Leitores questionam fim dos lanches gratuitos na GOL. Empresa nega

Denis Carvalho 3 · abril · 2012

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

A GOL sempre foi conhecida por seu serviço de bordo simples, com bebidas, amendoins e snacks e as famosas barrinhas de cereal. Há algum tempo, contudo, temos recebido vários relatos de leitores que voaram com a companhia dizendo que os alimentos não foram oferecidos – apenas o serviço de bordo pago.

“Nesta sexta voltei de Montevidéu pela GOL e fui surpreendido no trecho doméstico de Porto Alegre a Belo Horizonte onde nos deram cardápios e só serviram lanche para quem comprou. Acabou o serviço de bordo da Gol? Agora ela está como a WebJet?”, questiona o leitor Fábio Vilela.

Além dos diversos casos de leitores, dois integrantes da equipe do Melhores Destinos observaram a ausência do serviço de bordo gratuito nas rotas de São Paulo (Congonhas) a Florianópolis e a Brasília. Os funcionários passaram apenas vendendo os lanches e disseram que o serviço gratuito seria trazido em seguida, o que acabou não ocorrendo. Nem água foi servido aos passageiros em um voo tranquilo e sem turbulências.

Segundo os relatos, o problema estaria ocorrendo apenas em voos onde há o serviço de bordo pago, já que nos demais o serviço gratuito continuaria sendo servido sem interrupção.

Questionada pelo Melhores Destinos, a GOL negou o fim dos lanches gratuitos em seus voos com lanches pagos. Segundo ela, o serviço de bordo é baseado em produtos “pre-packed” (snaks salgados e doces, amendoins, pão de mel, refrigerantes, sucos e água). Os produtos são escolhidos de acordo com o horário e o tempo de voo.

A empresa informou ainda que atualmente disponibiliza serviço de venda a bordo em cerca de 84 voos domésticos. “Ele permite ao cliente adquirir a bordo produtos variados e de qualidade, com marcas reconhecidas no mercado brasileiro. Nesses voos, o serviço de bordo padrão continua sendo oferecido gratuitamente e mesmo os passageiros que optam por comprar lanches têm direito ao serviço de bordo gratuito oferecido a todos”, garantiu a companhia. O cardápio completo do “buy on board” está disponível no site http://www.voegol.com.br na página “informações úteis / Serviço de venda a bordo”.

A GOL, no entanto, não ofereceu nenhuma explicação com relação aos casos relatados pelos leitores e colaboradores do Melhores Destinos. Será que a tendência da empresa é mesmo adotar o padrão da Webjet e oferecer apenas serviços pagos em seus voos?

E você? Já teve problemas semelhantes com o serviço de bordo da GOL? Deixe seu relato nos comentários abaixo!

 

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe