Falência da Pluna é confirmada e aviões serão leiloados por US$ 140 milhões para pagar dívidas

Denis Carvalho 9 · julho · 2012

Agora é definitivo. O governo uruguaio anunciou que companhia aérea Pluna deve entrar em processo de falência ainda hoje e buscará liquidar seus bens o mais rápido possível para ressarcir credores e permitir a recuperação das conexões aéreas do Uruguai. A notícia foi dada pelos ministros uruguaios de Transporte, Enrique Pintado, e Economia, Fernando Lorenzo, que comunicaram formalmente o fim da companhia, que tinha 76 anos de história. Na quinta-feira passada, a Pluna havia anunciado a suspensão indefinida de suas atividades por seus graves problemas econômicos.

“Hoje será pedido uma reunião de credores da Pluna S.A. As razões são claras e de domínio público. Trata-se de uma empresa insolvente e com problemas de acesso à liquidez a curto prazo que impediam suas operações”, ressaltou Lorenzo. O governo levou em consideração as “repercussões e consequências para a sociedade de mantê-la funcionando, e esses elementos levaram a esta decisão”, acrescentou.

Em seu pronunciamento, os ministros lamentaram a decisão “dolorosa” e explicaram o projeto de lei sobre a Pluna que o Executivo levará também hoje mesmo ao Parlamento a fim de cumprir o mais rápido possível os objetivos de restabelecer as conexões aéreas do Uruguai e ajudar os mais de 700 trabalhadores da empresa que foram subitamente demitidos. “Não gostamos desta decisão, mas há momentos em que temos que fazer, sem medir custos pessoais, políticos ou de outras magnitude”.

O Estado, como fiador da compra de sete aviões Bombardier CRJ pela companhia, porá em leilão o lote completo das aeronaves por uns US$ 140 milhões e o valor arrecadado será destinado ao cancelamento das dívidas de Pluna. A ideia do governo, assim que for anunciado o comprador dos aviões, é negociar com ele de forma direta a entrega das rotas e frequências que a Pluna operava, em troca de incorporar os trabalhadores despedidos pela companhia. Encontrar este novo operador é considerado prioridade pelo governo, já que a Pluna respondia por até 80% das ligações aéreas de Montevidéu com outros países. Nos bastidores políticos, comenta-se que om plano para o nova companhia já estaria pronto.

Estimativa das agências de viagem do Uruguai revela que mais de 15 mil passageiros foram afetados pela suspensão das operações da Pluna. Sendo 10 mil uruguaios que sairiam de férias neste inverno não poderão viajar, e outros 5.000 passageiros atingidos na Argentina e no Brasil.

Com informações do Opera Mundi e Infobae.

Atualização 12/07/2012: A Pluna divulgou um comunicado colocando à disposição mais um e-mail para os clientes prejudicados: reclamos@flypluna.com.br. Leia o comunicado nesta página. O mesmo comunicado está na página da companhia www.flypluna.com.br.

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe
  • Ferbrasilia

    Que notícia ruim. Tomara que seja encontrada uma boa saída que seja boa pros empregados e usuários da cia.

  • Aniely Paniagua

    Tenho uma viagem marcada pro Chile em agosto. Como fica minha situação? Perdi minha passagem?

    • Vinicius

      Estou na mesma situação. Já tinha comprado passagens pro Reveillon. Será que temos alguma chance de a empresa que assumir o lugar da Pluna tb assumir estas passagens?

      • Mauricio

        Estava com o mesmo problema, minha viagem estava programada para o dia 17 de julho. Entraram em contato comigo por email para ligar na empresa. Ligando na empresa me disseram que a empresa está em greve por tempo indeterminado. E que os passageiros não seriam prejudicados, pois o valor das passagens será ressarcida valor total sem cobranças das devidas taxas, em um periodo de 60 à 120 dias. É uma pena , mais fazer o que né? Melhor solicitar logo antes que eu perca qualquer valor, por causa da empresa ter falido.

        • Amanda

          Oi Maurício, interessante, voaria no mesmo dia e não recebi nenhuma informação. Aliás, no call center ninguém atende, mesmo depois de esperar 30, 40 minutos.

    • Leandro

      Se você comprou diretamente da Pluna vai ser difícil reaver o dinheiro. Se comprou por agência, entre em contato com esta e negocie. Eu tinha quatro bilhetes para esta semana comprados pela Decolar.com. Depois de muita negociação (não foi fácil, foi quase uma luta corporal) consegui a devolução de 100% do valor pago.

      Boa sorte.

    • Guilherme

      Mesmo tendo comprado direto com a Pluna, liguem na operadora de cartões e peçam o cancelamento da compra por desacordo comercial. Ela não via entregar o produto que você comprou, então você tem direito a não pagar pelo produto !

    • Alberto

      Infelizmente, entendo que quem tem passagem comprada perdeu o dinheiro.

      O que se poderia fazer seria contratar um advogado e entrar no processo de falência. Mas provavelmente o custo do advogado não vai compensar, e a probabilidade de reaver o dinheiro será extremamente baixa.

  • João Rodrigue

    Uma excelente opção a menos na América do Sul =*(

  • Carlos

    Que pena. Voei pela Pluna para Santiago e Montevideo e era uma empresa muito simpática, com bom atendimento e com aviões bem confortáveis, apesar de menores que a média. Vai fazer falta, ainda mais aqui pra Porto Alegre, onde podíamos usar Montevideo como hub para Argentina e Chile sem precisar ir pra SP.

  • RIP Pluna.

    Um fim triste. ;(

  • E eu sobrei com minhas passagens em mãos

  • Luiza

    Tá…. E quem comprou as passagens, fica como? Falaram em criar nova cia e blabla. Mas não tocaram no assunto do calote que deram nos passageiros!

    • LUCAS

      Oi Luiza, comprou suas passagens direto da PLuna??? Comprei as minha no site 2 semanas antes e também nao sei como proceder. Liguei pra companhia varias vezes mas ninguem atende. A ANAC me informou que devo tentar procon e possivelmente pequenas causas. Se souber de algo por favor me avise.

      • Rodrigo Santos

        Provavelmente deve ter comprado por cartao de credito. Liga pra la e manda cancelar. De primeira nao vao querer…tem que brigar mas como é de dominio publico a falencia eles vao ter q cancelar.

  • Danilo

    Soube que a Taca vai usar as rotas da finada Pluna.

    • Gabriel

      Avianca. Taca deixará de existir…

  • Marcus

    Pessoal, minha namorada mora no Chile e tinha duas passagens compradas pela pluna para Curitiba em agosto e novembro. Foi até a loja hoje em Santiago e foi informada que não haverá devolução de dinheiro e muito menos vão transferir a passagem para outra cia aérea. As próprias funcionárias disseram que a única opção era entrar com um processo. 600 doláres perdidos e não há o que fazer.

  • Diego

    Quem comprou passagem via submarino ou decolar pode ir atrás destes que provavelmente vá conseguir o reembolso.

    Quem comprou direto no site da Pluna… tem que esperar os próximos capítulos, mas enquanto isso ir dando umas ligadas para o call center.

  • Igor – POA

    Lamentável!

  • Gilson

    Aerolíneas 'informó que durante julio "incrementará frecuencias" entre Buenos Aires y Montevideo, así como en la ruta entre Punta del Este y Ezeiza y Montevideo'
    http://www.clarin.com/sociedad/Aerolineas-Argenti

    'Gobierno fijó en US$ 135 millones precio base para subastar aviones'
    http://www.elpais.com.uy/120709/ultmo-650908/ulti

  • JOSE CAMPOS

    Oi pessoal, eu tinha passagem POA-BUE-POA para

    agosto, comprei no cartão de credito já liguei para o cartão p/ cancelar a compra, já foi estornado, boa sorte p/ todos.

  • Brum

    Quem comprou pelo Submarino ou Decolar, deve pedir o reembolso aos mesmos e estes são obrigados a devolver o valor integral pago, já que não precisam mais repassar o dinheiro q receberam dos clientes à Pluna, visto q esta decretou falência.

    Quem comprou passagens no Submarino Viagens pode mandar um email p/ reacomodação@b2winc.com ou ligar p/ (11)4003-6888, explicando a situação e solicitando o reembolso.

  • Thiago SSA

    A empresa não fale, ela caloteia os usuários, empregados e fornecedores, até "outra" ocupar o espaço deixado e o calote legalizado.

  • Marcelo

    É isso aí gente !!! Mais uma empresa tradicional quebrada e largando um monte de gente na mão, fora o drama social dos funcionários que perderam seus empregos e pelo visto não vão receber tudo aquilo a que tem direito. Acho difícil alguma empresa assumir o lugar, o que vai acontecer é que as outras empresas vão aumentar as frequências para suprir esta lacuna que se abriu.

  • Moacyr Lopes

    E a Azul queria entrar na América do Sul. Esta ai a oportunidade. Porém, os aviões da Pluna são do maior concorrente da Embraer.

    Será que rola?

  • JONATAS

    Realmente é muito desalentador, a Pluna era uma empresa com bom atendimento. Voei com ela este ano SP/MVD/SP e BUE/MVD todos os trechos em preços promocionais sendo que o último paguei uma tarifa de 9 dólares + taxas. Mesmo assim, com os preços tão bons, os voos estavam vazios.

  • joao victor souza

    bem que a Azul Trip poderiam comprar estas aeronaves e assumir estas rotas..

  • Nathália

    Uma excelente companhia aérea. Viajei 2 vezes para Buenos Aires, sem nenhum problema, só tinha elogios para a Pluna. Uma pena, pois era uma otima opção para viagens na América do Sul com um custo muito bom.

    • Alexandre

      e verdade amor ! com certeza essa companhia vai fazer falta…nossas duas viagens foram otimas!

  • André L

    Denis, vc podia fazer um post orientando os visitantes do MD que tem passagens compradas com a Pluna. Algumas dicas que eu posso ajudar:

    – Se você comprou a passagem através de qualquer agência (Decolar, Submarino, CVC, Agaxtur, etc), seu problema é com a agência e não com a Pluna. É só entrar em contato com eles que eles vão devolver o dinheiro ou te reacomodar em outro vôo. Eles podem querer dar canseira, mas são obrigados a resolver o problema, afinal foram eles que te venderam a passagem. Se não fizerem isso, é só ir no Procon e em seguida no Pequenas Causas que é causa ganha.

    – Se você comprou direto com a Pluna e ainda não pagou a fatura do cartão de crédito, é só ligar na operadora do cartão e solicitar o cancelamento daquele pagamento. Você vai ter que justificar o motivo da solicitação e algumas operadoras vão cobrar uma pequena taxa, mas você vai conseguir fazer isso normalmente.

    – Se você comprou direto com a Pluna e já pagou a fatura do cartão, aí o caso é mais complicado. Declarando falência, a empresa não irá devolver seu dinheiro e nem reacomodá-lo em outro vôo. Ao meu entendimento a única solução é abrir um processo contra a empresa e entrar na lista de credores pra tentar receber seu dinheiro quando a empresa finalmente leiloar seus aviões.

  • Débora

    Pessoal,

    Liguei para o 08008923080 e me informaram para mandar um email com os meus dados, localizador da reserva e contatos para ADMDOCUMENTAL@MINTUR.GUB.UY solicitando o reembolso…

    Agora é esperar…

    🙁

  • Ernesto Ataliba

    Eu comprei 2 passagens aéreas de Porto alegre a Buenos Aires ida e volta dia 09/09 e 24/09. Liguei para o call center e eles não solberam me explicar se irão devolver o dinheiros das passagens ou alocar os passageiros em outras companhias. Um verdadeiro caos, e pior, estamos a mercê dos Uruguaios. Está na hora da Anac e da presidete Dilma dar um ultimato a esta famigerada Empresa Aérea que não honra seus compromissos com os consumidores brasileiros!

    • Lucio

      Esta empresa já não existe mais…. como exigir algo dela?

  • susanna

    viemos a famulia toda (4) para cordoba em 1/7, com volta para 15/7.

    agora estamos em pleno feriado, aqui foi feriado sexta (aniversario 439 anos de cordoba), mais feriado na segunda (9 de julio). imaginem nossa situacao. ligamos para o brasil e nos pediram p aguardar e ligar na terca.

    2 passagens foram no cartao, 2 foram pontos bradesco, cuja operacao é feita pelo submarino. estornar, em meu 2.o caso, seriam os r$300 da taxa de embarque mais os pontos da volta. assim espero. vamos ver o que nos respondera a companhia na terca.

  • Rafael Barbalho

    "Belíssima" noticia…

    Acho que as opções de resolução são:

    1. Agencia de turismo

    2. Cartão de credito (cancelamento, reembolso ou remarcar – alguns perfis de cartão permite)

    3. Contato c empresa

    4. Esperar alguma solução da empresa ou Governo. Acho que o fato do Governo estar no circuito ajuda bastante nisso…

    Duvida pra quem entende: esses preços das aeronaves estão competitivos, parelhos c os do mercado, etc?

    Lá se foram as terças do outlet da Pluna…

    Abs e boa sorte!

  • Ivan

    Uma pena, voei poa-mvd-scl e não tenho reclamações. Os aviões eram pequenos, mas muito mais confortaveis que os da gol/webjet.

    Agora para ir de POA para Santiago ou vai de aerolineas por Buenos Aires ou faz o trajeto sem sentido de Porto Alegre – São Paulo – Santiago, que além de deixar o tempo de voo mais longo, faz a gente pegar o caos de guarulhos.

  • Luciana

    Eu consegui cancelamento por desacordo comercial. qdo desliguei o telefone olhei minha fatura parcial pela net e já consta o estorno!

    • Luciana Martins

      Como vc conseguiui o estorno? Na visa me falaram que só poderiam me dar estorno se a passagem já tivesse sido usada e o serviço não fosse prestado (meu voo é em setembro) ou se eu cancelasse a passagem com a Pluna (coisa que eu não to conseguindo fazer)

    • guilherme da silva

      mas vc já tinha efetuado o pagamento integral?

      Eu comprei no site da pluna em uma parcela.

      Não sei o que fazer pois eles nao me passam informaçao.

  • doramatos

    Tenho 3 passagens compradas no cartão de .credito,ja paguei as duas parcelas,viajaria pela pluna no dia 16.07.2012, como devo proceder agora ja que a empresa faliu,alguém me da uma boa noticia por favor

  • doramatos

    Tenho 3 passagens marcadas para o dia 16.07.2012 para santiago do chile,ja foram pagas no cartão de credito,como devo proceder agora,alguem saberia me informar,ja liguei para a pluna e eles nao tem nenhuma posição ate o momento.

  • Sonia

    Ligamos no cartão (VISA) e pedimos estorno por desacordo comercial e na Pluna nos pediram para pedir estorno pelo seguinte e-mail: ADMDOCUMENTAL@MINTUR.GUB.UY

    Agora é esperar e ver se conseguimos alguma coisa…

  • Rafael Bertola

    Comprei duas passagens de ida e volta para Buenos Aires saindo de Guarulhos/SP para dia 19/08 e volta 24/08.

    Liguei no call center e disseram: "nós não cuidaremos mais disso" e passaram um email do ministério de turismo do Uruguai para entrarmos em contato e ver o que conseguimos, ou seja, perdemos as nossas passagens… vamos tentar cancelar junto ao cartao de crédito mas acho que não será possível…

    email: admdocumental@mintur.gub.uy

  • Gabriella

    Comprei pelo site da tam 2 passagens com voos operados pela Pluna. Como devo proceder?

  • Jose Carlos

    comprei tres passagens ida e volta para santiago, valor de 2.600,00 – como vai ficar?? e minhas férias ?? onde reclamo ??

  • Diego Sant'Anna

    Triste notícia essa. Porém em contra partida uma grande oportunidade para Azul Linhas Aéreas ganhar o mercado uruguaio. Exemplo: VCP x MVD antes operado pela Pluna.

  • Stela

    Nem me fale em prejuízo meu voo sábado de POA pra Buenos Aires, perdido!!!

  • Mariana

    Oi Pessoal,

    comprei minhas passagens em maio e em junho paguei no cartão de credito. Será que consigo o reembolso ligando para a operadora do cartão?

    Alguem pode me ajudar?

    Obrigada.

  • Cristiano

    Quando vc efetuou a compra? Eu efetuei em março e quanto liguei no Amex eles me informaram que só a empresa pode pedir o desacordo comercial…

  • Luan

    Havia comprado um pacote para santiago do chile com hotel e passagens aéreas(pluna) no decolar.com para 01 de agosto. Como não consegui assistência ou amparo na decolar.com ( falaram para aguardar reembolso da pluna, e se quiser cancelar o hotel, ainda deveria pagar multa!), comprei novas passagens na LAN,claro que pagando bem caro.

    Como sou advogado já vou providenciar uma ação contra o decolar.com no juizado especial cível para obter ressarcimento das passagens que tive que comprar na LAN.

    Quem tiver adquirido suas passagens em agencia de viagem, aconselho a fazer o mesmo, pois é pouco provável que consigam alguma indenização da pluna.

  • Rafael Gomes

    Leandro, estou na mesma situação, comprei pelo decolar 3 passagens para o dia 01/09. Vc negociou diretamente com a pluna ou com a decolar??

  • Bruno R

    Vai passear vcs 2 ! Ficam ai navegando na net enquanto estão nas ZOROPA !

    Fiquem com deus Lemão e Nat

  • Ei, David Neeleman, olha aí uma oportunidade.

    • já imaginou a Avianca ou Azul ou as 2 usando esse aeroporto de Hub para AM latina já era pra Lan Chile e Tam

  • Marcus

    Luciana, faz tempo que vc comprou as passagens? parece que só quem comprou até 5 dias antes da quebra da pluna conseguia estorno dessa maneira.

  • Pra mim a Pluna tinha um valor sentimental, foi a empresa na qual fui 2x prao Uruguay, e foi minha primeira companhia para fora do Brasil, Noticia muito triste.

  • Kevi

    Espero que o governo brasileiro não libere qualquer rota aérea para companhias uruguaias até que reembolsem os consumidores brasileiros prejudicados.

    Senão ficaria fácil para o Uruguai falir a Pluna, não ressarcindo os passageiros, e criar uma outra logo em seguida pegando as mesmas rotas, como se nada tivesse acontecido.

    Vamos ver se o nosso governo vai fazer um mínimo de pressão para preservar os brasileiros de prejuízos.

  • Jose marcio

    Boa tarde! Mauricio.. Vc entrou em contato com a Pluna por e mail?! Tenho viagem para 2 de agosto!

  • Jose marcio

    Leandro! Eu comprei pela decolar.com !! Ja entrei em contato, mas sem sucesso!!!!

  • André, desculpe a demora. Estávamos avaliando sua sugestão de fazer um novo post ou liberar seu comentário aqui mesmo. Como todo mundo já está interagindo por aqui, resolvemos deixar tudo centralizado.

  • é muito dificil no momento o MVD seria um grande Hub como foi VCP talvez a Avianca comece a operar lá sabe se lá o futuro mas aquele aeroporto é enorme pelo que sei, eu acho que depois da Aerosur,Pluna a próxima ou será a brasileira ou argentina a quebrar me arrisco a dizer pro lado da Tam mesmo sido comprada pela Lan Chile eu não dou muito tempo para ela não,fora que a Gol tb não anda lá essas coisas até o momento a Gol terá 1 voo direto entre GRU e MVD pelo to sabendo

  • quem sabe um dia titio Neeleman ou Efromovich não usam aquele aeroporto de Hub hein

  • susanna

    fomos hoje ma ag da aerineas q estava levando alguns desamoarados pela pluna e o encarregado nos informou que a partir de 10/7 a aerolineas nao se responsabilizaria por problema nemhum. que somente casos especiais determinados entre as embaixadas/governo. em cordoba ainda.

  • Lucas

    Depois de negociar muito com o decolar consegui que pelo menos o total pago integralmente fosse devolvido.

    Deram um prazo de 30 a 60 dias para devolverem o dinheiro, vamos aguardar.

  • Mauro

    Em janeiro fiz a rota CWB-MVD-ASU e achei a empresa bem razoável, com um serviço de bordo melhor que GOL e Webjet, funcionários simpáticos e vôos relativamente pontuais. Para nós, brasileiros, é uma perda muito grande, visto que LAN, Avianca, TAM e Aerolíneas perderam uma forte concorrente, e os preços tendem a subir.

  • susanna

    sabendo que a confirmacao de uma viagem pela internet requer uma espera pela confirmacao, nao vemos mais sentido em esperar alguma salvacao humanitaria da nossa situacao pelo governo uruguaio ou que algum investidor retome imediatamente as rotas da pluna (as noticias de hoje falam q os avioes ja estao com preco determinado de vendas), o jeito é sangrar o bolso.

    as agencias de viagem aqui no calcadao estao com a tarifa de 410 dolares cordoba sao paulo pela aerolineas, a unica q tinha 4 assentos possiveis, tambem dispoe de uns 10 voos diarios daqui de cordoba. pela internet, a decolar pela manha tinha uma tarifa de 249 dolares, só a volta, pela gol (mais r$140 de taxas). deixei para fazer mais tarde e estava o dobro. no sistema amadeus da maguitur visualizava-se essa falta de assentos generalizada. quantos "descamisados" pela pluna estariam tentando voltar para casa?

    as milhas bradesco sao faturadas pelo submarino, o bradesco lavou as maos e entregou a responsabilidade ao submarino que por sua vez mandou q comprassemos a passagem e buscassemos ressarcimento posterior. li sobre a resolucao 141 da anac q diz q a cia tem a obrigacao de resolver este tipo de intercorrencia mas… anac é no brasil. mais facil apertar o submarino e o bradesco, ao menos serao localizados e notificados caso entremos com alguma açao. ja a pluna, quien lo sabe. e, acabamos faturando aerolineas pelo … proprio dubmarino q nos deu o cano, com mais milhas e mais taxa de embarque. nosso advogado no brasil recomendou imediatamente q estornassemos o cartao. enfim, vamos seguir nossas ferias frustradas. isso é que nao tem

  • Fábio

    Luan boa noite,

    Aconteceu mesma coisa comigo, comprei pelo submarino, mas fiquei com o hotel só comprei outra passagem pela Lan p/ SCL , eles me pediram para aguardar de 60 dias até 120 dias…

    Mesmo assim vc acha que devo entrar com o juizado especial?

    • André L

      Fábio, já tive problema semelhante com o Submarino. Na época me pediram o mesmo absurdo, esperar 90 dias, que depois se transformaram em 120, 180…

      No final das contas esperei 1 ano pra ter meu dinheiro de volta.

      Eles só resolveram no dia que eu postei uma reclamação no Reclame Aqui. Sugiro que você faça o mesmo antes de ter a dor de cabeça de entrar com ação contra eles. A partir do momento que vc postar no Reclame Aqui, alguém do Submarino vai entrar em contato com vc por telefone e resolver seu problema em menos de 1 semana.

      Onde já se viu pedir 120 dias pra ressarciar o cliente? Isso é completamente contra o código de defesa do consumidor!

      Vc pagou por um produto/serviço que não existe, obviamente vc tem que ser ressarcido integralmente ou ser oferecido uma outra opção semelhante. Simples assim!

  • Paula

    Desculpe perguntar mas qual cartão de credito? Como vc conseguiu que estornassem, porque o meu cartão não quer cancelar a compra!

    • Douglas

      Como disse o Guilherme, você deve adotar está postura com o adm do seu cartão: "Mesmo tendo comprado direto com a Pluna, liguem na operadora de cartões e peçam o cancelamento da compra por desacordo comercial. Ela não vão entregar o produto que você comprou, então você tem direito a não pagar pelo produto !"

  • Thiago A.

    Gente, sem querer fazer propaganda ou detonar alguma empresa. Mas tratanto-se de pos-venda o Submarino é muito mais acessivel que a Decolar que nem é um empresa brasileira. Há alguns anos antes de orgaos do Procon de varias cidades brasileiras pegarem no pe deles, nem atendimento para o clinete brasileiro eles tinham. Eu sempre opto pelo Submarino, porque se algo acontecer, sei onde encontra-los e cobrar meus direitos. Minhas passagens da Pluna pra Assuncao em agosto já foram devolvidas em forma de credito para que eu possa comprar outras pra la, ou pra outro lugar, sem maiores problemas.

  • André L

    Galera, vc só consegue pedir o estorno no cartão de crédito se vc ainda não pagou a fatura.

    Se vc já pagou a fatura, aí já era, não adianta ligar que eles não vão estornar a compra.

    Se comprou do Submarino, Decolar, etc, vai atrás deles que eles resolvem. Faz uma postagem no Reclame Aqui que em 1 semana eles resolvem teu problema.

    Agora se comprou direto da Pluna, aí o problema é mais grave…

  • Frederico

    Dei uma sorte bem grande. Fui e voltei ao Uruguai exatamente DUAS semanas antes do anúncio da quebra. Além da surpresa comum a todos, me chamou a atenção o fato de PARECER que era uma empresa saudável. Voos lotados, check in idem, para voos para argentina (em Montevideo). Aviões muito bem cuidados… tudo aparentemente às 1000 maravilhas. É… a vida é assim, algumas vezes.

    • Frederico, o problema da PLuna não é de agora, mas dívidas do passado

  • Douglas

    Olá pessoal, então eu tenho passagens para Santiago agora em agosto e aguardei até ontem para verificar as medidas tomadas pelo governo Uruguaio e desta forma solicitei o estorno das passagens. Como a previsão é que a empresa "restabeleça" suas operações em aproximadamente 60 dias, seria impossível viajar por ela. Consegui falar no call center e eles pedem para retornar no dia seguinte, pois não tem nenhuma informação concreta. Eu oriento que para quem tem passagens para os prox. 90 dias solicite o estorno/cancelamento no cartão de crédito, pois no call center fui informado que os passageiros não serão realocados em outras companhias. Agora quem tem passagens posteriores a 90 dias pode arriscar e ver no que vai dar. Bom eu penso desta forma, mas cada um tem avaliar o que é melhor para si!!

  • Douglas

    Solicitem estorno/cancelamento no cartão de crédito!!! Quem comprou por Decolar, SubmarinoViagens, solicitem cancelamento/realocação, caso não consiga uma negociação cancele no cartão de crédito…Abs!

  • Douglas

    Concordo com VOCÊ Guilherme!! ;D

  • Camila Gomes

    Nesse caso a TAM deve arrumar um jeito pra você, liga pra ela!

  • simone

    Gente,

    Depois de ligar todos os dias para a operadora do meu cartão. Consegui o cancelamento da compra de duas passagens rioxmvd.

    Gostaria de deixar uma dica. Caso tenham a resposta positiva ou negativa, peçam a gravação da resposta da operadora. Isso será a prova de voces queiram entrar na justiça.

  • Luciana

    Bom, minha compra foi feita direto pelo site da Pluna. Em apenas 1 parcela pelo cartao de credito, mas minha fatura foi paga dia 01/07, entao pode ser por isso que consegui. Como o pagamento foi recente, provavel que o $$ nao foi repassado para a Pluna. Só liguei e abri peido de desacordo comercia, qdo a atendente me perguntou o motivo falei que era por fechamento/falencia da empresa, e deu tudo certo! espero que vcs consigam.

  • CECCON

    Lucas, comprei as mimhas por boleto para setembro. A ANAC me orientiou a procurar o procon e disse que tenho direito do reembolso imediato por ter pago a vista, no entanto acho que irei perder. Como minha amiga falou, viaje sempre pela TAM, eles possuem varias parcerias, mesmo que seja mais caro. Lamento por todos nos e funcionarios.

  • Edson

    Para mais noticias, talvez seja interessante acompanhar a cobertura do El Pais, jornal uruguaio:

    http://www.elpais.com.uy/tags/pluna/

  • Edson

    Como muitos disseram, se quiserem juntar material para demonstrar que buscaram tempestivamente impedir a fatura do cartão de crédito, podem se socorrer do seguinte decreto presidencial e obter gravações e registros telefônicos etc.

    Nem todos os fornecedores estão sujeitos a esta regulamentação, mas tão-somente os de serviços já regulados pelo Executivo.

    Dentre estes, certamente estão os bancos e demais instituições financeiras, como Visa, Mastercard, AmEx etc.

    ==================================================
    http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-201
    ==================================================

    DECRETO Nº 6.523, DE 31 DE JULHO DE 2008.

    ==================================================

    Regulamenta a Lei no 8.078, de 11 de setembro de 1990, para fixar normas gerais sobre o Serviço de Atendimento ao Consumidor – SAC.

    ==================================================

    Conversei hoje na hora do almoço com o Banco do Brasil e a própria funcionária da agência descobriu que o "call center" interno (para os funcionários) recebeu hoje mesmo orientação sobre o caso "Pluna".

    No meu caso, a compra ainda não havia sido paga, pois entraria apenas na fatura de agosto.

  • Vinicius

    Douglas, onde viu está previsão de que a empres se "restabeleça" em 60 dias? Sinceramente, acho que está equivocado. Pluna não vai mais existir.

  • Beto

    Pensamento egoístas como este estão causando a falência também das agências de viagens. Sei porque estou no ramo, é por atitudes como esta que as empresas tem dificuldades em se manter no Brasil. A agência é tão vítima quanto os consumidores, na verdade ainda mais prejudicada por atitudes como esta já que recebe processos de todos os lados, tenta devolver mas não tem nem capital para isso já que foi ela quem comprou a passagem antecipadamente para o consumidor obtendo uma comissão da cia de míseros centavos. A culpa disso tudo é somente da Pluna, logo é a Pluna que temos que procurar, podemos sair perdendo porém não vamos falir, já a agência que pagou a Pluna será metralhada pelos consumidores que não dão a mínima se eles não tem nada com isso. A agência fali, leva com ela inúmeros funcionários que tem família para sustentar e você destrói famílias inteiras, isto já está acontecendo diante de meus olhos neste caso da Pluna. Sei que esse comentário não vai mudar nada já que o ser humano ,em si, é individualista mas de fato é o que estamos fazendo, destruindo famílias.

  • Gilson POA

    Bem que alguma agência ou empresa aérea (Vamos lá, LAN/TAM!) podia dar uma passagem de cortesia nesse caso:

    "Padre chileno vive drama familiar por cierre de Pluna"
    http://goo.gl/Tb8ob

    Com a falência da Pluna, o chileno não tem mais dinheiro para fazer a filha ir para o Chile. A mãe da garota morreu no Brasil, onde morava com a filha. Agora, sem pai nem mãe no Brasil, a guria está prestes a ser enviada a um lar de menores.

    Mais notícias sobre a Pluna:
    http://www.elpais.com.uy/tags/pluna/

  • Luan

    Meu amigo, pelo que vejo voce provavelmente deve ser dono de agencia. Ocorre que PLUNA já vinha passando por dificuldades há muitos anos e a DECOLAR.COM tinha todos os meios de se antecipar a essa crise (visualisando balanços que são disponiblizados retratando os prejuízos constantes sofridos), prevendo a quebra da empresa. Nós consumidores não temos acesso à essas informações.

    Assim, mesmo sabendo que a PLUNA ia mal das pernas, a DECOLAR continuou vendendo passagens e lucrando com isso. Agora na hora de prestar a devida assistencia eles se esquivam de sua responsabilidade? Não mesmo! Eles é que se habilitem no processo de falencia da PLUNA em busca de seu direito de regresso das indenizações pagas aos consumidores.

  • Luan

    Voce pode tentar reaver seu dinheiro por outros meios, mas nenhum deles impede que voce entre paralelamente com uma ação exigindo seus direitos!

  • Fernanda Sousa

    O Procon-RS está orientando em sua página que todos que compraram sua passagem com cartão de crédito entre em contato com a operadora do cartão e peça ressarcimento/estorno desta compra. O Procon-RS multou a Pluna e já notificou as operadoras de cartão para que procedam com os estornos. Pra complementar, vou enviar email para a Pluna tbm, alguma coisa vai ter que funcionar. Boa sorte a quem está na mesma situação!

  • Melissa Hartman

    Comprei as passagens via Decolar, porém, não paguei ainda a fatura do meu cartão. Liguei para minha agência e solicitei o cancelamento do valor uma vez que eu não teria o serviço em função da cia aérea suspender os voos. Hoje a Decolar veio me informar que se eu não pagar o valor, posso ser processada posteriormente, pois ela como agência precisa que eu pague para em até 120 dias seja estornada, conforme prometido pela Pluna. Pq tenho que pagar (e à vista) sabendo que não terei o serviço? Alguém pode me orientar? Amanhã pretendo passar no Procon.

  • Fabio

    Obrigado pelas informações Luan.

  • Helen

    Vcs acham mesmo que se a agência soubesse que a cia. aérea pluna ia falir manteria as venas???? Vcs têm ideia de quantas reclamações e processos cada agência irá enfrentar por causa disso…

    Concordo com nosso amigo aki de cima, vcs não têm ideia de que a agência sofre mais que o passageiro, pq não é 1 passagem cancelada, são muitas e a Pluna estava entre os melhores preços e passageiro só compra por preço…

    Boa sorte a todas as agências de viagem, tenham muita força para conseguir segurar essa crise!!!

  • Natália

    Comprei direto no site da PLuna, mas pelo cartão de credito Visa do Santander.Alguem ja conseguiu reembolso:???

  • Ricardo

    ALGUEM ja recebeu uma resposta da Pluna ao email enviado ???

  • Cissa

    Obrigada Marcos,tinha passagem para voltar a Sao Paulo dia 3 de novembro, moro en Viña e nao tive tempo de ir a Santiago para saber, pelo o dinheiro para ir ate Santiago vou poupar, eu consegui descobrir un email para reclamacoes pode ser que ajude segue: reclamos@flypluna.com.br sorte a todos.

  • Débora

    Ainda nada!

    🙁

  • Lara

    Tentei ligar nos telefones (3151-4040/3711-9158/0800-8923-080) e um deles já foi até desativado. Os emails (clientesbr@flypluna.com e admdocumental@mintur.gub.uy) vão mas não obtive respostas… Acredito que a melhor forma para conseguir o dinheiro de volta é através da operadora do cartão de crédito (pra quem comprou com cartão direto no site da Pluna, como eu).

    Acho que não se deve desistir…

    Eu consegui o estorno, a atendente me informou que era para pagar a fatura descontando o valor das passagens. Mas tive que ligar 2 vezes na operadora do cartão pq a primeira moça não sabia de nada e disse que esse problema eles não resolviam; liguei de novo e já fui esbravejando, mas a outra moça soube me orientar.

  • Daniel

    Alguem conseguiu algum contato com a PLUNA.

    Eu enviei um email para os sites do consulado do Uruguai no Brasil, para o site do Ministério do Turismo no Uruguai e não tive nenhuma resposta também.

  • Raquel

    Natália, também comprei direto no site da Pluna usando cartão Santander. Já fiz uma constestação da dívida junto ao VISA, mas não acredito que conseguirei pq o $$ já foi repassado para a PLUNA e agora é ela que me deve. Se o cartão cancelar, eles é que ficam esperando ressarcimento da Pluna (não acredito que o cartão assuma o que não foi falha deles).

  • sergio piantavini

    Caros amigos, vou entrar com açao no juizado especial, soh que preciso do cnpj e endereço deles, alguem me informnar?

  • Vitor J. Nunes

    Panrotas

    Publicada em 3/12/2012 13:41:00

    Ex-funcionários da Pluna criam nova companhia aérea

    Ex-funcionários da Pluna, organizados em sindicatos, estão desenhando a criação de uma nova companhia aérea, após o fim das atividades da aérea uruguaia, em julho. A nova empresa poderia utilizar o mesmo nome e seria administrada pela cooperativa de ex-funcionários, com subsídios do governo uruguaio. Segundo informações do diário de turismo espanhol Hosteltur, a empresa já estaria pronta para voar em 1º de abril próximo. Segundo o secretário da presidência da República do Uruguai, Homero Guerrero, o projeto teria aporte de entre US$ 15 milhões e US$ 20 milhões do governo, como empréstimo.

    A nova empresa teria sete aeronaves e 492 funcionários. Um porta-voz da cooperativa de ex-funcionários formada disse que a empresa deverá manter média de nove horas diárias voadas em cada aeronave e terá como plano de negócios a projeção de ocupação média de 60%. Seriam operadas 60 frequências semanais entre Montevidéu e Buenos Aires, 14 voos semanais a São Paulo e Santiago do Chile e outros sete ao Rio de Janeiro, Porto Alegre e Assunção.

    Maria Izabel Reigada

  • Luís Vieira

    Triste, voe Pluna, bom preço, e este era o lema, atendimento…