El Nido, Palawan – Dicas de um paraíso nas Filipinas!

Camille Panzera 13 · julho · 2017

Encantada por algumas fotos e relatos que li, escolhi El Nido, Palawan, nas Filipinas, como um dos destinos das para minhas férias. A promessa era de encontrar praias com água cristalina, paisagens bucólicas e bons dias de descanso – e a escolha não poderia ter sido mais acertada.

Sem todo aquele frenesi que muitos têm pela Tailândia, as Filipinas são um dos países mais populosos da Ásia e, diria eu, ainda pouco explorado pelos brasileiros. O país é formado por centenas de ilhas e seus idiomas oficiais são o filipino e inglês. O local foi colonizado por espanhóis (por isso a língua nativa tem traços da língua espanhola) e por ingleses. Suas principais cidades são Manila e Cebu, que têm trânsito caótico praticamente a qualquer hora do dia.

O que chama a atenção no destino é a possibilidade de conhecer um lugar lindo, com um preço razoável e sem aquela infestação de turistas que existe em muitos destinos turísticos da Ásia. O lugar é rústico, com pouca estrutura, mas é justamente na simplicidade que se encontra seu encanto – não é preciso um arsenal de artifícios para que El Nido pareça interessante – a beleza do local é exuberante e ali mora sua riqueza.

Como chegar a El Nido

El Nido fica localizado na província de Palawan. É uma cidade bem pequena, com menos de 40 mil habitantes. Para chegar ao local provavelmente você precisará pegar um voo até Manila ou Cebu. Dessas grandes cidades há a possibilidade de voar para Puerto Princesa e então pegar um ônibus/van e ir por terra por cerca de 5 a 6 horas até El Nido Town. Se quiser economizar, essa será a melhor opção para chegar a El Nido. O tempo total da viagem, no entanto, deverá ser um pouco longo… então, ao planejar a quantidade de dias que ficará em El Sido leve em consideração o tempo de ida e volta.

A outra possibilidade, certamente mais rápida, é chegar a uma grande cidade filipina como as já citadas Manila ou Cebu e voar com Air Swift até El Nido. Essa foi a maneira que escolhi e embora a passagem não tenha sido barata, o voo de de 1h foi excelente. A companhia utiliza aviões ATR 42-600 e a vista ao longo do voo é linda! A aeronave pousa em uma propriedade a cerca de 5km de El Nido Town… Não chegaria a dizer o pouso é feito em um aeroporto tamanha a simplicidade do lugar. É tudo simples, mas funciona.

Brasileiros não precisam de visto para conhecer as Filipinas, um incentivo a mais para entrar na sua wishlist de viagem!

Atrações e passeios

El Nido é conhecido por seu mar de águas cristalinas e deve ser esse o seu foco ao longo da viagem. O mar, esverdeado e límpido, é realmente um colírio para os olhos e em combinação com as formações rochosas forma um cenário inesquecível.  Toda a região do arquipélago tem grandes formações rochosas com vegetação e morros que muitas vezes parecem “flutuar” sobre o mar. Essas formações rochosas às vezes possuem ilhas e praias no meio da imensidão do mar; são atrações surpreendentes.

Para conhecer as atrações, existem quatro tours: A, B, C e D.

Cada um dos passeios leva à uma região diferente do arquipélago. Os passeios mais populares são o tour A e C.
Quem quiser algo mais privado ou diferente, pode contratar um tour privado e ir aos lugares que preferir.

Big Lagoon – Como o nome já explica, essa é a “lagoa” grande de El Nido. Uma “lagoa” de água salgada, cercada por grandes paredões de pedra. Os barcos, quando a maré permite, podem entrar e circular pela lagoa, que tem águas incrivelmente verdes. O lugar é realmente muito bonito e é bem preservado, isso se vê pelo tamanho dos ouriços ali presentes.

Big Lagoon

Small Lagoon – Vizinha à Big Lagoon, a Small Lagoon é uma lagoa bem menor, mas igualmente encantadora. Para chegar até ela é preciso estar de caiaque e passar por uma pequena fenda no meio de uma parede de pedras. O lugar é muito bonito, vale super o passeio!

Hidden Beach – Parte do Tour C, a Hidden Beach é uma praia isolada no meio do mar, em uma espécie de ilha formada pelas rochas. Ela tem uma pequena porção de areia e fica em um lugar bastante escondido! Muito bonita e super diferente!

Secret Lagoon – Fora do roteiro popular dos passeios, a Secret Lagoon foi uma boa descoberta ao longo da viagem. É uma “lagoa” bem escondida e que passa completamente despercebida por quem não conhece a região. Para entrar nela você passa em um buraco no meio das pedras e lá dentro está a lagoa, que é rasa.

Matinloc Shrine – Para quem gosta de paisagens incríveis, esse lugar é uma parada imperdível. Primeiro porque em terra firme você pode subir um pedaço dos lindos morros de El Nido e admirar o mar cristalino! Segundo porque nos arredores do Matinloc Shrine, o snorkeling é ótimo, com grande variedade de corais e peixes!

Corong Corong – A praia está em El Nido Town e para quem quer curtir o mar sem precisar fazer um passeio, é a melhor alternativa. Ali estão alguns lounges e embora o mar não seja tão bonito quanto nos passeios, é uma boa opção para relaxar. Quem gosta de aventura pode fazer um salto de tirolesa ali perto que passa por cima da praia.

Las Cabañas Beach  – Linda durante o pôr do sol, Las Cabañas é também uma das opções para mergulhar no mar sem sair da cidade. Ali fica um Sunset bar super gostoso, o La Plage!

Bônus: Massagem! Ok, essa não é bem uma atração ou um ponto turístico, mas como resistir aos preços baixos das massagens? Caminhando por El Nido Town você verá várias casas oferecendo o serviço e é uma ótima pedida para relaxar no fim do dia!

Hospedagem em El Nido

Muito possivelmente esse será o tema que mais exigirá pesquisa para planejar a viagem. Existem as opções de hotéis em El Nido Town, que é onde fica o comércio, os restaurantes, etc. E há a opção de ficar hospedado em algumas das ilhas da região, na rede de hotéis El Nido Resorts. Optei por dividir a estadia, ficar alguns dias na cidade e outros dias na ilha e achei uma opção ótima porque oferece experiências completamente diferentes e igualmente enriquecedoras.

Ficar na cidade permite conhecer um pouco mais do povo, dos seus costumes e oferece uma experiência mais autêntica das Filipinas. Ficar nas ilhas é excelente para quem quer relaxar, ficar em uma hospedagem de qualidade e ter uma mar maravilhoso bem à sua frente. As praias de El Nido Town não têm uma água tão límpida quanto à cristalina-sonho-de-consumo que é vista durante os passeios de barco pela região, ficar em uma das ilhas permite acesso mais fácil a esses lugares, além de um ambiente mais reservado.

El Nido Miniloc Island

Na cidade, me parecem interessantes o hotel The Nest El Nido e o Spin Designer Hostel, que embora seja um albergue tem quartos privados e um ambiente descolado.

Se você fica hospedado na cidade, pode ter fácil acesso aos restaurantes e toda noite jantar em um local diferente. Tenha em mente que esse é um destino bem simples, então muitos hotéis não possuem água quente, por exemplo. Acabar a energia também não é raro.

Na ilha, me hospedei no El Nido Miniloc Island, que é o hotel mais antigo da rede, mas que tem excelente estrutura. As diárias incluem café da manhã, almoço e jantar, além de várias outras atividades disponíveis como caiaque, snorkeling e alguns passeios de barco. O quarto do hotel era espaçoso e tinha uma vista simplesmente sensacional para o mar!

Além disso, a possibilidade de ir até a Big Lagoon e Small Lagoon de caiaque foi uma oportunidade única. Poder visitar as maiores atrações da região quase sem ninguém, é maravilhoso. Os funcionários são também muito atenciosos e não é preciso muito esforço para se sentir em casa no hotel. O serviço é cuidadoso e a sensação de estar em um verdadeiro paraíso é onipresente. Recomendo para quem se dispõe a pagar um pouco mais caro em hospedagem.

Transporte em El Nido

Triciclo, caminhadas e barco – basicamente são essas as formas de circular por El Nido. Na cidade são muito populares os triciclos, que são motocicletas equipadas com uma carroceria feita para caber mais passageiros do que uma moto convencional.

Eles estão por toda a cidade e para usá-los é preciso sempre pechinchar com o motoristas, ou você vai acabar pagamento mais do que deveria. Os valores são baixos, entre US$1-3 para a maioria dos lugares.

El Nido Town

Alguns hotéis que ficam mais afastados do centrinho oferecem transporte gratuito a alguns lugares da própria cidade, então, caso hospede-se em um local mais distante do burburinho vale ficar de olho nessa regalia.

Comida

Como é natural de um lugar de praia, peixes e frutos do mar fazem parte da gastronomia local, assim como o arroz, consumido em toda Ásia. A gastronomia local não me encantou tanto e talvez tenha sido essa a parte da viagem que menos me apeteceu.

Ainda assim, as frutas são saborosas e recomendo muito que desfrutem das mangas, que são ótimas.

Vale sempre o cuidado de só beber água mineral e procurar consumir alimentos cozidos, para evitar qualquer tipo de indisposição.

Como parte da viagem foi em um hotel com pensão completa e durante o dia o almoço era feito nos barcos de passeio, não conheci tantos restaurantes. O que gostei e recomendo são a Tratoria Altrove, um restaurante com ótimas pizzas e que de tão popular tem fila na porta todas as noites. Outra boa dica é o La Plage Sunset & Bar, que tem um cardápio com pratos locais e internacionais e um visual muito bonito durante o pôr do sol! Vale ir ao local para jantar e curtir a atmosfera de um jantar com os pés na areia da praia.

Outras dicas de El Nido

  • Dinheiro – El Nido é um local de custos baixos. Os serviços, no geral, são superbaratos e mesmo os melhores restaurantes da região não custam caro. A moeda local é o peso filipino e ele será utilizado ao longo da viagem.

    Caalan Beach
  • É praxe retirar os sapatos ao entrar em determinados estabelecimentos como lojas, restaurantes e os próprios quartos dos hotéis. Para facilitar a logística, utilize calçados que sejam fáceis de retirar.
  • Usar uma bolsa à prova d’água é uma ótima dica para preservar seus pertences e impedir que eles se molhem ao realizar os passeios de barco. As bolsas são vendidas em diversos pontos de El Nido Town e em vários tamanhos.
  • Recomendo levar na mala roupas leves, boné/chapéu, roupas que ofereçam proteção solar, além de chinelo e protetor solar.
  • Tomar cuidado com o sol deve ser uma preocupação. A maioria das pessoas passa o dia fazendo passeio de barco e como neles costuma ventar muito, é natural que às vezes a gente não perceba o sol queimando.
  • Um calçado de neoprene para entrar no mar é muito bem-vindo. Em determinadas áreas o mar é pedregoso e alguns lugares têm ouriços.
  • Tome cuidado com águas-vivas… não é incomum elas darem o ar da graça durante os passeios.
  • Os passeios de barco privado podem oferecer uma experiência mais interessante. Isso porque muitas vezes os passeios em grupo visitam as atrações próximas de El Nido em horários similares e assim as atrações ficam cheias de gente. Fazendo passeios privados você pode tentar evitar os horários de pico nas atrações ou até conhecer locais alternativos.

E você? Já esteve em El Nido ou em outro destino das Filipinas? Conte como foi sua experiência nos comentários!

Autor

Camille Panzera - Camille Editora de destinos
  • Oliveira Jr.

    Oi Camille, me programando para ir em Janeiro/18, quantas noites vc ficou na cidade e quantas na ilha? E o Miniloc Islands fica exatamente onde? Obrigado, Junior.

    • Camille Panzera

      Oi, Oliveira Jr, tudo bem?
      Fiquei 4 noites… 2 em El Nido Town e 2 em Miniloc Island. Miniloc é uma ilha a mais ou menos 10km da cidade…
      Nessa ilha fica a Big Lagoon e Small Lagoon, então quem fica no hotel da ilha pode ir até as lagoas de caiaque.

      • Oliveira Jr.

        Obrigado, Camille!

  • Natan Amaral

    Olá Camille, gostei do seu artigo, show!
    Como foi os valores?
    Para onde devo pesquisar a passagem?
    Quantos dias seria legal para ficar nesse local e conhecer a beleza do lugar?

    Obrigado

    • Camille Panzera

      Oi, Natan. Tudo bem?
      Os gastos no destino em si não são altos. Alimentação e passeios têm um valor baixo. Os gastos mais expressivos são com hospedagem e meio de transporte para chegar até El Nido. A passagem entre Manila e El Nido comprei com a Air Swift ( http://air-swift.com/ ) e achei cara…. mas o lugar é muito bonito e compensa. Recomendo ficar pelo menos uns 4 dias por lá. Abs!

      • Natan Amaral

        Muito top, e do Brasil a passagem inicial foi para onde?

        • Camille Panzera

          Saindo do Brasil fui para Bangkok com uma promoção da Qatar… fiquei lá uns dias e depois fui para outros países, incluindo as Filipinas. 🙂

          • Natan Amaral

            Top dimais, obrigado.

  • Silvana Martins

    Camille,
    Adorei suas dicas!!! Parabéns!!! Vi que a comida lembra a da Tailândia.
    Tem barcos que saem a toda hora ou é privativo?

  • Leandro

    Oi Camile! Interessante seu artigo!
    Me interessei em fazer esta viagem! Mas tem alguma ideia/dica de melhores épocas para fazer esta viagem (baixa/alta temporada ou mesmo períodos de chuva)?

    Tentei fazer uma pesquisa rápida, mas não achei muitas informações.
    Obrigado.

    • Camille Panzera

      Oi, Leandro. Vou te enviar o site que sempre consulto quando quero saber a época de chuvas: https://weather-and-climate.com/average-monthly-Rainfall-Temperature-Sunshine,el-nido-ph,Philippines
      Acredito que a “alta” temporada na região seriam os períodos de férias nas próprias Filipinas e na Ásia. Eu estive por lá no fim de março/início de abril, que seria período de férias, não estava lotado lotado, mas algumas atrações ficavam meio cheias porque grande parte dos barcos vão para os pontos turísticos nos mesmos horários. Fiz passeios privados de barco, fui para as atrações em horários alternativos e aí sim achei tudo bem melhor e mais vazio. Abs!

  • Thomas Hisamura

    Estive em El Nido em janeiro de 2016. Fiz todos os tours ABCD, Underground River, etc. Achei legal, mas mesmo sendo mais tranquilo que as ilhas da Tailandia (costa oeste), ainda carece muito de infraestrutura e opções pra comer. Neste ponto, as ilhas da Tailandia, mesmo que em algumas épocas esteja apinhada de gente, possuem muito mais condições de receber turistas. Fiz a viagem de 6 horas de van de PPS, o que é um inferno. Poderia ter ido de avião a partir de Manila, mas sairia bem mais caro. Acho uma opção interessante, mas depois de conhecer a Tailandia, Bali, etc.. Ah, estive em Boracay também, aquilo sim é o inferno na Terra!

  • Luis Antonio Portela

    El Nido é fantástica e tem várias escolas de mergulho. Aproveitei e fiz o PADI avançado. Também aconselho alugar uma moto e conhecer várias praias vizinhas, algumas completamente afastadas do turismo e com pouquíssima infraestrutura. O passeio pelas estradas de terra, com cenários de fazendas nativas, búfalos, etc., é fascinante!

  • Renato Camara

    Depois de conhecer as praias da Tailândia, nenhuma dessas fotos(e a descrição dos lugares, trajetos e tal..)me chamou atenção pra ir lá. Volto 100 vezes a Tailândia pra conhecer mais ilhas…