Especial Canadá parte 3: as maravilhosas Montanhas Rochosas de Banff

Denis Carvalho 14 · setembro · 2011

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

O Melhores Destinos continua hoje sua viagem pelas belíssimas paisagens do Canadá com um dos principais cartões postais do país: as maravilhosas Montanhas Rochosas. Conheça nesse post dicas da cidade de Banff e do complexo Lake Louise, visitadas pelo nosso enviado especial Rodrigo Cerantola, que viajou ao país a convite da Comissão Canadense de Turismo (CCT). Desafiamos você a não querer conhecer de perto este lugar após ver as imagens abaixo!

Banff & Lake Louise

A cidade de Banff faz parte da província de Alberta. O Parque Nacional de Banff tem uma área de 6.641 quilômetros quadrados, cerca de 1.600 km de trilhas e, assim como a cidade de Québec, está elencado como um dos patrimônios mundiais da Unesco.

O parque oferece aos seus visitantes a oportunidade de apreciar a beleza robusta de uma paisagem praticamente intocada. Sua cadeia de montanhas primitiva, selvagem e exuberante oferece a todos aqueles que estão buscando uma aventura ao ar livre a oportunidade de experimentar o melhor que as atividades em montanhas do mundo têm a oferecer. Além do seu status de natureza selvagem, o Parque Nacional de Banff oferece aos seus visitantes mais exigentes uma grande variedade de amenidades luxuosas de classe mundial.

Lake Louise faz parte do parque Nacional de Banff e esta localizado a apenas 50 km da cidade de Banff. É reconhecido pela coloração esverdeada/azulada de suas águas e também pelo fato de estar rodeado por uma cadeia de montanhas glaciais. Tem uma superfície de 2,5 km de extensão e por volta de 90 metros de profundidade, o que o proporciona aos turistas um excelente local para a prática da canoagem nos meses acolhedores do verão e também uma ótima pista de patinação durante o inverno. É uma das paisagens mais fotografadas de todo o Canadá, e podemos conferir o porquê disso logo abaixo.

Proteção à vida
Um aspecto interessante que convém ser destacado é o fato de o parque ser cruzado pela rodovia mais extensa do país, a TransCanada Highway (TCH). Isso levou o pessoal do parque a proteger os animais nativos, cercando a área nas partes onde a rodovia passa, conforme segue.

Cercas de proteção que rodeiam todo o Parque Nacional de Banff

Existem também partes onde passarelas foram construídas para facilitar a passagem da vida selvagem de um lado para outro da rodovia e também passagens sob a rodovia em alguns trechos. Devido ao aumento no número de mortes de animais selvagens por atropelamento, a direção do parque decidiu construir tais passagens para preservar e proteger a vida nativa, sem causar nenhum tipo de dano ao meio ambiente. As fotos abaixo ilustram alguns exemplos (wildlife overpass path crossing).

Um dos vários overpass wildlife crossing no Parque Nacional de Banff

Objetivo é proteger a vida selvagem nativa de atropelamentos


Overpass wildlife crossing

Pesquisadores monitoraram a passagem dos animais nos últimos 25 anos e constataram que diversas espécies utilizam tais pontes, sejam as sobre a terra sejam as subterrâneas, tais como ursos negros, ursos grizzly, alces, leões da montanha, lobos, coiotes, moozes, viados campeiros, etc.

Aos pés das Montanhas Rochosas
A cidade de Banff vive praticamente do turismo. Sua população é de 7.500 habitantes. Conforme mostram as fotos, de qualquer ponto da cidade as famosas Rocky Mountains (Montanhas Rochosas) embelezam a paisagem do vilarejo ainda mais.

Vista superior da cidade de Banff

Amanhecer na principal estação de trem de Banff com as Montanhas Rochosas ao fundo

A beleza de Banff

Vermilion Lake: cenário inesquecível

Vermilion Lake


Vista das Montanhas Rochosas

Teleféricos que levam visitantes ao observatório no topo da montanha.
(Suphur Mountain)

Lake Louise
O complexo turístico de Lake Louise fica a 50 km a oeste da cidade de Banff. É um dos pontos turísticos mais fotografados do Canadá, devido à sua coloração azul esverdeada e beleza exuberante. Durante o verão é comum a prática da canoagem no lago e no inverno a água congela, dando início à temporada de patinação (quando a neve não cai em excesso, obviamente!).

Também é parte do complexo o luxuoso hotel Chateau Lake Louise, da rede Fairmont, que fica praticamente encostado ao lago e também é alvo de inúmeras fotos. As montanhas que rodeiam o lago – até mesmo no verão – estão sempre com “neve” em seus topos. Na verdade trata-se de geleiras – enormes massas de gelo formadas por sucessivas camadas de neve compactada e cristalizada ao longo de diferentes épocas.

Lake Louise visto do ponto de observação lado oposto (Sightseeing Gondola)

A cor da água é uma das atrações

Lake Louise visto da gôndola

Hotel de Luxo –Chateau Lake Louise, da rede Fairmont


A bela fachada completa o cenário natural

The Fairmont Chateau Lake Louise

Vista do Restaurante para o Lago no Chateau

Canoas disponíveis para aluguel e uso no Lago

Jardim do hotel Fairmont Chateau Lake Louise


Flores do jardim do hotel


Flores do jardim do hotel


Flores do jardim do hotel

 

Amanhã nossa viagem ao Canadá continua pela bela cidade de Vancouver, com paradas no famoso aquário da cidade, no Stanley Park, Grouse Mountain e até uma passadinha na praia de Kitsilano: sim, até praia tem no Canadá! Não perca!

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe