Vale a pena viajar para a Europa no inverno?

Gisela Cabral 30 · outubro · 2013

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

O fim do ano está quase aí e boas promoções de passagens aéreas, felizmente, também. Para muitos a época é sinônimo de praia, sol e calor. Em contrapartida, muita gente aproveita a oportunidade para curtir algo diferente de tudo o que existe no Brasil: uma temporada de clima frio e neve.

A Europa é um dos destinos que despontam na lista daqueles que desejam curtir um charmoso friozinho no fim do ano. Mas, afinal de contas, quais são as razões que fazem do Velho Continente um excelente lugar para férias de inverno? 

DSC03697

Para começar, os preços de hotéis e passagens costumam sofrer uma queda aqui do outro lado do Atlântico no período (exceto nas semanas entre o Natal e o Réveillon, nas grandes cidades). Para comprovar, é só comparar com preços praticados durante o verão e a primavera, duas estações reconhecidamente mais caras. 

Belas paisagens estarão por todos os lados e os apaixonados por fotografia podem preparar a câmera. Em certos países europeus, como a Noruega, a Suécia e a Finlândia, o visitante poderá de ver de perto um dos acontecimentos naturais mais impressionantes do mundo, a Aurora Boreal. Infelizmente, é impossível prever a ocorrência desse fenômeno de luzes e cores no céu, porém, o inverno é, certamente, a época ideal para isso.

HDR1

Outro atrativo que faz a viagem a Europa valer a pena no inverno é que grande parte das cidades costumam se preparar muito bem para o Natal e a chegada do Ano Novo. Portanto, luzes, cores e muitos enfeites estarão espalhados por ruas, praças, pontes e, é claro, nas casas. Um verdadeiro deleite para os olhos!

HDR2

Eventos de Inverno

Aproveitando a temática, não podemos deixar de mencionar os vários eventos que costumam acontecer em todo o continente, com destaque para os famosos Mercados de Natal. Geralmente realizados em grandes praças ou avenidas, estes mercados costumam reunir pessoas de todas as idades em torno de barraquinhas que vendem produtos artesanais, pratos típicos de inverno e bebidas que, além de deliciosas, ainda ajudam a manter o corpo aquecido.

Mercado de Natal de Colônia, AlemanhaMercado de Natal de Colônia, Alemanha

Um dos países mais tradicionais no assunto, sem dúvida alguma, é a Alemanha, sendo Colônia, por exemplo, uma das cidades mais procuradas durante o mês de dezembro. Festivais como o da cerveja de Bruges (Bélgica), em fevereiro, e o Carnaval, em Munique (Alemanha) e em Maastricht (na Holanda), também são outras opções para os que desejam aproveitar o inverno de uma forma diferente.

 Festival de Cerveja de Bruges, Bélgica
Festival de Cerveja de Bruges, Bélgica

Esportes de Inverno

Aqueles viajantes mais aventureiros também podem aproveitar as baixas temperaturas em algumas partes do continente para praticar esportes como o esqui e o snowboarding. Localidades como Les Gets e Courchevel, na França, St. Anton, na Áustria, e Borovets, na Bulgária, oferecem uma excelente estrutura e, por este motivo, são bastante procuradas por aficionados por esportes de inverno, desde os novatos até os mais experientes.

 Emperor's race, evento esportivo nos canais congelados de Amsterdam
Emperor’s race, evento esportivo nos canais congelados de Amsterdam

Nem tudo são flocos de neve

A Europa no inverno é charmosa, há paisagens lindas e uma experiência especial para nós brasileiros, acostumados com nosso país tropical abençoado por Deus e bonito por natureza. Mas há também o lado ruim de visitar o Velho Continente nesta é posa do ano. O primeiro, claro, é o frio e o aumento no volume das bagagens que ele ocasiona. Além disso, os dias são mais curtos neste período e há menos tempos com luz natural para passeios. Por ser baixa temporada, algumas atrações podem fechar para manutenção e risque da lista atividades como piqueniques nos parques europeus ou passar tardes em mesinhas de restaurantes de cafés charmosos ao ar livre. Além disso, há o risco de alguma nevasca fechar estradas ou atrasar voos.

Preparativos

Urso gigante em Amsterdã
Urso gigante em Amsterdã

Seja qual for a sua razão para visitar a Europa durante o inverno, é preciso ter em mente que o frio estará sempre presente, em maior ou menor intensidade, dependendo dos países escolhidos. Naqueles onde as temperaturas são realmente baixas, é preciso utilizar roupas e calçados adequados.

Meias térmicas, camisas e calças conhecidas como “segunda pele”, cachecol de lã, gorro para proteção da cabeça e um par de luvas devem constar na lista de todo viajante. Sapatos confortáveis também são importantes para quem pretende andar bastante (melhor ainda se forem daqueles forrados com material que retém calor). O frio nessa época não costuma dar trégua em determinadas localidades, porém, tomando alguns cuidados é possível passar por ele sem problema algum!

IMG_1809

E você, leitor do Melhores Destinos, está pensando em aproveitar as promoções de fim de ano para curtir um friozinho aqui do outro lado do Atlântico? Deixe a sua opinião nos comentários.

Autor

Gisela Cabral - Editora de destinos - Europa Jornalista brasileira vivendo uma grande aventura na terra dos queijos, moinhos e tamancos!