embaixadas, ou viajar ate miami e la ter sua entrada negada e ficar ate dias numa famigerada salinha da imigração. Por outro lado, sei que a exigencia de visto e pela lei brasileira da reciprocidade isso prejudica o nosso turismo.

    • Maria

      Excelentes palavras!!!

    • Didi

      Voltariam aqueles que eles achassem, por algum motivo, que o cidadão estaria entrando com um visto de turista para tentar trabalhar ou morar . Para estes fins existem outros vistos, que não são tão fáceis de se obter. O cidadão que quiser da uma de esperto corre o risco mesmo de ser barrado, mas foda -se, merece mesmo. Acho que ia ter uma onda de tentativas, mas depois de escutassem a respeito iriam diminuir até normalizar . Mas no início seria uma onda..
      As pessoas que tem negada a entrada, já lá no aeroporto que é "zona primária", são devolvidas ao Brasil, quase que imediatamente. Fica esperando um voo com espaço e volta. Os que se fodem, em triagens imensas são os que são pegos tentando entrar ou que já entraram por gates inapropriados à imigração ou que entraram com um visto e tentam viver nos US com outro fim.

  • Gustavo

    O Brasil devia estar preocupado em melhorar o turismo interno ao invés de boicotar o turismo internacional, que é apenas uma consequência de uma ingerência local. Talvez isso seja até inconstitucional, cadê o nosso direito de ir e vir? Coisas de Brasil…

  • Arthur

    Próximo ano libera pós o PT estará fora.

  • Maicon

    Para quem acredita que o fim da exigência de visto vai ser melhor para entrar nos EUA, se engana, pois com esta medida a imigração americana ficará ainda mais exigente pois para quem já tem visto eles já tem um cadastro. As pessoas reclamam em pagar a taxa do visto que dura 10 anos, se for dividir este valor por todas as viagens que a pessoa fizer neste período seria um valor muito baixo. Diferentemente dos europeus que não tem necessidade de visto para entrar nos EUA, toda vez que eles entram nos EUA eles precisam preencher um formulário chamado ESTA e se paga por isso

    • Ricardo

      O ESTA é válido por 2 anos e custa apenas 14 Obamas

  • Fred

    Que vergonha de ser Brasileiro. Que país de Quinta. É isso que alguns falaram, viajo para fora mas não sou assaltado aqui.
    que vergonha meu deus!

  • nÃO TEM TB UM LANCE DE QUE PARA Q ACABASSEM com a exigencia do visto, o Brasil teria que liberar informações tributarias/bancaria sei lá?!?!

  • Junior

    Prefiro muito mais fazer turismo nos EUA, temos o bônus de sermos reembolsados com as despesas de viajem pela economia que fizemos de impostos nas compras. Além do mais uso meu passaporte italiano, que não precisa de vistos, e ainda passo na frente de todos os brasileiros na fila da imigração.

    • Gustavo

      Junior, como você passa na frente dos brasileiros na fila da imigração?

      • Mais um absurdo. Todo lugar a fila maior é para imigrantes, aqui no Brasil vc fica 1 hora pra "carimbar seu passaporte", enquanto quem tem passaporte europeu entra bem mais rápido….rs

        • Junior

          verdade, aqui até pra gente ir no banheiro tem que enfrentar fila.

      • Junior

        Eu uso meu passaporte europeu, a fila é outra. Quando chego em um avião do Brasil, todos precisam preencher aquele formulário de imigração e aguardar na fila dos brasileiros, e eu não porque já vou pra fila dos europeus que no momento não tem ninguém. Pelo motivo dos horários de aterrissagem por vezes serem diferentes. A primeira vez que fui, me dirigi a fila dos Brasileiros, um mundarel de gente acho que haviam umas 800 pessoas na fila, mas o agente de imigração me viu com o passaporte vermelho e me fez sair da fila e ir para o guichê dos europeus.

        • Junior tenho o passaporte italiano, mas apenas vi guiche de europeu na europa. Em que aeroporto tem esse guiche especial pra europeu nos EUA?
          Em JFK, MIA e PHI tem American Citizen e Other Country apenas…

  • Roosevelt

    Nosso país infelizmente é terra de ninguém. Quem tiver vontade e puder, deve ir embora.

  • Wilton

    Todo mundo só fala sobre os impostos no Brasil, mas a grande maioria dos empresários cobra os impostos e coloca no bolso.
    Alguém sabe como é o imposto de renda anual nos EUA? Alguém sabe que quando você morre a metade do imóvel fica para o governo?

    • wilton, vc pode comprar o imóvel como pessoa jurídica, aí vc não tem essa "carga" de imposto alta. Dê uma pesquisada.

    • Anonimo

      Eu SEI como é. Não fico especulando que nem você. Prepare-se para o baque: o imposto de renda lá é 2.56% efetivo para quem ganha menos que aproximadamente R$ 6.000 por mês. Pra quem ganha até R$ 12.000 por mês o imposto é 13.65%. Ele vai subindo até atingir o teto máximo de 23% pra quem tem renda de R$ 70.000 por mês. Pois é. Aqui no Brasil a gente pra uma fortuna, pra não ter nada em troca. E o imposto de metade do imóvel é só pra quando um estrangeiro compra imóvel lá e depois morre.

  • Alexandre

    Só pra dar um pequeno exemplo, existe um modelo de tênis da Adidas que é vendido aqui no Brasil por mil reais (cerca de 420 dólares) !! Sabe por quanto vi num outlet na Virgínia (EUA)? 70 dólares!
    Ou seja, aqui é 6 vezes mais caro!! Será que 500% de diferença se explica só por causa dos impostos?? Pra mim é safadeza e ganância mesmo!!! Povo miserável…

    • Anonimo

      Por incrível que pareça, como os impostos no Brasil são em cascata, chega-se facilmente em 500% mesmo. Pois tudo tem imposto alto, não só o tênis. Energia, água, gasolina, frete, salários, investimentos, aluguéis, remédios, etc. A fabrica de tênis gasta com vários produtos, materiais e serviços, todos absurdamente caros.

      • Vicente

        E mesmo que seja safadeza, essa safadeza só ocorre por que o governo fica proibindo a gente de comprar de quem não é safado.

    • Junior

      70 dolares, se vc tiver um cupom de desconto levar por US$35

  • lerticia

    incentivar o turismo nacional?? pode até evitar que ainda mais brasileiros gastem seus reais nas terras de Tio Sam., mas é só ir pra onde não precisa de visto, pois turismo nacional não vale a pena!

  • Gabriela

    Isso aí é a vontade da Dilma Kirchner!!! Vcs acham que o governo corruPTo que temos vai abrir mão da receitinha que cada pólo Ralph Lauren deixa, por ex???? Essa presidentA quer aumentar a competitividade da industria nacional barrando as importações… a lá Kirchner… porém, ela está vendo que isso é incontrolável, vide o saldo da nossa balança esse ano… mesmo com ou sem visto

  • Patrik

    Não há coisa mais humilhante que esse visto, uma amiga minha SOMENTE falou o nome completo dela e simplesmente disseram que ela não iria receber o visto, sem nenhuma outra explicação! Tem que ter muito espirito de vira-lata para se sujeitar a tal humilhação, mas claro, eles continuam por que saber que vão ter muito súditos que estarão sujeitos a isso. No que depender de mim, os EUA não verão 1 centavo meu para turismo, enquanto essa humilhação não acabar.

    • Não vejo dessa forma. Simplesmente pra eles vc é um potencial imigrante ilegal, por isso o visto foi negado. Cabe a você provar a eles que não é um potencial imigrante ilegal.

      Até pq nada impediria de vc conseguir o visto, e, caso o profissional que lhe faz algumas perguntas na entrada dos EUA tivesse uma suspeita de q vc seria um imigrante ilegal, ele te mandaria de volta no próximo vôo.

      Em tempo, isso acontece com qualquer país (lembram da Espanha, que mandou um montão de volta?).

      Isso sim é complexo de vira-lata. Vc pode ter sua entrada negada em qualquer país que acharem q vc não vai voltar. Se não aconteceu, é pq vc foi convincente dizendo q voltaria pro Brasil.

      • Patrik

        conheço muitos casos q a pessoa mostrou td e mais um pouco d q ñ pretendia ficar lá e msm assim teve o visto negado! É humilhação sim! A pessoa q se dispõe a passar por isso ñ tem um pingo d amor próprio!

  • Arthur

    Se o governo brasileiro pensa assim, é muito inocente.

    Isso porque vários americanos deixam de vir para o Brasil simplesmente pela necessidade de visto.

    Acredito que pouco aumentaria a quantidade de brasileiros indo para os EUA com o fim do visto, uma vez que quem tem dinheiro já vai. Por outro lado, o Brasil receberia muitos mais americanos, porque eles precisariam apenas comprar a passagem e vir.

    O governo conseguiria compensar, com o americanos gastando por aqui, o rombo do gasto dos brasileiros no exterior.

    • até pq o Brasil é caro pros americanos MESMO eles tendo uma moeda q vale quase 2,5 a nossa. É caro até pro Europeu….

  • Se levarmos em consideração que a taxa de vistos negados pelos Estados Unidos para cidadãos brasileiros está em tôrno de 3% sobre o total de solicitações fica difícil acreditar que o governo brasileiro está preocupado em fazer este tipo de economia.

    Vale lembrar que pràticamente a totalidade dos vistos negados são para pessoas realmente interessadas em permanecer ilegalmente por lá para trabalharem e não de turistas ávidos em gastar milhares de dolares em compras e mais compras.

    Portanto esta iniciativa, se realmente esta sendo praticada, é totalmente inócua, além de inoportuna.

    Como último argumento para não acreditar nesta história é sabido que qualquer decisão nesta área vale para os dois lados e sendo assim iria, certamente, incentivar a vinda de mais americanos ávidos por desfrutar de nossas belezas naturais.

    É o que penso à respeito.

    Ugo Esteves

    • Beto Jr

      Perfeito Ugo!
      Não são os 3% de brasileiros que não conseguem vistos para os EUA que iriam aumentar o turismo dentro do Brasil. A questão é que existem regras que pressupõe intercâmbio de informações entre os dois países sobre a situação dos cidadãos que esbarram em leis brasileiras de proteção ao sigilo fiscal, bancário e tributário.
      O entendimento, por parte dos EUA, de que o cidadão brasileiro é um dos que mais gasta quando viaja para fazer turismo quando está neste país, só tem feito com que a taxa de emissão de vistos aumente a cada ano.

  • Hermes

    Bem tendenciosa essa noticia. Mais de 90 paises em todos os continentes tem acordos de isenção de visto para brasileiros e alguns não exigem nem passaporte sequer. Porque justo com os EUA é diferente. Incrivel que são nesses momentos de crise que eles pensam nos brasileiros.

  • Rafael

    Quer acabar com o visto? Não vote no PT!!

  • Rodrigo

    O nosso governo quer controlar tudo que pode e não deve. É uma estupidez achar que o visto inibe a intenção de viajar para os EUA. Quem viaja para o exterior não aguenta mais a imundice das cidades brasileiras, o caos no trânsito, a violência escancarada a luz do dia, os pedintes que se enfileiram na frente dos bares e pontos turisticos, os flanelinhas que cobram 30,00 pra cuidar do seu carro, os restaurantes que cobram preço de Europa e prestam serviços de péssima qualidade. As pessoas que tem essa consciência, encaram toda a burocracia do visto para gozar de umas férias descentes.

    • Alex Lima

      Por isso que com visto ou sem visto eu vou. Quero ficar longe da porcaria que esse pais se tornou – lixo, insegurança, impostos

  • Luzia Barbosa

    Concordo que turismo no Brasil é caro, mas é aqui que eu vivo, ganho meu pão de cada dia, tenho visto, mas
    continuo preferindo o turismo intermo, penso que o melhor é equilibrar, um poco cá, um pouco lá!

    • 119297837

      então vai se divertir no Pelourinho…

  • Marco Abi

    Compete ao governo americano — e não ao brasileiro — adotar o fim do visto. Jogar a culpa disso no governo brasileiro (e por não atender às exigências americanas!) só pode ser piada.

    • Jefferson

      Falou muito bem. Até porque não sabemos que exigências são essas.

      • Fernando

        O fim da exigência de visto para brasileiros entrarem nos EUA implica no fim do visto para eles entrarem aqui no Brasil. Existe esse componente ideológico.

  • Lucas

    De BH para Recife,só passagem R$1000 ida e volta,pq não ir ao EUA?

    • mariostefa

      Cadalora ?

  • Cassia

    Pq vcs não fazem esses comentários(excelentes)na pagina da nossa presidente e dos nossos candidatos?Pq por aqui eles não ficam sabendo da nossa insatisfação,nem dessas idéias.Agora quero dizer uma coisa,gastem fora,mas gastem aqui tbm pq de uma forma ou de outra volta pra nós mesmo…se enfraquecermos o consumo brasileiro,enfraquecemos nossos proprios negócio ou trabalho,pois é aqui que moramos.(Só pra garantir,tbm sou insatisfeita com nossos altos impostos).

    • Será que não? As assessorias de imprensa dos três principais candidatos incluíram o Melhores Destinos (a nocco contragosto) em seus mailings e estão enviando informações a nossos jornalistas. 😉

  • Roberto

    O próximo passo do governo petista no que tange às viagens para o exterior, assim que lhes forem concedido um novo mandato (e eles dão como certa tal situação), é o de aumentar o valor do IOF cobrado sobre a aquisição de bens e/ou serviços no exterior. Há também em curso um estudo visando a BAIXAR franquia sobre as compras no exterior. Esta passaria de US$ 500.00 para algo em torno de US$ 350.00. Sei do que estou falando. Para os céticos e duvidosos fica o tempo: este irá lhes dizer se estou certo ou não.

    • Jefferson

      Bom, existe uma nova lei que permite a abertura de Free Shops no lado brasileiro em cidades de fronteira, e nas cidades onde houver free shop a cota para compra no exterior (leia-se free shops no outro lado da fronteira) vai baixar de US$ 300 para US$ 150. Isso deve acontecer em algum momento do ano que vem.

  • Galia Wyborova

    Dizer que o governo brasileiro não tem interesse que seus cidadãos sejam dispensados do visto norte-americano é uma besteira sem tamanho. Simplesmente isso está acima da vontade de governos ou governantes, pois é uma decisão soberana e doméstica de cada país.

    No caso dos EUA, eles não nos liberam dessa exigência porque vêem que os custos do potencial de acréscimo de imigração ilegal para lá são maiores do que o aumento da receita gerada pelo turismo dos que não se enquadram nas exigências do visto (ou que não viajam para os EUA justamente por escolher ir a países que não façam tal exigência). É uma decisão de Estado, soberana, e o Brasil exige o visto americano porque existe o princípio de reciprocidade entre as nações, uma questão de respeito e protocolo das relações internacionais. Inclusive, o Brasil já declarou diversas vezes que abolirá o visto a americanos no dia em que eles fizerem o mesmo para nós.

    A liberação de visto para chilenos baseia-se no fato de que um pais de apenas 18 milhões, com economia relativamente estável, possui pouco potencial migratório. A Argentina, nos anos 90, também teve essa exigência suspensa, mas depois voltaram atrás.

    Eu, pessoalmente, acho uma humilhação ter que fazer uma viagem doméstica e declarar toda a vida financeira para poder ter o "privilégio" de ingressas num país. Meu visto venceu faz seis anos e não sinto a menor falta pois acabo preferindo o continente europeu, muito mais bonito, variado e culturalmente superior à América do Norte.

    • Galia, não é bem assim. O governo americano deixa claro as exigências dele para incluir o Brasil no programa Visa Waiver: ter menos de 3% de pedidos de vistos rejeitados, adoção do passaporte com segurança digital, acordos de cooperaçãop e troca de informações, etc. A bola está sim com o governo brasileiro, já que a maior parte dessas ações depende dele. A questão que estamos debatendo é se ele tem interesse em não derrubar o visto ou se tem problemas para conseguir adotar as medidas. Leia mais aqui: http://www.melhoresdestinos.com.br/fim-visto-esta

      • Galia Wyborova

        Eu não entendo a razão de o Brasil ter que se submeter às exigências de outra nação. Se eles quiserem ou precisarem facilitar a vida dos brasileiros, irão fazer de qualquer jeito. A União Européia não faz, porque temos que nos adequar à normativa de outra nação ou entidade? A propósito, todas as ditas "exigências" dispostas acima estão sendo seguidas pelo governo brasileiro, inclusive com acordo de extradição mútua, exceto pela cota de menos de 3% dos vistos negados, algo que está inteiramente na alçada norte-americana, não restando nada que o Brasil possa fazer. Quanto ao interesse governamental, seria bastante inadequado pensar que existiria lobby contra, uma vez que as receitas com o turismo de norte-americanos tenderiam a crescer bastante.

  • lucianamc

    Esse Brasil nunca vai pra frente com esse pensamento. Não troco minhas viagens ao exterior por uma aqui dentro jamais.

  • ISSO

    É

    UMA

    VERGONHA !!!!!

  • Engraçado, acho que o real motivo é o governo ter medo que com a liberação do visto americano os brasileiros gastem ainda mais nos EUA.
    Se os impostos no brasil fossem menores com certeza gastaríamos mais aqui, e não fora!!!
    Sem contar no gasto que temos que ter em dois dias para tirar um visto com passagem para as cidades que possuem consulado, hotel, as empresas de turismo que fazem o trâmite….hunf…só o Brasil mesmo!

  • Margareth

    O Brasil quer que o povo gaste aqui, pagando impostos extorsivos por hospedagens e produtos caríssimos e de péssima qualidade. Outro problema é esse passaporte com validade só de 5 anos que na prática só vale por 4 anos, porque temos que pedir com antecedência por causa das dificuldades de agendamento e das greves da PF e na hora da viagem, o passaporte ainda tem que ter validade de pelo menos 6 meses da expiração. Fazendo as contas, tiramos passaporte a cada 4 anos.

  • Julio

    Essa questão do visto americano gera uma polêmica boba…
    O Visa waiver não libera a entrada e saída irrestrita. Tem que avisar antes da viagem e pagar uma pequena taxa. O oficial da imigração pode te barrar do mesmo jeito. Concordo com um leitor aqui que se caso estivéssemos no waiver, o rigor ao chegar lá ia ser maior, já que não houve um filtro antes.
    Pessoas que já tiveram visto negado, NÃO PODEM USAR VISA WAIVER. Tem que pedir acesso via visto normal.
    Pais que querem fazer parte do programa do waiver, tem que compartilhar muita informação pessoal e financeira de seus residentes. Pode ser uma escolha do Brasil não compartilhar.
    Não duvido que o governo brasileiro também pense dessa maneira tacanha e ache que sem visto o brasileiro vá em massa comprar lá fora. Mesmo que compramos cada vez mais.
    E como alguém já disse aqui, o índice de rejeição é super baixo. Tem que ser muito perdido pra não conseguir.
    Abs

    • Melhor comentário desta página com certeza! O visa waiwer não acaba com burocracia, acho que aumenta em potencial a restrição. Ora, quem possui o visto agora tem este documento válido por 10 anos! Além disto, a falta de interesse por parte dos brasileiros em visitar os EUA se devem em parte da ausência econômica e de paciência em passar por esta etapa. Isto pra mim é um filtro válido.

  • Thiago

    Duvido que o governo americano tenha qualquer interesse em acabar com uma fonte ótima de renda, ainda mais agora. Só em SP eles emitem uns 2000 a 3000 vistos todos os dias, agora multiplica isso pelo valor do visto médio e em um mês vc tem milhares de reais, que custeiam os gastos dos consulados… Inocência achar que é o Brasil que não quer, somente.

  • Heloisa Helena

    A falta de inteligência é tanta, que, não investe no turismo no Brasil e sacrifica os brasileiros só pode se coisa do P
    T

  • Roberto Durgante

    Essa politica externa bolivariana só podia dar nisso . No ano que vem êlles estarão fora e tudo voltará ao normal

  • Heloisa Delazari

    Só pode ser coisa do PT porque eles não investem no turismo brasileiro , baixar os impostos , copiar o modelo Americano!

  • kennia

    brasil = caro, sujo, bagunçado, serviços de péssima qualidade e risco de assalto, estupro e assinanato.
    europa = não exige visto, cultural, mais organização, limpeza, segurança e qualidade.
    ponto.

    • Gustavo Bueno

      Concordo. Europa é Europa. USA já foi bom.

  • No dia que liberarem o visto para brasileiros entrarem nos EUA, o governo vai e aumenta o IOF para compras em moeda estrangeira de 6,38% para 50%, podem acreditar, ou seja, todo mundo vai se lasca.

    Melhor deixar do jeito que esta, pois o governo vai fazer de tudo para que na comparação entre comprar lá fora e comprar o produto nacional, seja mais vantagem comprar aqui.

  • Eduardo

    Sou muito mais a Ásia. Estados Unidos nem de graça…

  • João

    Acho que isto é blefe. O governo brasileiro fatura alto com o imposto sobre compras com cartão de crédito. Isto não seria motivo. E, aliás, o grosso de quem iria de qualquer forma, a turismo, já vai, mesmo com visto.

  • Insatisfeita

    O governo brasileiro do PT está na contramão da história. Por eles já tinham fechado as fronteiras, como CUBA!

  • emanuella

    aquilo vai virar o paraguay sem visto. kkk brincadeirinha
    mas podiam diminuir a retirada do visto para pelo menos um dia só né? A gente que precisa viajar para isso é um saco. Tenho irmã morando lá e não vou desde 2007. to com o visto vencido e não me animo a ir para SP só para isso. O visto acaba saindo muito caro. E como não sou consumista não tenho tanta vontade assim de ir para os EUA

  • geraldo angelo

    Vivemos numa ilusão criada de outros tempos, como se um país fosse de alguém, ou algumas pessoas, ja dizia o contemporãneo Chales chaplin(carlitos), sou cidadão do mundo.fora estas questões de rótulos,marcas,bandeiras, territórios,.Vamos deixar bem claro, só existe um ''DEUS'', e tudo é de todos.Viver de submisso, não dá.Somos livres para ir e vir, de um jeito ou de outro.
    geraldo angelo

  • tania

    Agora q retornei de Miami, é que eu vi, o que fazem com nosso dinheiro no Brasil, taxas, turismo caro, roupas, transporte, emfim tudo…pagamos muito e nao temos nada..

  • Rafael Costa

    Só tem muambeiro.

  • Coitado do nosso povo, os políticos aproveitam da nossa falta de educação, para manter-se no poder de qualquer maneira, o povo come carne de pescoço e eles insistem dizer que comemos caviar e o pior é que a maioria acreditam nisso, a mentira dita milhares de vezes torna-se verdade.

  • Carla

    Não acredito nessa justificativa tão simplória do turismo nacional… Afinal, o Brasil lucra muito mais com o IOF dos cartões e da troca de real por dólar do que incentivando o turismo nacional!
    Não se enganem: assim que liberarem o visto, o IOF dobra!

  • Daniel

    EUA é o país que mais tem reserva de mercado.. só que lá tem quem fiscalize e proteja a indústria nacional.

    Aqui no Brasil não interessa aos doutos parlamentares (bandidos ou representantes de bandido) uma proteção aduaneira forte.

  • Moisés

    CONHEÇO VÁRIOS ESTADOS DOS EEUU,NO BRASIL NÃO CONHEÇO NENHUM ALEM DO RJ,E NÃO TENHO VONTADE DE CONHECE-LOS.

  • Diego

    Aproveite e continuem VOTANDO na DILMA!!! Política externa tupiniquim

  • Afirmação de quem não sabe o que fala… Ou que fala o que quer… A VERDADE é que os EUA não liberam o visto para brasileiros por conta do não fornecimento de informações sigilosas dos cidadãos pelo governo brasileiro. E essas informações não podem ser liberadas, a não ser que seja alterada a nossa Constituição, o que representaria uma grave ameaça à nossa soberania e respeito internacional com o Brasil.
    Então, esqueçam, jamais vão dispensar o brasileiro do visto.. Mas poderiam desburocratizar o processo e diminuir os custos pra se tirar o visto.
    Quem diz que o governo brasileiro que não quer as pessoas viajando tem uma visão muito pequena do mundo… Esquece que existe Europa e muitos outros lugares e que nos últimos anos muito mais gente tem viajado ao exterior. Se o governo quisesse mesmo restringir as viagens, era só restringir o vôos das cias estrangeiras, o que nunca aconteceu. Cada dia tem mais vôo disponível e mais concorrência baixando os preços…

    • Diego

      "o que representaria uma grave ameaça à nossa soberania e respeito internacional com o Brasil. " Sério?! E o Chile, como explicar? Com base no seu argumento, a soberania do Chile estaria ameaçada e de todos os outros. Acho que vc é sim, o eleitor Petista. Desde ano passado, as negociações Global Entry estão congeladas!!

      • Estão congeladas, devido um incidente diplomático.. Um tal Edward que revelou sobre espionagem de cidadãos brasileiros… E o que o governo americano quer são os sigilos fiscal e bancário dos brasileiros, coisa que a Constituição não permite…. No caso dos Europeus, a abertura das informações é reciproca. No caso do Chile, abriram sim informações que a Constituição Brasileira não permite que sejam abertas.. Vai dizer o quê? Que foi o PT que criou a Constituição de 88 sozinho? Tenha a Santa paciência, gente tapada, que quer misturar política em tudo…

  • Lauzimar

    Ta certo que os EUA irão deixar de receber os mais de US$ 42.000.000,00 mensais que recebem com vistos, são feitas aproximadamente 3.000 entrevistas de vistos por dia, a US$ 160,00 cada e isso em cada um dos seus 4 consulados e estão abrindo mais 2 consulados.

  • Anderson

    Por favor, nao cabe ao governo brasileiro acabar com o visto, e sim ao americano. Pouco importa o interesse de nosso governo. Que caia logo.

  • Miriam

    Turismo no Brasil? Já fiz e me decepcionei muito. Viajo pros EUA 1 x no ano, as vezes pra Europa, sem comparação. Meu destino preferido EUA, temos comodidade (bons hotéis, aluguel de carro e etc ) por preço justo, lá me sinto segura. Gosto também da Europa, mas os hotéis são velhos e caros.

  • Edgar

    Outra coisa ridícula é a necessidade de tirar visto de transito que custa o mesmo preço do visto de turismo… Se quisermos ir pra China ou Japão passando pelos EUA temos de ter o visto estadunidense, ou então o visto de trânsito que custa o mesmo valor e deve-se ficar trancado no aeroporto… Os EUA deveriam fazer como o Canada, e mais dezenas de países que não cobram visto de trânsito…

  • Guilherme

    Todo mundo saindo do Brasil pra ir comprar agua nos states kakakakakka……

    • Em tempos de seca em São Paulo, o assunto água deu uma certa polêmica, mas o fato é que até isso é mais barato lá que aqui.

  • Jeter Ribeiro

    Mais uma forma idiota deste governo idem para achar que assim vai reduzir os gastos externos.
    Não são competentes para estimular o turismo interno.
    Porque não reduzem os custos internos? De tudo, não só do turismo.
    Mas é mais fácil dificultar a vida dos brasileiros.
    Vamos tirar este povo do governo!!!!
    Chegou a hora!!!

  • Greta

    Como li neste post vários comentários ao meu ver pejorativos quanto ao turismo no país…. pessoas se vangloriando que viaja internacionalmente, mas não deve saber nem a posição geográfica dos estados brasileiros. Sei que ser turista no Brasil não é fácil, com pouca grana tem que ser guerreiro, pagar caro e algumas vezes abrir mão de certas comodidades, mas chegar ao ponto de falar mal de nossos atrativos é no mínimo insensato. Em um comentário, um cara disse que conhece vários estados nos EUA e se vangloria de no Brasil conhecer somente o RJ. O achei de uma visão tão limitada, estilo viajante come-dorme-compra. Nosso país apesar de não ser conhecido pelos museus, organização, segurança, preços baixos…. citados nos comentários, oferece pessoas, costumes e lugares, maravilhosos e peculiares para se conhecer, pois para quem tem o vício de arrumar a malas e partir, viajar para os EUA não exclui e nem substitui qualquer outro local e sim soma na bagagem cultural de cada um.
    Lembrem-se como já dizia Mario Quintana: "viajar é mudar a roupa da alma" e não somente a do corpo 🙂

    • Luciano

      Concordo! A definição come-dorme-compra é perfeita! 🙂

  • essa ideia é totalmente equivocada, se houvesse interesse de o governo estadunidense estimular o turismo de brasileiros nos EUA a emissão do visto americano seria menos burocrática, não haveria tanta rejeição de visto etc.

  • Luciano

    Viajo aos Estados Unidos desde os anos 80 e posso afirmar que era muito mais rigoroso o controle de liberação de vistos. Como já comentaram, hoje, para ter o visto negado tem que ser muito "quebrado". Isso é fato, e até pelos comentários que li nesse post, o controle atualmente está bem maleável, pois muitos dos que se vangloriam de ir gastar seus dólares nas lojas da Tommy e AX nos outlets de lá, há algum tempo jamais conseguiriam o visto de entrada!

    • Rafael

      Fui aos EUA em 1996 e a imigração não foi nada demais. O dólar era 1 pra 1 e iamos a NY por 900 reais, parcelados em 10 vezes. O Consulado do RJ era um poço de ignorância, principalmente pelos seguranças BRASILEIROS, mas fui ano passado e achei muito melhor. Apesar de não precisar tirar mais visto, a imigração não fez nenhum problema, eu tinha conexão em 1h e a imigração foi super rápida, até mais que a brasileira para entrar e sair do Brasil.

  • Marcelle

    Para mim tanto faz, o Eua é o último país que pretendo visitar.

  • Cleidson Rezende

    Como já disseram aí em cima, caso "abrirem" as porteiras… Quem sabe de antemão não seria algo interessante, uma vez que do lado cá a concorrência poderia fazer com um voo do Sudeste para Fortaleza ou Natal não seja mais caro que voar pra MIAMI, quem sabe as taxas também não seriam mais interessantes pela "consequente" evasão de compra no exterior?!

    • Rafael

      Comentei exatamente a mesma coisa. Aí, deixaríamos de ser terra de ninguém.

  • O problema do governo brasileiro é o anti-americanismo.

  • Ronário

    É fácil entender por que o governo brasileiro não quer a isenção dos vistos, a final, nós temos que pagar sempre os altos impostos por aqui, assim, todos nós iríamos comprar nos USA e com isso, o Governo Brasileiro deixaria de arrecadar bilhões de reais e assim, como sobraria grana para esses corruptos roubarem! o nosso Governo, deveria baixar os juros do Brasil e assim, competir com os demais países….

  • claudia Roy

    Eu tambem nao vou fazer turismo interno. Tudo e muito mais caro. Um absurdo de caro. É uma vergonha!

  • ze maria

    No estado onde moro não temos consulado, entre custos de viagem e retirada de vistos gira em torno de R$ 800,00 pratas para uma pessoa… Até quando !!!!

    • Rafael

      Pois é. No meu também não tem. A isenção ajudaria pessoas como você. Imagina que mora em Boa Vista RR para tirar um visto…

  • Rafael

    Nossa, como o povo foge do foco da discussão, 24 comentários sobre "preço de água". Particularmente, eu acho o visto uma mera formalidade cara e sacrificante, principalmente para quem mora em cidades onde não há consulado. O custo pode chegar ao preço da passagem aos EUA, dependendo de onde o viajante mora. Hoje faço parte do waiver program, sendo que já tive um visto concedido para os EUA e outro negado para o Canadá, depois então fui ao Canadá sem problemas. Imagine como são "criteriosos", pois continuo sendo a mesma pessoa. Há isenção de visto prévio para a Europa, mas e daí? Já temos que pagar taxas de cartão absurdas, taxas de câmbio super desfavoráveis, IOF, e ainda mais visto. Não sei se é verdade essa estória de manobra política, pois em época de eleição tudo vale mas a competitividade gera qualidade e novas visões sobre o serviço de turismo, só temos a ganhar.

    • João

      Agora o que eu simplesmente não consigo entender é o seguinte: Como pode mais de 80% da população concordar com as manifestações contra o governo do ano passado e hoje a Dilma ter mais de 30% das intenções de voto? Tipo assim: isso é mais do que 100% da população. Será que estão importando eleitores? O Brasil só é o que é, pro bem ou pro mal, por culpa do BRASILEIRO. Acho o meu país muito lindo, e viajo bastante por ele, mas sempre que puder, no momento, preferirei viajar pra fora, pelos motivos que já expuseram várias vezes ao longo dos comentários.

  • Bruno Bastos

    Os medíocres que viajam pra fazer compras em Miami que chorem a vontade. Tenho muitas outras opções de viagem para locais onde não preciso de visto e não vou me submeter a pegar fila e passar por interrogatório por um visto de turista.

  • Clovis

    Creio que todos que adoram os Estados Unidos, ou qualquer outro pais que não o seu deveriam mudar de vez para la. Admiro muito o referido pais pela sua beleza natural e principalmente pelo seu povo, mas enquanto exigirem visto não viajarei pará-la.

  • ROBERTO

    Já viajei muito para os Estados Unidos. Não tenho mais paciência em ter que enfrentar filas por dois dias para tirar um visto de turista. Agora descobri a Europa. Cidades espetaculares como Londres, Paris, Barcelona, a encantadora Madri e muitas outras, não me fazem sentir nem um pouco de vontade em voltar a frequentar, novamente, os Estados Unidos.

  • Evandro

    Alguém já viu as exigências e o tempo que leva para um americano tirar o visto prar vir ao Brazil?

    É muito pior do que para nós, recentemente um pessoa da minha empresa tirou o visto brasileiro e foram 45 dias entre o envio da documentação até que chamassem ele prar ir ao consulado brasileiro. neste ponto a ineficiência dos nossos serviços públicos, infelizmente fica evidente. A demanda é muito menor e mesmo assim demora.

    O Global entry não sai pois o fornecedor da máquina é único e não dá pra cobrar propina sobre a compra das máquinas. Isso sim seria uma grande melhora para todos, mesmo que o visto ficasse, o global entry mais o TSA-pre facilitaria muito a vida de quem viaja bastabte, principalmente a trabalho.

    Eu concordo com a reciprocidade, se eles complicam, temos que complicar pra eles também.

  • Marcos Reis

    Negar o visto é uma estratégia de faturarem mais, é essa minha visão! Quanta gente tem visto negado e fica tentando e tentando, cada vez vc paga o mesmo valor, absurdo!

    • Eduardo

      A pessoa que tem o visto aprovado vai gastar nos EUA bem mais do que gastaria pagando novamente as taxas de emissão de visto.

  • Carlos

    Essa é a medida patética e vergonhosa que o governo brasileiro encontrou para "incentivar" o turismo no Brasil?
    Pois bem, estive no ultimo fds na cidade de São Luis MA, uma cidade agradável, visitei o fascinante Lençóis Maranhenses, enfim. Tirando a beleza do lugar, o que mais chama a atenção é a forma precária que o turista é atendido naquele lugar. É uma terra de ninguém, hotéis despreparados, sem infra estrutura, alguns muito velhos e cobrando valores abusivos para qualquer serviço. As pessoas que atendem nos hotéis, pousadas, agencias receptivas NÃO sabem e NÃO fazem o menor esforço para orientar os turistas, me senti como se estivesse no exterior, conseguia uma informação correta sequer de onde tinha uma farmácia ou shopping mais próximo!!! Além do transporte urbano que é um caos por lá. O povo e os lindos pontos turísticos de lá não merecem esse tipo de tratamento, os turistas muito menos! O Governo deve se preocupar em melhorar o setor do turismo no nosso país parando de excluir as secretarias como redução de custos ou para compensar o não aumento de passagens de onibus por exemplo. Boicotar a ida dos brasileiros aos EUA mostra o quanto nosso país pensa pequeno e o quanto foi mentiroso todos os protestos ocorridos em 2013. Nosso povo continua o mesmo, passivo, covarde e desinteressado em tirar essa corja de ladrões do nosso governo, começo a acreditar que tudo aquilo não passou de interesse político. Chega a ser vergonhoso ver o Chile livre para viajar aos EUA e a gente, maior mão de obra e matéria prima dos EUA, praticamente um quintal daquele país (não que isso seja motivo de orgulho) tendo que passar por todo processo de liberação do visto e ainda tendo que pagar um absurdo por isso. Boicotar o sonho de viajar de um cidadão não é e nunca será a melhor maneira de incentivar o turismo local. VERGONHA!

  • Diogo

    Para quem pode ir isso não quer dizer nada… o visto de turista tem a validade de 10 anos! O Brasil não faz o mesmo para os vistos emitidos para americanos, por exemplo. Isso eh apenas uma medida para evitar que mais Brasileiros viagem para lah. O turismo oferecido pelos EUA eh um pouco diferente do oferecido pelo Brasil (mais ecoturismo, que eh isso que a EMBRATUR vende la fora). Quem vai para Miami, vai mais para comprar por conta dos ótimos preços, Orlando para os Parques de diversões – para citar os mais visitados. Onde temos isso no Brasil? Existe lugares lindos para vistarmos o Brasil, mas infelizmente eh caro, sai quase o mesmo preço (ou mais barato) que ir para outro pais. Sem contar que o governo não quer que o Brasileiro tenha um comprativo entre o que pagamos e o que recebemos de nossos impostos. Isso fica claro quando visitamos um pais desenvolvido. Acho que existe outras coisas alem de apenas barrar o consumo do Brasileiro…

  • Acho menos dolorido o 'brasileiro' receber um NÃO aqui no consulado, do que (talvez) voltar da imigração dos EUA!!!

  • Diego

    Chega a dar nojo os comentários dos "pseudo-ufanistas" aqui. Já viajei muito dentro do Brasil, sem dúvida sua diversidade e miscigenação cultural são as características mais positivas que temos. Entretanto, quando penso na estrutura precária com aeroportos desconfortáveis, segurança pública caótica, serviços públicos péssimos, diárias extorsivas em "muquifos" metidos à besta como na zona sul do Rio de Janeiro, não tem como não se indignar; principalmente a classe trabalhadora que já é arrochada mensalmente pelo IRRF, impostos irracionais sobre bens e serviços, bem como na ineficiência estatal. Sou brasileiro e tenho orgulho do país em sua essência, mas envergonhado pelos "representantes" eleitos, carga tributária elevados e serviços comparáveis a Serra Leoa. Se quiser arrecadar os 6,38%, tudo bem. Mas turismo interno, nunca mais! Até porque quem tem um pingo de discernimento e viaja para Europa, Estados Unidos e outros países de excelente infraestrutura pensará duas vezes antes de ser assaltado em nosso turismo interno. Amo a cidade que vivo, mas férias, feriados prolongados e outras viagens; só no exterior. Estou até vendo os nacionalistas de plantão criticando, entretanto, o dinheiro é meu, a consciência é minha e quero que o nacionalismo exacerbado se explodaaaaa! Ano que vem Estados Unidos pela 2ª vez e Europa pela 3ª. Turismo interno nunca mais!!

  • Prof. Dr. DT

    Nossa, o pessoal aqui viaja muito na maionese.

    Uma coisa é fato, o Brasil tem muito que melhorar, temos que aumentar nossa produção e conscientizar nossos consumidores. Reduzir a carga tributária e criar condições para fortalecer a indústria do turismo nacional. Isto é fato e é claro.

    Agora, vir dizer que morar no EUA é melhor que morar Brasil, isso vai da opinião de cada um. Eu posso comparar pq de fato morei nos dois e para deixar mais claro, morei na Inglaterra tb. E escolhi o Brasil.

    Dizer que não viaja no Brasil, por isso, ou aquilo, cada um tem sua opinião, e na minha opinião (conheço mais de 50 países), isso é coisa da POBRE, mas não financeiramente, e sim, pobre de espirito, vi pessoas comparando o litoral brasileiro com Orlando, o que uma coisa tem a ver com a outra?

    Volto a pregar, o Brasil tem muito a ser desenvolvido, a ser melhorado, mas nosso povo é INFINITAMENTE MELHOR do que de muitas nações, isso inclui os prepotentes e arrogantes americanos. Perguntem para os habitantes dos países que foram assolados pelas guerras que INVENTARAM para roubarem suas riquezas. Perguntem para os parentes das vitimas das "armas" biológicas (Varíola, anthrax, Ebola).
    Acredita-se que os EUA sejam responsáveis por 1/3 de TODA a poluição gerada no mundo. Então, aos US Fan boys, saibam reconhecer as inúmeras deficiências que esta nação tem e que grande parte de seu sucesso, se dá por expropriar outros povos ou nações.

    • Eduardo

      Hum…professor?…crítico dos EUA…adepto de teorias conspiratórias…comunista detected…

      • Pedro R

        Pelo amor de deus, quando o cara cria preconceito com quem dedica a vida a estudar é porque realmente é um caso perdido

      • Prof. Dr. DT

        Sim, professor, e vc esqueceu do Doutor e não pq sou médico, dentistas e afins, e sim pq eu tenho um título de doutorado. Crítico dos EUA? não, morei lá, só esse ano fui 3x, simplesmente não sou cego. o mesmo se aplica as teorias conspiratórias… não sou cego. Comunista? Ha Ha Ha, não tenho um pingo de Comunista e Socialista.

  • Guilherme Wahrhaftig

    Pessoal, trata-se de uma manobra para manter a balança comercial não tão desfavorável. Liberar os brasileiros de visto americano somente faria com que o dinheiro investido AQUI para a viagem fosse direcionado para gastar lá nos EUA. Além do que a viagem aos EUA se tornaria mais acessível à população, na medida que não teriam os gastos da entrevista nos consulados. Não se trata de uma medida para incentivar o "turismo nacional". Para incentivá-lo, precisamos de MUITO mais do que isso, como torná-lo ATRATIVO, com infra-estrutura, bons hotéis, preços bons, bom serviço, segurança no destino, etc… enquanto o sentimento do brasileiro for o de "levar vantagem", viveremos sempre os mesmos problemas. ADORO meu país, mas quanto antes nos conscientizarmos de não jogarmos lixo no chão, de sermos educados com quem nos pede orientações, de cobrarmos os mesmos preços tanto do turista quanto do brasileiro, de tratarmos a segurança como se deve, de termos encargos justos para nossa economia, antes poderemos nos orgulhar de nosso país ser EXEMPLO de algo. Isso vai acontecer, basta estarmos conscientes do que temos que fazer…

  • Raissam

    Entendi o objetivo do texto, mas que redação confusa e desconexa..

    • fanficswithmj

      vdd

  • fabio

    Sempre assim criam dificuldades pra vender facilidades

  • Ilza Brito

    Está bem claro para mim que exite uma relação de poder nesse jogo Brasil e Estados Unidos, isso por parte dos governantes, seria muito bom que todos os brasileiros conhecessem um pouco os Estados Unidos e tirasse suas próprias conclusões, eu tb tinha muito preconceito contra o povo americano, hoje tenho respeito e admiração.

    Um bom lema é não acreditar em nada que se fale e ter suas próprias experiencias.

  • Igor

    Conversa fiada. Se os EUA quisessem mesmo, bastava conceder visto a quem pedisse, como o faz outros países. Até porque a concessão de visto não é garantia do viajante entrar no país. Lá na imigração, eles podem impedir a entrada ainda de quem tem visto. Então, se querem facilitar o acesso, basta não recusar mais visto a ninguém. Tem países que fazem todo o processo pela Internet, como é o caso da Austrália.

  • os comentarios contra estão todos sem 'dar a cara a tapa'.

    Existe sim, um esforço americano pelo fim do visto, e existe sim uma resistencia do governo brasileiro quanto a isso. Hoje, uma viagem de 7 dias para Miami tem o mesmo custo de uma viagem de 5 dias para o nordeste Brasileiro… lá, o brasileiro gasta em média US$6mil, com compras, hotel, aluguel de carro, e passeios, esse valor no Brasil gira em torno dos 13500 REAIS. É OBVIO que o governo quer que esse dinheiro fique aqui.
    Porque então, não muda as politicas de comercio, e param de dar a desculpa de "impostos"??? Porque não existe um controle em relação ao lucro abusivo que TODAS as empresas impoe sobre a população e jogam a culpa nos imposto e na inflação?
    Por que não criar incentivos REAIS, sem motivações politicas, para facilitar a VIDA do povo, que DEVERIA ser a obrigação de uma gestão.
    Lá, nos EUA, vc aprende, que o cotidiano é muito parecido com a aqui… POREM, a gestão pública funciona, a policia é ostensiva e funcional.
    os impostos voltam em serviços para a população… e não existe discrepancia de preços para turistas e população… a exploração comercial a qual somos vitimas no país, é bem controlada e fiscalizada lá.

    Quer o meu dinheiro? me mostre os beneficios para mim e para o país que gasto aqui sem problemas…

    infelizmente, os 'impostos' no país só servem para manter político vagabundo e pessoas sangue-suga(alguem disse bolsa-familia),

    • Cara, vc disse tudo, eu não tenho mais fé neste país definitivamente.

  • O que a matéria não comenta é que o único passo que falta para o Governo Brasileiro se acertar com o Visa Waiver é o compartilhamento de informações de Inteligência e Segurança Nacional, o que é uma afronta a soberania brasileira (e o Chile aceitou de boua).

  • Erica

    Se o Brasil quer que brasileiros façam turismo interno é bom que baixem os preços. O que pago para ir a Orlando, ficar 11 dias com hotel, passagem aérea e carro alugado, não paga 1 semana no litoral nordestino. Caiam na real, turismo no Brasil é o mais caro, absurdo!
    Governo, baixe is juros e parem de nos roubar, quem sabe assim consigamos conhecer mais do nosso país!

  • Gilvan F. de Santana

    Acho que deve desburocratizar, 1º não ser mais preciso renovar. 2º Evitar muitas idas no caso aquí do Maranhão a Brasília da seguinte forma: mudando as regras para dar o visto, vou citar três casos na minha família, tenho um irmão médico, dono de um hospital e fazendas, com idade de 60 anos, tenho outro irmão, professor universitário, doutor em letras, com 57 anos, e eu mesmo sou Engenheiro Agrônomo, funcionário público federal ha 33 anos, com 58 anos de idade, e mesmo com essas idades, temos que ir a Brasília para pedir o visto, acho que nesses casos, a pessoa deveria só mandar os documentos exigidos, e receber o visto em casa. Isto é: querem fazer mais exigências, que façam a pessoas mais jovens que não tem ainda patrimônio ou profissão definida, portanto o perigo de ir para ficar é maior.

  • SOU A FAVOR, QUEM SABE ASSIM O TURISMO NO BRASIL FICA MAIS BARATO, É UM ABSURDO VIAJAR PELO BRASIL

  • Rogerio Augusto

    Senhores Administradores, favor acrescentar uma matéria sobre o preço da Água e qualidade das comidas americanas…. kkkkkk Ri Pacas

  • lia

    E quem disse que liberar o visto é abrir as porteiras de lá? De jeito nenhum. A imigração vai ficar demorada e detalhada e o risco de deportação será altíssimo, principalmente para quem vai pela primeira vez. Ou seja, se vc não levar os mesmo documentos que leva para tirar o visto, toda vez que descer lá e não provar que é turista, vai voltar pra casa mesmo. Não passa do aeroporto. Sou a favor do visto, para que injustiças não sejam cometidas e sonhos não virem pesadelos.

  • Daniel T.

    Não vejo o visto como um problema. E embora ele não seja garantia de nada, já é um tipo de pré-aprovação que ajuda muito – como já comentaram. O visto agora dura 10 anos, um grande avanço.

    Sobre a questão do turismo nacional, não adianta culpar só o governo (impostos) nem só o empresariado (lucros altíssimos). É um jogo em que ambos se acusam e ambos lucram alto. Enquanto os empresários tentam colar a culpa dos preços altos nos impostos, o governo joga a culpa nos empresários pelos lucros altos. O exemplo do PS4 é incontestável: por que os concorrentes, Xbox como exemplo, custam o mesmo nos EUA mas diferem muito no preço aqui? E a própria explicaçaõ do presidente da Sony AL foi um tiro no pé. Quem viu lembra que o presidente da Sony pegou o preço de venda final do PS4 nos EUA e converteu pra real? Quer dizer que ele vende PS4 trazido dos EUA e não da China? Faça-nos rir. O preço de US$399 é o preço final nos EUA, com lucro tanto da fabricante quanto da revenda. Bom, como eu disse, a maioria entra no jogo, uns do lado do governo (defendem que a culpa está nos lucros altos) e outros ficam do lado dos empresários (defendendo que a culpa é exclusivamente dos impostos). Continuemos assim, é o que empresas e governo querem!

    • Daniel T.

      Vários colegas e amigos tiraram visto sem problema algum. Mas relatos que já ouvi de vistos negados foram devido a declaração de IR, onde muitos profissionais autonomos, declaram o mínimo no IR pra não pagar impostos mas ganham bem mais na realidade. Daí os oficiais olham o IR baixo e negam o visto. A culpa é dos EUA ou de quem de maneira sorrateira foge do IR?

      • Ana Cordeiro

        Já tive visto de 10 anos que venceu sem que eu tenha conseguido ir lá por falta de dinheiro, agora tenho visto de 10 anos de visto novamente e fui uma vez. As entradas para a Disney são caríssimas, turismo lá também não fica barato. Comprar bobagens é muito barato. Comprar eletrônicos é mais barato que aqui mas pode ser taxado na entrada, a não ser que venha sem declarar, bem ao estilo que a classe média brasileira não gosta porque é corrupção e crime. Não me lembro de terem me pedido IR, tem certeza que eles têm acesso às declarações?

    • Jefferson

      Sobre a história do PS4 lembro que na mesma época o XBox que custa 100 dólares a mais do que o PS4 nos EUA, aqui no Brasil saia pela metade do preço do PS4.

  • MArcio Ribeiro

    Abram as porteiras! Não somos gado pra ficar preso aqui….

  • Ana Cordeiro

    Prefiro viajar para a Europa, a viagem realmente é de turismo e cultural. As viagens para os EUA tem características de viagens de consumo, seja de serviços (jogos, como em Las Vegas), seja de mercadorias. Talvez Nova York ofereça um pouquinho de cultura . Preços mais baratos? Sim, mas tem muita coisa barata de baixa qualidade também. O que tem qualidade lá pode ser taxado na chegada e se cair o visto com certeza a alfândega vai apertar muito mais. E comprar não é tudo, já vi gente sem saber o que fazer com coisinhas que trouxe só porque era barato. Não acho que viver fora do Brasil é vantagem para a classe média, a não ser que seja em muito boa situação profissional e ganhando muito dinheiro para compensar ser imigrante e sofrer discriminação por aí. E isso é a exceção não a regra.

    • Jefferson

      No fim das contas tudo é feito na China, a qualidade é a mesma em todos os lugares…

  • Pedro R

    Eu nãotinha uma opinião formada sobre o assunto, já viajei muito pelo Brasil e para o exterior, e acho extremamente importante o governo estimular o turismo interno. Tanto por uma razao econômica como para ajudar a formar uma consciencia nacional, pois queira ou nao somos de uma mesma nacionalidade e partilhamos uma historia comum. Mas quando decido ler os comentários e vejo os absurdos argumentos fundamentados num vassalismo e deslumbramento total dos EUA e preconceito contra tudo que é nacional vindos de um grupo de pequenos ricos alienados, tendo a achar que o Brasil tem mais é que foçar a manutenção do visto. Quem acha que comprar tenis Nike de 1000 reais nos EUA por um preço mais barato é razao para deixar de conhecer o proprio país para mim merece se f.. nas filas de vistos e se submeter a humilhacao que este pais exige para entrar lá. Até por uma razao educativa. E nao venham dizer que lá é mais barato porque o tenis Nike é mais barato. Hospedagem, comida, transportes,…todo o resto aqui é mais barato. E Manaus é mil vezes mais interessante que a chatissima nova iorque.

  • Ana

    Engraçado vejo um monte de gente bradar que vai gastar o dinheiro nos EUA mesmo e foda-se o Brasil, mas ninguém para pra pensar que esse dinheiro deixa de circular na economia aqui, que faz mais brasileiros terem acesso ao dinheiro e com isso aumentam a demanda do país, aumentando a demanda interna, aumenta a produtividade e assim garante-se o seu dinheiro. O contrário disso é, dinheiro gerado aqui, é gasto lá fora, isso diminui a circulação de dinheiro interno, com isso diminui a demanda e com a diminuição da demanda vem a diminuição da produção e com ela desemprego. Além disso, achei o texto muito tendencioso, não explica quais são as exigências que os EUA fazem para que o visto não seja mais necessário. E nesse caso, como eu não sei quais são as exigências prefiro não opinar.

  • 119297837

    com a mesma qualidade? tá de sacanagem…

  • ARY FERRER

    A NOTICIA É POUCO CONTRADITÓRIA, TENDO EM VISTA QUE DO LADO AMERICANO TAMBÉM NÃO TERIA INTERESSE TENDO EM VISTA DA QUANTIDADE DE VISTOS QUE EXIGEM DOS BRASILEIROS QUE VISITAM OS ESTADOS UNIDOS QUE SEGUNDO DADOS CHEGAM A MAIS DE 5 MILHÕES POR ANO.
    EM FUNÇÃO DESTE VOLUME PERGUNTEM NOVAMENTE SE TAMBEM É ESTA TALVEZ SEJA MAIS RAZÃO E NAO TAO SOMENTE PELA LADO POLITICO DO BRASIL. VAI LA NOVAMENTE E PERGUNTE A SUA FONTE.!!!

  • Maria Lúcia Rodolfo

    Convém considerar a recíproca. Fim do visto facilitará a vinda de turistas americanos avessos a essa burocracia. Poderá ser uma medida conveniente para ambos os países.

  • Cesar Mascarenhas

    Na verdade a isenção de vistos não resultará apenas em impactos econômicos, no curto prazo teremos problemas imigratórios, já que muita gente nunca teve chance de ir pros EUA em função das exigencias em se obter um visto americano, abrirá a porteira pra muita gente ir pra lá, e nunca mais voltar….Digo sito, pq quem vai pros EUA comprar iphone, ipad, PS5, são exatamente os 2% da população mais favorecidos. Imagine o restante dos 98% com a porteira livre com o sonho americano em mente?

    • Jefferson

      Conforme já foi comentado várias vezes aqui: isenção de visto não é "porteira aberta", ainda se é obrigado a passar pela imigração nos EUA com o risco de ser mandado de volta. Quem tem dificuldade para cumprir as exigèncias de visto hoje certamente vai ser mandado de volta quando chegar lá e provavelmente perder o dinheiro da viagem (pra quem viaja de pacote por exemplo a responsabilidade sobre a imigração é sua, se a pessoa for barrada a gencia de turismo não vai devolver o dinheiro)
      Além do mais essa isenção só trata de visto de turista visto pra morar lá é diferente e não vai mudar.

  • Dayanne

    Infelizmente hoje é mais barato viajar para os EUA, até pra Europa com bom planejamento… Falam que temos que conhecer as belezas naturais do nosso país, mas esquecem que é caríssimo viajar pra qualquer lugar do país, moro em Roraima, onde a passagem pra qualquer lugar do país que não seja Manaus é um Rim! Ir pro nordeste então é quase impossível! Quero conhecer o meu país, vou passar a virada do ano em Fortaleza, mas para isso comprei com uns 7 meses de antecedência passagens com milhas, porque agora está quase 4.000 reais, fora a hospedagem… O Governo quer que gastemos nosso dinheiro aqui, quando não temos retorno de quase nada, e não falo isso só por mim, mas pela comunidade que me rodeia.

  • Fernando

    Não temos o governo que merecemos, temos um governo que não nos merece.
    O Brasil é lindo mas que não oferece condições mínimas para o desenvolvimento do turismo.

  • Jose Roberto

    Muito caro turismo, como tudo no Brasil. A febre de viagem ao EUA é o custo/beneficio. Uma pechincha fazer turismo por la. Fiquei 23 dias curtindo praias no verão americano gastando muito menos.

  • Gustavo Castro

    Turismo interno, to fora! Sem dúvida tem muitas lugares excelentes no Brasil. Mas minha família prefere turismo internacional. Aqui é tudo muito caro e muitas vezes mal atendido. Pode ter visto, IOF, a peste que for, vamos pra fora do pais!!!

  • Luciane

    Ainda vou viajar para os EUA, estou me planejando para daqui dois anos e espero que não acabem com o visto. Tenho mais vontade de conhecer outros países do que o meu.

  • Guilherme

    Tratando se PT, o que podemos esperar?????

  • GERALDO

    TURISMO NO BRASIL É CARO E INSEGURO.
    TURISMO NOS EUA É BARATO E SEGURO.
    ONDE DEVO IR ?

  • A fim do vista é simplesmente acabar com a burocrácia ridícula e desgastante. Comtinuaria a "peneira" na entrada dos EUA, comuns em outros países. Logo não haveria invasão nenhuma, ao contrário, creiomque seria mais rigoroso.
    Erra o Brasil, se a informação for verdadeira. Mas erra em cima de erra é só mais um e quisera fosse o pior.

  • Nao vai liberar visto nunca! O brasil querendo se proteger e os eua lucrar com industria dos vistos.

  • Bruno

    Sei que muitos não ficarão felizes com meu comentário, mas acredito que o visto não seja tão ruim quanto parece. Na verdade, falo isso pois nunca tive visto recusado, mas imagino o quanto frustrante e chato isso seja. Porém, a isenção de visto faria com que a entrada no país fosse mais rigorosa, como na Europa, onde você tem chances de ter sua entrada negada e ter que voltar no mesmo momento, perdendo o $ gasto em hotéis e passeios. Sei, que a entrada pode ser negada mesmo com visto, porém o visto é uma "garantia" de entrada…

  • Eduardo

    Preparar as ferias anuais em qualquer outro país além do nosso é muito mais vantajoso,isso é fato.Além da dos impostos sobre os produtos que já vem acrescido nos preços,nas cidades turisticas,ainda existe o extrapolação do valor real dos produtos,exemplo disso é você pagar R$20,00 em um misto-quente (magrinho) e um suco de laranja,e ainda é tratado mal, como se ao pagar esse valor absurdo, o vendedor ainda estivesse lhe fazendo um favor.Por essas e outras que vou continuar gastando meu suado dinheirinho em terras distantes.

  • marcia matos

    quanta bobagem!! quem tem dinheiro vai e quem nao tem nao vai. simples!!

  • Culpar carga tributária pelo preço mais alto no Brasil do que nos EUA é muita burrice

  • bernardo

    a burocracia e o custo para se tirar o visto dificulta a ida das pessoas para os eua
    voce tem que perder dias de trabalho, pagar taxas e se nao redidir nas cidades pagar passagem e hospedagem. um absurdo

  • rasjrbr

    Uma viagem para o nordeste custa 200% mais caro do que uma viagem pros EUA, e não tem 25% da qualidade de estadia e de serviços.

  • Gustavo

    tem que lberar sim afinal o mundo e nosso tems que ir e vir pra onde e de onde quisermos mais esse brasil e uma merda mesmo o governo quer que nos gastamos nosso dinhero aqui mais tambem nao faz por onde aqui tudo e caro porraa daqui a pouco o governo fecha aeroporto pra ninguem sair daki . mais o jeito e sair do brasil enquanto e tempo.

  • Czar

    Comunismo. Se pretendem trancafiar as pessoas no País como vão trabalhar para o fim do VISTO?

  • Val Assis

    Fui à NYC e bebia água da torneira. Nos restaurantes água com muito gelo é de graça. Comi frutas (inclusive brasileiras) maravilhosas. Tanto vendida na rua como em mercadinhos. Fui muito bem tratada, comi bem, comprei coisas infinitamente mais baratas. Notebook e maquina fotográfica pela metade do preço. É inadmissível a nossa carga tributária. Revoltante!!!

  • Adejair Silva

    Eu acredito que se a isenção do visto acontecer. O brasil vai poder se beneficiar e modernizar se mais. Hoje no Brasil, muitas coisas ainda são sucateadas. Diga se de passagem, os transportes coletivos. Quando tive a oportunidade de viajar á Europa em 1988. Lá pude me deparar com uma vitrine de que como as coisas funcionavam bem. De Portugal ao fim da comunidade Européia.Todos os coletivos eram modelos para qualquer lugar do mundo. Ar condicionado quente e frio. Enquanto que no Brasil haviam os sucateados trens da “CBTU e ônibus sem nenhum conforto. Imagine você no Rio de Janeiro andando de “Busão” a 50º c lá dentro e 42 º c lá fora do coletivo?

    Portanto, de lá pra cá, as coisas melhoraram um bocado. E se esta isenção de vistos para ambos os lados se concretizarem. Com certeza, todos os dois países vão poder se beneficiar. Em especial o Brasil que vai se beneficiar muito mais ainda. E poderá se aprimorar melhor, para poder receber seus turistas e mudar seu perfil no senário mundial. Melhorando assim, sua qualidade de vida, modelo de transportes e etc:

  • Farago

    Aqui na Alemanha 12 litros de agua mineral com gas = 1,14 €

  • Flavio Colen

    Minha analogia com relaçao ao fim da exigencia de visto p/EUA é que, Nem o governo americano quer o fim do visto, nem taopouco o governo brasileiro Acredito que o fluxo de pessoas migranto p/ os EUA seria terrivelmente grande. Quanto ao Brasil, vcs realmente acham que o governo petista esta realmente preocupado com as burocracias e transtornos enfrentados pelos brsucas para obter visto? sinceramente,acho q nao, pois eles ja tem seu passaportes diplomaticos e todos os beneficios q os politicos tem, entao p/que preocupar com isso.

  • Elmo Procópio

    Apoio o fim da exigência de visto, se o governo brasileiro quer incentivar o turismo nacional, e fazer o brasileiro gastar em compras no Brasil, trabalhem uma reforma tributária.

  • ariana

    Tem que liberar sim. Gastamos um absurdo comprando produtos aqui, que vem dos Estados unidos. Pagamos um dos impostos mais caros do mundo e nada é feito para favorecer a nós brasileiros. Prefiro comprar lá fora mesmo. Pago bem menos. O dinheiro é nosso, fazemos o que queremos. Chega de enriquecer políticos.

  • Renato

    Seria ótimo se acabassem com esse visto Americano
    Se acabassem com isenção de impostos também
    e todo mundo fosse gastar la fora nossos governantes
    teriam vergonha na cara e parariam de nos explorarem.

  • Bruno

    “Seria uma decisão política, com o objetivo de incentivar o turismo nacional e evitar que ainda mais brasileiros gastem seus reais nas terras de Tio Sam.” CARA, e daí???? Quem vive em boas condições, quem trabalha muito até alcançar estabilidade tem o direito de sair do país pra gastar onde quiser. Na minha opinião, isso é uma pressuposição implícita de que eles não querem que saiamos do Brasil e que gastemos aqui, é como se nos prendessem. Somos livres! O visto americano só dificulta nossas vidas. Eu apoio e espero sinceramente que o Brasil em breve esteja participando do Visa Waiver. Vlw? Flw!

  • alanis

    eles deveriam liberar logo poiseu to pretendendo ir a um show da 1D no EUA esse ano

  • Augusto Queiroz

    O governo brasileiro só quer evitar perder os “trocados” para a “educação, saúde, segurança e tecnologia que investem todos os anos.”

  • Dennis Cavalcanti

    O turismo no Brasil é extremante caro se comparado aos EUA (experiência própria). Sem falar da péssima infra-estrutura brasileira (quem experimentou,sabe do que falo). Me sinto como gado na fila do abatedouro, não dá nem para se virar e desistir.

  • Bruna

    É pensamento de governante de terceiro mundo, que nao quer deixar o povo ter cultura. Pergunta se europeu precisa de visto pra entrar em qq país do mundo!

  • James Rachel Austin

    E claro que os bandidos politicos brasileiros nao querem que nos vejamos o que e realmente um pais decente manter as pessoas ignrantes e mais lucrativos ..canalhas

  • Sussú

    Nossa, um sonho!!!! Seria algo muito bom, para aqueles que nem eu, não obtenho de tanta grana, pra ir arriscar na tentativa de tirar o visto, e sair de lá frustrada, além do sacríficio, fica um sentimento de desgosto tão enorme, para mim seria muito importante, a realização de varios sonhos!!!! Apoio a decisão de obtermos o Visa Waiver Program !!!
    Adoraria conhecer os Estados Unidos. Meu sonho!!!
    Abraços à todos.

  • Sergio

    Sem contar com a arrecadação dos Consulados e da Embaixada!

  • André Gonçalves

    Esse texto fala muita besteira. A exigência do visto é atitude unilateral do Governo Americano e o Brasil poderia ou não empreender esforços para que essa exigência deixasse de existir mas nada poderia fazer se os americanos não mais a requirissem. E fica um bando de vira-lata criticando o Brasil sem nem entender o que estão lhe enfiando goela a baixo.

  • José Carlos Correia

    Se o governo brasileiro não deseja apoiar a desobrigação do visto para entrada nos Estados Unidos, é porque o Brasil ainda não entendeu a globalização.

  • Jô Lopes

    Na realidade nos somos refens e escravos dessa mafia de policos corruptos q so beneficiam a eles no Brasil… Eles nao abaixa os impostos pq sabem se isso ocorrer… Nos os ecravos desse bandidos o que indigna é saber que ficamos a merce de politicos que decide somente o que é lucrativo pra eles e convenhamos que o brasileiro esta cada vez mais antenado com as ofertas atrativas e sem impostos exorbitantes que existe no exterior entao que se manifeste o brasileiro que compraria aqui é logico que todo mundo vai embora e provavel que nem voltem!!

  • roberto

    qro ir embora, qro ir embora, pais de ladrão, pais safado

  • sergio ferrari

    Mas aqui tuuuudo é carissimo causado por impostos altissimos!

  • acrossofar

    estive no consulado americano tentando visto, levei papeis que provei minhas condições de pagar a viagem conforme manda a lei de turismo,, porem fui negado ao ponto de o consul nem fazer as perguntas existentes em um papel rosa que no ato de negar, ele entregou pra mim, e o ver que eu ia ler o papel num ato de desrespeito fechou a cortina do giche na maior falta de educação. me senti um lixo dentro daquele lugar. sabendo que eu sempre atendi americanos que compraram meus trabalhos , ja que eu sou artista. e naquele momento vi que o ser humano não vale nada pra politico nenhum,educado ou não ele teria de fazer as perguntas e dizer que nao foi com a minha cara, assim eu estaria mais conformado, portanto deixo aqui meu recado aos consuls,: todos que lhes falam a verdade voces negão o visto, ja sei de muitas estorias inventadas e papeis falsos que voces aprovaram. respeitem as pessoas de boa ou má aparência.

  • vera fonseca

    Gente, mas por que não quer??? Medo do povo ir embora? É. Vamos continuar cidadãos de 2a.

  • edmundo okamoto

    Pessoal não se trata de uma garrafinha de agua mineral se trata de o governo brasileiro impedir de nos brasileiros da classe menos favorecida de ter livre acesso no EUA para podemos gastar nosso real da maneira que quisermos, se sabem que la produtos eletrônicos, vestuários, calçados etc são bem mais baratos que aqui no Brasil pq aqui tem impostos absurdos em nossos produtos, por ex um carro Gol completo em termos custa por volta de 40mil reais e esse mesmo carro exportados por ex pro México sai por 22mil reais para os mexicanos isto e so um exemplo nem to falando de nosso petróleo que eh mandado para fora a preço de banana apesar q a banana aqui a dúzia estar um absurdo, e o mesmo petróleo volta para nos com um preço absurdo, fora qdo vamos a qq pais visitar e so podemos trazer qq produto e não poder ser mais q 500 dólares…….

  • marisa

    Na verdade o governo é contra porque deixará de encher os cofres particulares de politicos corruptos com o dinheiro dos impostos que pagamos neste pais, é uma vergonha e o governo não está e nunca esteve preocupado com seus cidadãos

  • Felipe Adam Antonio Vieira

    kkkk diz que uma patricinha falow q morou em new york e na california!!! e o valor da agua era o dobro de recife kkkk mas é claro queria !!! é nova york agora vá para connecticut texas ou outros estados onde não só os ricos vivam suhasuhasa

  • johaness vix

    acho dificil de acreditar nisso aí, o brasil tem muito imigrante ilegal já quem nao quer sao os EUA….

  • Neima Ribeiro

    Meu visto foi negado…tava com grana gorda na poupança. .passagem de ida e volta…o objetivo era torrar tudo lá. ..tentei ser o mais sincera.possível e me ferrei. .Poderia ter dito q ia pra Disney. .como.todo mundo faz..mesmo sem ir…mas não ..coloquei o endereço da minha amiga com green card e tudo mais que iria me alojar e o cara sem motivo algumm não me deu o visto.Talvez ele tivesse deduzido que tinha tudo pra.morar lá. NÃO TENHO interesse nenhum.em morar nos USA.Moraria na europa e nunca lá. Fiquei com tanta raiva que fui pra Londres e torrei a grana lá. Me senti humilhada…vou tentar.de novo e vou ser arrogante..mesmo que ele negue..vou falar tudo que tenho pra dizer.BABACAS!!..Os brasileiros alavancaram a economia da Florida ..e isso é o que ganham.Um mês como Julho sem os brasileiros eles ficariam loucos. Brasileiro deveria fazer esse protesto. Ficar um mês sem visitar…choque.

  • Tiago Costa Do Vale

    Pessoal do MD, nenhuma novidade a respeito da isenção de visto a Brasileiros?

  • Jorge rener

    Parabens a Brand USA
    O povo merece!!!