Começa hoje novo feirão da Trip com passagens a partir de R$59

Leonardo Marques 27 · julho · 2012

A Trip começará a partir de 20h de hoje, 27/07/2012,  um novo ferião de passagens aéreas com preços promocionais a partir de R$59.

Participarão dessa promoção centenas de trechos para viagens entre 07 de agosto e 04 de setembro de 2012.

As passagens podem ser compradas até as 6h de segunda-feira, 30/07/2012.

Agora é esperar a promoção entrar no ar para ver se o trecho que você procura estará com preços bons.

Abaixo colocamos uma pequena prévia dos trechos que estarão em promoção: 

Belém – São Luís R$ 59,90
Belo Horizonte (Confins) – Montes Claros R$ 59,90
Belo Horizonte (Confins) – Rio de Janeiro (S. Dumont) R$ 59,90
Belo Horizonte (Confins) – Uberlândia R$ 59,90
Belo Horizonte (Confins) – Campinas R$ 59,90
Curitiba – Campinas R$ 59,90
São Paulo (Guarulhos) – Bauru R$ 59,90
São Paulo (Guarulhos) – Marília R$ 59,90
Rio de Janeiro (S. Dumont) – Vitória R$ 59,90
Campo Grande – Curitiba R$ 69,90
Petrolina – Salvador R$ 69,90
Uberaba – Belo Horizonte (Pampulha) R$ 79,90
Aracaju – Salvador R$ 79,90
Goiânia – Belo Horizonte (Confins) R$ 79,90
Vitória – Belo Horizonte (Confins) R$ 79,90
Belém – Marabá R$ 79,90
Cuiabá – Ji-Paraná R$ 79,90
Curitiba – Rio de Janeiro (S. Dumont) R$ 79,90
Salvador – Vitória R$ 79,90
Cuiabá – Brasília R$ 89,90
Cuiabá – Goiânia R$ 89,90
Cuiabá – Porto Velho R$ 89,90
Curitiba – Londrina R$ 89,90
Goiânia – Rio de Janeiro (S. Dumont) R$ 89,90
Manaus – Porto Velho R$ 89,90
Salvador – Vitória da Conquista R$ 89,90
Cascavel /Curitiba R$ 99,90
Cuiabá – São Paulo (Guarulhos) R$ 99,90
Belo Horizonte (Confins) – Florianópolis R$ 99,90
Goiânia – Campo Grande R$ 99,90
Belém – São Paulo (Guarulhos) R$ 139,90
Cuiabá – Londrina R$ 139,90

Dica enviada pelos leitores Erick Ramom, Odair Costa e Rodolpho Farias.

 

 

Autor

Leonardo Marques - Diretor do Melhores Destinos
  • Nelson

    Esse blog é fera mesmo… parabéns… o melhor destino fica muito melhor se iniciar aqui… abraços…

  • shirley beatriz

    Legal demais as promoções, pena não ter para fortaleza- rio de janeiro.

  • Marcos Reis

    A TRIP deveria ter vergonha de ficar inventando uns feirões mentirosos desses… No dia que colocar São Paulo/Fernando de Noronha por R$ 59 ai sim eu acredito nela…

  • Fernando Sabres

    A empresa bem poderia incrementar os voos entre o Sul de Minas e Rio de Janeiro (e vice-versa), voltando a promoção que teve muito no passado.

    • ana

      concordo plenamente sobre incrementar as passagens entre Varginha e Rio! Podia ter preços melhores…

  • Vitor J. Nunes

    Off topic:

    Aéreas são a próxima vítima

    No caso dos atrasos de novembro de 2010, a multa para a TAM pode chegar a R$ 63,6 milhões. Ministérios Público e da Justiça abrem processos por venda casada e atrasos

    O Tempo – MG – 25/7/2012

    Primeiro foram as empresas de plano de saúde, proibidas de vender certos produtos até que consigam atender aos usuários. Depois, as venda de chips de celular suspensas em vários Estados. Agora, as empresas aéreas são as próximas na mira do governo.

    O primeiro ataque veio ontem em duas frentes. O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) do Ministério da Justiça instaurou processos administrativos contra a TAM e a Gol, para apurar possíveis irregularidades na venda de um seguro-viagem. As companhias estariam induzindo o consumidor a adquirir seguro junto com a passagem, o que configura venda casada.

    O segundo golpe atinge até a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O Ministério Público Federal no Distrito Federal (MPF-DF) entrou com ação contra a TAM e a Anac para cobrar fiscalização da agência reguladora e indenização aos passageiros, por atrasos e cancelamentos em voos entre os dias 28 e 30 de novembro de 2010.

    No período, a TAM registrou 266 cancelamentos e 200 atrasos, que afetaram cerca de 80 mil passageiros. O MPF-DF calculou que a indenização a ser paga pode chegar a R$ 63,684 milhões. A soma considera de R$ 500 para cada consumidor que sofreu com atrasos e R$ 1.000 para aqueles que tiveram o voo cancelado.

    Segundo o Ministério Público, a TAM alegou que os transtornos foram causados por condições meteoro-lógicas adversas, que a obrigaram a remanejar tripulações. A empresa, porém, não comprovou ter prestado a assistência devida aos consumidores. Na época, 340 reclamações foram registradas no site da Anac.

    "Nem à Anac nem ao Ministério Público foram apresentados quaisquer comprovantes ou notas fiscais referentes a reacomodação de passageiros, reembolso de valores pagos, alimentação, traslados a hotéis, hospedagem e facilidades de comunicação, entre outros serviços de assistência aos passageiros", afirma o MPF.

    A Anac, basicamente, é acusada de omissão. O MPF-DF afirma que não foram registradas sanções efetivas aplicadas pela agência reguladora à empresa aérea. Segundo o MPF-DF, Anac e TAM foram negligentes com suas obrigações.

    "A omissão da Anac na fiscalização do setor e a morosidade da agência na análise dos procedimentos que poderão redundar a punição das infrações cometidas precisam ser exemplarmente combatidas pelo Poder Judiciário, sob pena de instalar-se no país o ‘caos’ aéreo permanente", diz a nota.

    Na ação, o MPF-DF pede à Justiça que a Anac passe a exigir comprovação documental da assistência prestada aos usuários em atrasos e cancelamentos e publique a relação das punições aplicadas às empresas aéreas. O MPF-DF também cobra indenização por danos morais aos usuários afetados. A TAM afirmou que se manifestará nos autos do processo. Já a Anac disse que ainda não foi notificada.

    Seguro embutido. No caso dos seguros vendidos junto com a passagem, o DPDC concluiu que há indícios de infração aos direitos básicos do consumidor e de prática abusiva no fornecimento de serviços. Os fornecedores têm dez dias, a partir do recebimento da notificação, para apresentar sua defesa.

    Se for constatada a infração, as empresas poderão ser multadas em até R$ 6,2 milhões. Em nota, a Gol informa que se manifestará nos autos do processo e esclarece que o seguro-viagem é um produto oferecido aos seus clientes independentemente da oferta de passagens aéreas.

    "Durante a compra do bilhete, o passageiro tem a opção de adquirir ou não o seguro a qualquer momento e a sua compra final precisa ser confirmada", esclareceu. A Gol ainda ressalta que a configuração da venda do seguro-viagem em seu site conta com o respaldo e a revisão dos órgãos legais. A TAM também foi procurada, mas ainda não se manifestou. A abertura dos processos foi publicada no "Diário Oficial da União" de ontem.

    Anac deve impôr ajuda de custo por mala extraviada – A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) estuda mudar as regras para os casos de bagagem extraviada. O passageiro que tiver a mala perdida receberá da companhia aérea, na hora, R$ 305 de ajuda de custo. A informação foi revelada pelo jornal "Folha de S.Paulo" ontem. A ajuda de custo imediata é uma das novidades que a agência prevê para substituir a norma atual, de 2000.

    O texto também estabelece que, em voos domésticos, a empresa aérea terá até sete dias para devolver a bagagem extraviada ao passageiro; hoje, esse prazo é de 30 dias. Passados esses sete dias, a indenização deve ser paga em até uma semana. Hoje, não há prazo.

    O valor máximo equivale a R$ 3.450 – padrão internacional, mas nada impede o passageiro de ir à Justiça caso ache que a quantia não repara o dano. Mas nem mesmo a Justiça tem sido satisfatória. A mala da professora de artes Vera Lúcia Pereira sumiu numa viagem para São Paulo e nunca foi encontrada. "A empresa não me deu qualquer tipo de posicionamento", conta. A companhia aérea ofereceu R$ 280 de indenização, mas ela foi à Justiça e ganhou R$ 3.500. "Mas eu tinha o equivalente a R$ 7.800 na minha mala", reclama.

  • MARCIO LAMANA

    Sera que a gol, tam e azul irão responder???

  • Quéren

    Essa informação está confirmada? Pois já são 20:15 e não vi nada ainda… :/ Quero promoçãooo!!

  • DANIEL

    Estranho. Tamanho anúncio pela Trip. Entrei às 20:00 e diversos vôos/horários já constavam indisponíveis…

  • Virginia

    Uai, cadê? Nada ainda.

  • Bruno

    Porto Alegre – Londrina R$149,90 cada trecho pegando ida e volta. Somente ida fica mais caro. Achei os valores interessantes ja que ultimamente os valores dos trechos pra Londrina estão exorbitantes…

  • Maria

    E quando é que as companhias aerea vão lembrar aqui do Sul .

    (. Floripa e navegantes ? )

  • Marcus

    tá querendo demais, amigo…

    São Paulo – Fernando de Noronha por R$ 59?

    nunca!

  • jacqueline

    Nao confio na Trip! comprei uma passagem promocional em novembro para viajar em janeiro. 24horas antes da viagem cancelaram meu voo e nao me deram opçcao ao menos razoavel…perdi passagem , hotel e as ferias programadas…Trip, nem de graça!!

    • Brum

      entra na justiça, é causa ganha! 😉

  • Alessandro Araujo

    E eu só vou acreditar em promoção de verdade da Trip quando tiver passagem Porto Alegre – Manaus por R$ 9,90 ida e volta.

    É cada um que aparece…

    Mas enquanto alguns reclamam, outros viajam barato: garanti a minha CWB-CGB por R$ 338,12 (taxas inclusas). De ônibus ficaria R$ 480,00 e 27h de viagem cada trecho!

    Valeu MD pela dica!

  • Acir

    Fiz do MD minha página inicial…. nunca tive problemas com ninguém…. o que comprei…usei… parabéns MD

  • Acir

    Ei Vitor

    Você quer viajar ou processar Cias. Aéreas?…. relaxe e viaje….. tá parecendo muito tenso….

    • JORGE KRUG

      O cara relata uma reportagem divulgada pelo Jornal "O Tempo" de MG de interesse publico e tem gente que fica criticando." ACIR não dá pra aguentar.

  • Roberto Taboa&ccedil

    SDU-VIX comprado com super promoção! Valeu MD!

  • titobosco

    E as conexoes desconexas da TRIP? hehehe lembro q qdo estava pesquisando SSA – CWB, a cia estava com preços baixos para o trecho com conexao em Belém e escala em Manaus…

  • maria jose

    pretendo ir de maceió a são paulo. com a melhor promoção do ano.