Etihad Airways e Azul são as melhores empresas de 2013 no Guia MD de Companhias Aéreas

Denis Carvalho 3 · janeiro · 2014

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Após um ano de intensa disputa entre as maiores companhias aéreas do mundo, o título acabou ficando com uma novata: a Etihad Airways, que chegou ao Brasil no ano passado foi a companhia mais bem avaliada pelos leitores no Guia de Companhias Aéreas do Melhores Destinos. A companhia teve média de 9,6, apenas 0,2 à frente das concorrentes Singapore Airlines e Qatar Airways.

No ranking nacional, sem novidades: a Azul Linhas Aéreas segue líder desde que o guia foi lançado e fechou o ano com nota 8,8. Mas neste ano a Avianca teve um crescimento importante e ficou apenas 0,4 ponto atrás da rival. 

Melhores companhias aereas 2013

A vitória da Etihad, apesar de justa, pode ter sido beneficiada pelo menor tempo de avaliação da companhia árabe. Junto com a Ethiopian, ela estreou no guia apenas no dia 21 de novembro. Desde então ela teve cinco avaliações com média 9,6 e 100% de recomendações.

Não fosse a chegada da concorrente, teríamos terminado com um rigoroso empate entre Singapore e Qatar, ambas com média 9,4 e 32 avaliações cada. A Singapore fica com a medalha de prata graças às recomendações – 100% dos leitores recomendam a companhia, contra 94% da Qatar.

O domínio árabe é ameaçado pela Korean Air, que segue bem de perto com média 9,3. Já a Emirates, que em 2013 recebeu o prêmio SkyTrax de companhia do ano, terminou em uma modesta quinta posição, com média 9,1.

Melhores companhias aereas 2013bEm seguida no ranking aparece o bloco europeu, liderado pela British Airways com nota 9,0. Apenas 0,2 ponto atrás uma briga ótima entre Turkish. Swiss, Lufthansa e KLM – todas com média 8,8. No último ano, a Turkish foi a melhor companhia da Europa no guia, mas parece que os voos para Buenos Aires afetaram a média da companhia.

Também com média 8,8 a Avianca é a melhor companhia do continente americano no ranking, na 11ª colocação. A disputa no continente segue com a Air Canada (13ª com média 8,5), United Airlines (15ª com média 8,0), Delta (17ª com média 7,9) e LAN (18ª com média 7,8). A TAM é apenas a 23ª com nota 7,5.

Entre as piores, a reestruturação da  Aerolíneas parece estar surtindo efeito e a companhia deixou a lista das cinco com nota mais baixa. O grupo agora tem Air Europa, Air China, a brasileira GOL Linhas Aéreas, Air Italy e TAAG, que segue firme na última colocação, com média 4,0.

Ranking nacional

No ranking doméstico, a Azul manteve a primeira colocação, com média 8,8 e 249 avaliações, seguida pela Avianca Brasil, com média 8,4 e 127 avaliações. A pequena Passaredo aparece em seguida, com nota 7,7. Por fim, as duas gigantes TAM e GOL, com médias 6,9 e 6,0 respectivamente.

Comparado ao ranking de 2012, as médias se mantiveram estáveis, com variações máximas de 0,1 ponto, apesar do número de avaliações ter dobrado na maioria dos casos. A companhia com mais avaliações no Guia é a TAM, com 319 opiniões de leitores (189 de voos nacionais e 130 de internacionais). Em seguida aparecem a Azul e a GOL, com 249 e 254 avaliações cada.

O Guia MD é o primeiro ranking de companhias aéreas feito apenas com avaliações de leitores brasileiros e permite aos passageiros avaliarem as empresas atribuindo notas de zero a dez nos quesitos pontualidade, serviço de bordo, check-in, conforto do avião, entretenimento, cuidado com bagagem, atendimento durante o voo e custo-benefício. A nota final da avaliação é calculada automaticamente com base nas notas atribuídas a cada quesito e o ranking é atualizado online com base nas avaliações recebidas. Os participantes também podem postar comentários sobre os pontos positivos e negativos e fotos sobre seus voos.

Confira o resultado completo no Guia Melhores Destinos de Companhias Aéreas.

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe